O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos.

2.574 visualizações

Publicada em

3 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.574
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
3
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos.

  1. 1. TEXTO ÁUREO “O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele” (Pv 20.7).
  2. 2. VERDADE PRÁTICA A melhor forma de se educar um filho é através do exemplo, pois as palavras passam, mas o exemplo permanece.
  3. 3. OBJETIVOS Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: Reconhecer a importância de se colocar limites aos filhos. Saber do valor do exemplo na educação dos filhos. Promover a educação integral da criança.
  4. 4. ESBOÇO DA LIÇÃO I – A IMPORTÂNCIA DOS LIMITES 1. Satisfazendo necessidades, não vontades. 2. Presença versus Agressão. II – ENSINANDO ATRAVÉS DO EXEMPLO (VALORES) 1. Ética da personalidade. 2. Ética do caráter. III – EDUCAÇÃO INTEGRAL 1. Desenvolvimento mental. 2. Desenvolvimento moral.
  5. 5. PALAVRA – CHAVE Influência: Ação ou Efeito de influir; isto É, fazer fluir, correr para dentro de.
  6. 6. INTRODUÇÃO  Nas lições anteriores, vimos que a expressão “ouve filho meu” soa como um refrão no livro de Provérbios.  É o apelo de um pai amoroso, ensinando ao filho as regras do bom viver.  Ensinando valores que o prepararão para a vida. Para isto, ele utilizará o exemplo, mostrando que a atitude fala muitas vezes mais alto do que as palavras.
  7. 7.  Os pais são os líderes do lar de acordo com a Palavra de Deus. Como líderes, devem ser exemplos para os filhos.  O exemplo vale mais do que o discurso. Mas muitos são apenas genitores; geram e deixam os filhos crescerem, dão alimento, roupa, calçado, as melhores escolas (quando podem), dão dinheiro e condições para sua independência.  Mas, para a maioria, falta dar aos filhos o principal: amor, atenção, presença na sua formação, no seu desenvolvimento.
  8. 8. I – A IMPORTÂNCIA DOS 1. Satisfazendo necessidades, não vontades. LIMITES  Uma das bases essenciais à educação é a construção de limites. Mas o que são esses “limites”?  São regras ou normas de comportamento que devem ser passadas aos mais jovens, essencialmente aos filhos em formação, que ainda estão sob a tutela dos pais.  Quando não existem limites, o jovem ou a criança dependente vai crescer com uma deformação na percepção do outro, visto que para ela, só importa o seu querer, o seu bemestar e o seu prazer; certamente, isso trará consequências diretas na formação do seu caráter, para o seu crescimento e a sua vida adulta.
  9. 9.  Entendemos que impor limites significa disciplinar o dependente (criança, adolescente ou jovem), sem suscitar estresse, traumas, em Educa aos lados. no caminho em que deve ambos criança  andar; e até quando envelhecer não se a Através da disciplina no lar, o filho aprende desviará dele”(Pv.22.6). estabelecer os limites da sua liberdade. O sábio adverte:  O livro de Provérbios é rico em ensinos sobre a Não deixe de corrigir a criança. Umas disciplina, seus objetivos e resultados na palmadas nãopersonalidadePv 23.13 (NTLH) a matarão. e do caráter dos formação da filhos. Diz a Bíblia:  De acordo com a Bíblia, a disciplina não visa impor um regime de medodãoterror nos filhos, A vara e a repreensão ou sabedoria, de mas o rapaz entregue a si mesmo bem modo algum. A disciplina, quando aplicada, com amor e sabedoria, produz efeitos envergonha a sua mãe” (Pv 29:15). saudáveis na formação espiritual, emocional e social dos filhos.
  10. 10. I – A IMPORTÂNCIA DOS LIMITES 2. Presença versus Agressão.  O diálogo é mais valioso do que a aplicação da medida corretiva. Explicar por que determinada atitude foi inadequada faz a criança entender o que é certo ou errado.  Dependendo da idade, a criança que recebe uma palmada pode não relacionar o castigo físico com o que fez de errado.  Mostrar à criança por que determinada atitude não foi boa, colocando-se no lugar da pessoa prejudicada, é a melhor solução.
  11. 11.  Disciplinar, adequadamente, de acordo com Quem nãodo filho,o é umnão o ama. a idade castiga filho ato de amor. Quem ama 13.24 ensina que pais lenientes, Provérbios o filho castiga-o enquanto é tempo. Pv 13.24 (NTLH) filhos, na verdade que não disciplinam seus não os amam.  Portanto, o que ama seus filhos os impõe limites acerca dos valores morais e espirituais, os disciplina “a seu tempo”, ou seja, de acordo com a faixa etária e a idade mental deles.
  12. 12. II – ENSINANDO ATRAVÉS DO EXEMPLO (VALORES) 1. Ética da personalidade  Vivemos em uma sociedade permissiva e hedonista, desestruturada, que está experimentando uma grave crise de valores. As mudanças dos últimos anos foram muito rápidas, fazendo-nos perder uma imensidade de valores.  E nos encontramos despreparados para educar uma nova geração (muitas vezes rebelde). A família recebe ataques de todas as partes.  E que a sociedade não sabe dar respostas às necessidades da família, no tocante ao problema juvenil. E um exemplo muito evidente está no nosso Brasil. O sistema educacional é fraco.
  13. 13.  A educação religiosa nem se fala. A família perdeu a ponta da meada. Os filhos ficaram desorientados.  Penso que, todos juntos, precisamos refletir e analisar e muito batalhar, para o desabrochar de uma nova cultura, para uma sociedade menos violenta, menos egoísta e mais honesta.  Precisamos ter respaldo, fundamento, para ensinar através do exemplo (valores), o Porque ninguém pode colocar qualquer fundamento é Jesus Cristo. 1Co 3.11 outro alicerce verdadeiro além do que já possuímos - Jesus Cristo. 1 Co 3.11 (VIVA)
  14. 14. II – ENSINANDO ATRAVÉS DO EXEMPLO 2. Ética do caráter.  Nenhuma outra instituição social é mais influente na formação do caráter, na educação, na disseminação de valores éticos, morais e espirituais do que a família.  Infelizmente, os pais cristãos estão negligenciando a sua importância na formação desses valores, querendo transferir para a escola (e para a igreja) tais papéis.  A ética coloca os valores no lugar onde eles devem estar. A ideia, aqui, é educar a pessoa, tomando por base os valores ensinados na Bíblia.
  15. 15. Eu também já fui filho; era filho único,  O mais importante não são os sentimentos, amado por minha mãe e companheiro mas o comportamento. Não é a de meu pai. Ele costumava me ensinar sensibilidade, mas o compromisso com a e me dizia o seguinte: Guarde na atitude correta a se tomar. memória as minhas palavras. Obedeça  É exatamente isso que Salomão diz ter sempre os meus mandamentos e terá herdado do seu pai e o mesmo objetiva uma ao seu “filho” 4.3,4 ,4). transmitir vida feliz. Pv (Pv 4.3 (VIVA)  O que é ética? É a teoria ou ciência do comportamento moral dos homens em sociedade. O que é moral? É um conjunto de normas e regras destinadas a regular as relações dos indivíduos numa comunidade social.
  16. 16. III – EDUCAÇÃO INTEGRAL 1. Desenvolvimento mental  De que maneira a família cristã pode cumprir na atualidade o seu importante e fundamental papel na educação integral de seus filhos? Mantendo, aplicando e ensinando no contexto familiar os princípios e orientações bíblicas quanto aos valores éticos, morais e espirituais judaico-cristãos.  Muitos pais se preocupam apenas com a provisão, com o sustento da família. Isso Instrui o menino no caminho em que é louvável. Todavia, os pais precisam entender deve andar, e, até quando envelhecer, que educar filhos não é somente provê-los não se desviará dele. Pv 22.6 (ARC) com bens materiais, e, sim, ensinar os caminhos em que devem andar (Pv 22.6)
  17. 17.  Provérbios mostra o quanto é importante os mais jovens serem treinados para que tenham o discernimento adequado para a vida.  Por isso, Salomão mostra os frutos desse treinamento: sabedoria, disciplina, sensatez, justiça, direito, retidão, habilidade, prudência, conhecimento e reflexão.  Todo esse aprendizado valia-se de uma técnica apurada de memorização, visando preparar integralmente o jovem à vida.  Por conseguinte, inclinemos o coração ao Não te desamparem a à sabedoria oeteu entendimento atento Não asfazeres (Pv 2.2). benignidade olhos; para deixes apartar-se dos teus a fidelidade; ata-as ao teu teu coração. Pv guarda-as no meio do o teu coração ao ouvido, e para inclinares pescoço; Atemos a benignidade ao pescoço escreve-as naa instrução nocoração. Pv E guardemos tábua doPv 2.2lugar mais 4.21 (ARC) entendimento. teu (ARC) 3.3 (ARC) ser (Pv 4.21). íntimo do (Pv 3.3).
  18. 18. III – EDUCAÇÃO INTEGRAL 2. Desenvolvimento moral  A preocupação do sábio com o desenvolvimento moral homem que Não aceite, presentes dodo aprendiz é claramente em riquezas! Não deseje só pensa demonstrada em sua insistência em educá-lo, tomando por base a justiça, comer a comida deliciosa que ele come,o direito quando ele porque e a retidão. convida alguém - e oferece doser visto,doporque ele nãosua Isso pode o pobre melhor, lá em Não explorebom e quando Salomão destaca a prática da justiça Não seja "Como eu Procure salvar quem está sendo mente ele está pensando: injusto ao pode se defender! (Pv 22.22, 23). arrastado paracorrigir seus filhos; o dizer posso tirar vantagem desse pessoa tratar dos problemas deVocêcamarada? Não deixe de a morte. uma pode relações Deus  Destaca aacabará vomitando 24.11,12) queoVocêosprudência emesmo(Pvasociais a problema não a não 22.28) Destacabem da misericórdia prejudica Não tente instrução nasdisciplina (Pv em humilde.aObons princípios propriedade Senhor  E“ oexercício aplicadosua(Pv lutará 23.13). castigo aumentaré seu, mas comida (Pv 23.6-8)Pv 23.13 domaissabe ediante. conhece opobrecomeu e será obrigado a mudando as coração para castigará deliciosa favor do seucercas humilde os seus criança. que e (VIVA). motivos. Eleroubo! Pvexplora os fracos. Isso é puro pagará de22.28 (VIVA) o que pagar o favor, porque ele não aceitará com a morte a quem acordo com cada um fizer. Pv 24.11,12obrigado”. um simples “muito (NTLH) Pv 22.22, 23 (VIVA) Pv 23.6-8)
  19. 19. CONCLUSÃO  A sociedade atual convive com a falsidade, a mentira, as informações distorcidas e com a imoralidade.  Não podemos consentir que essa cultura mundana pós-moderna injete em nossos filhos, o veneno de um ensino permissivo e contrário aos valores da Palavra de Deus.  Nós como Igreja devemos exibir o caráter de Deus em nossas relações internas e externas.  Como pregaremos a Verdade, se ela não puder ser percebida em nossas relações? Nossa sociedade carece de uma igreja autêntica, verdadeira e fidedigna. Amém? 
  20. 20. FONTES DE CONSULTAS Bíblia Sagrada Sábios Conselhos Para um Viver Vitorioso, (Pr. José Gonçalves.) Internet
  21. 21. Antonio Fernandes de Oliveira é casado com a irmã Guiomar Silva L. de Oliveira, é Díacono da IEADERN, Assembleia de Deus no Estado do Rio Grande do Norte, Copastor na Congregação Rio Doce Setor XXXV. Email:antonioeguiomaroliveira@hotmail.com Tel: (84) 8862-2579 Facebook: Antonio Fernandes Oliveira Blog: www.israeledosenhor.blogspot.com.br

×