SlideShare uma empresa Scribd logo

A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário educacional atual. Nela, se aplicada corretamente, é possível apurar o olhar dos estudantes para reconhecer e valorizar

A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário educacional atual. Nela, se aplicada corretamente, é possível apurar o olhar dos estudantes para reconhecer e valorizar patrimônios materiais, imateriais e naturais. Como lemos a seguir: “Busca desenvolver a percepção e o espírito crítico, através de uma metodologia específica de trabalho, propiciando experiências e contato direto com as manifestações culturais, sejam bens materiais como edifícios, praças, mercados, jardins, fotografias, documentos, esculturas, quadros, instrumentos de trabalho, etc. ou bens imateriais como músicas, danças, festas religiosas, ou populares, comidas, rituais, hábitos e costumes, formas de fazer, saberes e dizeres populares etc. Os bens culturais podem também ser consagrados ou não consagrados, entendendo os primeiros como os reconhecidos pela sociedade e protegidos por legislações (leis e decretos), e os segundos como aqueles que fazem parte de nosso dia a dia, da nossa realidade, revelando os múltiplos aspectos que a cultura viva de uma comunidade pode apresentar.”

A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário educacional atual. Nela, se aplicada corretamente, é possível apurar o olhar dos estudantes para reconhecer e valorizar

1 de 3
Baixar para ler offline
MAPA - HIST - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS
HISTÓRICOS - 54/2023
Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA
E-mail: assessoriaacademicadl@gmail.com
(15) 99143-3322
QUESTÃO 1
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário educacional
atual. Nela, se aplicada corretamente, é possível apurar o olhar dos estudantes para
reconhecer e valorizar patrimônios materiais, imateriais e naturais. Como lemos a seguir:
“Busca desenvolver a percepção e o espírito crítico, através de uma metodologia específica
de trabalho, propiciando experiências e contato direto com as manifestações culturais, sejam
bens materiais como edifícios, praças, mercados, jardins, fotografias, documentos, esculturas,
quadros, instrumentos de trabalho, etc. ou bens imateriais como músicas, danças, festas
religiosas, ou populares, comidas, rituais, hábitos e costumes, formas de fazer, saberes e
dizeres populares etc.
Os bens culturais podem também ser consagrados ou não consagrados, entendendo os
primeiros como os reconhecidos pela sociedade e protegidos por legislações (leis e decretos),
e os segundos como aqueles que fazem parte de nosso dia a dia, da nossa realidade, revelando
os múltiplos aspectos que a cultura viva de uma comunidade pode apresentar.”
GRUNBERG, Evelina. Manual de Atividades Práticas de Educação Patrimonial. Brasília:
IPHAN, 2007. Disponível em:
https://portal.iphan.gov.br/uploads/publicacao/EduPat_ManualAtividadesPraticas_m.pdf.
Acesso em 04 jul. 2023
Como podemos ler, os patrimônios vão muito além daqueles consagrados por órgãos
regulamentadores, visto que, estão ao nosso redor e constituem-se de diversas formas.
Pensando nesse assunto, convido-lhe a resolver a seguinte proposta:
Você foi contratado pela prefeitura de sua cidade como historiador, a fim de desenvolver um
projeto junto as escolas sobre Educação Patrimonial. Para isso, foi solicitado a você a entrega
de um arquivo de slides, que demonstre um projeto sobre uma “Caminhada Patrimonial da
Cidade”, que deverá propor visitas aos patrimônios das cidades, que possam ser acessados
por uma caminhada.
Para resolver essa atividade, seu arquivo deverá conter:
a) Entre 10 e 12 slides.
b) A estrutura deve ser: capa, resumo, objetivos, locais a serem visitados com breve histórico
dos locais a serem visitados, trajeto, resultados esperados e referências consultadas.
c) Capa: deverá conter o título do projeto, podendo ser mantido o sugerido anteriormente
(Caminhada Patrimonial da Cidade) ou poderá ser um novo (conforme sua preferência); além
disso, deverá constar suas informações acadêmicas (NOME, R.A e Polo);
d) Resumo: deverá apresentar um pequeno texto que explique o projeto (tema, objetivos,
metodologia e resultados esperados).
e) Objetivos: deverá aparecer um objetivo geral e os objetivos específicos que o trabalho terá
(entre 2 e 5).
f) Locais a serem visitados: Deverá constar entre 3 e 5 locais a serem visitados, com um texto
explicativo sobre eles e, de forma opcional, imagem destes locais.
g) Trajeto: Pensando que o projeto envolve uma caminhada, é preciso apresentar a ordem do
trajeto dos pontos a serem visitados.
h) Resultados esperados: Deverá apresentar o que o projeto visa desenvolver após sua
execução.
i) Referências: apresentar as referências consultadas para a montagem do projeto.
Atenção!
- Verifique na Sala do Café, o vídeo explicativo.
- Desenvolva em seu MAPA todas as solicitações elencadas.
- Leia novamente o que escreveu, amplie as ideias e conclua sua atividade.
- Para auxiliar no desenvolvimento desta atividade, faça o uso de seu livro didático, leituras
disponibilizadas no Material da Disciplina e outros materiais que sejam úteis.
- Desenvolva seu MAPA, em formato em PowerPoint, de acordo com Template
disponibilizado no Material da Disciplina.
- Lembre-se que a adequação do texto às normas da ABNT é fundamental. Assim, atente-se
às citações e à indicação das referências às suas fontes no final do texto.
- Realize uma cuidadosa correção ortográfica em seu texto antes de enviá-lo.
- O formato do arquivo deve ser “PowerPoint”.
- Para anexar o arquivo na atividade, clique sobre o botão "Selecionar arquivo". Após anexar
o trabalho e certificar-se que se trata do arquivo correto, clique no botão "Responder" e,
posteriormente, em "Finalizar".
- Após "Finalizar a Atividade", não será possível reenviá-la ou realizar qualquer modificação
no arquivo enviado.
Bom estudo!
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário educacional atual. Nela, se aplicada corretamente, é possível apurar o olhar dos estudantes para reconhecer e valorizar
Anúncio

Recomendados

Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...
Olá, estudante! Por muitos anos, a palavra Álgebra foi utilizada para denomin...AssessoriaDlacadmica1
 
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...AssessoriaDlacadmica1
 
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...AssessoriaDlacadmica1
 
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...
A produção intensa de conhecimento científico e tecnológico vivenciada pela s...AssessoriaDlacadmica1
 
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...AssessoriaDlacadmica1
 
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...AssessoriaDlacadmica1
 

Mais conteúdo relacionado

Mais de AssessoriaDlacadmica1

A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...AssessoriaDlacadmica1
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...AssessoriaDlacadmica1
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...AssessoriaDlacadmica1
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...AssessoriaDlacadmica1
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...AssessoriaDlacadmica1
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...AssessoriaDlacadmica1
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...AssessoriaDlacadmica1
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...AssessoriaDlacadmica1
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...AssessoriaDlacadmica1
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...AssessoriaDlacadmica1
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...AssessoriaDlacadmica1
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...AssessoriaDlacadmica1
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...AssessoriaDlacadmica1
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...AssessoriaDlacadmica1
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...AssessoriaDlacadmica1
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...AssessoriaDlacadmica1
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...AssessoriaDlacadmica1
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...AssessoriaDlacadmica1
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...AssessoriaDlacadmica1
 

Mais de AssessoriaDlacadmica1 (20)

A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
A gestão de transportes e infraestrutura desempenha um papel crucial na efici...
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
 
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
Para realizar a atividade, leia o texto que segue: Texto 1 Definição de gêner...
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
 
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
Leia o texto abaixo. O Morro dos Ventos Uivantes é um romance clássico da aut...
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL De forma resumida, a concordância, conforme Bec...
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
 
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
FREQUENTLY ASKED QUESTIONS ABOUT ENGLISH AS A LINGUA FRANCAWhat is a lingua f...
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
 
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
A REFORMA TRABALHISTA DE 2017: BENÉFICA OU MALÉFICA PARA A RELAÇÃO ENTRE EMPR...
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
 
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário e...
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
 

Último

LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOxogilo3990
 
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...excellenceeducaciona
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfAnaRitaFreitas7
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxAssisTeixeira2
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfdaniele690933
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Unicesumar
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISColaborar Educacional
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfPedroGual4
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 

Último (20)

LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
 
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdf
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 

A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário educacional atual. Nela, se aplicada corretamente, é possível apurar o olhar dos estudantes para reconhecer e valorizar

  • 1. MAPA - HIST - INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS HISTÓRICOS - 54/2023 Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA E-mail: assessoriaacademicadl@gmail.com (15) 99143-3322 QUESTÃO 1 A Educação Patrimonial tem sido centro de debates e preocupações no cenário educacional atual. Nela, se aplicada corretamente, é possível apurar o olhar dos estudantes para reconhecer e valorizar patrimônios materiais, imateriais e naturais. Como lemos a seguir: “Busca desenvolver a percepção e o espírito crítico, através de uma metodologia específica de trabalho, propiciando experiências e contato direto com as manifestações culturais, sejam bens materiais como edifícios, praças, mercados, jardins, fotografias, documentos, esculturas, quadros, instrumentos de trabalho, etc. ou bens imateriais como músicas, danças, festas religiosas, ou populares, comidas, rituais, hábitos e costumes, formas de fazer, saberes e dizeres populares etc. Os bens culturais podem também ser consagrados ou não consagrados, entendendo os primeiros como os reconhecidos pela sociedade e protegidos por legislações (leis e decretos), e os segundos como aqueles que fazem parte de nosso dia a dia, da nossa realidade, revelando os múltiplos aspectos que a cultura viva de uma comunidade pode apresentar.” GRUNBERG, Evelina. Manual de Atividades Práticas de Educação Patrimonial. Brasília: IPHAN, 2007. Disponível em: https://portal.iphan.gov.br/uploads/publicacao/EduPat_ManualAtividadesPraticas_m.pdf. Acesso em 04 jul. 2023 Como podemos ler, os patrimônios vão muito além daqueles consagrados por órgãos regulamentadores, visto que, estão ao nosso redor e constituem-se de diversas formas. Pensando nesse assunto, convido-lhe a resolver a seguinte proposta:
  • 2. Você foi contratado pela prefeitura de sua cidade como historiador, a fim de desenvolver um projeto junto as escolas sobre Educação Patrimonial. Para isso, foi solicitado a você a entrega de um arquivo de slides, que demonstre um projeto sobre uma “Caminhada Patrimonial da Cidade”, que deverá propor visitas aos patrimônios das cidades, que possam ser acessados por uma caminhada. Para resolver essa atividade, seu arquivo deverá conter: a) Entre 10 e 12 slides. b) A estrutura deve ser: capa, resumo, objetivos, locais a serem visitados com breve histórico dos locais a serem visitados, trajeto, resultados esperados e referências consultadas. c) Capa: deverá conter o título do projeto, podendo ser mantido o sugerido anteriormente (Caminhada Patrimonial da Cidade) ou poderá ser um novo (conforme sua preferência); além disso, deverá constar suas informações acadêmicas (NOME, R.A e Polo); d) Resumo: deverá apresentar um pequeno texto que explique o projeto (tema, objetivos, metodologia e resultados esperados). e) Objetivos: deverá aparecer um objetivo geral e os objetivos específicos que o trabalho terá (entre 2 e 5). f) Locais a serem visitados: Deverá constar entre 3 e 5 locais a serem visitados, com um texto explicativo sobre eles e, de forma opcional, imagem destes locais. g) Trajeto: Pensando que o projeto envolve uma caminhada, é preciso apresentar a ordem do trajeto dos pontos a serem visitados. h) Resultados esperados: Deverá apresentar o que o projeto visa desenvolver após sua execução. i) Referências: apresentar as referências consultadas para a montagem do projeto. Atenção! - Verifique na Sala do Café, o vídeo explicativo. - Desenvolva em seu MAPA todas as solicitações elencadas. - Leia novamente o que escreveu, amplie as ideias e conclua sua atividade. - Para auxiliar no desenvolvimento desta atividade, faça o uso de seu livro didático, leituras disponibilizadas no Material da Disciplina e outros materiais que sejam úteis. - Desenvolva seu MAPA, em formato em PowerPoint, de acordo com Template disponibilizado no Material da Disciplina. - Lembre-se que a adequação do texto às normas da ABNT é fundamental. Assim, atente-se às citações e à indicação das referências às suas fontes no final do texto. - Realize uma cuidadosa correção ortográfica em seu texto antes de enviá-lo. - O formato do arquivo deve ser “PowerPoint”. - Para anexar o arquivo na atividade, clique sobre o botão "Selecionar arquivo". Após anexar o trabalho e certificar-se que se trata do arquivo correto, clique no botão "Responder" e, posteriormente, em "Finalizar". - Após "Finalizar a Atividade", não será possível reenviá-la ou realizar qualquer modificação no arquivo enviado. Bom estudo!