SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINARPRODUÇÃO TEXTUAL
EM GRUPO – PTG
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
CURSO: Enfermagem
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Curso: Enfermagem Semestre: 7º/ 6º FLEX
Disciplinas:
Urgência e Emergência;
Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente;
Saúde do Trabalhador;
Enfermagem na Saúde do Idoso.
Professores
Danieli Garbuio Tomedi;
Angélica da Mata Rossi;
Dayane Aparecida Scaramal;
Franciely Midori Bueno de Freitas.
Competências: • Atuar nos diferentes cenários da prática profissional considerando
os pressupostos dos modelos clínico e epidemiológico;
• Intervir no processo de saúde/doença responsabilizando-se pela
qualidade da assistência/cuidado de enfermagem em seus
diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção,
prevenção, proteção e reabilitação à saúde, na perspectiva da
integralidade da assistência;
• Prestar cuidados de enfermagem compatíveis com as diferentes
necessidades apresentadas pelo indivíduo, pela família e pelos
diferentes grupos da comunidade;
• Gerenciar o processo de trabalho em enfermagem com princípios
de ética/bioética, com resolutividade tanto a nível individual como
coletivo em todos os âmbitos de atuação profissional;
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Habilidades: Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá
desenvolvido as seguintes competências e habilidades:
• Possibilitar o desenvolvimento de trabalhos em grupo,
promovendo a capacidade de adaptação, comunicação e
integração do espírito de equipe.
• Fornecer sólida formação humanística e visão global que habilite
o acadêmico a compreender os meios social, político, cultural e
econômico.
• Promover formação teórico-prática possibilitando a vivência
concreta nas organizações, estimulando uma postura investigativa
e de análise crítico-reflexiva.
• Formar profissionais com visão integral, capacidade de adaptação
e flexibilidade, que atuem de forma interdisciplinar.
• Capacitar para que os indivíduos possamtomar decisões
complexas com ética e responsabilidade.
Objetivos da A produção textual é um procedimento metodológico de ensino
Aprendizagem: aprendizagem que tem por objetivos:
• Favorecer a aprendizagem.
• Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado
eficiente e eficaz.
• Promover o estudo dirigido a distância.
• Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o auto
aprendizado.
• Oferecer diferentes ambientes de aprendizagem.
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
• Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas pela
Diretriz Curricular do Curso.
• Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de
problemas práticos relativos à profissão.
• Direcionar o estudante para a busca do raciocínio crítico e a
emancipação intelectual.
Prezados alunos,
Sejam bem-vindos a este semestre!
Esta proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) possibilitará a
aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre.
Inicialmente, é importante que você realize a leitura atenta da situação descrita para, na
sequência, seguir as orientações apresentadas em cada uma das etapas subsequentes de modo a
organizar suas ideias para a conclusão, com qualidade, deste trabalho.
ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL
Formação dos grupos
O trabalho será realizado em grupos compostos por no mínimo 2 e, no máximo, 7 integrantes. A
formação dos grupos é de responsabilidade dos alunos; no entanto, solicitamos que sigam
as orientações passadas pelo tutor sobre a formação dos grupos.
A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos
ao de outros alunos ou grupos.
É importante que você leia os materiais disponíveis das disciplinas do semestre;
A Produção Textual deverá ser desenvolvida inteiramente dentro das Normas da ABNT
(Capa, Folha de rosto, Sumário, Desenvolvimento, Conclusão, Referências, etc).
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Leitura e interpretação da SGA
Na Produção Textual em Grupo (PTG) vocês deverão, num primeiro momento, conhecer a
Situação Geradora de Aprendizagem (SGA).
Num segundo momento, vocês deverão se envolver com a Situação Geradora de
Aprendizagem (SGA), inserindo-se nesse contexto para realizar as tarefas previstas. Para realizar
essas tarefas, sigam as orientações fornecidas nesse material e em fundamentações teóricas
diversas (livros das disciplinas, teleaulas, web aulas e outros materiais complementares, sejam
estes indicados pelos professores ou pesquisados por vocês).
Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)
Ângela, sexo feminino, 66 anos, aposentada, possui HAS, colesterolemia, e realiza uso
correto dos medicamentos: Captopril 25 mg 2x/ dia, Hidroclorotiazida 25 mg 2x/ dia e Sinvastatina
40 mg 1x/ dia. Durante o período matutino, Ângela é responsável por cuidar de sua neta Valentina,
3 anos de idade, pois a tarde a criança frequenta a escola.
Enquanto Ângela preparava o almoço, o telefone tocou, e ao atender, se descuidou de
Valentina, que alcançou o cabo da panela no fogão, fazendo com que o conteúdo da panela caísse
em seu membro superior direito (MSD). Ao ouvir o grito da criança, a avó se desesperou e foi tentar
ajudá-la, após, acionou o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).
O SAMU encaminhou a criança para o Hospital Geral, único com atendimento a queimados
na região. A enfermeira Lúcia, do pronto socorro, admitiu a criança e constatou que ela apresentava
lesão por queimadura em MSD, com comprometimento de epiderme e derme, além da presença de
flictenas (bolhas). Observou, ainda, que o acesso venoso periférico realizado durante o
atendimento pré-hospitalar não estava pérvio, necessitando de uma nova punção. Ao tentar
puncioná-la, a criança apresentou agitação devido dor intensa, sendo necessário solicitar ajuda da
avó e de uma técnica de enfermagem, que acabou se acidentando com o dispositivo agulhado
utilizado no procedimento, perfurando o 2º dedo da mão D.
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Após o procedimento ter sido concluído, a enfermeira Lúcia observou que dona Ângela
apresentava quadro de disartria, desvio de rima e alteração na marcha, dessa forma, solicitou
avaliação imediata do médico e dirigiu a senhora para a sala de emergência para que recebesse os
devidos cuidados.
Diante dessa situação-problema, reflitam e elaborem um texto com os seguintes desafios:
DESAFIO 1: Enfermagem na saúde da criança e do adolescente
Na situação problema, Valentina é uma criança de 5 anos que teve um acidente doméstico,
que provocou uma lesão por queimadura. O aspecto da lesão em MSD apresentava
comprometimento da epiderme e da derme e a presença de flictenas (bolhas). Essas características
sugerem qual classificação e extensão da queimadura? Quais cuidados de enfermagem podem ser
prestados à essa criança? Quais condutas de enfermagem podem ser lançadas para prevenir
acidentes domésticos com crianças?
DESAFIO 2: Enfermagem na Saúde do Idoso
Dona Ângela foi avaliada pela equipe médica na sala de emergência pois apresentou os seguintes
sintomas: disartria, desvio de rima e alteração na marcha, indicativos de um provável diagnóstico
de Acidente Vascular Encefálico (AVE). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o AVE é a
principal causa de incapacidade no Brasil com uma incidência anual de 108 para cada 100 mil
habitante. Diante desse fato, descreva a fisiopatologia do AVE hemorrágico e isquêmico, bem como
os diferentes tipos de AVE e seus principais sinais e sintomas.
DESAFIO 3: Urgência e Emergência em Enfermagem
O Acidente vascular encefálico hemorrágico é classificado como uma das principais emergências clínicas
neurológicas. Devido a sua gravidade, torna-se imprescindível que o enfermeiro saiba realizar
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
o atendimento de forma rápida e eficiente, atentando-se a todos os sinais e sintomas
apresentados. Assim, descreva como deve ser realizada a conduta na sala de emergência, bem
como os cuidados de enfermagem diante do quadro apresentado por dona Ângela.
DESAFIO 4: Saúde do Trabalhador
Em decorrência do acidente de trabalho, o gestor de enfermagem do pronto-socorro deve tomar
algumas providências em relação ao acidentado, além de propor medidas preventivas. Embora,
cada instituição tenha um protocolo específico para os acidentes ocupacionais com material
biológico, algumas medidas são padronizadas. Em relação a esta temática, responda os
questionamentos a seguir:
1) Quais os cuidados imediatos com a área exposta?
2) Quais documentos devem ser preenchidos para que haja registro do ocorrido? Explique a
importância desses documentos para a saúde ocupacional.
REFERÊNCIAS SUGERIDAS:
BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolos da atenção básica: saúde da criança / Ministério da Saúde,
Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa. Brasília: Ministério da Saúde, 2016.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção
Especializada. Manual de rotinas para atenção ao AVC. Brasília: Editora do Ministério da Saúde,
2013. Disponível em: https://bit.ly/2uZ3iwC. Acesso em 03 fev. 2020.
BRUNNER & SUDDARTH: manual de enfermagem médico-cirúrgica / revisão técnica Sonia Regina de
Souza - 14. ed. - Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2019. 804 p.
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
CARDOSO, M. G. et al. Seguimento clínico laboratorial de trabalhadores que sofreram acidente com
material biológico em instituições hospitalares. Rev. Enferm. UFSM, Santa Maria, v. 9, n.51, p.1-16,
2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/36110/pdf. Acesso em: 03
fev. 2020.
FIGUEIREDO, W. M. et. al. Acidentes ocupacionais por material de risco biológico: estudo
etnográfico. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 4, n. 7; p. 4500-4518, nov. 2018. Disponível em:
http://www.brjd.com.br/index.php/BRJD/article/view/690. Acesso em: 28 jan. 2020.
NUNES, E. Enfermagem na saúde da criança e do adolescente. Londrina: Editora e Distribuidora
Educacional S.A., 2018.
OLIVEIRA-FILHO, J. et al. Guidelines for acute ischemic stroke treatment: part I. Arq. Neuro-
Psiquiatr., São Paulo, v. 70, n. 8, p. 621-629, ago. 2012. Disponível em: https://bit.ly/2OmKeiQ.
Acesso em 03 fev. 2020.
RODRIGUES, E. M. S. SILVA, A. L. SOUZA, J. R. M. LUCIO, S. R. VIEIRA, M. H.F. GOES, F. G. B.
RODRIGUES, D. P. BRAGA, A. L. S. Acidentes domésticos infantis: as ações do enfermeiro como
ferramenta para prevenção. Revista Enfermagem UFPE On Line, Recife, v. 7, n. 12, p. 6747-54, dez.
2013. DOI: 10.5205/reuol.2950-23586-1-ED.0712201304. Acesso em: 02 fev. 2020.
Agora é com vocês!
ORIENTAÇÕES
Após a realização das tarefas, elabore um relatório contemplando todos os estudos
realizados, organizando-o com base nos seguintes critérios:
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Introdução: você deve apresentar um texto que contemple os objetivos da produção textual,
bem como os principais assuntos que serão discutidos ao longo do trabalho. Desenvolvimento:
será composto pelos textos realizados nas:
Desafio 1
Desafio 2
Desafio 3
Desafio 4
Considerações finais: você deve apresentar um texto que retome os objetivos da produção
textual, apresentando as principais reflexões desenvolvidas a partir da temática em estudo. O
texto elaborado deve conter entre uma e duas páginas.
Referências: apresentar todas as referências utilizadas na elaboração da produção de acordo
com as normas da ABNT.
Anexos: apresentar os anexos, se houver.
Além dos elementos citados acima, o relatório final deve conter capa e folha de rosto.
NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL
a) Abra um documento no Word seguindo as normas da ABNT. Acesse a Biblioteca Digital,
clique em “Padronização” e escolha as opções “Capa, Trabalhos acadêmicos e Normas para
Dissertação”, depois na aba “Modelos de capas e trabalhos acadêmicos” baixe o arquivo
Modelo para elaboração de Trabalho Acadêmico.
b) Este relatório deverá ser redigido na seguinte estrutura: capa de abertura, descrição
separada de cada um dos itens solicitados na SP, acompanhada do detalhamento solicitado
para cada um desses itens.
c) Ao definir quem serão os participantes do grupo, informe seu tutor presencial. Isto é
importante para ele acompanhar e saber quem são os grupos que já estão formados.
Lembre-se que é responsabilidade do aluno acompanhar o cadastro do grupo pelo aluno
responsável (aluno líder), bem como acompanhar a inserção da atividade.
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
d) Quando o aluno responsável pelo cadastro do grupo e pelo cadastro de atividade não
realiza os procedimentos dentro do prazo devido, todo o grupo fica prejudicado.
e) A postagem do arquivo final relacionado a PTG no AVA deve ser em um único arquivo,
preferencialmente no formato Word, pelo aluno líder.
f) Salientamos que todos os alunos devem acompanhar a formação do grupo e a inserção da
atividade direta de sua área restrita.
g) Em caso de dúvida para elaboração do trabalho, você deverá buscar orientações com o
tutor presencial e o seu tutor à distância.
h) Atenção aos prazos de postagens!
Um ótimo trabalho!
Equipe de professores
TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Enfermagem 6 e 7 (1)

Enfermagem 4 e 5
Enfermagem 4 e 5Enfermagem 4 e 5
Enfermagem 4 e 5Arleno
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfHELENO FAVACHO
 
A gastrite farmácia semestre 3º e 4º
A gastrite   farmácia semestre 3º  e 4ºA gastrite   farmácia semestre 3º  e 4º
A gastrite farmácia semestre 3º e 4ºHELENO FAVACHO
 
Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4Arleno
 
Fisioterapia 2 e 3
Fisioterapia 2 e 3Fisioterapia 2 e 3
Fisioterapia 2 e 3Arleno
 
Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)Arleno
 
A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...
A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...
A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...HELENO FAVACHO
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdftrabalhosnota10sp
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdftrabalhosnota10sp
 
Nutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdf
Nutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdfNutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdf
Nutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdfHELENO FAVACHO
 
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdfFarmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdfHELENO FAVACHO
 
Obesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdf
Obesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdfObesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdf
Obesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdfHELENO FAVACHO
 
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...angelitamelo
 
Alimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdf
Alimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdfAlimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdf
Alimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdfHELENO FAVACHO
 
Maus tratos infantis:
Maus tratos infantis: Maus tratos infantis:
Maus tratos infantis: jagbra
 
Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...
Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...
Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...HELENO FAVACHO
 

Semelhante a Enfermagem 6 e 7 (1) (20)

ENFERMAGEM 7 E 8.pdf
ENFERMAGEM 7 E 8.pdfENFERMAGEM 7 E 8.pdf
ENFERMAGEM 7 E 8.pdf
 
Enfermagem 4 e 5
Enfermagem 4 e 5Enfermagem 4 e 5
Enfermagem 4 e 5
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
 
UTI.pdf
UTI.pdfUTI.pdf
UTI.pdf
 
A gastrite farmácia semestre 3º e 4º
A gastrite   farmácia semestre 3º  e 4ºA gastrite   farmácia semestre 3º  e 4º
A gastrite farmácia semestre 3º e 4º
 
Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4Enfermagem 3 e 4
Enfermagem 3 e 4
 
Fisioterapia 2 e 3
Fisioterapia 2 e 3Fisioterapia 2 e 3
Fisioterapia 2 e 3
 
258 1954-1-pb
258 1954-1-pb258 1954-1-pb
258 1954-1-pb
 
Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)
 
A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...
A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...
A enfermeira Sandra admitiu na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal um neona...
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
 
Nutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdf
Nutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdfNutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdf
Nutrição - Acidente Vascular Cerebral.pdf
 
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdfFarmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
Farmácia - Diabetes Melito – uma abordagem farmacêutica.pdf
 
Obesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdf
Obesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdfObesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdf
Obesidade na adolescência - Nutrição Semestre 4º flex e 5º regular.pdf
 
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
 
Alimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdf
Alimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdfAlimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdf
Alimentação funcional na escola - Nutrição Semestre 6º flex e 7º regular.pdf
 
Maus tratos infantis:
Maus tratos infantis: Maus tratos infantis:
Maus tratos infantis:
 
Peplau
 Peplau Peplau
Peplau
 
Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...
Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...
Indústria farmacêutica na produção de vacinas - Engenharia de Produção 4º e 5...
 

Mais de Arleno

Tcc pedagogia
Tcc pedagogiaTcc pedagogia
Tcc pedagogiaArleno
 
Tcc enfermagem
Tcc enfermagemTcc enfermagem
Tcc enfermagemArleno
 
Superior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestreSuperior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestreArleno
 
Pedagogia 7 e 8
Pedagogia 7 e 8Pedagogia 7 e 8
Pedagogia 7 e 8Arleno
 
Pedagogia 3 e 4 semestre (1)
Pedagogia 3 e 4 semestre (1)Pedagogia 3 e 4 semestre (1)
Pedagogia 3 e 4 semestre (1)Arleno
 
Matematica 6 semestre
Matematica 6 semestreMatematica 6 semestre
Matematica 6 semestreArleno
 
Historia 7 e 8
Historia 7 e 8Historia 7 e 8
Historia 7 e 8Arleno
 
Gestao financeira 3 e 4
Gestao financeira 3 e 4Gestao financeira 3 e 4
Gestao financeira 3 e 4Arleno
 
Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4Arleno
 
Estagio contabeis
Estagio contabeisEstagio contabeis
Estagio contabeisArleno
 
Contabeis 7 e 8
Contabeis 7 e 8Contabeis 7 e 8
Contabeis 7 e 8Arleno
 
Contabeis 8
Contabeis 8Contabeis 8
Contabeis 8Arleno
 
Areas de gestao
Areas de gestaoAreas de gestao
Areas de gestaoArleno
 
Processos gerenciais 2 e 3
Processos gerenciais 2 e 3Processos gerenciais 2 e 3
Processos gerenciais 2 e 3Arleno
 
Licenciaturas 7
Licenciaturas 7Licenciaturas 7
Licenciaturas 7Arleno
 
Historia 6 e 7
Historia 6 e 7Historia 6 e 7
Historia 6 e 7Arleno
 
Historia 4 e 5
Historia 4 e 5Historia 4 e 5
Historia 4 e 5Arleno
 
Pedagogia 6 e 7
Pedagogia 6 e 7Pedagogia 6 e 7
Pedagogia 6 e 7Arleno
 
Pedagogia 4 e 5
Pedagogia 4 e 5Pedagogia 4 e 5
Pedagogia 4 e 5Arleno
 
Pedagogia 2 e 3
Pedagogia 2 e 3Pedagogia 2 e 3
Pedagogia 2 e 3Arleno
 

Mais de Arleno (20)

Tcc pedagogia
Tcc pedagogiaTcc pedagogia
Tcc pedagogia
 
Tcc enfermagem
Tcc enfermagemTcc enfermagem
Tcc enfermagem
 
Superior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestreSuperior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestre
 
Pedagogia 7 e 8
Pedagogia 7 e 8Pedagogia 7 e 8
Pedagogia 7 e 8
 
Pedagogia 3 e 4 semestre (1)
Pedagogia 3 e 4 semestre (1)Pedagogia 3 e 4 semestre (1)
Pedagogia 3 e 4 semestre (1)
 
Matematica 6 semestre
Matematica 6 semestreMatematica 6 semestre
Matematica 6 semestre
 
Historia 7 e 8
Historia 7 e 8Historia 7 e 8
Historia 7 e 8
 
Gestao financeira 3 e 4
Gestao financeira 3 e 4Gestao financeira 3 e 4
Gestao financeira 3 e 4
 
Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4
 
Estagio contabeis
Estagio contabeisEstagio contabeis
Estagio contabeis
 
Contabeis 7 e 8
Contabeis 7 e 8Contabeis 7 e 8
Contabeis 7 e 8
 
Contabeis 8
Contabeis 8Contabeis 8
Contabeis 8
 
Areas de gestao
Areas de gestaoAreas de gestao
Areas de gestao
 
Processos gerenciais 2 e 3
Processos gerenciais 2 e 3Processos gerenciais 2 e 3
Processos gerenciais 2 e 3
 
Licenciaturas 7
Licenciaturas 7Licenciaturas 7
Licenciaturas 7
 
Historia 6 e 7
Historia 6 e 7Historia 6 e 7
Historia 6 e 7
 
Historia 4 e 5
Historia 4 e 5Historia 4 e 5
Historia 4 e 5
 
Pedagogia 6 e 7
Pedagogia 6 e 7Pedagogia 6 e 7
Pedagogia 6 e 7
 
Pedagogia 4 e 5
Pedagogia 4 e 5Pedagogia 4 e 5
Pedagogia 4 e 5
 
Pedagogia 2 e 3
Pedagogia 2 e 3Pedagogia 2 e 3
Pedagogia 2 e 3
 

Último

Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 

Último (20)

Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 

Enfermagem 6 e 7 (1)

  • 1. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINARPRODUÇÃO TEXTUAL EM GRUPO – PTG INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG CURSO: Enfermagem TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 2. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Curso: Enfermagem Semestre: 7º/ 6º FLEX Disciplinas: Urgência e Emergência; Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente; Saúde do Trabalhador; Enfermagem na Saúde do Idoso. Professores Danieli Garbuio Tomedi; Angélica da Mata Rossi; Dayane Aparecida Scaramal; Franciely Midori Bueno de Freitas. Competências: • Atuar nos diferentes cenários da prática profissional considerando os pressupostos dos modelos clínico e epidemiológico; • Intervir no processo de saúde/doença responsabilizando-se pela qualidade da assistência/cuidado de enfermagem em seus diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção, prevenção, proteção e reabilitação à saúde, na perspectiva da integralidade da assistência; • Prestar cuidados de enfermagem compatíveis com as diferentes necessidades apresentadas pelo indivíduo, pela família e pelos diferentes grupos da comunidade; • Gerenciar o processo de trabalho em enfermagem com princípios de ética/bioética, com resolutividade tanto a nível individual como coletivo em todos os âmbitos de atuação profissional; TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 3. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Habilidades: Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá desenvolvido as seguintes competências e habilidades: • Possibilitar o desenvolvimento de trabalhos em grupo, promovendo a capacidade de adaptação, comunicação e integração do espírito de equipe. • Fornecer sólida formação humanística e visão global que habilite o acadêmico a compreender os meios social, político, cultural e econômico. • Promover formação teórico-prática possibilitando a vivência concreta nas organizações, estimulando uma postura investigativa e de análise crítico-reflexiva. • Formar profissionais com visão integral, capacidade de adaptação e flexibilidade, que atuem de forma interdisciplinar. • Capacitar para que os indivíduos possamtomar decisões complexas com ética e responsabilidade. Objetivos da A produção textual é um procedimento metodológico de ensino Aprendizagem: aprendizagem que tem por objetivos: • Favorecer a aprendizagem. • Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado eficiente e eficaz. • Promover o estudo dirigido a distância. • Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o auto aprendizado. • Oferecer diferentes ambientes de aprendizagem. TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 4. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG • Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas pela Diretriz Curricular do Curso. • Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas práticos relativos à profissão. • Direcionar o estudante para a busca do raciocínio crítico e a emancipação intelectual. Prezados alunos, Sejam bem-vindos a este semestre! Esta proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) possibilitará a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre. Inicialmente, é importante que você realize a leitura atenta da situação descrita para, na sequência, seguir as orientações apresentadas em cada uma das etapas subsequentes de modo a organizar suas ideias para a conclusão, com qualidade, deste trabalho. ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL Formação dos grupos O trabalho será realizado em grupos compostos por no mínimo 2 e, no máximo, 7 integrantes. A formação dos grupos é de responsabilidade dos alunos; no entanto, solicitamos que sigam as orientações passadas pelo tutor sobre a formação dos grupos. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos ao de outros alunos ou grupos. É importante que você leia os materiais disponíveis das disciplinas do semestre; A Produção Textual deverá ser desenvolvida inteiramente dentro das Normas da ABNT (Capa, Folha de rosto, Sumário, Desenvolvimento, Conclusão, Referências, etc).
  • 5. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Leitura e interpretação da SGA Na Produção Textual em Grupo (PTG) vocês deverão, num primeiro momento, conhecer a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA). Num segundo momento, vocês deverão se envolver com a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA), inserindo-se nesse contexto para realizar as tarefas previstas. Para realizar essas tarefas, sigam as orientações fornecidas nesse material e em fundamentações teóricas diversas (livros das disciplinas, teleaulas, web aulas e outros materiais complementares, sejam estes indicados pelos professores ou pesquisados por vocês). Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) Ângela, sexo feminino, 66 anos, aposentada, possui HAS, colesterolemia, e realiza uso correto dos medicamentos: Captopril 25 mg 2x/ dia, Hidroclorotiazida 25 mg 2x/ dia e Sinvastatina 40 mg 1x/ dia. Durante o período matutino, Ângela é responsável por cuidar de sua neta Valentina, 3 anos de idade, pois a tarde a criança frequenta a escola. Enquanto Ângela preparava o almoço, o telefone tocou, e ao atender, se descuidou de Valentina, que alcançou o cabo da panela no fogão, fazendo com que o conteúdo da panela caísse em seu membro superior direito (MSD). Ao ouvir o grito da criança, a avó se desesperou e foi tentar ajudá-la, após, acionou o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O SAMU encaminhou a criança para o Hospital Geral, único com atendimento a queimados na região. A enfermeira Lúcia, do pronto socorro, admitiu a criança e constatou que ela apresentava lesão por queimadura em MSD, com comprometimento de epiderme e derme, além da presença de flictenas (bolhas). Observou, ainda, que o acesso venoso periférico realizado durante o atendimento pré-hospitalar não estava pérvio, necessitando de uma nova punção. Ao tentar puncioná-la, a criança apresentou agitação devido dor intensa, sendo necessário solicitar ajuda da avó e de uma técnica de enfermagem, que acabou se acidentando com o dispositivo agulhado utilizado no procedimento, perfurando o 2º dedo da mão D. TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 6. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Após o procedimento ter sido concluído, a enfermeira Lúcia observou que dona Ângela apresentava quadro de disartria, desvio de rima e alteração na marcha, dessa forma, solicitou avaliação imediata do médico e dirigiu a senhora para a sala de emergência para que recebesse os devidos cuidados. Diante dessa situação-problema, reflitam e elaborem um texto com os seguintes desafios: DESAFIO 1: Enfermagem na saúde da criança e do adolescente Na situação problema, Valentina é uma criança de 5 anos que teve um acidente doméstico, que provocou uma lesão por queimadura. O aspecto da lesão em MSD apresentava comprometimento da epiderme e da derme e a presença de flictenas (bolhas). Essas características sugerem qual classificação e extensão da queimadura? Quais cuidados de enfermagem podem ser prestados à essa criança? Quais condutas de enfermagem podem ser lançadas para prevenir acidentes domésticos com crianças? DESAFIO 2: Enfermagem na Saúde do Idoso Dona Ângela foi avaliada pela equipe médica na sala de emergência pois apresentou os seguintes sintomas: disartria, desvio de rima e alteração na marcha, indicativos de um provável diagnóstico de Acidente Vascular Encefálico (AVE). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o AVE é a principal causa de incapacidade no Brasil com uma incidência anual de 108 para cada 100 mil habitante. Diante desse fato, descreva a fisiopatologia do AVE hemorrágico e isquêmico, bem como os diferentes tipos de AVE e seus principais sinais e sintomas. DESAFIO 3: Urgência e Emergência em Enfermagem O Acidente vascular encefálico hemorrágico é classificado como uma das principais emergências clínicas neurológicas. Devido a sua gravidade, torna-se imprescindível que o enfermeiro saiba realizar TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 7. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG o atendimento de forma rápida e eficiente, atentando-se a todos os sinais e sintomas apresentados. Assim, descreva como deve ser realizada a conduta na sala de emergência, bem como os cuidados de enfermagem diante do quadro apresentado por dona Ângela. DESAFIO 4: Saúde do Trabalhador Em decorrência do acidente de trabalho, o gestor de enfermagem do pronto-socorro deve tomar algumas providências em relação ao acidentado, além de propor medidas preventivas. Embora, cada instituição tenha um protocolo específico para os acidentes ocupacionais com material biológico, algumas medidas são padronizadas. Em relação a esta temática, responda os questionamentos a seguir: 1) Quais os cuidados imediatos com a área exposta? 2) Quais documentos devem ser preenchidos para que haja registro do ocorrido? Explique a importância desses documentos para a saúde ocupacional. REFERÊNCIAS SUGERIDAS: BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolos da atenção básica: saúde da criança / Ministério da Saúde, Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa. Brasília: Ministério da Saúde, 2016. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada. Manual de rotinas para atenção ao AVC. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2013. Disponível em: https://bit.ly/2uZ3iwC. Acesso em 03 fev. 2020. BRUNNER & SUDDARTH: manual de enfermagem médico-cirúrgica / revisão técnica Sonia Regina de Souza - 14. ed. - Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2019. 804 p. TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 8. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG CARDOSO, M. G. et al. Seguimento clínico laboratorial de trabalhadores que sofreram acidente com material biológico em instituições hospitalares. Rev. Enferm. UFSM, Santa Maria, v. 9, n.51, p.1-16, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/36110/pdf. Acesso em: 03 fev. 2020. FIGUEIREDO, W. M. et. al. Acidentes ocupacionais por material de risco biológico: estudo etnográfico. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 4, n. 7; p. 4500-4518, nov. 2018. Disponível em: http://www.brjd.com.br/index.php/BRJD/article/view/690. Acesso em: 28 jan. 2020. NUNES, E. Enfermagem na saúde da criança e do adolescente. Londrina: Editora e Distribuidora Educacional S.A., 2018. OLIVEIRA-FILHO, J. et al. Guidelines for acute ischemic stroke treatment: part I. Arq. Neuro- Psiquiatr., São Paulo, v. 70, n. 8, p. 621-629, ago. 2012. Disponível em: https://bit.ly/2OmKeiQ. Acesso em 03 fev. 2020. RODRIGUES, E. M. S. SILVA, A. L. SOUZA, J. R. M. LUCIO, S. R. VIEIRA, M. H.F. GOES, F. G. B. RODRIGUES, D. P. BRAGA, A. L. S. Acidentes domésticos infantis: as ações do enfermeiro como ferramenta para prevenção. Revista Enfermagem UFPE On Line, Recife, v. 7, n. 12, p. 6747-54, dez. 2013. DOI: 10.5205/reuol.2950-23586-1-ED.0712201304. Acesso em: 02 fev. 2020. Agora é com vocês! ORIENTAÇÕES Após a realização das tarefas, elabore um relatório contemplando todos os estudos realizados, organizando-o com base nos seguintes critérios: TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 9. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Introdução: você deve apresentar um texto que contemple os objetivos da produção textual, bem como os principais assuntos que serão discutidos ao longo do trabalho. Desenvolvimento: será composto pelos textos realizados nas: Desafio 1 Desafio 2 Desafio 3 Desafio 4 Considerações finais: você deve apresentar um texto que retome os objetivos da produção textual, apresentando as principais reflexões desenvolvidas a partir da temática em estudo. O texto elaborado deve conter entre uma e duas páginas. Referências: apresentar todas as referências utilizadas na elaboração da produção de acordo com as normas da ABNT. Anexos: apresentar os anexos, se houver. Além dos elementos citados acima, o relatório final deve conter capa e folha de rosto. NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL a) Abra um documento no Word seguindo as normas da ABNT. Acesse a Biblioteca Digital, clique em “Padronização” e escolha as opções “Capa, Trabalhos acadêmicos e Normas para Dissertação”, depois na aba “Modelos de capas e trabalhos acadêmicos” baixe o arquivo Modelo para elaboração de Trabalho Acadêmico. b) Este relatório deverá ser redigido na seguinte estrutura: capa de abertura, descrição separada de cada um dos itens solicitados na SP, acompanhada do detalhamento solicitado para cada um desses itens. c) Ao definir quem serão os participantes do grupo, informe seu tutor presencial. Isto é importante para ele acompanhar e saber quem são os grupos que já estão formados. Lembre-se que é responsabilidade do aluno acompanhar o cadastro do grupo pelo aluno responsável (aluno líder), bem como acompanhar a inserção da atividade. TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com
  • 10. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG d) Quando o aluno responsável pelo cadastro do grupo e pelo cadastro de atividade não realiza os procedimentos dentro do prazo devido, todo o grupo fica prejudicado. e) A postagem do arquivo final relacionado a PTG no AVA deve ser em um único arquivo, preferencialmente no formato Word, pelo aluno líder. f) Salientamos que todos os alunos devem acompanhar a formação do grupo e a inserção da atividade direta de sua área restrita. g) Em caso de dúvida para elaboração do trabalho, você deverá buscar orientações com o tutor presencial e o seu tutor à distância. h) Atenção aos prazos de postagens! Um ótimo trabalho! Equipe de professores TEMOS ESSE TRABALHO A PRONTA ENTREGA WHATSAPP (91)988309316 E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com