Iracema

497 visualizações

Publicada em

características, biografia, resumo etc...

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
497
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
109
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Iracema

  1. 1. O AUTOR  Biografia  Importância para a literatura  José de Alencar ocupa a posição de patrono da cadeira 23 na Academia Brasileira de Letras. Suas obras influenciaram muito para que fosse definido a formação literária nacional, sendo seu estilo um espelho para futuros escritores. Situado num momento em que o espírito brasileiro se concentrava na consolidação de sua autonomia - tanto no plano político como no intelectual - seu papel consistiu em polarizar na sua personalidade as diversas correntes que se vinham desenvolvendo na alma do povo e fazer com que elas se concentrassem numa síntese de pensamento e arte tipicamente brasileira escrevendo sobre todas as regiões do Brasil. Não há dúvida que o livro Iracema de José de Alencar seja sua obra prima. Até o crítico Machado de Assis foi da mesma opinião.
  2. 2.  Alencar pode ser considerado o precursor do romantismo no Brasil dentro das quatro características:  Indianista  Psicológico  regional  histórico.  No romance indianista de José de Alencar, o índio é visto em três etapas diferentes: antes de ter contato com o branco, em Ubirajara; um branco convivendo no meio indígena, em Iracema e o índio no cotidiano do homem branco, em O Guarani.  É dentro do estilo indianista do escritor José de Alencar que está sua obra mais importante: Iracema.
  3. 3. CARACTERÍSTICAS GERAIS Um dos mais belos romances da nossa literatura Romântica, Machado de Assis ao ler disse que ‘Nenhum escritor teve em mais alto grau a alma brasileira”. A trágica história de amor impossível da bela índia apaixonada pelo guerreiro branco Martim Soares Moreno é contada por José de Alencar com o ritmo e a força de imagens próprios da poesia e explica as origens da terra natal do autor, o Ceará.
  4. 4. IRACEMA  Resumo sobre o livro  Obra que descreve um romance idealizado por aspectos mitológicos da cultura indígena enaltecendo a colonização do Brasil.  Destaca-se a valorização da natureza brasileira.  Dividida em três partes:  1ª O encontro de Iracema e Martim.  2ª A fuga e um novo começo.  3ª O sofrimento.
  5. 5.  Iracema representa a natureza brasileira, símbolo da perfeição, pureza e Martim é o colonizador Europeu. Iracema + Martim (lenda) (História) = Moacir (o encontro de duas culturas, nacionalidade brasileira)
  6. 6. CARACTERÍSTICAS ROMÂNTICAS DA OBRA  - Imaginação criadora/Subjetividade Criações não existentes no mundo real, mas na imaginação do autor sim. Iracema é era descrita de uma forma totalmente diferente dos índios que realmente existiam nas matas do Brasil.  -Sentimentalismo O sentimentalismo está presente em toda a obra de José de Alencar.  -Escapismo  Religioso  Escapismo para os sonhos.  Escapismo para a morte.  -Nacionalismo (Ufanismo) Necessidade de eleger símbolos que representem à pátria (natureza e o índio).  - Idealização  Heroína  Amor  Natureza
  7. 7.  - Indianismo Resgata o ideal do “bom selvagem”, que segundo Rousseau a sociedade corrompe o homem. Sua perfeição seria índio que não tinha contato com a sociedade corrompida.  - Religiosidade “Poti foi o primeiro que ajoelhou aos pés do sagrado lenho; não sofria ele que nada mais o separasse de seu irmão branco. Deviam ter ambos um só deus, como tinham um só coração”.
  8. 8. IMPORTÂNCIA DA OBRA  Publicado em 1865, Iracema, obra de José de Alencar, faz parte da tríade dos romances indianistas, sendo considerado o mais maduro, pois admite várias interpretações, com uma excelente estrutura narrativa e características épicas, em que tanto Martim como Iracema são heróis. Iracema é uma típica heroína que representa o romantismo: espera o amado, se entrega a ele, fica com saudades, e morre por essa saudade.  Iracema identifica o Brasil e, por extensão da América, aliás Iracema é anagrama de América. Assim a morte da índia pode representar a aniquilação da cultura nativa pela invasora que conquista e domina a terra.  Irapuã ao resistir à presença de Martim não quer defender o amor que sentia por Iracema, mas sim preservar a cultura indígena e o “segredo da Jurema”, embora pareça vilão age com nobreza e grandeza.  Iracema e Poti se aliam ao conquistador branco, sendo passiveis de condenação. Iracema morre, desfigurada pela dor e pelo estrangulamento cultural. Poti, descaracterizado e tornado cristão, recebe o batismo de gente civilizada e passa a se chamar Antônio Felipe Camarão.
  9. 9. Grupo: Ana Flávia Canalli Aniela Condak Jussara Gramilich 2ºano informática/Vespertino Professora Carla Godinho.

×