SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
UNIVERSIDADE DE FRANCA

                    NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

                      PÓLO RIBEIRÃO PRETO – BAUHAUS

             PORTIFÓLIO DE ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS I



Tutor: Carlos Alberto Lucas


Proposto pelo docente:
TEMA: NOTEBOOK PESSOAL NO AMBIENTE CORPORATIVO

Os preços dos notebooks estão cada vez mais acessíveis às pessoas de classe média.
Podemos perceber um aumento da utilização de notebooks pessoais no ambiente
corporativo. Um dos problemas é a disseminação de software pirata, filmes, músicas,
etc., na rede. O hacker interno em sua minoria, mas não tão pequena assim, utiliza o seu
notebook pessoal às vezes para distribuir aos colegas de trabalho músicas, filmes, entre
outros.

É importante a empresa implementar programas de conscientização para minimizar o
risco de criar hackers internos. A área de tecnologia ou segurança da informação deve
possuir recursos para detectar desvios na política de segurança ou diretrizes da empresa
e                     detectar                     estes                    funcionários.

Outro fator relevante, ao tentarmos entender como funciona o cérebro humano, vemos
que não vamos conseguir entender nada, inclusive o fato de que desde pequenos
sabemos que tudo o que é proibido é mais atrativo. Isso é uma coisa que sempre vamos
viver tendo que aprender a conviver. Proibir é despertar o desejo, então, se você proíbe
tudo aos seus colaboradores é óbvio que estará ajudando a se criar um “hacker interno”.
Sempre que dizemos que ficar navegando no Facebook ou no Twitter atrapalha o
trabalho estamos indo de encontro a um resultado surpreendente. Segundo um estudo da
Universidade de Melbourne, na Austrália, ter liberdade para navegar na internet durante
o trabalho pode ajudar a aumentar o rendimento profissional.

Confrontando bem esta visão: A navegação livre pode aumentar a produtividade?


                                                                  Aluna: Andréia Cruz
                                                                      Matricula 924144
                                            7 Semestre – Administração de Empresas
Introdução

A tendência na utilização de notebooks, tablets e smartphones pessoais no ambiente de
trabalho é uma realidade no mundo corporativo. Essa nova metodologia de trabalho,
promete aumentar a produtividade e reduzir custos para organizações criando novos
riscos à segurança da informação, como exposição da rede corporativa a malwares,
roubo ou extravio de informações sensíveis, ataques de phishing e spam, gestão de
segurança e suporte técnico. No entanto, as empresas precisam criar políticas para
minimizar riscos à segurança da informação.

Todos conhecem o lado positivo da internet. A rede facilita o acesso às informações,
aproxima as pessoas, aperfeiçoa a comunicação, entre diversas outras vantagens. Porém,
o uso inadequado da internet no ambiente de trabalho tem gerado intranquilidade na
gestão das organizações em decorrência da perda de produtividade, concentração,
segurança, qualidade dos trabalhos desenvolvidos e ainda os riscos legais que esta
atitude implica.

Como sabemos, cada ser humano difere do outro, seja pela personalidade, hábitos,
conceitos ou valores pessoais. Porém, muitos são conscientes de suas responsabilidades
e compromissos com a rotina de trabalho, enquanto outros não agem da mesma forma.
Com isso, é necessária a organização se atentar para a importância da criação de normas
referentes o uso da internet e da liberdade do acesso no ambiente de trabalho.




                              O acesso e a produtividade




Se por um lado, não faz sentido manter os funcionários distantes desta tecnologia, por
outro também é preciso estabelecer normas para o bom uso da ferramenta no ambiente
corporativo.   Poucos   empregados     realmente    sabem    aproveitar   a      web   com
responsabilidade durante o expediente. Uma dica que nunca falha, é usar o “bom senso”
para não ultrapassar os limites e fazer da internet uma aliada, não uma inimiga. O fato
de algumas empresas limitarem totalmente o uso da internet a sites de interesses
pessoais pode reduzir a eficácia da equipe.
As redes sociais fazem parte do dia a dia dos brasileiros e esta realidade não foge ao
ambiente corporativo. Para o gestor, este cenário pode ser negativo, já que alguns
profissionais têm a sua produtividade reduzida por dedicar muito tempo a este tipo de
ferramenta. Estamos vivendo na era da revolução digital onde sites de buscas, mídias
sociais e a internet são o centro de tudo. Se o acesso for bloqueado o colaborador poderá
apresentar desmotivação com a empresa e fará de tudo para quebrar o bloqueio ou até
irá fazer uso pelo celular ou tablet, não seria melhor então liberar?

De acordo com pesquisas, acessar a internet pode ajudar e estimular trabalhadores com
fadiga acumulada e melhorar a sua produtividade. A atitude pode diminuir o estresse,
enquanto ajuda a focar a mente. A metodologia de trabalho moderna nas empresas cada
vez mais, deve pregar pelo bem estar dos colaboradores, nada melhor que se sentir bem
no lugar que trabalha. Mas, todo policiamento por parte do colaborador deverá ser de
grande importância com a distração extrapolada. A internet oferece um mundo de
informações, de diversos tipos e cair na rede pode significar o desperdício de horas de
trabalho. É nessa hora que a característica “bom senso” deverá entrar em cena. Se o
funcionário está atolado de tarefas, com trabalho atrasado, o ideal é que ele fique livre
de todas as pendências para depois pensar na web. Nessa situação, o ideal é que o
horário de almoço seja usado para a atividade.




          Métodos para proteção de dados e informações das organizações




Uma maneira tranquila e sem maiores complicações é o bloqueio nos servidores da
empresa, para o acesso a determinados sites e email´s, com arquivos anexos com certas
extensões que não estão de acordo com as necessidades da empresa, tais como
pornografia, fotos, correntes entre outros. Esse bloqueio deverá ser realizado pela área
de TI. Portanto, cada caso é um caso, o diálogo e a sondagem, poderão ser fatores
decisivos para resolver a questão de forma a dar direitos e definir deveres e que no geral
seja satisfatório para todos os envolvidos.

Será valido que existam discussões de conscientização, como também um manual
interno de utilização das mídias sociais, com dicas e sugestões éticas de uso no
ambiente de trabalho, de forma que o colaborador não perca o foco e não acabe, por
falta de informação, prejudicando a empresa e seu trabalho. Neste manual é importante
estabelecer a política de uso da internet, ou seja, explicações do que será aceito e o que
não será em relação à utilização da internet. Deverão ser mencionadas as
responsabilidades e deveres quanto ao sigilo de informações da organização as quais
tem acesso e para com demais regras de utilização dos meios eletrônicos. Também deve
trazer as medidas que serão adotadas em caso de descumprimento destas normas.

A criação do manual poderá ser realizada pela área de RH, juntamente com a de TI. É
necessária a coerência quando da implantação destas políticas, que as normas sejam
estudadas e adaptadas para a realidade específica da empresa, para não ocasionar um
ambiente de trabalho de muita pressão, criando uma ditadura corporativa. É bom sempre
observar a idoneidade, moderação e equilíbrio objetivando um ambiente de trabalho que
proporcione o bem-estar dos funcionários.

É de grande valia que as políticas adotadas sejam de conhecimento de todos os
funcionários e que a empresa possa comprovar esta premissa. Neste sentido se faz
necessária a adoção de uma rotina na qual todos os funcionários assinem um termo
dando ciência do conhecimento e sobre a responsabilidade destas normas. A questão é
óbvia, como todas as questões na vida, toda liberdade gera responsabilidade.
Referencias Bibliográficas:

http://www.phmp.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=285:conse
quencias-pelo-uso-inadequado-da-internet

http://dinheiro.br.msn.com/guias/navegar-%C3%A9-preciso-pausa-para-acessar-web-
no-trabalho-aumenta-produtividade

http://www.abrh-pa.com.br/eventos/detalhe.php?nIdEvento=52

http://www.estadao.com.br/noticias/economia,mau-uso-da-internet-pode-dar-demissao-
por-justa-causa,740165,0.htm

http://pplware.sapo.pt/pessoal/navegar-na-web-pode-aumentar-niveis-de-
produtividade/

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Sistema de informação portfólio

Webcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de TrabalhoWebcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de TrabalhoWebcompany GetSocial
 
Assédio moral digital
Assédio moral digitalAssédio moral digital
Assédio moral digitalISI Engenharia
 
Ebook como escolher as melhores tecnologias para advogados
Ebook como escolher as melhores tecnologias para advogadosEbook como escolher as melhores tecnologias para advogados
Ebook como escolher as melhores tecnologias para advogadosPaulo D'Ávila
 
Sistema de computacao e informacao u1
Sistema de computacao e informacao u1Sistema de computacao e informacao u1
Sistema de computacao e informacao u1Art IT
 
Como criar uma política de Social Media para a sua empresa
Como criar uma política de Social Media para a sua empresaComo criar uma política de Social Media para a sua empresa
Como criar uma política de Social Media para a sua empresaHelena Dias
 
Tendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativasTendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativasMilton Jeronimides
 
Tendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativasTendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativasMilton Jeronimides
 
OAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de Referência
OAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de ReferênciaOAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de Referência
OAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de ReferênciaSymantec Brasil
 
Tendências do Byod nas Organizações
Tendências do Byod nas OrganizaçõesTendências do Byod nas Organizações
Tendências do Byod nas OrganizaçõesMaico Pitol
 
Mídias Sociais: estratégias e práticas organizacionais
Mídias Sociais: estratégias e práticas organizacionaisMídias Sociais: estratégias e práticas organizacionais
Mídias Sociais: estratégias e práticas organizacionaisPaulo Milreu
 
Como aumentar a produtividade em segurança do trabalho
Como aumentar a produtividade em segurança do trabalhoComo aumentar a produtividade em segurança do trabalho
Como aumentar a produtividade em segurança do trabalhoRoberto Carlos
 
A internet modos utilização, ferramentas, segurança e educação
A internet   modos utilização, ferramentas, segurança e educaçãoA internet   modos utilização, ferramentas, segurança e educação
A internet modos utilização, ferramentas, segurança e educaçãoWilson Kitth Real
 
Intranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para Implantação
Intranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para ImplantaçãoIntranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para Implantação
Intranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para ImplantaçãoTalk Estratégias Digitais
 

Semelhante a Sistema de informação portfólio (20)

Webcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de TrabalhoWebcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
 
Assédio moral digital
Assédio moral digitalAssédio moral digital
Assédio moral digital
 
FACIG NEWS
FACIG NEWSFACIG NEWS
FACIG NEWS
 
Ebook como escolher as melhores tecnologias para advogados
Ebook como escolher as melhores tecnologias para advogadosEbook como escolher as melhores tecnologias para advogados
Ebook como escolher as melhores tecnologias para advogados
 
Sistema de computacao e informacao u1
Sistema de computacao e informacao u1Sistema de computacao e informacao u1
Sistema de computacao e informacao u1
 
Como criar uma política de Social Media para a sua empresa
Como criar uma política de Social Media para a sua empresaComo criar uma política de Social Media para a sua empresa
Como criar uma política de Social Media para a sua empresa
 
Tendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativasTendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativas
 
Tendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativasTendência das redes sociais corporativas
Tendência das redes sociais corporativas
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
OAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de Referência
OAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de ReferênciaOAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de Referência
OAB - SEGURANÇA CORPORATIVA - Guia de Referência
 
tendencias 2.pptx
tendencias 2.pptxtendencias 2.pptx
tendencias 2.pptx
 
Tendências do Byod nas Organizações
Tendências do Byod nas OrganizaçõesTendências do Byod nas Organizações
Tendências do Byod nas Organizações
 
Mídias Sociais: estratégias e práticas organizacionais
Mídias Sociais: estratégias e práticas organizacionaisMídias Sociais: estratégias e práticas organizacionais
Mídias Sociais: estratégias e práticas organizacionais
 
Como aumentar a produtividade em segurança do trabalho
Como aumentar a produtividade em segurança do trabalhoComo aumentar a produtividade em segurança do trabalho
Como aumentar a produtividade em segurança do trabalho
 
A internet modos utilização, ferramentas, segurança e educação
A internet   modos utilização, ferramentas, segurança e educaçãoA internet   modos utilização, ferramentas, segurança e educação
A internet modos utilização, ferramentas, segurança e educação
 
Organizações Virtuais
Organizações VirtuaisOrganizações Virtuais
Organizações Virtuais
 
Redes sociais para negócios
Redes sociais para negóciosRedes sociais para negócios
Redes sociais para negócios
 
Intranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para Implantação
Intranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para ImplantaçãoIntranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para Implantação
Intranets e Redes Sociais Corporativas - Guia para Implantação
 
A ti muda
A ti mudaA ti muda
A ti muda
 
A.I Inteligência Artificial
A.I Inteligência ArtificialA.I Inteligência Artificial
A.I Inteligência Artificial
 

Mais de Andréia Cruz

Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IVPortfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IVAndréia Cruz
 
Portfolio organização, métodos e sistemas
Portfolio organização, métodos e sistemasPortfolio organização, métodos e sistemas
Portfolio organização, métodos e sistemasAndréia Cruz
 
Portfolio recursos humanos ii
Portfolio   recursos humanos iiPortfolio   recursos humanos ii
Portfolio recursos humanos iiAndréia Cruz
 
Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento ii
Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento iiPortfólio de administração fincanceira e análise de investimento ii
Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento iiAndréia Cruz
 
Portifólio administração e finanças
Portifólio administração e finançasPortifólio administração e finanças
Portifólio administração e finançasAndréia Cruz
 

Mais de Andréia Cruz (10)

Rii portfolio
Rii   portfolioRii   portfolio
Rii portfolio
 
Portfolio logistica
Portfolio logisticaPortfolio logistica
Portfolio logistica
 
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IVPortfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
Portfolio organização, métodos e sistemas
Portfolio organização, métodos e sistemasPortfolio organização, métodos e sistemas
Portfolio organização, métodos e sistemas
 
Portfolio recursos humanos ii
Portfolio   recursos humanos iiPortfolio   recursos humanos ii
Portfolio recursos humanos ii
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento ii
Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento iiPortfólio de administração fincanceira e análise de investimento ii
Portfólio de administração fincanceira e análise de investimento ii
 
Portifólio administração e finanças
Portifólio administração e finançasPortifólio administração e finanças
Portifólio administração e finanças
 
Portifolio
PortifolioPortifolio
Portifolio
 

Sistema de informação portfólio

  • 1. UNIVERSIDADE DE FRANCA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA PÓLO RIBEIRÃO PRETO – BAUHAUS PORTIFÓLIO DE ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS I Tutor: Carlos Alberto Lucas Proposto pelo docente: TEMA: NOTEBOOK PESSOAL NO AMBIENTE CORPORATIVO Os preços dos notebooks estão cada vez mais acessíveis às pessoas de classe média. Podemos perceber um aumento da utilização de notebooks pessoais no ambiente corporativo. Um dos problemas é a disseminação de software pirata, filmes, músicas, etc., na rede. O hacker interno em sua minoria, mas não tão pequena assim, utiliza o seu notebook pessoal às vezes para distribuir aos colegas de trabalho músicas, filmes, entre outros. É importante a empresa implementar programas de conscientização para minimizar o risco de criar hackers internos. A área de tecnologia ou segurança da informação deve possuir recursos para detectar desvios na política de segurança ou diretrizes da empresa e detectar estes funcionários. Outro fator relevante, ao tentarmos entender como funciona o cérebro humano, vemos que não vamos conseguir entender nada, inclusive o fato de que desde pequenos sabemos que tudo o que é proibido é mais atrativo. Isso é uma coisa que sempre vamos viver tendo que aprender a conviver. Proibir é despertar o desejo, então, se você proíbe tudo aos seus colaboradores é óbvio que estará ajudando a se criar um “hacker interno”. Sempre que dizemos que ficar navegando no Facebook ou no Twitter atrapalha o trabalho estamos indo de encontro a um resultado surpreendente. Segundo um estudo da Universidade de Melbourne, na Austrália, ter liberdade para navegar na internet durante o trabalho pode ajudar a aumentar o rendimento profissional. Confrontando bem esta visão: A navegação livre pode aumentar a produtividade? Aluna: Andréia Cruz Matricula 924144 7 Semestre – Administração de Empresas
  • 2. Introdução A tendência na utilização de notebooks, tablets e smartphones pessoais no ambiente de trabalho é uma realidade no mundo corporativo. Essa nova metodologia de trabalho, promete aumentar a produtividade e reduzir custos para organizações criando novos riscos à segurança da informação, como exposição da rede corporativa a malwares, roubo ou extravio de informações sensíveis, ataques de phishing e spam, gestão de segurança e suporte técnico. No entanto, as empresas precisam criar políticas para minimizar riscos à segurança da informação. Todos conhecem o lado positivo da internet. A rede facilita o acesso às informações, aproxima as pessoas, aperfeiçoa a comunicação, entre diversas outras vantagens. Porém, o uso inadequado da internet no ambiente de trabalho tem gerado intranquilidade na gestão das organizações em decorrência da perda de produtividade, concentração, segurança, qualidade dos trabalhos desenvolvidos e ainda os riscos legais que esta atitude implica. Como sabemos, cada ser humano difere do outro, seja pela personalidade, hábitos, conceitos ou valores pessoais. Porém, muitos são conscientes de suas responsabilidades e compromissos com a rotina de trabalho, enquanto outros não agem da mesma forma. Com isso, é necessária a organização se atentar para a importância da criação de normas referentes o uso da internet e da liberdade do acesso no ambiente de trabalho. O acesso e a produtividade Se por um lado, não faz sentido manter os funcionários distantes desta tecnologia, por outro também é preciso estabelecer normas para o bom uso da ferramenta no ambiente corporativo. Poucos empregados realmente sabem aproveitar a web com responsabilidade durante o expediente. Uma dica que nunca falha, é usar o “bom senso” para não ultrapassar os limites e fazer da internet uma aliada, não uma inimiga. O fato de algumas empresas limitarem totalmente o uso da internet a sites de interesses pessoais pode reduzir a eficácia da equipe.
  • 3. As redes sociais fazem parte do dia a dia dos brasileiros e esta realidade não foge ao ambiente corporativo. Para o gestor, este cenário pode ser negativo, já que alguns profissionais têm a sua produtividade reduzida por dedicar muito tempo a este tipo de ferramenta. Estamos vivendo na era da revolução digital onde sites de buscas, mídias sociais e a internet são o centro de tudo. Se o acesso for bloqueado o colaborador poderá apresentar desmotivação com a empresa e fará de tudo para quebrar o bloqueio ou até irá fazer uso pelo celular ou tablet, não seria melhor então liberar? De acordo com pesquisas, acessar a internet pode ajudar e estimular trabalhadores com fadiga acumulada e melhorar a sua produtividade. A atitude pode diminuir o estresse, enquanto ajuda a focar a mente. A metodologia de trabalho moderna nas empresas cada vez mais, deve pregar pelo bem estar dos colaboradores, nada melhor que se sentir bem no lugar que trabalha. Mas, todo policiamento por parte do colaborador deverá ser de grande importância com a distração extrapolada. A internet oferece um mundo de informações, de diversos tipos e cair na rede pode significar o desperdício de horas de trabalho. É nessa hora que a característica “bom senso” deverá entrar em cena. Se o funcionário está atolado de tarefas, com trabalho atrasado, o ideal é que ele fique livre de todas as pendências para depois pensar na web. Nessa situação, o ideal é que o horário de almoço seja usado para a atividade. Métodos para proteção de dados e informações das organizações Uma maneira tranquila e sem maiores complicações é o bloqueio nos servidores da empresa, para o acesso a determinados sites e email´s, com arquivos anexos com certas extensões que não estão de acordo com as necessidades da empresa, tais como pornografia, fotos, correntes entre outros. Esse bloqueio deverá ser realizado pela área de TI. Portanto, cada caso é um caso, o diálogo e a sondagem, poderão ser fatores decisivos para resolver a questão de forma a dar direitos e definir deveres e que no geral seja satisfatório para todos os envolvidos. Será valido que existam discussões de conscientização, como também um manual interno de utilização das mídias sociais, com dicas e sugestões éticas de uso no ambiente de trabalho, de forma que o colaborador não perca o foco e não acabe, por
  • 4. falta de informação, prejudicando a empresa e seu trabalho. Neste manual é importante estabelecer a política de uso da internet, ou seja, explicações do que será aceito e o que não será em relação à utilização da internet. Deverão ser mencionadas as responsabilidades e deveres quanto ao sigilo de informações da organização as quais tem acesso e para com demais regras de utilização dos meios eletrônicos. Também deve trazer as medidas que serão adotadas em caso de descumprimento destas normas. A criação do manual poderá ser realizada pela área de RH, juntamente com a de TI. É necessária a coerência quando da implantação destas políticas, que as normas sejam estudadas e adaptadas para a realidade específica da empresa, para não ocasionar um ambiente de trabalho de muita pressão, criando uma ditadura corporativa. É bom sempre observar a idoneidade, moderação e equilíbrio objetivando um ambiente de trabalho que proporcione o bem-estar dos funcionários. É de grande valia que as políticas adotadas sejam de conhecimento de todos os funcionários e que a empresa possa comprovar esta premissa. Neste sentido se faz necessária a adoção de uma rotina na qual todos os funcionários assinem um termo dando ciência do conhecimento e sobre a responsabilidade destas normas. A questão é óbvia, como todas as questões na vida, toda liberdade gera responsabilidade.