GUARDA DE FILHOS

512 visualizações

Publicada em

ASPECTOS PRÁTICOS DA GUARDA COMPARTILHADA E UNILATERAL

Publicada em: Direito
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
512
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

GUARDA DE FILHOS

  1. 1. GUARDA E PERÍODO DE CONVIVÊNCIA COM OS FILHOS
  2. 2.  Pós-graduada em Direito de Família e Sucessões pela Escola Paulista de Direito / EPD – SP  Especializada em Direito de Família e Sucessões pelo Centro de Extensão Universitária / CEU - SP  Ex-Relatora do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/SP  Ex-Assessora do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/SP  Membro da Associação dos Advogados de São Paulo – AASP Associada ao IBDFAM (Instituto Brasileiro de Direito de Família) Autora de artigos publicados em revistas especializadas contato@annaluizaferreira.com.br www.annaluizaferreira.com.br Anna Luiza Ferreira Vitule
  3. 3. TIPOS DE GUARDA
  4. 4. TIPOS DE GUARDA Compartilhada
  5. 5. TIPOS DE GUARDA Compartilhada Unilateral
  6. 6. GUARDA COMPARTILHADA
  7. 7. GUARDA COMPARTILHADA Compartilhamento das decisões e responsabilidades e acesso igualitário perante terceiros (escola, psicólogos, médicos, etc.)
  8. 8. GUARDA COMPARTILHADA Compartilhamento das decisões e responsabilidades e acesso igualitário perante terceiros (escola, psicólogos, médicos, etc.) Maior tempo de convívio do que na guarda unilateral, o que não significa a alternância entre as residências dos genitores
  9. 9. GUARDA UNILATERAL
  10. 10. GUARDA UNILATERAL Participação mais efetiva do genitor residente e tomada de decisões unilaterais;
  11. 11. GUARDA UNILATERAL Participação mais efetiva do genitor residente e tomada de decisões unilaterais Tempo de convívio menos amplo
  12. 12. O QUE DEVE OCORRER NOS DOIS TIPOS DE GUARDA?
  13. 13. O QUE DEVE OCORRER NOS DOIS TIPOS DE GUARDA? Período de convivência detalhado e regulamentado pelo Judiciário para assegurar a habitualidade
  14. 14. MUITO OBRIGADA ! www.annaluizaferreira.com.br contato@annaluizaferreira.com.br

×