Sistema solar

20.573 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
4 comentários
56 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.573
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
137
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
4
Gostaram
56
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema solar

  1. 1. SISTEMA SOLAR<br />O SISTEMA SOLAR<br />Ciências Físico-Químicas<br />7º Ano<br />Terra no Espaço<br />Prof.ª Arlete Capitão<br />
  2. 2. Constituição do Sistema Solar:<br />No nosso Sistema Solar, existe:<br />uma estrela, o Sol;<br />cometas; <br />asteróides; <br />meteoróides;<br />satélites naturais (luas);<br />planetas principais;<br />planetas anões;<br />O Sistema Solar é constituído por oito planetas principais:<br />Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Úrano e Neptuno.<br />Existem também planetas anões, como Plutão, Éris, Ceres, e mais recentemente Haumea e Makemake.<br />
  3. 3. Planeta Mercúrio<br />Não tem atmosfera.<br />A sua superfície tem um aspecto árido e está cheia de crateras devido à queda de meteoritos.<br />É visível da Terra, a olho nu, embora com alguma dificuldade, um pouco antes do amanhecer e um pouco antes do entardecer.<br />
  4. 4. Vénus<br />A superfície de Vénus está rodeada por uma atmosfera constituída praticamente por dióxido de carbono e por uma enorme camada de nuvens que são formadas por gotículas de ácido sulfúrico. Esta camada retém o calor do Sol, provocando um enorme efeito de estufa. É isto que torna Vénus o mais quente dos planetas.<br />Este planeta vê-se facilmente da Terra a olho nu.<br />Roda muito lentamente, em torno do seu eixo em sentido contrário ao dos outros planetas.<br />Demora mais tempo a efectuar uma rotação completa do que a dar uma volta ao Sol. Por isso, um dia em Vénus é maior do que um ano!<br />
  5. 5. Terra<br />Razões que permitem a existência de Vida no nosso planeta:<br />- Posição adequada em relação ao Sol.<br />- Atmosfera que a protege de radiações solares prejudiciais, como os raios ultravioletas, que são neutralizados na camada de ozono.<br />- Presença de oxigénio, o que permite a respiração.<br />- Abundância de água nos três estados físicos.<br />- Temperatura estável durante todo o dia.<br />
  6. 6. Lua<br />Não tem atmosfera, por isso, as pegadas dos astronautas, bem como as crateras deixadas pelos meteoritos nunca vão desaparecer da sua superfície.<br />A Lua demora praticamente o mesmo tempo a dar uma volta completa à Terra e a efectuar uma rotação completa: aproximadamente 27 dias terrestres.<br />
  7. 7. Marte<br />Apresenta algumas características semelhantes às da Terra.<br />Tem vales semelhantes a leitos dos nossos rios. No entanto, a sua atmosfera é muito ténue e o ar irrespirável.<br />Pode ser visto no céu durante toda a noite.<br />
  8. 8. Júpiter<br />Tem uma grande mancha vermelha resultante de uma tempestade gigante que ocorre numa extensão de 40 000 Km.<br />Apresenta anéis, que são formados por pedaços de rocha que não reflectem a luz.<br />Júpiter roda muito rapidamente sobre si mesmo.<br />Este planeta possui muitos satélites, quatro dos quais foram descobertos por Galileu no séc. XVII.<br />
  9. 9. Saturno<br />Possui anéis muito extensos e de brilho deslumbrante.<br />Saturno é o planeta menos denso do Sistema Solar: se fosse possível “colocá-lo” na água do nosso mar, flutuaria!<br />Tal como Júpiter, Saturno tem uma rotação muito rápida.<br />
  10. 10. Úrano<br /> Planeta gélido ao qual chega muito pouca luz.<br />Úrano roda em torno do seu eixo praticamente “deitado” no plano da órbita.<br />Sentido de rotação retrógrado (sentido dos ponteiros do relógio), tal como Vénus.<br />
  11. 11. Neptuno<br />A sua atmosfera é praticamente constituída por metano, o que lhe dá uma cor azulada semelhante à da Terra.<br />Neptuno é muito semelhante a Úrano em tamanho e duração da sua rotação.<br />Também tem anéis e possui uma grande mancha escura resultante de enormes tempestades.<br />
  12. 12. Planeta Anão Plutão<br />Ainda não foi visitado por qualquer sonda espacial. Uma viagem até lá demoraria 10 a 15 anos!<br />Algumas razões que levaram à despromoção de Plutão como planeta principal a planeta anão:<br />- órbita bastante alongada e é também mais inclinada;<br />- é um planeta pequeno e rochoso, onde se encontram planetas gigantes e gasosos.<br />
  13. 13. Sol<br />É a única estrela do Sistema Solar.<br />Encontra-se a 150 milhões quilómetros (km) da Terra. <br />Tal como o Sistema Solar, tem aproximadamente 5 mil milhões de anos e tudo indica estar<br /> na meia-idade. <br />É uma estrela de média dimensão. <br />Comparativamente à Terra, o seu diâmetro é aproximadamente 109 vezes maior. <br />É constituído por gás, na sua maioria hidrogénio ionizado. <br />A energia libertada pelo Sol corresponde à explosão de 100 mil milhões de toneladas de <br />TNT por segundo. <br />No núcleo produz-se energia, a temperatura atinge 8 milhões de graus e baixa até aos <br />7000 ºC na superfície. <br /> <br />As erupções mais violentas libertam energia equivalente a milhões de bombas nucleares <br />e podem interferir com os satélitese perturbar as telecomunicações.<br />
  14. 14. Na superfície do Sol (fotosfera) a radiação solar liberta-se para o espaço. <br />Encontramos, na fotosfera, zonas escuras denominadas manchas solares. <br />Por cima da fotosfera existe uma faixa avermelhada que é envolta pela coroa solar. <br />A coroa só é visível durante um eclipse e atinge normalmente um milhão de graus. <br />O Sol tem períodos de maior actividade, onde surgem manchas e erupções na fotosfera com maior intensidade. Existe um ciclo de 11 anos. <br />
  15. 15.  Os nossos antepassados acreditavam que os cometas inspiravam superstições e temores, associados a anjos, demónios ou entidades espirituais providas de poder sobre os povos.<br /> <br />Cometas<br />Astros constituídos por poeiras, gases que solidificaram e gelo.<br />Os cometas têm órbitas elípticas muito alongadas e bastante inclinadas que os trazem muito perto do Sol e os levam muito longe no espaço.<br />O cometa mais famoso é o cometa Halley (a sua passagem ocorre de 76 em 76 anos) que voltará a surgir no céu em 2062.<br />
  16. 16. Constituição de um cometa<br />A constituição básica de um cometa aparentemente é um núcleo de dimensões relativamente pequenas que em princípio mostra estar envolto por uma névoa brilhante e uma cabeleira, cuja forma é aparentemente esférica. <br /> <br />À medida que se aproxima do Sol, o seu brilho vai aumentando progressivamente; normalmente começa por aparecer uma cauda que pode chegar a alcançar até centenas de milhares de quilómetros de extensão.<br /> <br />
  17. 17. Asteróides<br />Também chamados de planetas menores ou planetóides, são corpos celestes de natureza rochosa e de pequenas dimensões.<br />A maioria dos asteróides distribui-se entre Marte e Júpiter, à qual se dá o nome de Cintura de Asteróides.<br />Alguns asteróides têm poucos metros de diâmetro e outros centenas de quilómetros. Geralmente, têm forma irregular.<br />Curiosidades:<br />Ceres foi o maior (e o primeiro) asteróide descoberto e tem cerca de 1000 Km de diâmetro.<br />O asteróide 3933, descoberto em 1936, foi baptizado em Setembro de 1990 com o nome “Portugal”, para comemorar a adesão de Portugal à Organização Astronómica ESO (Observatório Europeu do Sul).<br />
  18. 18. Meteoróides<br />Fragmentos rochosos provenientes do espaço antes de entrarem na atmosfera terrestre.<br />Os meteoróides podem ter origem devido à colisão de asteróides ou a partir de cometas.<br />Meteoróides<br /> Meteoros: Meteoritos:<br />- fragmentos de pequenas dimensões; - fragmentos de grandes dimensões;<br />- ardem completamente ao atravessar a - não se consomem completamente na<br />atmosfera do planeta Terra, originando passagem da atmosfera terrestre e <br />o fenómeno das estrelas cadentes. colidem com a superfície do planeta,<br />originando crateras de impacto.<br />
  19. 19. Crateras de impacto<br />Deserto de Arizona, cratera com 1200 m de diâmetro e 180 m de profundidade.<br />Curiosidade:<br />Existem algumas crateras com nomes de portugueses: Pedro Nunes, Vasco da Gama e Luís de Camões.<br />

×