Movimento Uniforme

4.626 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.626
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
124
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Movimento Uniforme

  1. 1. Movimento Uniforme Movimento Uniforme – Definição; Tipos de Movimento Uniforme; Equação Horária; Gráficos do Mov. Uniforme; Mov. Progressivo e Mov. Retrógrado; Propriedade do Gráfico S x t; Propriedade do Gráfico v x t & Exercícios de Fixação. Prof. Ary de Oliveira
  2. 2. Movimento Uniforme – Definição (Parte 1) Quando uma partícula percorre um trecho da trajetória com velocidade constante, dizemos que o seu movimento, nesse trecho, foi uniforme. Prof. Ary de Oliveira
  3. 3. Movimento Uniforme – Definição (Parte 2) No movimento uniforme, o móvel percorre distâncias iguais em intervalos de tempo iguais. t0 t1 t2 t3 t4 0 S0 S1 S2 S3 S4 Prof. Ary de Oliveira
  4. 4. Tipos de Movimento Uniforme Movimento Retilíneo Uniforme – MRU Movimento Circular Uniforme – MCU Prof. Ary de Oliveira
  5. 5. Equação Horária No movimento uniforme, a velocidade escalar média é igual à velocidade escalar instantânea, pois esta é constante. ∆S v = vm = ∆S = v.∆t ∆t A equação horária do movimento é dada por: S = S0 + v.t Prof. Ary de Oliveira
  6. 6. Gráficos do Mov. Uniforme (Parte 1) O diagrama horário é da seguinte forma s s s0 s0 0 t 0 t v > 0 ou v < 0 v v v0 0 t 0 t v0 Prof. Ary de Oliveira
  7. 7. Gráficos do Mov. Uniforme (Parte 2) O diagrama horário para v > 0 s v v0 s0 0 t 0 t Prof. Ary de Oliveira
  8. 8. Gráficos do Mov. Uniforme (Parte 3) O diagrama horário para v < 0 s v s0 0 t v0 0 t Prof. Ary de Oliveira
  9. 9. Mov. Progressivo e Mov. Retrógrado s v v0 s0 Movimento progressivo 0 t 0 t s v s0 Movimento retrógrado 0 t v0 0 t Prof. Ary de Oliveira
  10. 10. Propriedade Gráfico S x t A inclinação, ou tangente do ângulo, do gráfico S x t para um movimento uniforme (que é uma reta) nos fornece o valor da velocidade. s v>0 s v<0 s s0 S S s0 θ s θ 0 t t 0 t t t t N N Cateto Oposto ∆S v = tg (θ ) ⇒ v = Cateto Adjacente ⇒ v= ∆t Prof. Ary de Oliveira
  11. 11. Propriedade Gráfico v x t A área formada entre o gráfico v x t e o eixo dos tempos é numericamente igual a variação dos espaços ( S). v v v0 N ∆S = A v > 0 ou v < 0 0 t 0 N t ∆S = A v0 OBS.: A área formada entre o gráfico v x t e o eixo dos tempos, em qualquer movimento, é numericamente igual a variação dos espaços ( S). Prof. Ary de Oliveira
  12. 12. Exercício de Fixação 01 (PSAEAM – 2007) Um submarino submerso detecta um navio a uma distância de 1500m e dispõe de um torpedo que se desloca com velocidade constante de 15m/s. Considerando que o submarino está posicionado na origem de um sistema de referência e que a equação horária do torpedo é S = 15t, qual é o tempo necessário para que o torpedo atinja o navio? (A) 10 segundos. (B) 15 segundos. (C) 1 minuto e 20 segundos. (D) 1 minuto e 40 segundos. (E) 1 minuto e 50 segundos. Prof. Ary de Oliveira
  13. 13. Exercício de Fixação 01 (PSAEAM – 2007) Um submarino submerso detecta um navio a uma distância de 1500m e dispõe de um torpedo que se desloca com velocidade constante de 15m/s. Considerando que o submarino está posicionado na origem de um sistema de referência e que a equação horária do torpedo é S = 15t, qual é o tempo necessário para que o torpedo atinja o navio? (A) 10 segundos. (B) 15 segundos. (C) 1 minuto e 20 segundos. (D) 1 minuto e 40 segundos. (E) 1 minuto e 50 segundos. Prof. Ary de Oliveira
  14. 14. Exercício de Fixação 02 (PSACN – 2004) O gráfico acima representa o movimento de dois móveis A e B a partir de t = 0 s. Considerando que os móveis encontram-se, inicialmente na mesma posição, pode-se afirmar que após 30 s, a distância em metros, que os separa vale: (A) 180 (C) 100 (E) 0 (B) 120 (D) 60 Prof. Ary de Oliveira
  15. 15. Exercício de Fixação 02 (PSACN – 2004) O gráfico acima representa o movimento de dois móveis A e B a partir de t = 0 s. Considerando que os móveis encontram-se, inicialmente na mesma posição, pode-se afirmar que após 30 s, a distância em metros, que os separa vale: (A) 180 (C) 100 (E) 0 (B) 120 (D) 60 Prof. Ary de Oliveira
  16. 16. Exercício de Fixação 03 (EEAR – 2011.1 adaptada) O gráfico representa a variação do módulo da velocidade (V) em função do tempo (t) de uma partícula. A distância percorrida pela partícula entre os instantes 0 a 8 s foi, em m, igual a: (A) 2 (B) 5 (C) 10 (D) 12 Prof. Ary de Oliveira
  17. 17. Exercício de Fixação 03 (EEAR – 2011.1 adaptada) O gráfico representa a variação do módulo da velocidade (V) em função do tempo (t) de uma partícula. A distância percorrida pela partícula entre os instantes 0 a 8 s foi, em m, igual a: (A) 2 (B) 5 (C) 10 (D) 12 Prof. Ary de Oliveira
  18. 18. Exercício de Fixação 04 (EEAR – 2011.2) Dois moveis A e B, ambos de comprimento igual a 2 m, chegam exatamente juntos na entrada de um túnel de 500 m, conforme mostrado na figura. O móvel A apresenta uma velocidade constante de 72 km/h e o móvel B uma velocidade constante de 36 km/h. Quando o móvel B atravessar completamente o túnel, qual será a distância d, em metros, que o móvel A estará a sua frente? Para determinar esta distância considere a traseira do móvel A e a dianteira do móvel B. (A) 498 (B) 500 (C) 502 (D) 504 Prof. Ary de Oliveira
  19. 19. Exercício de Fixação 04 (EEAR – 2011.2) Dois moveis A e B, ambos de comprimento igual a 2 m, chegam exatamente juntos na entrada de um túnel de 500 m, conforme mostrado na figura. O móvel A apresenta uma velocidade constante de 72 km/h e o móvel B uma velocidade constante de 36 km/h. Quando o móvel B atravessar completamente o túnel, qual será a distância d, em metros, que o móvel A estará a sua frente? Para determinar esta distância considere a traseira do móvel A e a dianteira do móvel B. (A) 498 (B) 500 (C) 502 (D) 504 Prof. Ary de Oliveira
  20. 20. Exercício de Fixação 05 (EEAR – 2013) Dois pontos materiais A e B tem seus movimentos retilíneos uniformes descritos no gráfico, da posição (x) em função do tempo (t), a seguir. A razão entre o módulo da velocidade de B e o módulo da velocidade de A é: (A) 1/2 (B) 1/3 (C) 2/3 (D) 3/2 Prof. Ary de Oliveira
  21. 21. Exercício de Fixação 05 (EEAR – 2013) Dois pontos materiais A e B tem seus movimentos retilíneos uniformes descritos no gráfico, da posição (x) em função do tempo (t), a seguir. A razão entre o módulo da velocidade de B e o módulo da velocidade de A é: (A) 1/2 (B) 1/3 (C) 2/3 (D) 3/2 Prof. Ary de Oliveira
  22. 22. Exercício de Fixação 06 (EsPCEx – 2005) Um caminhão de 10 m de comprimento, descrevendo um movimento retilíneo e uniforme, ingressa em uma ponte com uma velocidade de 36 km/h. Passando 20 s, o caminhão conclui a travessia da ponte. O comprimento da ponte é de: (A) 100 m (B) 110 m (C) 190 m (D) 200 m (E) 210 m Prof. Ary de Oliveira
  23. 23. Exercício de Fixação 06 (EsPCEx – 2005) Um caminhão de 10 m de comprimento, descrevendo um movimento retilíneo e uniforme, ingressa em uma ponte com uma velocidade de 36 km/h. Passando 20 s, o caminhão conclui a travessia da ponte. O comprimento da ponte é de: (A) 100 m (B) 110 m (C) 190 m (D) 200 m (E) 210 m Prof. Ary de Oliveira
  24. 24. Exercício de Fixação 07 (EsPCEx – 2009) Em uma mesma pista, duas partículas puntiformes A e B iniciam seus movimentos no mesmo instante com as suas posições medidas a partir da mesma origem dos espaços. As funções horárias das posições de A e B, para S, em metros, e T, em segundos, são dadas, respectivamente, por SA = 40 + 0,2T e SB = 10 + 0,6T. Quando a partícula B alcançar a partícula A, elas estarão a posição: (A) 55 m (C) 75 m (E) 125 m (B) 65m (D) 105 m Prof. Ary de Oliveira
  25. 25. Exercício de Fixação 07 (EsPCEx – 2009) Em uma mesma pista, duas partículas puntiformes A e B iniciam seus movimentos no mesmo instante com as suas posições medidas a partir da mesma origem dos espaços. As funções horárias das posições de A e B, para S, em metros, e T, em segundos, são dadas, respectivamente, por SA = 40 + 0,2T e SB = 10 + 0,6T. Quando a partícula B alcançar a partícula A, elas estarão a posição: (A) 55 m (C) 75 m (E) 125 m (B) 65m (D) 105 m Prof. Ary de Oliveira
  26. 26. Fim! Prof. Ary de Oliveira

×