Química e sua história (o fogo)

391 visualizações

Publicada em

Slide para apresentação de aula

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
391
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Química e sua história (o fogo)

  1. 1. O domínio dos recursos naturais Nome : Antônio Pereira da Silva RA 1222418-4 5º NB Profª Drª Vanessa Moraes
  2. 2. INTRODUÇÃO  Nesta aula , apresentaremos alguns dos tópicos mais importantes sobre o início da civilização através da química Historicamente, o homem primitivo passou a observar as transformações químicas a partir do domínio do fogo. Nesse momento ele observa que a madeira ao ser queimada se transformava em cinzas, que as rochas do solo chegavam a se fundir, tomando uma aparência mais resistente. Com o domínio de produzir o fogo o homem primitivo passou a tirar vantagens, afugentando as feras, consegue se livrar da escuridão e também, nas regiões mais frias as noites passaram a ser mais quentes (devido ao calor liberado pela combustão). Nota-se, que esse conhecimento proporciona mais segurança e gera um crescimento da espécie humana devido a melhor condição de vida. A utilização do fogo trouxe vários benefícios sendo, um deles, o cozimento dos alimentos diminuindo a contaminação por bactérias que eram responsáveis por muitas doenças da época primitiva. Essas mudanças proporcionaram melhores condições de vida, além do crescimento populacional da
  3. 3. O FOGO NO INÍCIO DA CIVILIZAÇÃO E SEU BENEFÍCIOS
  4. 4. ALIMENTOS COSIDOS O cozimento dos alimentos diminuindo a contaminação por bactérias que eram responsáveis por muitas doenças da época primitiva.
  5. 5. PEIXES ASSADOS NO FOGO
  6. 6. O QUE É O FOGO? O fogo é a rápida oxidação de um material combustível liberando calor, luz e produtos de reação, tais como o dióxido de carbono e a água. O fogo é uma mistura de gases a altas temperaturas, formada em reação exotérmica de oxidação, que emite radiação eletromagnética nas faixas do infravermelho e visível. Desse modo, o fogo pode ser entendido como uma entidade gasosa emissora de radiação e decorrente da combustão. Se bastante quente, os gases podem se tornar ionizados para produzir plasma. Dependendo das substâncias presentes e de quaisquer impurezas, a cor da chama e a intensidade do fogo podem variar. O fogo em sua forma mais comum pode resultar em incêndio, que tem o potencial de causar dano físico através da queima.
  7. 7. Chamamos de fogo o resultado de um processo termoquímico muito exotérmico de oxidação . Geralmente, um composto químico orgânico como o papel, a madeira, os plásticos, os gases de hidrocarbonetos, gasolina e outros, susceptíveis a oxidação, em contato com uma substância comburente (oxigênio da atmosfera, por exemplo) necessitam de uma energia de ativação, também conhecida como temperatura de ignição. Esta energia para inflamar o combustível pode ser fornecida através de uma faisca ou de uma chama. Iniciada a reação de oxidação, também denominada de combustão ou queima, o calor desprendido pela reação mantém o processo em marcha. Os produtos da combustão (principalmente vapor de água e dióxido de carbono), em altas temperaturas pelo calor desprendido pela reação química, emitem luz visível. O resultado é uma mistura de gases incandescentes emitindo energia, denominado chama ou fogo.
  8. 8. Homens produzindo fogo através de atrito
  9. 9. A capacidade de controle do fogo foi uma mudança dramática nos hábitos dos primeiros seres humanos. Fazer fogo para gerar calor e luz tornou possível às pessoas cozinhar alimentos, aumentando a variedade e disponibilidade de nutrientes. O calor produzido também ajudou as pessoas a manterem-se aquecidas no frio, permitindo-lhes viver em climas mais frios. O fogo também manteve predadores noturnos afastados. Evidências de comida cozida são encontradas a partir de 1,9 milhões de anos atrás, embora o fogo provavelmente não foi utilizado de forma controlada até há um milhão de anos. As evidências tornam-se generalizadas cerca de 50 a 100 mil anos atrás, sugerindo o uso regular a partir deste momento. Curiosamente, a resistência à poluição atmosférica começou a evoluir nas populações humanas na mesma época.
  10. 10. FOGO PRODUZINDO LUZ E CALOR
  11. 11. FOGO AFASTA OS ANIMAIS
  12. 12. O uso do fogo tornou-se progressivamente mais sofisticado, com a sua utilização para produzir carvão e controlar a vida selvagem desde dezenas de milhares de anos atrás. O fogo também foi usado por séculos como um método de tortura e execução, como evidenciado pela morte na fogueira, bem como em instrumentos de tortura, como a bota malaia, que poderia ser preenchida com água, óleo, ou mesmo chumbo e, em seguida, aquecida em fogo aberto para agonia do que a calçava. Até a Revolução Neolítica, durante a introdução da agricultura baseada em grãos, pessoas de todo o mundo usaram o fogo como uma ferramenta de manejo da paisagem. Estes incêndios foram tipicamente queimadas controladas ou "fogos frios", ao invés de "incêndios quentes" descontrolados, que danificam o solo. Incêndios quentes destroem plantas e animais e põem em perigo as comunidades.
  13. 13. MORTE NA FOGUEIRA
  14. 14. A população crescente, a fragmentação das florestas e aquecimento do clima estão fazendo a superfície da Terra mais propensa a que ocorram incêndios cada vez maiores. Estes danificam os ecossistemas e a infra-estrutura humana, causam problemas de saúde e liberam espirais de carbono e fuligem que podem incentivar ainda mais o aquecimento da atmosfera e, assim, servir de base para mais incêndios. Globalmente, nos dias de hoje, cerca de cinco milhões de quilômetros quadrados de área - mais de metade do tamanho dos Estados Unidos - são queimados em um determinado ano. Existem inúmeras aplicações modernas de fogo. Em seu sentido mais amplo, o fogo é usado por quase todo o ser humano na terra em um ambiente controlado todos os dias. Os usuários de veículos de combustão interna empregam fogo cada vez que eles dirigem. Usinas termoelétricas fornecem eletricidade para uma grande porcentagem da humanidade.
  15. 15. USINA TERMOELÉTRICA
  16. 16. USINA TERMOELÉTRICA DA WOLKSWAGEN NA ALEMANHA
  17. 17. REAÇÃO DE COMBUSTÃO NA PRODUÇÃO DO FOGO Combustão completa e incompleta A combustão ocorre quando se tem três fatores: o combustível, o comburente (oxigênio) e a ignição. A combustão pode ser completa (em compostos orgânicos, todos os átomos de carbono são oxidados formando dióxido de carbono e água) ou incompleta (não há oxigênio suficiente e há produção de monóxido de carbono Incêndio na floresta
  18. 18. ALGUNS EXEMPLOS DE REAÇÃO DE COMBUSTÃO: Combustão completa: Metano + oxigênio, formando gás carbônico e agua Etanol + oxigênio, formando gás carbônico e agua Gasolina + oxigênio, formando gás carbônico e agua Combustão incompleta Butano + oxigênio, formando monóxido de carbono e agua
  19. 19. Este é um problema especialmente nas florestas de hoje, onde a queimada tradicional está impedida, a fim de incentivar o crescimento das culturas de madeira. Fogos frios são geralmente realizados na primavera e no outono. Eles limpam a vegetação rasteira, queimando biomassa que pode provocar um incêndio quente que o deixaria muito concentrado. Oferecem uma maior variedade de ambientes, o que estimula a caça e a diversidade de plantas. Para os humanos, eles tornam transitáveis as densas e antes intransitáveis florestas. Outro uso humano para o fogo no que diz respeito ao manejo da paisagem é o seu uso para limpar a terra para a agricultura. O cultivo baseado em corte e queima ainda é comum em grande parte da África tropical, Ásia e América do Sul. "Para os pequenos agricultores, é uma forma conveniente para limpar áreas cobertas de vegetação e liberar nutrientes da vegetação restante de volta para o solo". No entanto, esta estratégia útil também é problemática.
  20. 20. O FOGO RASTEIRO NÃO É DETECTADO PELOS SATÉLITES. (FOTO: IPAM/DIVULGAÇÃO)

×