SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 61
Baixar para ler offline
NUTRIÇÃO - 1
Profª Silvia Helena Mendes - Docente Ensino Superior
03/25/15 3
mcscak.:
NUTRIÇÃO APLICADA À ENFERMAGEM
ALIMENTOS
 Capacitação e atuação dos profissionais de saúde
em ambientes multidisciplinares.
 Importância de conhecimentos diversos e atualizados para
esta atuação.
 Preocupação com o bem-estar social e mental dos pacientes
bem como seu bem-estar físico, individualidade em termos
nutricionais, estilo de vida e enfermidades.
 Necessidade de alterações comportamentais para melhorar
hábitos dietéticos e processos de aprendizado.
 A nutrição previne o aparecimento de doenças através de
uma alimentação saudável e de forma terapêutica no
controle de doenças crônicas. Também é essencial no
tratamento de diversas enfermidades (doenças) que acometem
o ser humano.
Alimentos
Produtos naturais ou elaborados, que,
quando ingeridos diariamente, fornecem
energia e substancias nutritivas ao
organismo.
São substancias sólidas ou liquidas que,
levadas ao tubo digestivo, são degradadas e
depois usadas para formar e/ou manter os
tecidos do corpo, regular processos orgânicos
e fornecer energia.
Alimentos
Não existem alimentos perfeitos, ou seja,
nenhum alimento possui todos os nutrientes
responsáveis por regular, construir ou
manter os tecidos e fornecer energia.
A única exceção é o leite materno
consumido até os 6 meses de vida.
Alimentos
Existem alimentos que só fornecem as chamadas
calorias vazias, ou seja, são concentrados em
certas substancias que se transformam apenas em
energia após a digestão, como é o caso das bebidas
alcoólicas e refrigerantes.
Nutrientes
São todas as substancias químicas que fazem
parte dos alimentos. São absorvidos pelo
organismo, sendo indispensáveis para o seu
funcionamento.
Os nutrientes
irão formar os tecidos e os órgãos
manter as atividades vitais e fazer a
manutenção necessária para o
crescimento, desenvolvimento e
estabilidade,
fornecer energia necessária ao organismo.
São ofertados em quantidades
variadas ao organismo.
São classificados em:
 Macronutrientes
 Micronutrientes
CLASSIFICAÇÃO DOS NUTRIENTES
O organismo precisa em
grandes quantidades.
São amplamente
encontrados nos
alimentos.
São especificamente os
carboidratos, as
gorduras e as
proteínas.
São substancias que o
organismo precisa absorver
em pequenas quantidades,
embora sejam muito
importantes para o
funcionamento orgânico.
Existem dois tipos de
micronutrientes: as
vitaminas e os minerais.
Macronutrientes Micronutrientes
k.:
NUTRIENTES
Alimentação
É a forma e a maneira de proporcionar
ao organismo os alimentos que são
indispensáveis.
Este ato de buscar os alimentos, os
modificar se necessário, levá-los à
boca, os mastigar e os deglutir; além
de necessário é um ato social.
Como se trata de um ato aprendido é ao
mesmo tempo educável. A alimentação é
um ato necessário, mas é passível de
educação e assim de modificação.
ν Existe uma relação entre nutrição, saúde
e bem-estar físico e mental do
indivíduo.
ν Estudos comprovam que a boa alimentação tem
um papel fundamental na prevenção e no
tratamento de doenças.
ν Há mais de 2000 anos, Hipócrates já
afirmava que “teu alimento seja teu
remédio e que teu remédio seja teu
alimento”.
ν O equilíbrio na dieta é um dos motivos que
permitiu ao ser humano ter vida mais longa
no século XX.
Alimentação saudável
Para o bem estar físico
– A alimentação
saudável deve fornecer
água, carboidrato,
proteína, lipídio,
vitaminas, fibras e
minerais, os quais são
insubstituíveis e
indispensáveis ao bom
funcionamento do
organismo
Alimentação saudável
Para bem estar físico – a
alimentação variada e
adequada previne:
• Deficiências nutricionais.
• Melhora a função
imunológica
• Previne doenças crônicas
não transmissíveis
Alimentação saudável
Para o bem estar
mental – alimentar-
se de forma mais
harmônica e
prazerosa,
valorizando cada
alimento e seu sabor.
Alimentação saudável
Para o bem estar social –
respeitar a cultura,
acessibilidade
financeira, sabor e
variedade.
“Alimentação saudável” pode adquirir
muitos significados dependendo do país
ou região de um mesmo país, cultura e
época. Porém em geral a alimentação
saudável é sempre composta de uma
alimentação equilibrada.
Princípios da
alimentação saudável
ν Variedade:
ν É importante comer diferentes tipos de alimentos
pertencentes aos diversos grupos; a qualidade dos
alimentos tem de ser observada.
ν Moderação:
ν Não se deve comer nem mais nem menos do que o
organismo precisa; é importante estar atento à
quantidade certa de alimentos.
ν Equilíbrio:
ν Quantidade e qualidade são importantes; o ideal é
consumir alimentos variados, respeitando as
quantidades de porções recomendadas para cada grupo
de alimentos. Ou seja, “comer de tudo um pouco”.
RESUMO:
Alimentação normal (equilibrada) deve ser
quantitativamente SUFICIENTE
qualitativamente COMPLETA
além de HARMONIOSA em seus componentes e
ADEQUADA à sua finalidade e ao organismo a
que se destina.
Alimentação saudável
Os dez passos
para
alimentação
saudável
Alimentação saudável
01 – Faça pelo menos três refeições por dia.
02 – Incluam diariamente seis
porções do grupo de cereais (arroz,
milho, trigo, pães e massas).
Alimentação saudável
03 – Coma diariamente pelo menos três
porções de legumes e verduras.
04 – Coma feijão com arroz todos os
dias ou pelo menos cinco vezes por
semana.
Alimentação saudável
05 – Consuma diariamente três
porções de leite e derivados e uma
porção de carnes, aves, peixes ou
ovos. Retirar gordura.
06 – Consuma, no máximo,
uma porção por dia de
óleos vegetais, azeite,
manteiga ou margarina.
Alimentação saudável
07 – Evite refrigerantes e sucos industrializados,
bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas e
outras guloseimas como regra da alimentação.
08 – Diminua a quantidade de sal na
comida e retire o saleiro da mesa.
Alimentação saudável
09 – Beba pelo menos 2 litros (6 a 8 copos)
de água por dia.
10 – Pratique pelo menos 30
minutos de atividade física todos
os dias e evite as bebidas
alcoólicas e o fumo.
Nutrição
ν Conjunto de processos fisiológicos pelos
quais o organismo recebe, transforma,
absorve e utiliza as substâncias químicas e
os nutrientes contidos nos alimentos.
ν A nutrição completa se faz no interior
de cada célula. Esse processo natural
não depende da vontade do ser humano.
ν Existem muitas maneiras de se alimentar,
mas só uma de se nutrir.
νUma pessoa pode achar que está bem
alimentada e talvez possa não estar bem
nutrida.
Consumir alimentos diversificados v
ã
o
proporcionar nutrientes ao organismo.
Os alimentos podem ser organizados
em categorias a partir da função
que os nutrientes oferecem, como
energéticos
construtores e
reguladores.
Alimentação saudável
Alimentos energéticos
São os que fornecem carboidratos e lipídios (gorduras) ao
corpo.
Carboidratos – geralmente são de origem vegetal. São
capazes de oferecer nutrientes que serão transformados
em glicose, que será utilizada pelas células em energia para
sua manutenção.
♦ Fontes: cereais - arroz, milho, trigo, aveia e seus
produtos: farinhas, pães, macarrão, massas, bolos e
biscoitos; tubérculos – batata, batata-doce, inhame, e suas
farinhas e amidos.
Alimentação saudável
Alimentos energéticos
Lipídios - possuem alto valor
energético, protegem os
órgãos vitais e o organismo
contra a perda excessiva de
♦
calor.
Fontes:
óleos e gorduras vegetais –
azeite de oliva
gordura de coco
óleos vegetais
margarina.
35
Carboidratos
♦ Gorduras de origem animal –
banha suína, gordura de
animais, pele de aves,
manteiga, creme de leite,
queijos amarelos.
♦ Outras fontes de gordura –
frutas oleaginosas
(amendoim, castanhas, nozes,
avelã).
Alimentação saudável
Alimentos construtores
•
•
•
Fornecem proteínas ao corpo.
São componentes indispensáveis a toda célula viva.
São substâncias que vão formar e manter os músculos, os
ossos, o sangue, os órgãos, a pele e o cérebro, construir
♦
novos tecidos, promover o crescimento e contribuir para
a resistência do organismo às doenças.
Fontes: carne suína, bovina, de aves, peixes, ovos, leite e
derivados, leguminosas secas (feijão, ervilha, lentilha,
soja).
37
cscak.:
Alimentação saudável
Carboidrato simples - O açúcar é rico em calorias e pobre
em nutrientes tornando-se um alimento com calorias vazias,
portanto é um grande vilão para saúde.
Fazem parte desse grupo o açúcar branco, açúcar mascavo,
mel, melado, mel de cana, refrigerantes e doces em geral.
Devem ser consumidos com moderação e com orientação.
mascavo
demerara
cristal
Alimentação saudável
Alimentos reguladores:
Fornecem vitaminas minerais, fibras e água.
Vitaminas – são compostos orgânicos que aparecem nos
alimentos em pequenas concentrações, mas
desempenham funções especificas e vitais nas células e
nos tecidos do corpo. Não podem ser sintetizadas pelo
organismo, e sua ausência ou absorção inadequada
provocam doenças de carência especifica. Por isso as
vitaminas não podem faltar na alimentação.
♦ Fontes: frutas, verduras e legumes.
Alimentação saudável
Alimentos reguladores
e nos alimentos.
Minerais -
São partes
são concentrados
integrantes
no corpo
de hormônios, enzimas e
vitaminas e fornecem os constituintes enriquecedores de
ossos e dentes. Cálcio, fósforo, enxofre, cloro e
magnésio são necessários ao organismo em grandes
quantidades diárias. Ferro, flúor, zinco, cobre, iodo,
cromo e cobalto são necessários em quantidades menores.
♦ Fontes: frutas, verduras e legumes.
40
Alimentação
saudável
Alimentos reguladores
Fibras – não são digeridas ou
absorvidas pelo organismo.
• Não possuem
energético
ativamente
valor nutritivo ou
mas participam
da mecânica da
digestão, tornando-se mais fácil
e completa.
• Ajudam o alimento a se
movimentar através do intestino,
facilitando
funcionamento.
assim, o
Com
seu
poucas
fibras, o intestino trabalha com
dificuldade.
• Colaboram para controlar os
níveis de gordura no sangue e de
glicose, evitando glicemias
muito altas.
Alimentação saudável
Alimentos reguladores
Água –
principal componente do corpo humano
constitui cerca de 2/3 do peso corpóreo total.
Junto com o oxigênio, é o elemento mais importante para a
manutenção da vida.
Possui funções construtora e reguladora.
Proposta de refeição equilibrada
Salada de alface, tomate e cenoura
(alimentos reguladores).
Arroz ( alimento energético).
Feijão ( alimento construtor).
Bife grelhado ou frango assado
(alimento construtor).
Suco de abacaxi ( alimento energético).
Óleo para o preparo dos alimentos
(alimento energético).
Alimentação
equilibrada e dieta
Regime alimentar –
estado que um
indivíduo se encontra
com restrições
alimentares, podendo
ser temporário ou
permanente.
Dieta
alimentar –
conjunto das
refeições e ações
alimentícias que
se faz durante um
dia ou um período.
As proporções exatas de cada alimento
não são iguais para todos os indivíduos -
as necessidades de nutrientes variam com a
atividade que desenvolve e as necessidades
fisiológicas de cada um.
As necessidades
variam de acordo com
a idade
o sexo
a atividade físcica
os padrões das
classes sociais.
Exemplo: A indicação
alimentar para uma
criança não é a
mesma para a sua mãe
e seu pai.
Guia alimentar
pirâmide alimentar
Uma das preocupações das
autoridades sanitárias e da OMS é
orientar a população para uma alimentação
adequada.
Há muito vem sendo desenvolvidos
programas e guias alimentares para
orientação e educação, voltados para
uma alimentação adequada.
São padrões criados baseados nos
hábitos e nas informações científicas.
Guia alimentar
Objetivo – atualizar e unificar as
informações passadas à comunidade que
contribuem e melhoram a alimentação e a
saúde da população.
Buscam orientar sobre os alimentos
generalistas para que os padrões regionais
não sejam prejudicados e assim haja uma
adaptação aos conceitos informados.
Desde 1970, diversos modelos de guias já
serviram como orientadores, como a roda
dos alimentos e a pirâmide alimentar,
como se verá a seguir.
Dez passos para alimentação
saudável para menores de 2
anos.
“Como está sua
alimentação” e os Dez
p a s s o s p a r a u m a
alimentação saudável
para maiores de 2
anos.
Regionais
Alimentos
Brasileiros.
PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
Guia pratico de preparo de
alimentos para crianças menores de
Guia
para a
alimentar
população
brasileira
Cadernos de Atenção
Básica: alimentação e
nutrição- Obesidade.
12 meses que não podem ser
amamentadas.
Está dividida em grupos.
Permite uma melhor escolha
dos alimentos.
Melhor combinação para a
alimentação diária.
Roda dos alimentos = é uma representação
gráfica criada em Portugal em 1977, no âmbito
da Campanha de Educação Alimentar "Saber comer
é saber viver", que ajuda a escolher e
combinar os alimentos que deverão fazer parte
da alimentação diária.
Pirâmide alimentar
Os primeiros modelos surgiram nos anos
1970; periodicamente surgem novos
esquemas, adaptados aos hábitos e às
necessidades de cada sociedade e aos
avanços das pesquisas científicas.
Foi criada para ajudar e a entender
como equilibrar esses alimentos
diariamente. Os alimentos são agrupados
de acordo com as suas funções e seus
nutrientes.
Pirâmide alimentar
1992 – Departamento de Agricultura dos Estados
Unidos (USDA) implantou a pirâmide
alimentar como guia alimentar.
Pirâmide alimentar
1996 – nova versão da pirâmide alimentar com o
acréscimo de atividade física na base.
Pirâmide alimentar
2005 – o USDA apresentou uma nova versão da
pirâmide alimentar chamada My Piramid
(minha pirâmide).
Os profissionais de saúde
vem demonstrando
resistência a esta nova
versão não apresentação
dos alimentos; a única
maneira de saber os
detalhes dos alimentos
indicados é através do
acesso ao site
www.pyramid.gov e digitar
os dados pessoais − plano
alimentar personalizado.
Os grupos de alimentos na pirâmide
A pirâmide de alimentos é um instrumento
educativo que pode ser facilmente usado pela
população, mostrando o que pode ser
consumido no dia-a-dia.
Trata-se de um guia geral que permite
escolher uma dieta saudável e conveniente,
que garanta todos os nutrientes necessários
para a nossa saúde e bem-estar.
A pirâmide original foi baseada nas
necessidades energéticas de indivíduos
adultos e apresenta a forma como se verá
a seguir.
1º patamar – carboidratos: pães,
cereais, massas e tubérculos
Na base da pirâmide
estão os alimentos
fontes de
carboidratos:
Cereais (arroz)
Cereais integrais e
seus derivados (pães,
granolas e massas)
Tubérculos
feculentos (batatas,
macaxeira).
Indicações – cerca de
9 porções no decorrer
do dia.
Esses alimentos fornecem energia
para nosso organismo − consumo
em maior quantidade.
2º patamar – verduras,
hortaliças e frutas
Esses alimentos ocupam
o segundo patamar da
pirâmide; apresentam
funções semelhantes.
São chamados alimentos
reguladores, fornecem
vitaminas e sais
minerais que
precisamos. São também
ricos em fibras e água.
Quanto maior a
variedade e a
quantidade de consumo
ao dia, melhor.
3º patamar – leite e derivados;
peixes e carnes; leguminosas
Indica-se o consumo
cerca de 2 porções
de cada grupo ao dia
e é necessário
diversificar o
consumo das fontes
protéicas.
O 3º patamar da pirâmide
alimentar apresenta três
grupos alimentares que
oferecem principalmente
proteínas, a saber:
Leite e derivados
Peixes, carnes e carnes brancas – recomenda-
se carnes magras, frango sem pele e o peixe
sem couro. O melhor é consumir carnes
assadas, cozidas ou grelhadas.
Leguminosas – são boas fontes de proteínas d
e
origem vegetal, como a soja e seus derivados.
4º patamar – açúcar, doces,
carne vermelha e manteiga
O topo da pirâmide
pode ter variação
entre as três
pirâmides, mas em
todas estão os
alimentos que devem
ser consumidos com
moderação e terem
consumo mensal e não
diário.
Não existe indicação
do número de
porções, mas a
recomendação é de
consumo moderado.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a AulaNutri.pdf

Aula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOAula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOthemis dovera
 
Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2Ione CoRez
 
nutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptx
nutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptxnutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptx
nutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptxdntascatarina
 
Como Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser Feliz
Como Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser FelizComo Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser Feliz
Como Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser Felizadnbhz
 
Introdução a Nutrição
Introdução a NutriçãoIntrodução a Nutrição
Introdução a NutriçãoPaulo Matias
 
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003EmidioFilipe
 
Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...
Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...
Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...LusaCosta19
 
Meu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudávelMeu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudávelKailane Lima
 
A alimentação saudável
A alimentação saudávelA alimentação saudável
A alimentação saudávelMisterytu8
 
Alimentação sudável
Alimentação sudávelAlimentação sudável
Alimentação sudáveledivalbal
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudávelSasuke Sakura
 
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida SaudávelHábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida SaudávelAlimentação Saudável
 
Trabalho de ciências
Trabalho de ciênciasTrabalho de ciências
Trabalho de ciênciasDavi Carneiro
 
Palestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavelPalestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavelEdson Watanabe
 
Sociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciênciaSociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciênciastcnsaidjv
 

Semelhante a AulaNutri.pdf (20)

Aula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOAula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãO
 
Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2
 
ALIMENTAÇÃO.pptx
ALIMENTAÇÃO.pptxALIMENTAÇÃO.pptx
ALIMENTAÇÃO.pptx
 
nutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptx
nutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptxnutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptx
nutrioaplicadaenfermagem1-160831134159.pptx
 
Como Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser Feliz
Como Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser FelizComo Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser Feliz
Como Ter uma Dieta Saudável, Equilibrada e Ser Feliz
 
Introdução a Nutrição
Introdução a NutriçãoIntrodução a Nutrição
Introdução a Nutrição
 
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
 
Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...
Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...
Ciências Naturais 9º Ano - O que é uma alimentação saudável - Alimentos e nut...
 
Meu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudávelMeu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudável
 
A alimentação saudável
A alimentação saudávelA alimentação saudável
A alimentação saudável
 
Alimentação sudável
Alimentação sudávelAlimentação sudável
Alimentação sudável
 
Alimentaao saudavel
Alimentaao saudavelAlimentaao saudavel
Alimentaao saudavel
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Crescer sudavel
Crescer sudavelCrescer sudavel
Crescer sudavel
 
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida SaudávelHábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
 
ALIMENTACAO SAUDAVEL (1).pptx
ALIMENTACAO SAUDAVEL (1).pptxALIMENTACAO SAUDAVEL (1).pptx
ALIMENTACAO SAUDAVEL (1).pptx
 
Trabalho de ciências
Trabalho de ciênciasTrabalho de ciências
Trabalho de ciências
 
Palestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavelPalestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavel
 
Alimentação da vida
Alimentação da vidaAlimentação da vida
Alimentação da vida
 
Sociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciênciaSociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciência
 

AulaNutri.pdf

  • 1. NUTRIÇÃO - 1 Profª Silvia Helena Mendes - Docente Ensino Superior
  • 4.  Capacitação e atuação dos profissionais de saúde em ambientes multidisciplinares.  Importância de conhecimentos diversos e atualizados para esta atuação.  Preocupação com o bem-estar social e mental dos pacientes bem como seu bem-estar físico, individualidade em termos nutricionais, estilo de vida e enfermidades.  Necessidade de alterações comportamentais para melhorar hábitos dietéticos e processos de aprendizado.  A nutrição previne o aparecimento de doenças através de uma alimentação saudável e de forma terapêutica no controle de doenças crônicas. Também é essencial no tratamento de diversas enfermidades (doenças) que acometem o ser humano.
  • 5. Alimentos Produtos naturais ou elaborados, que, quando ingeridos diariamente, fornecem energia e substancias nutritivas ao organismo. São substancias sólidas ou liquidas que, levadas ao tubo digestivo, são degradadas e depois usadas para formar e/ou manter os tecidos do corpo, regular processos orgânicos e fornecer energia.
  • 6. Alimentos Não existem alimentos perfeitos, ou seja, nenhum alimento possui todos os nutrientes responsáveis por regular, construir ou manter os tecidos e fornecer energia. A única exceção é o leite materno consumido até os 6 meses de vida.
  • 7. Alimentos Existem alimentos que só fornecem as chamadas calorias vazias, ou seja, são concentrados em certas substancias que se transformam apenas em energia após a digestão, como é o caso das bebidas alcoólicas e refrigerantes.
  • 8. Nutrientes São todas as substancias químicas que fazem parte dos alimentos. São absorvidos pelo organismo, sendo indispensáveis para o seu funcionamento. Os nutrientes irão formar os tecidos e os órgãos manter as atividades vitais e fazer a manutenção necessária para o crescimento, desenvolvimento e estabilidade, fornecer energia necessária ao organismo.
  • 9. São ofertados em quantidades variadas ao organismo. São classificados em:  Macronutrientes  Micronutrientes
  • 10. CLASSIFICAÇÃO DOS NUTRIENTES O organismo precisa em grandes quantidades. São amplamente encontrados nos alimentos. São especificamente os carboidratos, as gorduras e as proteínas. São substancias que o organismo precisa absorver em pequenas quantidades, embora sejam muito importantes para o funcionamento orgânico. Existem dois tipos de micronutrientes: as vitaminas e os minerais. Macronutrientes Micronutrientes
  • 12. Alimentação É a forma e a maneira de proporcionar ao organismo os alimentos que são indispensáveis. Este ato de buscar os alimentos, os modificar se necessário, levá-los à boca, os mastigar e os deglutir; além de necessário é um ato social. Como se trata de um ato aprendido é ao mesmo tempo educável. A alimentação é um ato necessário, mas é passível de educação e assim de modificação.
  • 13. ν Existe uma relação entre nutrição, saúde e bem-estar físico e mental do indivíduo. ν Estudos comprovam que a boa alimentação tem um papel fundamental na prevenção e no tratamento de doenças. ν Há mais de 2000 anos, Hipócrates já afirmava que “teu alimento seja teu remédio e que teu remédio seja teu alimento”. ν O equilíbrio na dieta é um dos motivos que permitiu ao ser humano ter vida mais longa no século XX.
  • 14. Alimentação saudável Para o bem estar físico – A alimentação saudável deve fornecer água, carboidrato, proteína, lipídio, vitaminas, fibras e minerais, os quais são insubstituíveis e indispensáveis ao bom funcionamento do organismo
  • 15. Alimentação saudável Para bem estar físico – a alimentação variada e adequada previne: • Deficiências nutricionais. • Melhora a função imunológica • Previne doenças crônicas não transmissíveis
  • 16. Alimentação saudável Para o bem estar mental – alimentar- se de forma mais harmônica e prazerosa, valorizando cada alimento e seu sabor.
  • 17. Alimentação saudável Para o bem estar social – respeitar a cultura, acessibilidade financeira, sabor e variedade.
  • 18. “Alimentação saudável” pode adquirir muitos significados dependendo do país ou região de um mesmo país, cultura e época. Porém em geral a alimentação saudável é sempre composta de uma alimentação equilibrada.
  • 19. Princípios da alimentação saudável ν Variedade: ν É importante comer diferentes tipos de alimentos pertencentes aos diversos grupos; a qualidade dos alimentos tem de ser observada. ν Moderação: ν Não se deve comer nem mais nem menos do que o organismo precisa; é importante estar atento à quantidade certa de alimentos. ν Equilíbrio: ν Quantidade e qualidade são importantes; o ideal é consumir alimentos variados, respeitando as quantidades de porções recomendadas para cada grupo de alimentos. Ou seja, “comer de tudo um pouco”.
  • 20. RESUMO: Alimentação normal (equilibrada) deve ser quantitativamente SUFICIENTE qualitativamente COMPLETA além de HARMONIOSA em seus componentes e ADEQUADA à sua finalidade e ao organismo a que se destina.
  • 21. Alimentação saudável Os dez passos para alimentação saudável
  • 22. Alimentação saudável 01 – Faça pelo menos três refeições por dia. 02 – Incluam diariamente seis porções do grupo de cereais (arroz, milho, trigo, pães e massas).
  • 23. Alimentação saudável 03 – Coma diariamente pelo menos três porções de legumes e verduras. 04 – Coma feijão com arroz todos os dias ou pelo menos cinco vezes por semana.
  • 24. Alimentação saudável 05 – Consuma diariamente três porções de leite e derivados e uma porção de carnes, aves, peixes ou ovos. Retirar gordura. 06 – Consuma, no máximo, uma porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina.
  • 25. Alimentação saudável 07 – Evite refrigerantes e sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas e outras guloseimas como regra da alimentação. 08 – Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa.
  • 26. Alimentação saudável 09 – Beba pelo menos 2 litros (6 a 8 copos) de água por dia. 10 – Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo.
  • 27. Nutrição ν Conjunto de processos fisiológicos pelos quais o organismo recebe, transforma, absorve e utiliza as substâncias químicas e os nutrientes contidos nos alimentos. ν A nutrição completa se faz no interior de cada célula. Esse processo natural não depende da vontade do ser humano. ν Existem muitas maneiras de se alimentar, mas só uma de se nutrir.
  • 28. νUma pessoa pode achar que está bem alimentada e talvez possa não estar bem nutrida. Consumir alimentos diversificados v ã o proporcionar nutrientes ao organismo.
  • 29. Os alimentos podem ser organizados em categorias a partir da função que os nutrientes oferecem, como energéticos construtores e reguladores.
  • 30. Alimentação saudável Alimentos energéticos São os que fornecem carboidratos e lipídios (gorduras) ao corpo. Carboidratos – geralmente são de origem vegetal. São capazes de oferecer nutrientes que serão transformados em glicose, que será utilizada pelas células em energia para sua manutenção. ♦ Fontes: cereais - arroz, milho, trigo, aveia e seus produtos: farinhas, pães, macarrão, massas, bolos e biscoitos; tubérculos – batata, batata-doce, inhame, e suas farinhas e amidos.
  • 31. Alimentação saudável Alimentos energéticos Lipídios - possuem alto valor energético, protegem os órgãos vitais e o organismo contra a perda excessiva de ♦ calor. Fontes: óleos e gorduras vegetais – azeite de oliva gordura de coco óleos vegetais margarina.
  • 32. 35 Carboidratos ♦ Gorduras de origem animal – banha suína, gordura de animais, pele de aves, manteiga, creme de leite, queijos amarelos. ♦ Outras fontes de gordura – frutas oleaginosas (amendoim, castanhas, nozes, avelã).
  • 33. Alimentação saudável Alimentos construtores • • • Fornecem proteínas ao corpo. São componentes indispensáveis a toda célula viva. São substâncias que vão formar e manter os músculos, os ossos, o sangue, os órgãos, a pele e o cérebro, construir ♦ novos tecidos, promover o crescimento e contribuir para a resistência do organismo às doenças. Fontes: carne suína, bovina, de aves, peixes, ovos, leite e derivados, leguminosas secas (feijão, ervilha, lentilha, soja).
  • 34. 37 cscak.: Alimentação saudável Carboidrato simples - O açúcar é rico em calorias e pobre em nutrientes tornando-se um alimento com calorias vazias, portanto é um grande vilão para saúde. Fazem parte desse grupo o açúcar branco, açúcar mascavo, mel, melado, mel de cana, refrigerantes e doces em geral. Devem ser consumidos com moderação e com orientação. mascavo demerara cristal
  • 35. Alimentação saudável Alimentos reguladores: Fornecem vitaminas minerais, fibras e água. Vitaminas – são compostos orgânicos que aparecem nos alimentos em pequenas concentrações, mas desempenham funções especificas e vitais nas células e nos tecidos do corpo. Não podem ser sintetizadas pelo organismo, e sua ausência ou absorção inadequada provocam doenças de carência especifica. Por isso as vitaminas não podem faltar na alimentação. ♦ Fontes: frutas, verduras e legumes.
  • 36. Alimentação saudável Alimentos reguladores e nos alimentos. Minerais - São partes são concentrados integrantes no corpo de hormônios, enzimas e vitaminas e fornecem os constituintes enriquecedores de ossos e dentes. Cálcio, fósforo, enxofre, cloro e magnésio são necessários ao organismo em grandes quantidades diárias. Ferro, flúor, zinco, cobre, iodo, cromo e cobalto são necessários em quantidades menores. ♦ Fontes: frutas, verduras e legumes.
  • 37. 40 Alimentação saudável Alimentos reguladores Fibras – não são digeridas ou absorvidas pelo organismo. • Não possuem energético ativamente valor nutritivo ou mas participam da mecânica da digestão, tornando-se mais fácil e completa. • Ajudam o alimento a se movimentar através do intestino, facilitando funcionamento. assim, o Com seu poucas fibras, o intestino trabalha com dificuldade. • Colaboram para controlar os níveis de gordura no sangue e de glicose, evitando glicemias muito altas.
  • 38. Alimentação saudável Alimentos reguladores Água – principal componente do corpo humano constitui cerca de 2/3 do peso corpóreo total. Junto com o oxigênio, é o elemento mais importante para a manutenção da vida. Possui funções construtora e reguladora.
  • 39. Proposta de refeição equilibrada Salada de alface, tomate e cenoura (alimentos reguladores). Arroz ( alimento energético). Feijão ( alimento construtor). Bife grelhado ou frango assado (alimento construtor). Suco de abacaxi ( alimento energético). Óleo para o preparo dos alimentos (alimento energético).
  • 41. Regime alimentar – estado que um indivíduo se encontra com restrições alimentares, podendo ser temporário ou permanente. Dieta alimentar – conjunto das refeições e ações alimentícias que se faz durante um dia ou um período.
  • 42. As proporções exatas de cada alimento não são iguais para todos os indivíduos - as necessidades de nutrientes variam com a atividade que desenvolve e as necessidades fisiológicas de cada um.
  • 43. As necessidades variam de acordo com a idade o sexo a atividade físcica os padrões das classes sociais. Exemplo: A indicação alimentar para uma criança não é a mesma para a sua mãe e seu pai.
  • 45. Uma das preocupações das autoridades sanitárias e da OMS é orientar a população para uma alimentação adequada. Há muito vem sendo desenvolvidos programas e guias alimentares para orientação e educação, voltados para uma alimentação adequada. São padrões criados baseados nos hábitos e nas informações científicas.
  • 46. Guia alimentar Objetivo – atualizar e unificar as informações passadas à comunidade que contribuem e melhoram a alimentação e a saúde da população. Buscam orientar sobre os alimentos generalistas para que os padrões regionais não sejam prejudicados e assim haja uma adaptação aos conceitos informados. Desde 1970, diversos modelos de guias já serviram como orientadores, como a roda dos alimentos e a pirâmide alimentar, como se verá a seguir.
  • 47. Dez passos para alimentação saudável para menores de 2 anos. “Como está sua alimentação” e os Dez p a s s o s p a r a u m a alimentação saudável para maiores de 2 anos. Regionais Alimentos Brasileiros. PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
  • 48. Guia pratico de preparo de alimentos para crianças menores de Guia para a alimentar população brasileira Cadernos de Atenção Básica: alimentação e nutrição- Obesidade. 12 meses que não podem ser amamentadas.
  • 49. Está dividida em grupos. Permite uma melhor escolha dos alimentos. Melhor combinação para a alimentação diária. Roda dos alimentos = é uma representação gráfica criada em Portugal em 1977, no âmbito da Campanha de Educação Alimentar "Saber comer é saber viver", que ajuda a escolher e combinar os alimentos que deverão fazer parte da alimentação diária.
  • 50. Pirâmide alimentar Os primeiros modelos surgiram nos anos 1970; periodicamente surgem novos esquemas, adaptados aos hábitos e às necessidades de cada sociedade e aos avanços das pesquisas científicas. Foi criada para ajudar e a entender como equilibrar esses alimentos diariamente. Os alimentos são agrupados de acordo com as suas funções e seus nutrientes.
  • 51. Pirâmide alimentar 1992 – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) implantou a pirâmide alimentar como guia alimentar.
  • 52. Pirâmide alimentar 1996 – nova versão da pirâmide alimentar com o acréscimo de atividade física na base.
  • 53. Pirâmide alimentar 2005 – o USDA apresentou uma nova versão da pirâmide alimentar chamada My Piramid (minha pirâmide). Os profissionais de saúde vem demonstrando resistência a esta nova versão não apresentação dos alimentos; a única maneira de saber os detalhes dos alimentos indicados é através do acesso ao site www.pyramid.gov e digitar os dados pessoais − plano alimentar personalizado.
  • 54.
  • 55. Os grupos de alimentos na pirâmide A pirâmide de alimentos é um instrumento educativo que pode ser facilmente usado pela população, mostrando o que pode ser consumido no dia-a-dia. Trata-se de um guia geral que permite escolher uma dieta saudável e conveniente, que garanta todos os nutrientes necessários para a nossa saúde e bem-estar. A pirâmide original foi baseada nas necessidades energéticas de indivíduos adultos e apresenta a forma como se verá a seguir.
  • 56.
  • 57. 1º patamar – carboidratos: pães, cereais, massas e tubérculos Na base da pirâmide estão os alimentos fontes de carboidratos: Cereais (arroz) Cereais integrais e seus derivados (pães, granolas e massas) Tubérculos feculentos (batatas, macaxeira). Indicações – cerca de 9 porções no decorrer do dia. Esses alimentos fornecem energia para nosso organismo − consumo em maior quantidade.
  • 58. 2º patamar – verduras, hortaliças e frutas Esses alimentos ocupam o segundo patamar da pirâmide; apresentam funções semelhantes. São chamados alimentos reguladores, fornecem vitaminas e sais minerais que precisamos. São também ricos em fibras e água. Quanto maior a variedade e a quantidade de consumo ao dia, melhor.
  • 59. 3º patamar – leite e derivados; peixes e carnes; leguminosas Indica-se o consumo cerca de 2 porções de cada grupo ao dia e é necessário diversificar o consumo das fontes protéicas.
  • 60. O 3º patamar da pirâmide alimentar apresenta três grupos alimentares que oferecem principalmente proteínas, a saber: Leite e derivados Peixes, carnes e carnes brancas – recomenda- se carnes magras, frango sem pele e o peixe sem couro. O melhor é consumir carnes assadas, cozidas ou grelhadas. Leguminosas – são boas fontes de proteínas d e origem vegetal, como a soja e seus derivados.
  • 61. 4º patamar – açúcar, doces, carne vermelha e manteiga O topo da pirâmide pode ter variação entre as três pirâmides, mas em todas estão os alimentos que devem ser consumidos com moderação e terem consumo mensal e não diário. Não existe indicação do número de porções, mas a recomendação é de consumo moderado.