SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar
essa MAPA? Iremos te ajudar!
Entre em contato
(63) 99129-5554
MAPA – GFIN - GESTÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DO
PREÇO DE VENDA - 53/2023
Chegou o momento de explorar, de forma PRATICA, os conteúdos aprendidos na disciplina
Gestão de Custos e Formação do Preço de Venda! Para isso, você precisa cumprir três eta-
pas, a saber:
Primeira etapa: LER atentamente o texto de apoio.
Segunda etapa: CONSIDERAR a e REALIZAR a atividade.
Terceira etapa: ENVIAR a atividade solicitada.
PRIMEIRA ETAPA: AQUECIMENTO: leitura do texto de apoio
Ontem, pelo WhatsApp, um amigo entrou em contato com você para conversar sobre um
assunto e tirar algumas dúvidas. Ele acredita que você, por estar estudando na disciplina de
Gestão de Custos e Formação de Preços de Venda, pode contribuir com uma decisão que
ele precisa tomar.
Atualmente, esse seu amigo é funcionário em uma empresa, trabalha das 4 horas da ma-
nhã até as 13 horas (uma jornada de 40 horas semanais) e não está contente com o seu
desgaste físico e emocional e busca uma nova oportunidade de modificar sua fonte de gera-
ção de renda. Ele tem a remuneração líquida (valor líquido depois de todos os descontos e
acrescido o vale alimentação) de R$ 1.800,00 ao mês.
Surgiu para ele a oportunidade de assumir a produção de uma artesanal de brownies, a
qual está estruturada e, inclusive, com comércio garantido, pois o dono da indústria quer
alugar a estrutura para alguém e garante a compra de uma determinada quantia da produ-
ção.
SEGUNDA ETAPA:
Dentre os custos fixos dessa , já estão estabelecidos e não variarão de acordo com a pro-
dução realizada (pois são pagos diretamente ao proprietário da estrutura) R$ 1.500,00 de
aluguel da estrutura, com todos os equipamentos; R$ 500,00 de energia elétrica (indepen-
dente do uso); R$ 200,00 de conta de uso de água (independente do uso); e R$ 400,00 de
limpeza (fixo, independente do uso). Para formalizar essa atividade, o seu amigo terá que
registrar um CNPJ MEI, o qual tem a contribuição mensal de R$ 67,00, que corresponde ao
INSS, ICMS e ISS. O proprietário da (que está alugando-a) garante a compra de 300 unida-
des de brownies por mês no valor de R$ 10,00 a unidade.
A receita, que rende 10 unidades, já está estabelecida em um manual chamado de POP
(Procedimento Operacional Padrão) e, resumidamente, é assim: 2 xícaras de achocolatado
em pó (180g); 1 xícara de farinha de trigo (160 g); 1 xícara de açúcar (120 g); 1 xícara de
manteiga (200 g); e 4 ovos. O tempo de preparo da receita (manuseio dos ingredientes) é
de 30 minutos, e o tempo de forno a gás é de 30 minutos, o que corresponde a, aproxima-
damente, R$ 1,00 por receita. No período em que uma receita está no forno, o trabalhador
deverá limpar os itens utilizados no seu preparo e organizar os itens da próxima receita, o
que lhe permite fazer uma receita por hora.
Essa receita rende 10 pedaços, e o custo de embalagens para essas 10 unidades é de R$
3,00. O custo dos ingredientes no dia de hoje são: chocolate em pó, R$ 45,00/kg; farinha de
trigo, R$ 9,00/kg; açúcar, R$ 6,00/kg; manteiga, R$ 25,00/kg; ovos, R$ 12,00 a dúzia.
A dúvida que o seu amigo tem é se, ao assumir essa , ele terá condições, com o contrato
assumido de venda (300 unidades por mês = 30 receitas), de sanar todas os custos e as
despesas do processo produtivo e, ainda, obter a mesma renda (sobra ou lucro) que recebe
enquanto empregado (ele não está levando em consideração férias, 13º, INSS, FGTS, e ou-
tras contribuições que o seu cargo com carteira assinada lhe proporciona). Para poder
aconselhá-lo, você precisará fazer as seguintes análises:
1. Qual é o gasto (custo e despesa) fixo que ele terá com essa atividade? (Sistematize as
informações, faça o cálculo de forma detalhada, classifique os gastos como Custo ou Des-
pesa e justifique por que você chegou a esse resultado).
2. Qual é o gasto (custo e despesa) variável vinculado à cada receita? (Sistematize as infor-
mações, faça o cálculo de forma detalhada e justifique por que você chegou a esse resul-
tado).
3. Qual é o rendimento financeiro (receita bruta) de cada receita, levando em consideração
o valor de oportunidade dado pelo contrato de venda.
4. Qual é a margem de contribuição de cada receita? Qual é a margem de contribuição do
contrato, (Faça o cálculo de forma detalhada e justifique por que você chegou a esse resul-
tado).
5. Com o contrato, o seu amigo conseguirá atingir o ponto de equilíbrio contábil? (Responda
essa questão apresentando o cálculo de forma detalhada e justifique por que você chegou a
esse resultado).
6. Qual é o volume de produção que seu amigo terá que operacionalizar para que ele obte-
nha uma sobra (ou lucro), no mínimo, igual ao salário líquido que ele tem como empregado?
(Indique qual ponto de equilíbrio será utilizado para chegar a esse cálculo, realize o cálculo
e justifique suas escolhas). Ele deve largar o seu emprego e assumir a produção dessa. Se
não, por quê? Se sim, em quais condições comerciais?

Mais conteúdo relacionado

Mais de AzulAssessoriaAcadmi7

2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;AzulAssessoriaAcadmi7
 

Mais de AzulAssessoriaAcadmi7 (20)

2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
 
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
 
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
 
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
1.1.a) Considerando a chave Q1 como ideal calcule o valor médio da corrente n...
 
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
 
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
 
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
1.2.b) Calcule a potência média dissipada na chave durante o estado bloqueado;
 

Último

Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 

Último (20)

Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 

Análise da viabilidade de produção de brownies

  • 1. Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar essa MAPA? Iremos te ajudar! Entre em contato (63) 99129-5554 MAPA – GFIN - GESTÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA - 53/2023 Chegou o momento de explorar, de forma PRATICA, os conteúdos aprendidos na disciplina Gestão de Custos e Formação do Preço de Venda! Para isso, você precisa cumprir três eta- pas, a saber: Primeira etapa: LER atentamente o texto de apoio. Segunda etapa: CONSIDERAR a e REALIZAR a atividade. Terceira etapa: ENVIAR a atividade solicitada. PRIMEIRA ETAPA: AQUECIMENTO: leitura do texto de apoio Ontem, pelo WhatsApp, um amigo entrou em contato com você para conversar sobre um assunto e tirar algumas dúvidas. Ele acredita que você, por estar estudando na disciplina de Gestão de Custos e Formação de Preços de Venda, pode contribuir com uma decisão que ele precisa tomar.
  • 2. Atualmente, esse seu amigo é funcionário em uma empresa, trabalha das 4 horas da ma- nhã até as 13 horas (uma jornada de 40 horas semanais) e não está contente com o seu desgaste físico e emocional e busca uma nova oportunidade de modificar sua fonte de gera- ção de renda. Ele tem a remuneração líquida (valor líquido depois de todos os descontos e acrescido o vale alimentação) de R$ 1.800,00 ao mês. Surgiu para ele a oportunidade de assumir a produção de uma artesanal de brownies, a qual está estruturada e, inclusive, com comércio garantido, pois o dono da indústria quer alugar a estrutura para alguém e garante a compra de uma determinada quantia da produ- ção. SEGUNDA ETAPA: Dentre os custos fixos dessa , já estão estabelecidos e não variarão de acordo com a pro- dução realizada (pois são pagos diretamente ao proprietário da estrutura) R$ 1.500,00 de aluguel da estrutura, com todos os equipamentos; R$ 500,00 de energia elétrica (indepen- dente do uso); R$ 200,00 de conta de uso de água (independente do uso); e R$ 400,00 de limpeza (fixo, independente do uso). Para formalizar essa atividade, o seu amigo terá que registrar um CNPJ MEI, o qual tem a contribuição mensal de R$ 67,00, que corresponde ao INSS, ICMS e ISS. O proprietário da (que está alugando-a) garante a compra de 300 unida- des de brownies por mês no valor de R$ 10,00 a unidade. A receita, que rende 10 unidades, já está estabelecida em um manual chamado de POP (Procedimento Operacional Padrão) e, resumidamente, é assim: 2 xícaras de achocolatado em pó (180g); 1 xícara de farinha de trigo (160 g); 1 xícara de açúcar (120 g); 1 xícara de manteiga (200 g); e 4 ovos. O tempo de preparo da receita (manuseio dos ingredientes) é de 30 minutos, e o tempo de forno a gás é de 30 minutos, o que corresponde a, aproxima- damente, R$ 1,00 por receita. No período em que uma receita está no forno, o trabalhador deverá limpar os itens utilizados no seu preparo e organizar os itens da próxima receita, o que lhe permite fazer uma receita por hora. Essa receita rende 10 pedaços, e o custo de embalagens para essas 10 unidades é de R$ 3,00. O custo dos ingredientes no dia de hoje são: chocolate em pó, R$ 45,00/kg; farinha de trigo, R$ 9,00/kg; açúcar, R$ 6,00/kg; manteiga, R$ 25,00/kg; ovos, R$ 12,00 a dúzia. A dúvida que o seu amigo tem é se, ao assumir essa , ele terá condições, com o contrato assumido de venda (300 unidades por mês = 30 receitas), de sanar todas os custos e as despesas do processo produtivo e, ainda, obter a mesma renda (sobra ou lucro) que recebe enquanto empregado (ele não está levando em consideração férias, 13º, INSS, FGTS, e ou- tras contribuições que o seu cargo com carteira assinada lhe proporciona). Para poder aconselhá-lo, você precisará fazer as seguintes análises: 1. Qual é o gasto (custo e despesa) fixo que ele terá com essa atividade? (Sistematize as informações, faça o cálculo de forma detalhada, classifique os gastos como Custo ou Des- pesa e justifique por que você chegou a esse resultado). 2. Qual é o gasto (custo e despesa) variável vinculado à cada receita? (Sistematize as infor- mações, faça o cálculo de forma detalhada e justifique por que você chegou a esse resul- tado). 3. Qual é o rendimento financeiro (receita bruta) de cada receita, levando em consideração o valor de oportunidade dado pelo contrato de venda.
  • 3. 4. Qual é a margem de contribuição de cada receita? Qual é a margem de contribuição do contrato, (Faça o cálculo de forma detalhada e justifique por que você chegou a esse resul- tado). 5. Com o contrato, o seu amigo conseguirá atingir o ponto de equilíbrio contábil? (Responda essa questão apresentando o cálculo de forma detalhada e justifique por que você chegou a esse resultado). 6. Qual é o volume de produção que seu amigo terá que operacionalizar para que ele obte- nha uma sobra (ou lucro), no mínimo, igual ao salário líquido que ele tem como empregado? (Indique qual ponto de equilíbrio será utilizado para chegar a esse cálculo, realize o cálculo e justifique suas escolhas). Ele deve largar o seu emprego e assumir a produção dessa. Se não, por quê? Se sim, em quais condições comerciais?