3º Trimestre 2015
Lição 1
A Igreja e seu
Testemunho
As ordenanças de
Cristo nas cartas
pastorais
“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o
exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor,
no espírito, na fé, na pureza...
As cartas pastorais reúnem orientações
à liderança cristã e aos membros em
geral para que vivam conforme a
vontade de Deus.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Timóteo1.12; Tito 1.1-4
1 Tm 1.1 - Paulo, apóstolo
de Cristo Jesus, por ordem de
Deus, nosso S...
INTRODUÇÃO
 Neste trimestre teremos a oportunidade
ímpar de estudar as Epístolas de 1 e 2
Timóteo e Tito.
 Estas cartas,...
 Paulo, o grande evangelista, pastor e
humilde servo de Deus, era “apóstolo de
Jesus Cristo (1 Tm 1.1)
 E, considerava-s...
 Paulo preocupou-se grandemente, não só
em abrir igrejas e ganhar almas para Cristo.
 sentiu sua grande responsabilidade...
 As cartas pastorais ultrapassam seu
propósito de serem destinadas apenas a
dois jovens obreiros.
 Foram, na verdade, ca...
I – AS EPÍSTOLAS PASTORAIS
1. Cartas Pastorais
 Por que são pastorais?
 Porque por intermédio dos seus
destinatários, Ti...
1.1 - Os Destinatários
 Foram destinadas, em princípio, a dois de
seus mais fiéis e abnegados cooperadores
jovens que gan...
 Na segunda carta a Timóteo, Paula o chama
de “meu amado filho” (2 Tm 1.2) “meu filho
amado e fiel ao Senhor” (1 Co 4.17)...
 E recebeu missões de grande
responsabilidade da parte de Paulo, vemos
um exemplo para os líderes de igrejas, nos
dias pr...
2. Autoria e data das três cartas
 Os eruditos têm a condição de possuir
conhecimentos além da média das pessoas
em sua v...
 No entanto, grande parte dos estudiosos do
Novo Testamento apresenta razões de sobra
para o reconhecimento da paternidad...
 A "epístola", por sua vez, é um dispositivo
literário que tinha como propósito um
público maior e mais diversificado.
 ...
 Ainda que Paulo tenha escrito duas cartas
ao jovem pastor Timóteo e uma a Tito,
visando primariamente animá-los e orient...
 A primeira carta a Timóteo foi escrita por
volta de 64 d.C, entre a primeira e a
segunda prisão de Paulo.
 A segunda ca...
3 – Conteúdo da cartas pastorais
 Estas epístolas formam um conjunto literário,
devocional e doutrinário, em que se
obser...
O conteúdo pode ser resumido da
seguinte maneira:
a) Saudação: nas saudações aos destinatários,
Paulo demonstra o seu cuid...
 Paulo exorta o jovem pastor Timóteo dizendo
que ele deveria servir como exemplo em
tudo (1 Tm 4.12,16).
 Para estar na ...
2 – combater as heresias
 Na época de Paulo, havia diversa heresias,
que ameaçavam solapar as bases e as
estruturas das i...
 Paulo estava preocupado com os crentes
que já haviam sido seduzidos pelo judaísmo.
O judaísmo exigia o cumprimento de vá...
 Estamos vivendo os tempos trabalhosos que
Paulo falou em 1 Timóteo 4.1,2.
 precisamos estar atentos, por isso, vamos
es...
 Você não tem um deus dentro de você. Você
é um deus, se o crente é deus pode tudo;
tudo o que disser tornar-se-á realida...
2 - Apostasia nos últimos dias.
 Paulo adverte aos crentes quanto ao que
está acontecendo nos dias atuais, onde
muitos es...
 Em 1 Timóteo 3.1-12 e em Tito 1.6-9, vemos
um verdadeiro conjunto de diretrizes para a
ordenação e obreiros ao ministéri...
2 – Ética ministerial.
 Na segunda Epístola a Timóteo, Paulo diz
que o ministro deve apresentar-se a Deus
“aprovado, como...
 Paulo tinha condições de ensinar
liderança e ética, pois sua vida era
exemplo par a igreja e para os de fora
(Fp 3.17; 1...
CONCLUSÃO
 As cartas pastorais contêm doutrinas e
exortações quanto a assuntos práticos, mas
também diretrizes gerais sob...
FONTES DE CONSULTA
 Bíblia Sagrada
 Lição Bíblica de Adultos do 3º Trimestre
 Livro do 3º Trimestre: A Igreja e seu
Tes...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança

594 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Uma Mensagem à Igreja Local e à Liderança

  1. 1. 3º Trimestre 2015 Lição 1 A Igreja e seu Testemunho As ordenanças de Cristo nas cartas pastorais
  2. 2. “Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza”. (1 Tm 4.12)
  3. 3. As cartas pastorais reúnem orientações à liderança cristã e aos membros em geral para que vivam conforme a vontade de Deus.
  4. 4. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 1 Timóteo1.12; Tito 1.1-4 1 Tm 1.1 - Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, por ordem de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, a nossa esperança, 2 - a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, o nosso Senhor. Tt 1.1 – Paulo, servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus e o conhecimento da verdade, que é segundo a piedade, 2 – em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes doss tempos dos séculos, 3 – mas, a seu tempo, manifestou a sua palavra pela pregação que me foi confiada segundo o mandamento de Deus, nosso Salvador, 4 – a Tito, meu verdadeiro filho, segundo a fé comum: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador.
  5. 5. INTRODUÇÃO  Neste trimestre teremos a oportunidade ímpar de estudar as Epístolas de 1 e 2 Timóteo e Tito.  Estas cartas, em geral, são consideradas um conjunto, já que foram dirigidas a dois jovens pastores que cuidavam do rebanho do Senhor juntamente com Paulo.  O conteúdo delas está repleto de conselhos úteis sobre a estrutura da vida na igreja. Estes conselhos fazem destas cartas verdadeiros manuais eclesiásticos para a liderança das Igrejas de Hoje.
  6. 6.  Paulo, o grande evangelista, pastor e humilde servo de Deus, era “apóstolo de Jesus Cristo (1 Tm 1.1)  E, considerava-se, muito apropriadamente, “apóstolo dos gentios” (Rm 11.13)  Na condição elevada de pastor, sentiu de perto a necessidade de cuidar das igrejas locais, por ele fundadas, em suas históricas viagens missionárias.  Escritor de praticamente metade dos livros do N.T, Paulo era homem culto, poliglota, de educação esmerada, em termos humanos (At 22.3), e grande intérprete e exegeta insuperável dos Evangelhos. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, por ordem de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, a nossa esperança. 1 Tm 1.1 (ARC) Porque convosco falo, gentios, que, enquanto for apóstolo dos gentios, glorificarei o meu ministério. Rm 11.13 (ARC) Quanto a mim, sou varão judeu, nascido em Tarso da Cilícia, mas criado nesta cidade aos pés de Gamaliel, instruído conforme a verdade da lei de nossos pais, zeloso para com Deus, como todos vós hoje sois. At 22.3 (ARC)
  7. 7.  Paulo preocupou-se grandemente, não só em abrir igrejas e ganhar almas para Cristo.  sentiu sua grande responsabilidade de ensinar e doutrinar os crentes, especialmente os novos convertidos, diante do assédio das falsas doutrinas, das heresias, e mais ainda, dos “falsos irmãos” (2 Co 11.26).  Depois de relembrar os sofrimentos que experimentara em diversas ocasiões, Paulo diz: “Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas” (2 Co 11.28). em viagens, muitas vezes; em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos. 2 Co 11.26 (ARC)
  8. 8.  As cartas pastorais ultrapassam seu propósito de serem destinadas apenas a dois jovens obreiros.  Foram, na verdade, cartas que se tornaram autênticos manuais eclesiásticos por assim dizer, para as igrejas cristãs em seus primórdios, bem como, sem qualquer impropriedade, para as igrejas dos tempos atuais.
  9. 9. I – AS EPÍSTOLAS PASTORAIS 1. Cartas Pastorais  Por que são pastorais?  Porque por intermédio dos seus destinatários, Timóteo e Tito, tratam de “Assuntos relacionados com a ordem da igreja”.  São chamadas de “pastorais” pelo fato de Paulo, como verdadeiro pastor, demonstrar nessas epístolas, seu grande cuidado com a edificação da igrejas a serem alcançadas pela mensagem, enviadas a seu dois jovens obreiros.
  10. 10. 1.1 - Os Destinatários  Foram destinadas, em princípio, a dois de seus mais fiéis e abnegados cooperadores jovens que ganhara para Cristo em suas longas viagens missionárias.  Eles eram obreiros ainda jovens, mas ganharam a confiança ade seu “pai na fé”, ao ponto de serem merecedores de receber encargos e missões do maior sentido e responsabilidade.  Na primeira carta dirigida ao discípulo, Paulo chama Timóteo de “meu filho na fé” (1 Tm 1.2) a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da de Cristo Jesus, nosso Senhor. 1 Tm 1.2 (ARC)
  11. 11.  Na segunda carta a Timóteo, Paula o chama de “meu amado filho” (2 Tm 1.2) “meu filho amado e fiel ao Senhor” (1 Co 4.17).  Revelando o cuidado paternal para com o jovem obreiro. Paulo chama Tito de “meu verdadeiro filho” (Tt 1.4); “meu irmão” (2 Co 2.13; “meu companheiro” e cooperador” (2 Co 8.23)  Tito era homem de inteira confiança do apóstolo (2 Co 12.18). Juntamente com Barnabé, foi convidado por Paulo para acompanhá-lo em sua obra missionária junto aos gentios (Gl 2.1). a Timóteo, meu amado filho: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai, e da de Cristo Jesus, Senhor nosso. 2 Tm 1.2 (ARC) Por esta causa vos mandei Timóteo, que é meu filho amado e fiel no Senhor, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo, como por toda parte ensino em cada igreja. 1 Co 4.17 (ARC) a Tito, meu verdadeiro filho, segundo a fé comum: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador. Tt 1.4 (ARC) não tive descanso no meu espírito, porque não achei ali meu irmão Tito; mas, despedindo-me deles, parti para a Macedônia. 2 Co 2.13 (ARC) Quanto a Tito, é meu companheiro e cooperador para convosco; quanto a nossos irmãos, são embaixadores das igrejas e glória de Cristo. 2 Co 8.23 (ARC) Roguei a Tito e enviei com ele um irmão. Porventura, Tito se aproveitou de vós? Não andamos, porventura, no mesmo espírito, sobre as mesmas pisadas? 2 Co 12.18 (ARC) Depois, passados catorze anos, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando também comigo Tito. Gl 2.1 (ARC)
  12. 12.  E recebeu missões de grande responsabilidade da parte de Paulo, vemos um exemplo para os líderes de igrejas, nos dias presentes, no trato com os obreiros mais jovens.  Do lado de Timóteo e Tito, vemos exemplos de obreiros que souberam comportar-se diante de seus pastor, ajudando-o e respeitando-o.
  13. 13. 2. Autoria e data das três cartas  Os eruditos têm a condição de possuir conhecimentos além da média das pessoas em sua volta. Mas, por vezes, “as muitas letras” os fazem delirar, como disse Festo a Paulo (At 26.22,23).  Por volta do século XIX, F. Schleiermacher lançou dúvidas quanto à autoria de Paulo com relação a 1 e 2 Timóteo e da carta a Tito.  Esse e outros estudiosos entenderam que, pela linguagem, estilo e época em que foram escritas, as mesmas poderiam ter sido escritas por om “pseudoepígrafo (embora discípulo de Paulo)” em nome do apóstolo. isto é, que o Cristo devia padecer e, sendo o primeiro da ressurreição dos mortos, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios. E, dizendo ele isto em sua defesa, disse Festo em alta voz: Estás louco, Paulo! As muitas letras te fazem delirar! At 26.22,23 (ARC)
  14. 14.  No entanto, grande parte dos estudiosos do Novo Testamento apresenta razões de sobra para o reconhecimento da paternidade literária do apóstolo Paulo para as chamadas “cartas pastorais”.  Como devem ser denominadas estas correspondências: cartas ou epístolas? Qual a diferença entre estes dois tipos de correspondências?  Para alguns estudiosos, entre eles Adolf Deissmann, a "carta" tem um cunho mais pessoal sendo dirigida a uma pessoa e abordando uma situação especifica, não tendo como objetivo primário o ser lido pela comunidade.
  15. 15.  A "epístola", por sua vez, é um dispositivo literário que tinha como propósito um público maior e mais diversificado.  Pode se dizer que a "epístola" era uma "carta" que tinha a finalidade principal de ser amplamente divulgada. O escritor está visando alcançar além de um público primário (comunidade local ou individuo).
  16. 16.  Ainda que Paulo tenha escrito duas cartas ao jovem pastor Timóteo e uma a Tito, visando primariamente animá-los e orienta- los quanto às suas responsabilidades pastorais.  naqueles primeiros dias do cristianismo, tornou-se inevitável que esta "carta" tão pessoal, na medida em que foi sendo lida também por outros cristãos, acabasse por tornar-se um instrumento precioso para todos pastores em todos os tempos, passando naturalmente à categoria de "epístola".
  17. 17.  A primeira carta a Timóteo foi escrita por volta de 64 d.C, entre a primeira e a segunda prisão de Paulo.  A segunda carta a Timóteo foi escrita em torno de 67 .C, quando do segundo encarceramento do apóstolo, e antes de sua morte.  Fazem parte das “cartas e epístolas da prisão”, ao lado de Filipenses, Efésios, Colossenses Filemom.  A carta a Tito foi escrita no mesmo ano de 1 Timóteo. Se aceitamos que o Cânon do N.T. teve a direção do E.S. não há dúvidas que foi Paulo o escritor.
  18. 18. 3 – Conteúdo da cartas pastorais  Estas epístolas formam um conjunto literário, devocional e doutrinário, em que se observam o mesmo vocabulário, o mesmo estilo e os mesmos propósitos para o qual foram escritas.  Nas três cartas, percebe-se a preocupação de Paulo em orientar as igrejas quanto à firmeza da fé cristã.  As mensagens dessas cartas vão além de uma missiva a seus jovens obreiros, são epístolas cujo conteúdo doutrinário é tão profundo, que servem de fundamento bíblico para a edificação das igrejas cristãs ao longo dos séculos.
  19. 19. O conteúdo pode ser resumido da seguinte maneira: a) Saudação: nas saudações aos destinatários, Paulo demonstra o seu cuidado pra com os jovens obreiros. (1 Tm 1.2; Tt 1.1-4; 2 Tm 1.1,2). b) Qualificações ministeriais: Paulo demonstra que para se Ministro do Evangelho, há requisitos a serem respeitados ( 1 Tm 3.1- 13; Tt 1.5-9). c) Alerta contra os falsos mestres e as falsas doutrinas (1 Tm 4.1-5; Tt 1.10-16). Falsos mestres e falsas doutrinas já existem nas igrejas e infelizmente ainda existem em muitos lugares. d) O cuidado com a “sã doutrina” (1 Tm 1.10; 6.3; Tt 2.1); a falta desse cuidado contribui para a disseminação das heresias e desvios de toda a espécie. e) Comportamento e conselhos a diversos grupos (1 Tm 5.1-25; Tt 2.1-10) Paulo fal a respeito dos servos, senhores, pais, filhos, jovens e outros grupos.
  20. 20.  Paulo exorta o jovem pastor Timóteo dizendo que ele deveria servir como exemplo em tudo (1 Tm 4.12,16).  Para estar na liderança local é imprescindível ter uma vida exemplar.  Também é necessário e importante que o líder saiba cuidar bem de sua vida familiar (1 Tm 3.1-13), a fim de que sua esposa e filhos tenham boa conduta. II – PROPÓSITO E MENSAGEM 1. orientar os líderes quanto à vida pessoal Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza. 1 Tm 4.12 (ARC) Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. 1 Tm 4.16 (ARC)
  21. 21. 2 – combater as heresias  Na época de Paulo, havia diversa heresias, que ameaçavam solapar as bases e as estruturas das igrejas locais, como parte do edifício maior da Igreja do Jesus Cristo.  O desafio de manter a unidade da igreja, com fundamentos em Cristo e seus ensinos, emanados dos evangelhos, era enorme.  As viagens demoravam meses, em meios de transporte rudimentares. As cartas ou epístolas eram o único meio de que se valiam os pastores, líderes ou supervisores da obra para transmitirem ensinamentos, advertências e doutrinas.
  22. 22.  Paulo estava preocupado com os crentes que já haviam sido seduzidos pelo judaísmo. O judaísmo exigia o cumprimento de vários rituais e liturgias.  Contudo Jesus nos ensinou uma nova maneira de cumprir a Lei e de viver. Jesus fez uma Nova Aliança com a humanidade mediante seu sacrifício na cruz.  Naquele tempo havia também o perigo do gnosticismo, ou seja, uma filosofia herética, que defendia o dualismo, segundo o qual a matéria e o espírito é bom.  Por isso negava a encarnação de Cristo, poi o corpo, segundo a matéria, contaminaria seu espírito.  Paulo deixou Timóteo em Éfeso para amenizar os estragos dessa heresia, que se infiltrou no meio do crentes, sob influência de Himeneu e Alexandre (1 Tm 1.19.20) conservando a fé e a boa consciência, rejeitando a qual alguns fizeram naufrágio na fé. E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar. 1 Tm 1.19,20 (ARC)
  23. 23.  Estamos vivendo os tempos trabalhosos que Paulo falou em 1 Timóteo 4.1,2.  precisamos estar atentos, por isso, vamos estudar duas heresias da atualidade. Estas precisam ser confrontadas com a Palavra de Deus.  um dos mais eminentes defensores dessa falsa doutrina ensinou que “você é tanto uma encarnação de Deus quanto Jesus Cristo o foi. III – UM MENSAGEM PAR A IGREJA LOCAL E LIDERANÇA DA ATUALIDADE 1. O “evangelho” da prosperidade. Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência. 1 Tm 4.1,2 (ARC)
  24. 24.  Você não tem um deus dentro de você. Você é um deus, se o crente é deus pode tudo; tudo o que disser tornar-se-á realidade (confissão positiva).  E terá o mundo e as riquezas que desejar, sem pobrezas e nem enfermidades. À luz da Palavra de Deu, tal ensinamento equivale a orgulho, presunção e soberba.  Sabemos que Deus abomina toda a altivez (Pv 6.16-19) e que tal ensino é contrário as Escrituras Sagradas.  Somos criaturas, temos falhas e sem Deus nada somos e nada podemos . O poder e a majestade são dEle.
  25. 25. 2 - Apostasia nos últimos dias.  Paulo adverte aos crentes quanto ao que está acontecendo nos dias atuais, onde muitos estão abandonando a fé em Cristo.  Em Tito ele faz advertência semelhante sobre falsos líderes, contradizentes e de torpe ganancia (Tt 1.9-13).  Precisamos estar atentos para que os ensinos heréticos e a apostasia não alcancem a igreja do Senhor. O líder tem a responsabilidade de zelar pela sã doutrina.
  26. 26.  Em 1 Timóteo 3.1-12 e em Tito 1.6-9, vemos um verdadeiro conjunto de diretrizes para a ordenação e obreiros ao ministério.  Em muitas igrejas, nem sempre esta recomendações são observadas. Porém a liderança exige esforço.  É necessário que o pastor tenha uma vida santa e irrepreensível. III– UM MENSAGEM PARA A LIDERANÇA 1. Administração Eclesiástica
  27. 27. 2 – Ética ministerial.  Na segunda Epístola a Timóteo, Paulo diz que o ministro deve apresentar-se a Deus “aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar; que maneja bem a palavra da verdade” (2.15).  A verdadeira liderança se estabelece pelo exemplo, pelo testemunho, muito mais do que pela eloquência, oratória e retórica.  Não são os diplomas de um pastor que o qualificam como líder cristão, mas seu exemplo, sua ética, diante de Deus e da igreja local.
  28. 28.  Paulo tinha condições de ensinar liderança e ética, pois sua vida era exemplo par a igreja e para os de fora (Fp 3.17; 1 Co 11.1).  O líder cristão não é o que “manda” mas o que serve. Não é o maior, e sim o menor (Mt 20.24-28). Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam. Fp 3.17 (ARC) Sede meus imitadores, como também eu, de Cristo. 1 Co 11.1 (ARC)
  29. 29. CONCLUSÃO  As cartas pastorais contêm doutrinas e exortações quanto a assuntos práticos, mas também diretrizes gerais sobre liderança,  Contêm também designação de obreiros, suas qualificações, as responsabilidades e morais do ministério; do relacionamento com Deus, com os líderes e das relações interpessoais.  São riquíssimas fontes de ensino para edificação das igrejas locais nos tempos presentes.  Deus vos abençoe em Cristo Jesus.
  30. 30. FONTES DE CONSULTA  Bíblia Sagrada  Lição Bíblica de Adultos do 3º Trimestre  Livro do 3º Trimestre: A Igreja e seu Testemunho, As ordenanças de Cristo Nas cartas pastorais (Pr. Elinaldo Renovato de Lima)

×