SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar
essa MAPA? Iremos te ajudar!
Entre em contato
(63) 99129-5554
MAPA – GH - HOTELARIA E ESTRUTURA HOSPITALAR -
53/2023
Olá, estudante de Gestão Hospitalar!
A atividade MAPA da disciplina de Hotelaria Hospitalar ajudará você em sua trajetória de
formação em Gestão Hospitalar, proporcionando as habilidades para auxiliar em sua forma-
ção como gestor hospitalar nos aspectos relacionados à estadia do paciente em seu perí-
odo de internação, contemplando condições de um ambiente humanizado e com uma boa
qualidade de vida. Isso tudo de forma a proporcionar um processo de melhoria e bem estar
ao paciente hospitalizado, que lhe proporcionará habilidades para desenvolver o gerencia-
mento do setor de governança
Cabe esclarecer que a atividade MAPA não esboça nenhum posicionamento político ou so-
cial, mas informações de um cotidiano hospitalar e que você poderá se deparar em sua vida
profissional.
Hotelaria hospitalar: o impacto da humanização na recuperação dos pacientes
22 set, 2022 | Notícias
Até algumas décadas atrás, a hotelaria hospitalar era um conceito que ainda estava longe
dos hospitais brasileiros. No entanto, essa prática já está presente em boa parte do país,
mostrando seu diferencial e oferecendo vantagens para pacientes e profissionais.
A hotelaria hospitalar ainda é um assunto considerado novo. Por esse motivo, muitas dúvi-
das ainda surgem em relação a sua importância. A seguir, acompanhe nosso post para con-
ferir um pouco mais sobre as vantagens e o diferencial da hotelaria hospitalar!
O que é hotelaria hospitalar?
A hotelaria hospitalar pode ser definida como um conjunto de serviços de apoio ao atendi-
mento médico oferecendo ao paciente conforto e bem-estar.
Ainda que não seja essencial para o tratamento, a hotelaria hospitalar contribui não só para
que o paciente, como também para que seus acompanhantes, sintam-se confortáveis e
acolhidos nas dependências de um hospital.
Essa é uma forma de transformar a imagem da instituição, muitas vezes vista como fria e
intimidadora
Para que a hotelaria hospitalar seja aplicada de forma correta, existem profissionais capaci-
tados na área, responsáveis por ajudar a proporcionar o atendimento adequado no assunto.
Esse serviço também oferece vantagem competitiva para as instituições de saúde. Afinal, o
paciente mostra-se satisfeito por ser bem tratado durante um dos momentos mais delicados
da vida. Essa satisfação contribui para a imagem da organização.
Nessa área, os serviços prestados garantem um bom atendimento, contando com aborda-
gem humanizada, fator que contribui para uma estadia confortável e rápida recuperação.
Isso acaba afetando a qualidade dos serviços oferecidos pelos profissionais da instituição,
tornando-se um dos principais diferenciais.
Por que a hotelaria hospitalar é um diferencial para a instituição?
A hotelaria hospitalar oferece grande diferencial para a instituição devido as suas vantagens
e serviços prestados. Por isso, essa prática deve ser a melhor e mais agradável para os cli-
entes da instituição, destacando-a frente à concorrência.
Por ser uma área em constante crescimento, ela corresponde ao segundo maior custo nas
instituições. Ao ser implantada com serviços de qualidade, a estrutura física e operacional
da instituição de destaca, mantendo-se à frente no mercado.
Assim, o paciente apresenta-se satisfeito em relação à instituição, ao ser acolhido e acomo-
dado, consequentemente, fidelizando-se a ela.
Humanização do atendimento
A humanização do atendimento é um dos principais diferenciais da hotelaria hospitalar, visto
que é a chave para criar um bom relacionamento com o paciente. A humanização vai além
das boas maneiras e boa comunicação, entre instituição e paciente.
É importante considerar que, ao ser hospitalizado, o paciente se afasta de sua rotina e reali-
dade. Melhorar essa situação é apenas uma das maneiras de estreitar a relação interprofis-
sional com o paciente
A organização deve suprir a falta da realidade do paciente, oferecendo cuidados especiali-
zados e diferentes formas de contato, como telefone, televisão, revistas, jornais e Wi-Fi.
Um atendimento humanizado é aquele que sempre é lembrado pelo paciente e também por
seus acompanhantes. Ao realizar um trabalho de humanização no atendimento, é possível
gerar confiança também entre os profissionais, diminuindo a rotatividade.
Vantagens de aplicar a hotelaria hospitalar
A hotelaria hospitalar apresenta diversas vantagens para a instituição e para o paciente ao
proporcionar atendimento mais humanizado. A seguir, conheça as principais vantagens obti-
das na aplicação da hotelaria hospitalar em sua organização.
Satisfação do paciente
Com a concorrência cada vez mais acirrada no mercado, é fundamental oferecer um serviço
de hotelaria hospitalar de qualidade, garantindo a satisfação do paciente.
Dessa forma, a instituição se torna mais procurada, visto que mais pessoas passam a con-
fiar sua saúde àquela organização.
A qualidade do atendimento é considerada um fator estratégico para melhorar a produtivi-
dade. Portanto, é essencial focar na satisfação e bem-estar do paciente, mantendo-os como
prioridade no cuidado.
Otimização do trabalho
Outra vantagem que se torna um diferencial na hotelaria hospitalar é a otimização do traba-
lho. Essa prática permite que profissionais especializados que atuam para melhorar o con-
forto do paciente, como enfermeiros e outros especialistas, fiquem livres para ter o trata-
mento como único objetivo.
Melhora para a imagem da instituição
Uma das práticas importantes da hotelaria hospitalar é a dissociação da imagem negativa
das instituições de saúde, caracterizadas por doenças.
Organizações com hotelaria visam à promoção de saúde e segurança dos pacientes, tor-
nando o ambiente atrativo e confiável para todos, incluindo profissionais que ali atuam.
Contenção de custos
Ao otimizar a rotina de trabalho com a hotelaria, também é possível obter uma diminuição
de custos. Por isso, contar com uma hotelaria hospitalar de qualidade contribui para o de-
senvolvimento da organização.
Como implementar a hotelaria hospitalar
A implementação estratégica da hotelaria hospitalar nas instituições de saúde depende de
um esforço coletivo. Todos os profissionais da organização devem entender como o sistema
funciona, assim como seu papel dentro dele.
O desenvolvimento de um organograma definindo a melhor estratégia a ser aplicada é
muito útil. Além disso, outras práticas devem ser colocadas em ação. Confira algumas delas
abaixo.
Atendimento humanizado
Como vimos anteriormente, um dos pilares para uma hotelaria hospitalar de qualidade é o
atendimento humanizado, oferecendo aos pacientes acolhimento e segurança. Por esse
motivo, é muito importante que a instituição ofereça aos profissionais treinamentos para ca-
pacitação, assegurando o melhor atendimento para os pacientes.
Gerenciamento de leitos
Outra dica importante para implantar a hotelaria hospitalar de forma estratégica é contar
com o equipamento adequado para o gerenciamento de leitos.
Todos os setores do hospital devem estar funcionando de forma produtiva, em especial, a
governança hospitalar.
Com o auxílio de um sistema de gestão, por exemplo, é possível realizar uma gestão de lei-
tos de forma mais eficiente, rápida e prática, evitando erros na taxa de ocupação.
Software de gestão de saúde
Por fim, outra forma de realizar a implementação estratégica da hotelaria hospitalar é por
meio de um sistema de gestão de qualidade voltado para a saúde. Com o uso de um sof-
tware de gestão de saúde, é possível oferecer uma integração de informações e processos
em diversos setores da instituição.
Além disso, controlar os custos de maneira detalhada, fornecendo relatórios efetivos e confi-
áveis, permitindo aos gestores a tomada de decisões de forma estratégica em hospitais, clí-
nicas, centros médicos, operadoras de saúde e até mesmo cooperativas médicas.
Você pôde conhecer um pouco mais sobre a importância da hotelaria hospitalar para a or-
ganização de saúde, suas principais vantagens e algumas dicas para implementá-la em sua
instituição.
Fonte: https://rtsrio.com.br/noticias/hotelaria-hospitalar. Acesso em: 12 jul. 2023.
No caso apresentado temos a aplicação da hotelaria hospitalar em vários pontos: atendi-
mento humanizado, otimização do trabalho, contenção de custos e tecnologia. Todo pro-
cesso com foco no cliente, passando a ser visto como cliente e não somente paciente. Es-
tes são uns dos maiores desafios na atualidade que precisam ser ajustados e adequados.
Assim, você, enquanto futuro gestor hospitalar, também será desafiado nesta atividade
mapa a ampliar o seu conhecimento sobre humanização e gestão do paciente.
Agora, em sua atividade mapa, você deverá ler a reportagem apresentada e, junta-
mente com o que foi aprendido na disciplina de hotelaria hospitalar, responder a al-
gumas perguntas separadas em etapas:
Etapa 1 – Humanização no ambiente hospitalar
1 Descreva o que é humanização no ambiente hospitalar.
1.2 Relacione uma ação mencionada no texto apresentado, que demonstre humanização
no ambiente hospitalar.
Etapa 2 – Vantagens na gestão hotelaria hospitalar
2.1 Discorra com suas palavras sobre o papel da hotelaria hospitalar para os pacientes de
forma geral nas organizações da saúde.
Etapa 3 – Tecnologias e a Saúde
3.1 Com suas palavras, descreva qual a importância do desenvolvimento de tecnologias
para o setor da saúde de forma geral. Dê pelo menos dois exemplos de tecnologias utiliza-
das neste setor atualmente.
Orientações para desenvolver sua atividade MAPA:
1. Leia o livro da disciplina.
2. Assista às aulas conceituais e ao vivo.
3. Baixe o "Modelo de entrega do MAPA", disponível no ambiente Studeo na pasta “Material
da Disciplina”, e preencha corretamente todos os campos solicitados.
4. Anexe seu “Modelo de entrega do MAPA”, respondido, no espaço específico da atividade
MAPA.
5. Lembre-se de clicar em “Finalizar” para efetivar sua participação.
6. Caso utilize o material de outros autores, não se esqueça de referenciar corretamente,
pois o uso de trechos ou textos não referenciados será considerado plágio.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 3.1 Com suas palavras, descreva qual a importância do desenvolvimento de tecnologias para o setor da saúde de forma geral. Dê pelo menos dois exemplos de tecnologias utilizadas neste setor atualmente.

Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar
Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar
Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar Tati
 
Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710InformaGroup
 
Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710InformaGroup
 
Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...
Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...
Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Qualidade no atendimento médico hospitalar
Qualidade no atendimento médico hospitalar  Qualidade no atendimento médico hospitalar
Qualidade no atendimento médico hospitalar Sueli Marques
 
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...Allan Vieira
 

Semelhante a 3.1 Com suas palavras, descreva qual a importância do desenvolvimento de tecnologias para o setor da saúde de forma geral. Dê pelo menos dois exemplos de tecnologias utilizadas neste setor atualmente. (13)

Como organizar uma clinica medica.pdf
Como organizar uma clinica medica.pdfComo organizar uma clinica medica.pdf
Como organizar uma clinica medica.pdf
 
Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar
Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar
Projeto arqplanejamentoespaçohospitalar
 
Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710
 
Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710
 
Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...
Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...
Equilibrando eficiência e empatia - Automatizar processos e manter a humaniza...
 
Anais
AnaisAnais
Anais
 
Gestão da Qualidade Em Saúde
Gestão da Qualidade Em SaúdeGestão da Qualidade Em Saúde
Gestão da Qualidade Em Saúde
 
3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos
3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos
3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos
 
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
 
Qualidade no atendimento médico hospitalar
Qualidade no atendimento médico hospitalar  Qualidade no atendimento médico hospitalar
Qualidade no atendimento médico hospitalar
 
Como Atingir 500k de Faturamento Mensal em Uma Clínica Odontológica
Como Atingir 500k de Faturamento Mensal em Uma Clínica OdontológicaComo Atingir 500k de Faturamento Mensal em Uma Clínica Odontológica
Como Atingir 500k de Faturamento Mensal em Uma Clínica Odontológica
 
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
 
Foco na Experiência do Paciente - Transformando Clínicas Médicas.pdf
Foco na Experiência do Paciente - Transformando Clínicas Médicas.pdfFoco na Experiência do Paciente - Transformando Clínicas Médicas.pdf
Foco na Experiência do Paciente - Transformando Clínicas Médicas.pdf
 

Mais de AzulAssessoriaAcadmi7

3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?AzulAssessoriaAcadmi7
 
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.AzulAssessoriaAcadmi7
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...AzulAssessoriaAcadmi7
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...AzulAssessoriaAcadmi7
 

Mais de AzulAssessoriaAcadmi7 (20)

3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
 
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
3.f) Qual o valor máximo da corrente no indutor para a situação em 3.d)?
 
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
 
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
2.g) Calcule a potência eficaz entrega à carga para a situação descrita em 2.c).
 
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
 
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
 
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
2.f) Calcule a corrente eficaz na carga para a situação 2.c).
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
 
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
2.d) Para a situação descrita em 2.c), calcule a corrente média na carga.
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
 
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
1.2.d) Calcule a potência média dissipada na chave em relação ao ciclo de cha...
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
 
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
1.2.c) Calcule a potência máxima dissipada durante a ligação da chave;
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
 
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
1.1.d) Calcule a eficiência da transferência de potência.
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
 
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
1.1.c) A partir dos itens anteriores, qual o valor médio da potência na chave...
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
 
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
1.1.b) Ainda considerando a chave Q1 ideal, calcule o valor médio da potência...
 

Último

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 

3.1 Com suas palavras, descreva qual a importância do desenvolvimento de tecnologias para o setor da saúde de forma geral. Dê pelo menos dois exemplos de tecnologias utilizadas neste setor atualmente.

  • 1. Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar essa MAPA? Iremos te ajudar! Entre em contato (63) 99129-5554 MAPA – GH - HOTELARIA E ESTRUTURA HOSPITALAR - 53/2023 Olá, estudante de Gestão Hospitalar! A atividade MAPA da disciplina de Hotelaria Hospitalar ajudará você em sua trajetória de formação em Gestão Hospitalar, proporcionando as habilidades para auxiliar em sua forma- ção como gestor hospitalar nos aspectos relacionados à estadia do paciente em seu perí- odo de internação, contemplando condições de um ambiente humanizado e com uma boa qualidade de vida. Isso tudo de forma a proporcionar um processo de melhoria e bem estar ao paciente hospitalizado, que lhe proporcionará habilidades para desenvolver o gerencia- mento do setor de governança Cabe esclarecer que a atividade MAPA não esboça nenhum posicionamento político ou so- cial, mas informações de um cotidiano hospitalar e que você poderá se deparar em sua vida profissional. Hotelaria hospitalar: o impacto da humanização na recuperação dos pacientes 22 set, 2022 | Notícias Até algumas décadas atrás, a hotelaria hospitalar era um conceito que ainda estava longe dos hospitais brasileiros. No entanto, essa prática já está presente em boa parte do país, mostrando seu diferencial e oferecendo vantagens para pacientes e profissionais.
  • 2. A hotelaria hospitalar ainda é um assunto considerado novo. Por esse motivo, muitas dúvi- das ainda surgem em relação a sua importância. A seguir, acompanhe nosso post para con- ferir um pouco mais sobre as vantagens e o diferencial da hotelaria hospitalar! O que é hotelaria hospitalar? A hotelaria hospitalar pode ser definida como um conjunto de serviços de apoio ao atendi- mento médico oferecendo ao paciente conforto e bem-estar. Ainda que não seja essencial para o tratamento, a hotelaria hospitalar contribui não só para que o paciente, como também para que seus acompanhantes, sintam-se confortáveis e acolhidos nas dependências de um hospital. Essa é uma forma de transformar a imagem da instituição, muitas vezes vista como fria e intimidadora Para que a hotelaria hospitalar seja aplicada de forma correta, existem profissionais capaci- tados na área, responsáveis por ajudar a proporcionar o atendimento adequado no assunto. Esse serviço também oferece vantagem competitiva para as instituições de saúde. Afinal, o paciente mostra-se satisfeito por ser bem tratado durante um dos momentos mais delicados da vida. Essa satisfação contribui para a imagem da organização. Nessa área, os serviços prestados garantem um bom atendimento, contando com aborda- gem humanizada, fator que contribui para uma estadia confortável e rápida recuperação. Isso acaba afetando a qualidade dos serviços oferecidos pelos profissionais da instituição, tornando-se um dos principais diferenciais. Por que a hotelaria hospitalar é um diferencial para a instituição? A hotelaria hospitalar oferece grande diferencial para a instituição devido as suas vantagens e serviços prestados. Por isso, essa prática deve ser a melhor e mais agradável para os cli- entes da instituição, destacando-a frente à concorrência. Por ser uma área em constante crescimento, ela corresponde ao segundo maior custo nas instituições. Ao ser implantada com serviços de qualidade, a estrutura física e operacional da instituição de destaca, mantendo-se à frente no mercado. Assim, o paciente apresenta-se satisfeito em relação à instituição, ao ser acolhido e acomo- dado, consequentemente, fidelizando-se a ela. Humanização do atendimento
  • 3. A humanização do atendimento é um dos principais diferenciais da hotelaria hospitalar, visto que é a chave para criar um bom relacionamento com o paciente. A humanização vai além das boas maneiras e boa comunicação, entre instituição e paciente. É importante considerar que, ao ser hospitalizado, o paciente se afasta de sua rotina e reali- dade. Melhorar essa situação é apenas uma das maneiras de estreitar a relação interprofis- sional com o paciente A organização deve suprir a falta da realidade do paciente, oferecendo cuidados especiali- zados e diferentes formas de contato, como telefone, televisão, revistas, jornais e Wi-Fi. Um atendimento humanizado é aquele que sempre é lembrado pelo paciente e também por seus acompanhantes. Ao realizar um trabalho de humanização no atendimento, é possível gerar confiança também entre os profissionais, diminuindo a rotatividade. Vantagens de aplicar a hotelaria hospitalar A hotelaria hospitalar apresenta diversas vantagens para a instituição e para o paciente ao proporcionar atendimento mais humanizado. A seguir, conheça as principais vantagens obti- das na aplicação da hotelaria hospitalar em sua organização. Satisfação do paciente Com a concorrência cada vez mais acirrada no mercado, é fundamental oferecer um serviço de hotelaria hospitalar de qualidade, garantindo a satisfação do paciente. Dessa forma, a instituição se torna mais procurada, visto que mais pessoas passam a con- fiar sua saúde àquela organização. A qualidade do atendimento é considerada um fator estratégico para melhorar a produtivi- dade. Portanto, é essencial focar na satisfação e bem-estar do paciente, mantendo-os como prioridade no cuidado. Otimização do trabalho Outra vantagem que se torna um diferencial na hotelaria hospitalar é a otimização do traba- lho. Essa prática permite que profissionais especializados que atuam para melhorar o con- forto do paciente, como enfermeiros e outros especialistas, fiquem livres para ter o trata- mento como único objetivo. Melhora para a imagem da instituição Uma das práticas importantes da hotelaria hospitalar é a dissociação da imagem negativa das instituições de saúde, caracterizadas por doenças. Organizações com hotelaria visam à promoção de saúde e segurança dos pacientes, tor- nando o ambiente atrativo e confiável para todos, incluindo profissionais que ali atuam. Contenção de custos Ao otimizar a rotina de trabalho com a hotelaria, também é possível obter uma diminuição de custos. Por isso, contar com uma hotelaria hospitalar de qualidade contribui para o de- senvolvimento da organização. Como implementar a hotelaria hospitalar A implementação estratégica da hotelaria hospitalar nas instituições de saúde depende de um esforço coletivo. Todos os profissionais da organização devem entender como o sistema funciona, assim como seu papel dentro dele. O desenvolvimento de um organograma definindo a melhor estratégia a ser aplicada é muito útil. Além disso, outras práticas devem ser colocadas em ação. Confira algumas delas abaixo. Atendimento humanizado
  • 4. Como vimos anteriormente, um dos pilares para uma hotelaria hospitalar de qualidade é o atendimento humanizado, oferecendo aos pacientes acolhimento e segurança. Por esse motivo, é muito importante que a instituição ofereça aos profissionais treinamentos para ca- pacitação, assegurando o melhor atendimento para os pacientes. Gerenciamento de leitos Outra dica importante para implantar a hotelaria hospitalar de forma estratégica é contar com o equipamento adequado para o gerenciamento de leitos. Todos os setores do hospital devem estar funcionando de forma produtiva, em especial, a governança hospitalar. Com o auxílio de um sistema de gestão, por exemplo, é possível realizar uma gestão de lei- tos de forma mais eficiente, rápida e prática, evitando erros na taxa de ocupação. Software de gestão de saúde Por fim, outra forma de realizar a implementação estratégica da hotelaria hospitalar é por meio de um sistema de gestão de qualidade voltado para a saúde. Com o uso de um sof- tware de gestão de saúde, é possível oferecer uma integração de informações e processos em diversos setores da instituição. Além disso, controlar os custos de maneira detalhada, fornecendo relatórios efetivos e confi- áveis, permitindo aos gestores a tomada de decisões de forma estratégica em hospitais, clí- nicas, centros médicos, operadoras de saúde e até mesmo cooperativas médicas. Você pôde conhecer um pouco mais sobre a importância da hotelaria hospitalar para a or- ganização de saúde, suas principais vantagens e algumas dicas para implementá-la em sua instituição. Fonte: https://rtsrio.com.br/noticias/hotelaria-hospitalar. Acesso em: 12 jul. 2023. No caso apresentado temos a aplicação da hotelaria hospitalar em vários pontos: atendi- mento humanizado, otimização do trabalho, contenção de custos e tecnologia. Todo pro- cesso com foco no cliente, passando a ser visto como cliente e não somente paciente. Es- tes são uns dos maiores desafios na atualidade que precisam ser ajustados e adequados. Assim, você, enquanto futuro gestor hospitalar, também será desafiado nesta atividade mapa a ampliar o seu conhecimento sobre humanização e gestão do paciente. Agora, em sua atividade mapa, você deverá ler a reportagem apresentada e, junta- mente com o que foi aprendido na disciplina de hotelaria hospitalar, responder a al- gumas perguntas separadas em etapas: Etapa 1 – Humanização no ambiente hospitalar 1 Descreva o que é humanização no ambiente hospitalar. 1.2 Relacione uma ação mencionada no texto apresentado, que demonstre humanização no ambiente hospitalar. Etapa 2 – Vantagens na gestão hotelaria hospitalar 2.1 Discorra com suas palavras sobre o papel da hotelaria hospitalar para os pacientes de forma geral nas organizações da saúde. Etapa 3 – Tecnologias e a Saúde
  • 5. 3.1 Com suas palavras, descreva qual a importância do desenvolvimento de tecnologias para o setor da saúde de forma geral. Dê pelo menos dois exemplos de tecnologias utiliza- das neste setor atualmente. Orientações para desenvolver sua atividade MAPA: 1. Leia o livro da disciplina. 2. Assista às aulas conceituais e ao vivo. 3. Baixe o "Modelo de entrega do MAPA", disponível no ambiente Studeo na pasta “Material da Disciplina”, e preencha corretamente todos os campos solicitados. 4. Anexe seu “Modelo de entrega do MAPA”, respondido, no espaço específico da atividade MAPA. 5. Lembre-se de clicar em “Finalizar” para efetivar sua participação. 6. Caso utilize o material de outros autores, não se esqueça de referenciar corretamente, pois o uso de trechos ou textos não referenciados será considerado plágio.