Curso Padrões da Web Semântica e Dados Ligados - parte 2

220 visualizações

Publicada em

Segunda parte do curso sobre web semântica, RDF, OWL e dados ligados, ministrado no ILB em março de 2011

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
220
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso Padrões da Web Semântica e Dados Ligados - parte 2

  1. 1. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . RDF Schema, OWL e inferências t. Augusto Herrmann, SLTI/ Ministério do Planejamento augusto. herrmann@pIanejamento. gov. br , joão Lima, Prodasen/ Senado Federal joaolima@senado. gov. br contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 1/33
  2. 2. MINISTÉRIO oo PLANEJAMENTO “LFR” Sobre esta apresentação Esta apresentação faz uso do software livre do para apresentações em e javascript chamado Slidy. -a Para visualizar em tela cheia, pressione F11. t, Para avançar para o próximo slide, clique o mouse ou pressione a barra de espaços. t: Você também pode avançar e voltar usando as setas para esqueda e direita, bem como as telcas PgUp e PgDn. -4 Home para o primeiro slide, End para o último. à -a Para aumentar ou diminuir o tamanho, utilize "+" e " no teclado numérico. t. C mostra a lista de slide e F esconde ou exibe a barra inferior. . Esta apresentação está disponibilizada sob uma licença Creative Commons. help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 2/33
  3. 3. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . Programa 1. Modelo vs. Instâncias 2. RDF Schema 3. RDF Schema "Plus" 4. OWL 5. Prática help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 3/33
  4. 4. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . Separação entre Modelo e Instâncias t, RDF usa o mesmo meta-modelo (grafo) para classes e instâncias t, RDF usa as mesmas sintaxes para classes e instâncias t, propósito é facilitar a recuperação da informação t, o modelo e as instâncias podem ou não estar armazenados no mesmo suporte u depende da implementação! Modelo vs. Instâncias help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 4/33
  5. 5. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO T-Box e A-Box ' T7?? ? o conceitualização o classes o possíveis propriedades que podem relacionar pares de instâncias das classes ' A7§92$ o conjunto de fatos / assertivas o instâncias de classes . - . : . . . . A o manifestaçoes de associaçoes entre instancias com uso de propriedades Modelo vs. Instâncias help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 5/33
  6. 6. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . RDF Schema t. primeira versão em abril de 1998 t, recomendação do W3C em fevereiro de 2004 t. T-Box para RDF t, baixo poder de expressão v rápido processamento t, suporte a inferências RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 6/33
  7. 7. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO “bsi” Rótulos t, propriedade: rdfs : label t, representações textuais da classe, propriedade ou instância, para leitura por seres humanos t, pode (recomenda-se) indicar o idioma do rótulo t, ex: <http: Hdbpedia. org/ resource/ NewñYork> rdfsztabel "New York"@en <http: //dbpedia. org/ resource/ New York> rdfsziabet "Nova Iorque"@pt-br RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 7/33
  8. 8. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO BRASI. . Anotações v propriedade: rdfs : comment t, podem representar notas de escopo *a ou outras anotações que esclareçam o significado t, da especificação do RDF Schema: Um componente textual que ajuda a esclarecer o significado de classes e propriedades RDF. RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 8/33
  9. 9. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO w^s*" Tipagem e Classes t. uma instância pode ter múltiplos tipos *a e isso ocorre frequentemente, toda instância da subclasse é também instância de sua superclasse t. relação de tipagem indicada pela propriedade rdf : type u ex. : <http: //identi. ca/ user/242466> rdf: type foaf: Person t, "açúcar sintático" em Tu__r_tl__e: rdfztype pode (opcionalmente) ser substituído pOr "a" v ex. : <http: //identi. ca/ user/242466> a foaf: Person lt RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 9/33
  10. 10. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO w^s*" Subclasses v propriedade: rdfs : subCiassOf t, implica inferências: v em Natação 3: i ? SC rdfasubflassüf ? C . ?i rdf: type ? SC . l : > i ? i rdf: type ? C . i là 'J pensar como subconjunto: se SC Ç C, toda instância que pertence ao subconjunto SC pertence também ao seu superconjunto C RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 10/33
  11. 11. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO mas; : Subpropriedades v propriedade: rdfs : subPrOperty0f t, especialização da propriedade t, implica inferências: «z em Natação 3: ( ? sp rdfszsubPrope/ 'tyof ? p . ? s ? sp ? o . i : > f ? s ? p ? o . R) i t. muito usado na extensão de vocabulários v ex. : foafsname rdfs: subPraperty0f rdfs : label u inferência na prática: <http: //identi. ca/ user/242466> faaf: name "Augusta Herrmann" = =›<http: //1'dent1'. ca/ user/242466> rdfsdabel "Augusto Herrmann" RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 sHde 11/33 7
  12. 12. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Domínio e Imagem v propriedades: rdfs : domain e rdfs : range t, implica inferências: v em Natação 3: i ? p rdfsxlomain ? C . ? s ? p ? o . l : > i ? s rdf: type ? C . i là -. J se uma propriedade tem domínio, o seu uso significa atribuir o tipo à instância sujeito no momento da assertiva! *a múltiplas classes no domínio ou na imagem da propriedade significa que ela é usada em instâncias que pertencem à interseção das classes (ver pág. 117) mas; : RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 12/33 1,
  13. 13. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Domínio e Imagem em RDF : t OO t, em a classe é que determina quais propriedades são admissíveis à instância v em RDF, as propriedades são entes de primeira classe e podem ser usadas livremente, independente das classes às quais pertencem o sujeito e o objeto (domínio e imagem) -2 contudo, se a propriedade tem domínio e imagem definidos, seu uso pode acarretar em inferências incorretas sobre os tipos das instâncias! v exemplo: :corDos0lhos rdfztype rdf: Property . P : corDos0lhos rdfszdomain : Pessoa . :Ludmila : corDosOlhos : Verde . # uso esperado = :Ludmila rdf: type : Pessoa . v porém, alguém desatento poderia fazer o seguinte uso da propriedade : co rDos0lhos: : Fido rdfztype : Cachorro . RDF Schema passc' help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 13/33 1
  14. 14. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Containers t, possibilidade de definições de listas ordenadas e fechadas de instâncias «z lista - classe rdf : List: :lista-1 rdfztype rdf: List v a sequência de itens relaciona-se com a lista iniciando-se pelo uso da propriedade rdf : fi rst: : lista-1 rdf: first : item-1 o a continuação da lista se dá pelo uso da propriedade rdf: rest, que a relaciona com outra lista: : lista-1 rdfzrest : lista-2 t. a lista termina com o uso da instância rdf : nil: :lista-2 rdf: first : item-2 : lista-2 rdfzrest rdf: nil t, o uso de rdf : nil indica que não haverá mais membros na lista RDF Schema passc' ' help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 14/33 1
  15. 15. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . Coleções v classes rdfzBag, rdf: Seq e rdfzAlt v todas elas subclasses da superclasse rdfs : Container t. rdf : Bag indica que a ordem dos itens não é importante l. rdf : Seq indica que a ordem dos itens é importante -4 rdf : Alt indica alternativa, situação em que um dos itens deve ser escolhido t. rdfs : ContainerMembershipProperty é uma classe que tem como instâncias propriedades na forma rdf : _1, rdf : _2, rdf : _n . , exempk); :ModoDePreparo rdf: type rdfzseq . :Ingredientes rdf: type rdfzBag . :ModoDePreparo rdfzil : Misturar . :Ingredientes rdf: _1 : Polvilho . :ModoDePreparo rdf:72 : DescansarMassa . :Ingredientes rdfriz : Leite . :ModoDePreparo rdf:73 : RalarQueijo . :Ingredientes rdf: _3 : Agua . :ModoDePreparo rdf:74 : Assar . :Ingredientes rdf: i_4 : Oleo . :Ingredientes rdf: 5 : Ovos . RDF Schema ' help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 15/33
  16. 16. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO containers e coleções t, diferença: R' *a um container é lista fechada, em que não haverá mais itens *a coleções são listas abertas, em que itens podem ser acresentadas (premissa do mundo aberto) -u possuem "açúcar sintático" em RDF/ XML «z deselegantes! (IIVIFIO) *a não me lembro de ter visto seu uso na prática - só existem na especificação -2 de fato, a comunidade recomenda não utiIizá-Ios! v exceção para rdf: $eq caso haja uma clara necessidade de representar a ordem da informação ERASI. . RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 16/33
  17. 17. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO BRASI. . Reificação t, como afirmar algo a respeito de uma tripla? b u exemplo factual a representar: Augusto disse que o caderno tem 20 folhas *a várias maneiras de representar «a vocabulário rdfútatement u grafas nomeadas (extensão do modelo RDF, não oficializada mas suportada por grande parte das ferramentas) RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 17/33
  18. 18. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Reificação em RDF v classe rdf: Statement v propriedades rdf: subject, rdf: predicate e rdf: object : z exemplo: :Augusto : disse [ a rdfzstatement; rdf: subject : O-Caderno ; rdf: predicate : numeroDeFolhas ; rdf: object ”20“^^xsd: integer ] *a note que a tripla : Documento : nume roDePaginas "20"^^xsd : integer assertida -4 vantagem: padronizado na especificação -2 desvantagens: -2 pro/ ixo o complicado passc' . não foi RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 18/33
  19. 19. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Reificação com grafos nomeados t, extensão do RDF «a sintaxes: t. TriG - legível, extensão do Turtle -4 TriX - sintaxe baseada em XML v exemplo (em TriG): :Afirmacao1 í : O-Caderno : numeroDeFolhas “20“^^xsd: integer 1 . : Meta l : Augusto : disse : Afirmacao1 j . v neste exemplo há dois grafos nomeados (: Afirmacao1 e : Meta), cada um com uma tripla v um grafo pode ter qualquer número de triplas v vantagens: t, já simplificou «a amplo suporte por ferramentas RDF Schema gus_T help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 19/33 1
  20. 20. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO w^s** Evitando Reificações v quando se quer afirmar algo sobre o relacionamento entre duas entidades, uma modelagem alternativa pode ser, em vez de expressá-lo por uma propriedade, usar uma nova classe para expressar o relacionamento -4 por exemplo, em vez de: <#alice> : friend <#bob> . «z podemos usar: <#ab> a : HumanRelationship ; :participants <#alice>, <#bob> ; : relationshipType : friendship . u assim, é possível quaIificá-Ia: <#ab> : since ”2008-04"^^xsd: gYearMonth RDF Schema help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 20/33
  21. 21. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO w“s** Expressividade x complexidade computacional o problema: baixo poder de expressividade do RDF Schema v OWL Full (ou mesmo OWL Lite) pode ser por demais intensivo compàutacionalmente em muitas aplicações t. necessidade de algo intermediário - mais expressividade que RDF Schema, mas mantendo leve o processamento das inferências -u há algumas propostas de linguagem de representação do conhecimento em RDF que se se situam entre RDF Schema e OWL v proposta de james Hendler e Dean Allemang, no Cap. 7 do livro "Semantic Web for the Working Ontologist" RDF Schema "Plus" help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 21/33
  22. 22. MINISTER| O DO PLANEJAMENTO RDFS-Plus o acrescenta algumas classes e propriedades do OWL ao RDF Schema o características do OWL: equalidade o owl : equi va lentClass relaciona duas classes equivalentes. o propriedade transitiva, reflexiva e simétrica o inferências: i ? C1 owlzequivalentclass ? C2 . ?x rdf: type ? C1 . ? y rdf: type ? C2 . i = > l ? y rdf: type ? C1 . ? x rdf: type ? C2 . i o owl : equi va lentProperty relaciona duas propriedades equivalentes. o propriedade transitiva, reflexiva e simétrica o inferências: RDF Schema "Plus" help? contents? O 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 22/33 N
  23. 23. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO RDFS-Plus - Equivalência de Instâncias . owl : sameAs relaciona duas instâncias idênticas. o propriedade transitiva, reflexiva e simétrica o inferências: Vx lê i i i ? x owl: sameAs ? y . ?x owl: sameAs ? y . ?x owl: sameAs ? y . ? x ? p ? o. ? s ? x ? o. ? s ? p ? x. l = > i l = > i l = > i ? y ? p ? o. ? s ? y ? o. ? s ? p ? y. i i i o efeitos da simetria (na variável ? y) omitidos aqui em favor da brevidade o essencialmente, duplica todas as triplas em que ? x e ? y aparecem o grande repercussão, portanto, muito cuidada ao usar! o abs. : para classes e propriedades, use owl : equi va lentC lass e owl : equi va lentProperty, não owl : sameAs RDF Schema "Plus" help? contents? O 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 23/33
  24. 24. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . RDFS-Plus - características de Propriedades t, características de propriedades trazidas do OWL: v owl : inverse0f - propriedade que indica que uma propriedade é a inversa de outra v owl : Transi ti veProperty - as propriedades que pertencem a esta classe são transitivas b v owl : S ymmetri cPrope rt y - as propriedades que pertencem a esta classe são simétricas RDF Schema "Plus" help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 24/33
  25. 25. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO RDFS-Plus - características de Propriedades t, propriedades funcionais (instâncias da classe owl : FunctionalPrope rty) o somente um valor é admitido como objeto da propriedade *a se mais de um for assertida, a regra de inferência implica que eles são iguais (owl : sameAs) b v atenção: se os objetos de uma propriedade funcional forem literais distintos, ou um literal e uma URI, o modelo ficará inconsistente! u¡ exemplo: ( famzhasFather rdf: type owl: FunctionalPrope/ ty . litshakespeare farinhas/ Father bio: Johannesshakespeare . litsnakespeare fammasFat/ iei' biodonnsnakespeare . # informação de outra fonte i : > i biodoha/ messhakespeare ol«/ l:sameAs bioJohnShakespea/ "e . i ERASI. . RDF Schema "Plus" help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 25/33
  26. 26. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO RDFS-Plus - características de Propriedades t, propriedades funcionais inversas (instâncias da classe owl : InverseFunctionalPrOperty) v somente um nó é admitido como sujeito quando do uso da propriedade v se mais de um for assertida, a regra de inferência implica que eles são igÊais (owl : sameAs) v em geral, é mais útil que owl: FunctionalProperty v pode ser usada em propriedades que geralmente são consideradas "chaves primárias" *a exemplo: i : temCPF rdf: type owl: InverseFunctianalPraperty . : Francisco : temCPF "12345678900” . :Chico : temCPF "12345678900" . i = > i : Francisco owhsameAs l : Chico . mas; : RDF Schema "Plus" help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 26/33
  27. 27. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Obj ectProperty x DatatypeProperty t, uma owl : Obj ectProperty é uma propriedade que tem como imagem uma URI u uma owl : DatatypeProperty é uma propriedade que tem como imagem um Literal 'z ao definir uma propriedade, pense se poderá ser necessário afirmaEaIgo sobre seu objeto -4 em caso afirmativo, essa propriedade deverá ser uma owl : Obj ectProperty RDF Schema "Plus" help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 27/33
  28. 28. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . OWL Básico - Documentação características documentais v owl : Ontology é a classe das antologias . .› possibilita documentar a antologia . .› por exemplo, se eu fiz uma antologia: <> a owlzontology ; k dctermsmreator <http: //identi. ca/ Liser/242466> . v membros da classe owl : AnnotationProperty são propriedades anotativas v exemplo: skos: scopeNote a owl: AnnotationProperty -. › podem ser usadas para documentar antologias, classes, propriedades OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 28/39
  29. 29. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO m5** OWL Básico - Versionamento e Organização b l. owl : ve rsionInfo - propriedade anotativa para especificar informações de versão v owl : priorVersion - aponta para a versão anterior da antologia o owl : backwa rdCompatibleWith - como owl : priorVersion, mas além disso indica que a versão é compatível com a anterior o owl : Dep recatedClass e owl : Dep recatedProperty - para indicar que uma classe ou propriedade de versão anterior não deve mais ser usada -4 owl : imports é uma propriedade que sugere ao processador que lê a antologia que carregue também a outra antologia indicada *a útil se uma antologia é muito complexa e precisa ser subdividida em arquivos o é uma decisão de implementação se e quando carregar outros grafos u uso opcional, a implementação pode (ou não) simplesmente seguir as URls externas mencionadas no grafo v exemplo de uso: antologia FEARMO OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 29/39
  30. 30. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO m5** classes-Restrições Cap. 8 do Semantic Web for the Working Ontologist v owl : Rest riction - construto da OWL que descreve classes por meio de restrições aplicadas aos valores das propriedades das instâncias v owl : onPrope rty - liga a classe-restrição à propriedade que ela restringe -4 formas de restrição: l. owl : hasValue - tipo de restrição que refere-se a um único valor para a propriedade v owl : someVa luesF rom - refere-se a um conjunta (classe) de onde deva vir algum valor para a propriedade v owl : a l lValuesF rom - refere-se a um conjunto (classe) de onde devam vir todos os valores para a propriedade t. se uma instância qualquer tem propriedades e valores que satisfazem a restrição, então ela é considerada uma instância (rdf : type) da classe-restrição OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 30/39
  31. 31. MINISTÉRIO oo PLANEJAMENTO M5** classes-Restrições - hasValue t, exemplo (pág. 195 do Working Ontologist): q: HighPriorityItem owlzequivalentclass ê q: HighPriorityItem [ a owl: Restriction ; _ _ owlzequivalentclass owl: onProperty q: hasPr1or1ty ; owlzhasvalue q: High ] aqzhasPríority has q: High t. inferências: *a dada a assertiva ex: item- 1 q: hasPriori ty _ owl: onProperty uqzhasPriority owl : hasValue «a ex : i tem- 1 satisfaz a restrição v = › ex: item- 1 rdf: type [bnode da restrição] . t. =› ex: item-1 rdf: type q : Hi ghPri o ri tyI tem. (motivo: equivalentClass) -2 obs: como foi utilizado owl : equivalentClass, a recíproca também é verdadeira. v assertiva ex: item-1 rdf: type q: HighPriorityItem . =›ex: item-1 crba-; Priacijv mJ-_liab OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 31/39 : l
  32. 32. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . classes-Restrições - someValuesFrom b t, exemplo: [ a owl: Restriction ; owl: onProperty : estudaEm ; owl: someValuesFrom : InstituicaoDeEnsino ] rdfs: subClassOf : Estudante t. inferências: *a dada as assertivas : Maria : estudaEm : UnB . e : UnB a : InstituicaoDeEnsino -4 = › : Ma ria rdf: type [bnode da restrição] . o: :Maria a : Estudante v note que, caso seja assertida a tripla : Ma ria : es tudaEm : C asaDeMa ria . , e : CasaDeMa ria pertence a uma classe que é disjunta com : Ins ti tui caoDeEnsino, isso não desqualifica : Ma ria de pertencer à classe-restrição acima (basta ter um valor - someVa luesFram) OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 32/39
  33. 33. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO era-s. .. classes-Restrições - allValuesFrom b t, exemplo: :Vegetarian rdfs: subClass0f foaf: Person ; rdfs: subClass0f [ a owl: Restriction ; owl: onProperty : eats owl: allValuesFrom : VegetarianFood j t. inferências: *a dada as assertivas : Jen a : Vegetarian . e : Jen : eats : Marzipan v = › : Jen rdf: type [bnode da restrição] . -4 : o : Marzipan a : VegetarianFood OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 33/39
  34. 34. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . OWL - contagem e conjuntos b l. owl : ca rdinality, owl : minCa rdinality e owl : maxCardinality - tipos de owl : Rest rictions que podem restringir a cardinalidade de propriedades -4 owl : unionOf, owl : intersectionof e owl : complementOf - operações de conjuntos aplicadas a classes, relaciona classe a lista de classes -4 owl : OneOf - determina que a classe pode conter apenas as instâncias determinadas , relaciona classe a lista de instâncias - "mundo fechado" *a owl : differentFrom - especifica que duas instâncias são diferentes (lembrar da premissa de nome não-único) -4 owl : disj ointwith - especifica que duas classes são disjuntas OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 34/39
  35. 35. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO m5** OWL z OO The ability in OWL to infer class relationships is a severe departure from Object Oriented modeling. ln OO modeling the class structure forms the backbone of the model's organization. All instances are created as members of some class, and their behavior is specified by the class structure. Changes to the class structure have far-reaching impact on the behavior of the system. ln OWL, it is possible for the class structure to change as more information is learned about classes or individuals. - Semantic Web for the Working Ontologist (p.240) OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 35/39
  36. 36. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO §§LxSg. Pattern: Transferência de Relacionamento b Q MAJH ssionArcBtlsinessRssul ts CWl: hJ$Vü| bG owl; ecuivalertL'ass r. . LineOTBusi 'iessrlcasurcmcntCategory rcfszsubtlassüf '“'F”^%PS Q I OiàqlanagemenmtücvernmentResour-ces owi: e:uivalertC"cs> e cnrupri ses nas Managerentüfíàovernrentllesaurces cwiznasvalue Semantic Web for the Working Ontologist, p. 255 Q 'leatincofB-usincss (Mangas OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 36/39
  37. 37. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ERASI. . Perfis OWL t, OWL-Lite *a restrições de cardinalidade: somente O ou 1 *a owl: one0f: proibido v restrições do tipo owl : hasVa lue não podem ser usadas «z OWL-DL o vedação formal a um recurso ser ao mesmo tempo classe e indivíduo . .› propriedades não podem ser ao mesmo tempo owl : InverseFunctiona lProperty e owl : DatatypeProperty t, OWL-Full . .› permitido o uso de tudo visto até agora (+ algo omitido) OWL help? contents? © 2011 Ministério do Planejamento, Creative Commons BY-NC-SA 3.0 slide 37/39

×