Portfolio sistemas de informação ii

799 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
799
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portfolio sistemas de informação ii

  1. 1. UNIVERSIDADE DE FRANCA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA PÓLO RIBEIRÃO PRETO – BAUHAUS PORTIFÓLIO DE ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS II TEMA: NOTEBOOK PESSOAL NO AMBIENTE CORPORATIVO Os preços dos notebooks estão cada vez mais acessíveis às pessoas de classe média. Podemos perceber um aumento da utilização de notebooks pessoais no ambiente corporativo. Um dos problemas é a disseminação de software pirata, filmes, músicas, etc., na rede. O hacker interno em sua minoria, mas não tão pequena assim, utiliza o seu notebook pessoal às vezes para distribuir aos colegas de trabalho músicas, filmes, entre outros. É importante a empresa implementar programas de conscientização para minimizar o risco de criar hackers internos. A área de tecnologia ou segurança da informação deve possuir recursos para detectar desvios na política de segurança ou diretrizes da empresa e detectar estes funcionários. Outro fator relevante, ao tentarmos entender como funciona o cérebro humano, vemos que não vamos conseguir entender nada, inclusive o fato de que desde pequenos sabemos que tudo o que é proibido é mais atrativo. Isso é uma coisa que sempre vamos viver tendo que aprender a conviver. Proibir é despertar o desejo, então, se você proíbe tudo aos seus colaboradores é óbvio que estará ajudando a se criar um “hacker interno”. Sempre que dizemos que ficar navegando no Facebook ou no Twitter atrapalha o trabalho estamos indo de encontro a um resultado surpreendente. Segundo um estudo da Universidade de Melbourne, na Austrália, ter liberdade para navegar na internet durante o trabalho pode ajudar a aumentar o rendimento profissional. Confrontando bem esta visão: A liberação do uso de computadores pessoais nas empresas facilitará na resolução das atividades? Aluna: Andréia Cruz Matricula 924144 8 Semestre – Administração de Empresas
  2. 2. Apresentação Com o avanço e as inovações do mercado tecnológico, os computadores antes, sendo apenas de mesa, se transformaram com o passar dos anos em computadores portáteis, facilitando a comodidade e agilidade ao acesso a todos os conteúdos em qualquer lugar. Atualmente podemos perceber a tendência de muitas pessoas à compra notebooks, por sua praticidade e acessibilidade de preço. Muitas organizações atualmente utilizam-se, de uma pratica de gestão mais flexível quanto ao uso de computadores pessoais por seus colaboradores. Dependendo o tipo de organização, pode ser criada a “falsa” visão de que é muito mais barato que o colaborador traga, ou use seu próprio notebook, do ter a despesa com a compra de computadores. Desta forma acreditam em uma redução de custo, por não ser necessário investir na aquisição de computadores. Quando falamos em organização, é importante salientar que a principal ferramenta que a move são as pessoas. Cada ser humano se difere do outro, pela personalidade, hábitos, conceitos e valores pessoais. Muitos profissionais mantêm uma postura consciente e responsável quanto à sua rotina e compromisso de trabalho, enquanto outros não possuem o mesmo comportamento. A liberação do uso de notebooks pessoais poderá aumentar o grau de cooperação entre os profissionais permitindo novas possibilidades como muitos problemas. Produtividade e Acessibilidade A internet trás inúmeras vantagens, otimiza tempo, aproxima pessoas e facilita a comunicação. Vivemos na era de facilidade ao acesso de informações de todos os tipos. Portanto, existe o lado negativo, quando esta é usada de maneira indevida. Isto é um fator preocupante para a gestão das organizações em decorrência a segurança da informação, administração do tempo, concentração e produtividade dos colaboradores. Segundo estudo de Melbourne, a liberdade ao uso da internet no ambiente trás bons resultados. O estudo se deu em pesquisa ao comportamento do cérebro humano, que
  3. 3. após um tempo de concentração em uma tarefa, perderá o desempenho e concentração por algum momento. A pesquisa defende pausas, caracterizadas como lazer, ou seja, distração para o cérebro. Colaboradores que acessam conteúdos divertidos, sites de relacionamentos e vídeos, apresentam positivamente melhor produtividade. Grandes organizações prezam pelo bem estar do colaborador, desta forma, apresentam melhor produtividade em seu quadro. Porém, este acesso quando errôneo, como o uso demasiado no tempo de navegação e a acesso a conteúdos não lícitos dentro de um ambiente de trabalho, comprometerá a produtividade como também a segurança de informação da empresa. Desta forma, é necessária a organização, voltar à atenção para a importância de criação de normas referentes à liberdade de acesso ao uso da internet no ambiente empresarial. Segurança e Proteção de dados Generalizar, proibir não é maneira mais fácil para resolução de um problema quando apresentado, visto que, o computador pertence ao próprio colaborador, nada o impedirá de se desconectar da rede da empresa e conectar-se de outra maneira em conteúdos não lícitos em ambiente profissional. Portanto, tanto o colaborador e a organização, devem utilizar de “bom senso”. O bloqueio de determinados sites, palavras especificas, não permissão de determinados downloads, entre outros que não fazem parte do objetivo do ambiente de trabalho, poderá ser feito pela área de TI. Desta forma, a empresa poderá apresentar-se menos vulnerável ao ataque de vírus em sua rede, o que poderia ser de grande prejuízo organizacional. Uma política rígida e não permissiva em alguns aspectos poderá gerar baixo rendimento por parte de seus colaboradores. É de extrema importância à conscientização de todos sobre normas, que poderão ser criadas através de um manual do que é ou não permitido no acesso. Desta forma, será evitado estresse e desmotivação desnecessária, pela aplicação de uma política de acessibilidade correta. Referencias Bibliográficas:
  4. 4. http://www.maxipas.com.br/principal/home/?sistema=conteudos%7Cconteudo&id_cont eudo=7355&restrito=1 http://www.ime.usp.br/~is/infousp/imre/imre.htm

×