História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Império e monarquia
absoluta no século XVIII
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Império e monarquia absoluta no século XVIII
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
No século XVIII, os portugueses perderam o monopólio do comércio com o Oriente....
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Como se desenvolveu a exploração do Brasil?
A produção de açúcar foi uma das pr...
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
O que fez o rei D. João V com toda esta riqueza?
O rei enviou riquíssimas embai...
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Como vivia a sociedade no tempo de D. João V?
A nobreza procurava imitar o tipo...
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Quais as grandes construções do tempo de D. João V?
A construção de obras grand...
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Como se encontrava o reino no tempo de D. José I?
No tempo do reinado de D. Jos...
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Como foi reconstruída a cidade de Lisboa?
Pombal estuda as plantas
de Lisboa co...
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Como se vivia no tempo do Marquês de Pombal?
Os costumes modificaram-se. A impr...
História e Geografia de Portugal • 6.° ano
Que reformas desenvolveu o Marquês de Pombal?
Principais indústrias do século X...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hgp6 cdpd c1

188 visualizações

Publicada em

HGP

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
188
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hgp6 cdpd c1

  1. 1. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Império e monarquia absoluta no século XVIII
  2. 2. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Império e monarquia absoluta no século XVIII
  3. 3. História e Geografia de Portugal • 6.° ano No século XVIII, os portugueses perderam o monopólio do comércio com o Oriente. Os corsários holandeses, ingleses e franceses atacavam os barcos da carreira da Índia, acabando mesmo por ocupar alguns dos territórios portugueses no Oriente. Os Portugueses tiveram de encontrar novas riquezas. Vê no mapa onde as foram explorar.Como viste no mapa o Brasil passa a ocupar o lugar que tinha a Índia na economia portuguesa. Principais rotas
  4. 4. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Como se desenvolveu a exploração do Brasil? A produção de açúcar foi uma das primeiras riquezas exploradas no Brasil. Engenho de açúcar no Brasil As principais zonas de exploração mineira de ouro e pedras preciosas no Brasil Quantidade de ouro chegado a Portugal vindo do Brasil Mas foi a descoberta de ouro e pedras preciosas, no século XVIII, que enriqueceu Portugal. A exploração de toda esta riqueza só foi possível com o trabalho dos escravos africanos nos engenhos, nas plantações e nas minas. Compara no quadro, o número de portugueses e escravos chegados ao Brasil entre 1570 e 1700.O transporte de escravos de África para o Brasil era realizado em condições verdadeiramente desumanas. Ouve um relato de um padre da época que nos transmite o seu testemunho.
  5. 5. História e Geografia de Portugal • 6.° ano O que fez o rei D. João V com toda esta riqueza? O rei enviou riquíssimas embaixadas a cortes estrangeiras como forma de mostrar o seu poder e riqueza. Também a sua corte viveu em luxo e ostentação. O rei D. João V Baile na corte onde se dançava o “minuete” ou a “pavana”Coche de D. João V Consegues imaginar como era um baile da corte? Aprecia, de seguida, algumas das memórias desse tempo. Poder Riqueza Luxo Ostentação O rei e a família real e os nobres mais ricos faziam-se transportar em coches ricamente decorados a veludo e talha dourada.
  6. 6. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Como vivia a sociedade no tempo de D. João V? A nobreza procurava imitar o tipo de vida da família real. Solar de Mateus, em Vila Real O elegante do século XVIII Auto de fé no Terreiro do Paço Uma tourada no Terreiro do Paço A nobreza frequentava a corte e vivia em belos palácios, ricamente decorados, chamados solares. Salão Nobre da Casa de Penalva, no Douro O clero também participavam no Tribunal da Inquisição e em cerimónias públicas como os autos de fé e as procissões. O clero era também um grupo social rico e poderosos e beneficiava da protecção do rei. Dedicava-se ao culto religioso, ao ensino e à assistência dos mais necessitados. O povo vivia com muitas dificuldades, pagando pesados impostos e ocupando-se dos trabalhos domésticos e dos inúmeros serviços necessários à vida da cidade e do campo. Também participava nas grandes cerimónias públicas como as touradas, os cortejos, as procissões e os autos de fé. NOBREZACLEROPOVO A vendedeira do pão Procissão
  7. 7. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Quais as grandes construções do tempo de D. João V? A construção de obras grandiosas marcaram o reinado de D. João V. Convento de Mafra Aqueduto das Águas LivresTalha dourada (igreja de S. Francisco – Porto) Painel de azulejos (palácio do Marquês de Pombal – Oeiras) Através das imagens que se seguem e da música que vais ouvir, podes recolher informações sobre essas construções. É nesta altura que as igrejas e os palácios se revestem de talha dourada, azulejos e mármores, que são marcas da arte barroca.
  8. 8. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Como se encontrava o reino no tempo de D. José I? No tempo do reinado de D. José I, filho de D. João V, o reino vivia em grandes dificuldades económicas, devido à diminuição das remessas de ouro brasileiro para Portugal. D. José I Marquês de Pombal O rei nomeia para seu ministro Sebastião José de Carvalho e Melo, que veio a ser conhecido pelo nome de Marquês de Pombal. O terramoto de 1755 veio agravar a crise que já se fazia sentir em Portugal. Este violento terramoto provocou enormes incêndios, pilhagens, terror e a morte de milhares de pessoas. Terramoto de Lisboa
  9. 9. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Como foi reconstruída a cidade de Lisboa? Pombal estuda as plantas de Lisboa com o engenheiro Manuel da Maia e o arquiteto Eugénio dos Santos Vista geral da praça do Comércio, em Lisboa A cidade de Lisboa foi reconstruída sob a orientação do Marquês de Pombal que decidiu construir uma zona nova e arejada na parte mais destruída da cidade. A zona reconstruída ficou conhecida por baixa pombalina. Observa as caraterísticas desta nova parte da cidade na imagem que se segue. Ruas largas e perpendiculares Edifícios harmoniosos Grande praça
  10. 10. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Como se vivia no tempo do Marquês de Pombal? Os costumes modificaram-se. A imprensa passou a facilitar a comunicação. Imprensa O gosto pela moda francesa reanimou os locais de convívio, com o aparecimento de salões literários, cafés e botequins. Cafés, botequins, salões literários
  11. 11. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Que reformas desenvolveu o Marquês de Pombal? Principais indústrias do século XVIII Cutelarias Louças Lanifícios Papel Vidros Sedas Chapéus No tempo de Marquês de Pombal o poder do Rei aumentou e o país modernizou-se. Relógios Sabões As reformas estenderam-se à sociedade e ensino. A nobreza e o clero foram perseguidos e os burgueses e comerciantes protegidos. No ensino criaram-se as escolas menores e reformou-se a universidade de Coimbra Pátio da Universidade de CoimbraTortura e execução do nobre José Maria de Távora

×