SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
INTRODUÇÃO
    Os celenterados ou cnidários são os primeiros seres
da escala evolutiva a possuírem uma cavidade
digestiva, na qual ocorre parte da digestão dos
alimentos. Além disso, são os primeiros animais a
possuírem células nervosas. As águas-vivas são os
seres mais conhecidos deste filo.
CARACTERÍSTICAS GERAIS
 Possuem cnidócito;
 São acelomados;
 São protostômios;
 São diblásticos;
 Vivem em colônias ou isolados;
 Possuem simetria radiada;
 Possuem movimentos de jato-propul-
são ou cambalhota;
TIPOS MORFOLÓGICOS
ORGANIZAÇÃO CITOLÓGICA
 Epitélio-musculares ou Mio-epiteliais: Células responsá-
veis pela contração do corpo em resposta a um estimulo
nervoso.
 Células intersticiais: Regeneração substituição do corpo
do animal.
 Células sensitivas: Percepção dos estímulos nervosos.
 Epitélio-digestivas: Digestão intracelular dos alimentos.
 Células glandulares: Digestão extracelular dos alimentos
 Células flageladas: Auxiliam na digestão
Cnidoblasto: Células urticantes, responsáveis pela defe-
sa e captura de alimentos. Podem ser divididos em gluti-
nantes, penetrantes e volventes.
FISIOLOGIA
  Sistema Digestório: Incompleto com apenas boca, a qual
é circunda por inúmeros tentáculos. O alimento é parcial-
mente digerido pela cavidade gastrovascular e posterior-
mente pelas células que a reveste, logo apresentam
digestão tanto intracelular quanto extracelular;
Sistema Urinário: Ausente, as excretas são eliminadas
pela boca para o meio externo.

 Sistema Respiratório: Ausente com respiração aeróbia
sendo realizada por difusão.

 Sistema Cardiovascular: Ausente.

  Sistema Nervoso: Presente sendo constituído por uma
rede de células nervosas localizadas na mesogléia. Apre-
sentam arco-reflexo e células fotossensíveis;

 Sistema Esquelético: Presente em alguns
antozoários, corais, que secretam um exoesqueleto de
carbonato de cálcio.
Sistema Tegumentário: Externamente encontramos a
epiderme que é formada por uma camada celular com fi-
bras musculares e internamente a gastroderme, que reves-
te a cavidade gastrovascular. Entre ambas encontramos a
mesógleia, camada gelatinosa que corresponde a 98% do
corpo das medusas.
REPRODUÇÃO
  Geralmente ocorre por alternância de gerações (metagê-
nese) onde pólipos originam medusas assexuadamente e
medusas originam pólipos sexuadamente. Existem espé-
cies hermafroditas e dióicas e o desenvolvimento pode ser
direto ou indireto com presença de larva denominada de
plânula.
CLASSIFICAÇÃO
  Hydrozoa: Apresentam representantes tanto no meio ma-
rinho quanto no meio dulcícola. São predominante hidras.
Podem apresentam três ciclos de vida, o que só se desen-
volve pólipo, o que só se desenvolve medusas e o que
apresenta alternância de gerações.
Scyphozoa: Representado predominantemente por me-
dusas, as quais são grandes diferenciando-se das ante-
riores. O ciclo de vida se dá por alternância de gerações
onde as medusas originam pólipos sexuadamente e os
pólipos originam medusas assexuadamente por estrobili-
zação.
Anthozoa: Representada por apenas indivíduos morfo-
logicamente pólipos, os quais podem viver isolados como
as anêmonas-do-mar ou em colônias como os corais. A
reprodução pode ocorrer de forma sexuada com desen-
volvimento indireto e assexuada principalmente por divi-
são longitudinal do corpo.
ACIDENTES CAUSADOS CNIDÁRIOS
  São comuns ao redor do mundo, incluindo acidentes
graves e com registro de fatalidades em alguns mares.
  Todos os cnidários possuem cnidócitos e são poten-
cialmente perigosos para o ser humano - sensibilidade ao
efeito tóxico varia muito e pode estar associada a outro
problema de saúde que a pessoa já apresente.
IMPORTÂNCIA ECOLÓGICA
 Os recifes de corais proporcionam ambiente ideal para o
desenvolvimento de fauna e flora muito características;
  ♥ Graças às condições de iluminação e transparência da
água, os recifes de corais são localidades de alta
produtividade biológica
  ♥ De todas as comunidades de águas rasas tropicais, os
recifes de corais são as mais ricas em biodiversidade;
“O melhor livro de moral é nossa
consciência. Temos que consultá-lo
muito frequentemente”

                            Pascal
Filo dos Cnidários

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
 
Cnidária
CnidáriaCnidária
Cnidária
 
Cnidários ou Celenterados
Cnidários ou CelenteradosCnidários ou Celenterados
Cnidários ou Celenterados
 
Celenterados
CelenteradosCelenterados
Celenterados
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Cnidarios - E.M.
Cnidarios - E.M.Cnidarios - E.M.
Cnidarios - E.M.
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Poríferos Cnidários E Platelmeintos - 6a Série
Poríferos Cnidários E Platelmeintos - 6a SériePoríferos Cnidários E Platelmeintos - 6a Série
Poríferos Cnidários E Platelmeintos - 6a Série
 
Poriferos cnidarios 2m
Poriferos cnidarios 2mPoriferos cnidarios 2m
Poriferos cnidarios 2m
 
Filo cnidaria cnidarios
Filo cnidaria cnidariosFilo cnidaria cnidarios
Filo cnidaria cnidarios
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Cnidarios
CnidariosCnidarios
Cnidarios
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Celenterados
CelenteradosCelenterados
Celenterados
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Poriferos e cnidarios
Poriferos e cnidariosPoriferos e cnidarios
Poriferos e cnidarios
 
2 a 2-cnidários
2 a 2-cnidários2 a 2-cnidários
2 a 2-cnidários
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 

Destaque

Filo Cnidaria Ou Coelenterata
Filo Cnidaria Ou CoelenterataFilo Cnidaria Ou Coelenterata
Filo Cnidaria Ou Coelenterataprofatatiana
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012ISJ
 
Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1Bio
 
Os reinos
Os reinosOs reinos
Os reinosISJ
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Silvana Sanches
 
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino MoneraAula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino MoneraLeonardo Kaplan
 

Destaque (16)

Filo Cnidaria Ou Coelenterata
Filo Cnidaria Ou CoelenterataFilo Cnidaria Ou Coelenterata
Filo Cnidaria Ou Coelenterata
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012
 
Filo Cnidária
Filo CnidáriaFilo Cnidária
Filo Cnidária
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Cnidarios 1º ano
Cnidarios 1º anoCnidarios 1º ano
Cnidarios 1º ano
 
Filo cnidaria - Prof Ricardo
Filo cnidaria - Prof RicardoFilo cnidaria - Prof Ricardo
Filo cnidaria - Prof Ricardo
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
FILOS ANIMAIS
FILOS ANIMAISFILOS ANIMAIS
FILOS ANIMAIS
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1
 
Os reinos
Os reinosOs reinos
Os reinos
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
 
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino MoneraAula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
 
Império Romano
Império RomanoImpério Romano
Império Romano
 

Semelhante a Filo dos Cnidários

Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Bio
 
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptDanielMedina333918
 
Zoologia dos Invertebrados
Zoologia dos InvertebradosZoologia dos Invertebrados
Zoologia dos InvertebradosCarlos Priante
 
Zoologia de invertebrados - Estudo 1
Zoologia de invertebrados  - Estudo 1Zoologia de invertebrados  - Estudo 1
Zoologia de invertebrados - Estudo 1Gilmar Giraldelli
 
Filo Celenterado ou cnidarios
Filo Celenterado ou cnidariosFilo Celenterado ou cnidarios
Filo Celenterado ou cnidariosAlexandre Borcem
 
Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011ISJ
 
Cnidários (Power Point)
Cnidários (Power Point)Cnidários (Power Point)
Cnidários (Power Point)guest68c2a6
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenteradosISJ
 
Platelmintos & Nematódeos
Platelmintos & NematódeosPlatelmintos & Nematódeos
Platelmintos & NematódeosLeandro Mota
 
Poliferos e Cnidários
Poliferos e CnidáriosPoliferos e Cnidários
Poliferos e CnidáriosSirleide Silva
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscosletyap
 

Semelhante a Filo dos Cnidários (20)

Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
 
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
 
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
 
Zoologia dos Invertebrados
Zoologia dos InvertebradosZoologia dos Invertebrados
Zoologia dos Invertebrados
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Zoologia de invertebrados - Estudo 1
Zoologia de invertebrados  - Estudo 1Zoologia de invertebrados  - Estudo 1
Zoologia de invertebrados - Estudo 1
 
Invertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o bInvertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o b
 
Aula 3 cnidarios
Aula 3 cnidariosAula 3 cnidarios
Aula 3 cnidarios
 
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
 
Filo Celenterado ou cnidarios
Filo Celenterado ou cnidariosFilo Celenterado ou cnidarios
Filo Celenterado ou cnidarios
 
Reino animal invertebrados
Reino animal   invertebradosReino animal   invertebrados
Reino animal invertebrados
 
Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Cnidários (Power Point)
Cnidários (Power Point)Cnidários (Power Point)
Cnidários (Power Point)
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados
 
Platelmintos & Nematódeos
Platelmintos & NematódeosPlatelmintos & Nematódeos
Platelmintos & Nematódeos
 
Poliferos e Cnidários
Poliferos e CnidáriosPoliferos e Cnidários
Poliferos e Cnidários
 
Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 

Filo dos Cnidários

  • 1.
  • 2. INTRODUÇÃO Os celenterados ou cnidários são os primeiros seres da escala evolutiva a possuírem uma cavidade digestiva, na qual ocorre parte da digestão dos alimentos. Além disso, são os primeiros animais a possuírem células nervosas. As águas-vivas são os seres mais conhecidos deste filo.
  • 3.
  • 4. CARACTERÍSTICAS GERAIS Possuem cnidócito; São acelomados; São protostômios; São diblásticos; Vivem em colônias ou isolados; Possuem simetria radiada; Possuem movimentos de jato-propul- são ou cambalhota;
  • 6. ORGANIZAÇÃO CITOLÓGICA Epitélio-musculares ou Mio-epiteliais: Células responsá- veis pela contração do corpo em resposta a um estimulo nervoso. Células intersticiais: Regeneração substituição do corpo do animal. Células sensitivas: Percepção dos estímulos nervosos. Epitélio-digestivas: Digestão intracelular dos alimentos. Células glandulares: Digestão extracelular dos alimentos Células flageladas: Auxiliam na digestão
  • 7. Cnidoblasto: Células urticantes, responsáveis pela defe- sa e captura de alimentos. Podem ser divididos em gluti- nantes, penetrantes e volventes.
  • 8. FISIOLOGIA Sistema Digestório: Incompleto com apenas boca, a qual é circunda por inúmeros tentáculos. O alimento é parcial- mente digerido pela cavidade gastrovascular e posterior- mente pelas células que a reveste, logo apresentam digestão tanto intracelular quanto extracelular;
  • 9. Sistema Urinário: Ausente, as excretas são eliminadas pela boca para o meio externo. Sistema Respiratório: Ausente com respiração aeróbia sendo realizada por difusão. Sistema Cardiovascular: Ausente. Sistema Nervoso: Presente sendo constituído por uma rede de células nervosas localizadas na mesogléia. Apre- sentam arco-reflexo e células fotossensíveis; Sistema Esquelético: Presente em alguns antozoários, corais, que secretam um exoesqueleto de carbonato de cálcio.
  • 10. Sistema Tegumentário: Externamente encontramos a epiderme que é formada por uma camada celular com fi- bras musculares e internamente a gastroderme, que reves- te a cavidade gastrovascular. Entre ambas encontramos a mesógleia, camada gelatinosa que corresponde a 98% do corpo das medusas.
  • 11. REPRODUÇÃO Geralmente ocorre por alternância de gerações (metagê- nese) onde pólipos originam medusas assexuadamente e medusas originam pólipos sexuadamente. Existem espé- cies hermafroditas e dióicas e o desenvolvimento pode ser direto ou indireto com presença de larva denominada de plânula.
  • 12. CLASSIFICAÇÃO Hydrozoa: Apresentam representantes tanto no meio ma- rinho quanto no meio dulcícola. São predominante hidras. Podem apresentam três ciclos de vida, o que só se desen- volve pólipo, o que só se desenvolve medusas e o que apresenta alternância de gerações.
  • 13.
  • 14. Scyphozoa: Representado predominantemente por me- dusas, as quais são grandes diferenciando-se das ante- riores. O ciclo de vida se dá por alternância de gerações onde as medusas originam pólipos sexuadamente e os pólipos originam medusas assexuadamente por estrobili- zação.
  • 15. Anthozoa: Representada por apenas indivíduos morfo- logicamente pólipos, os quais podem viver isolados como as anêmonas-do-mar ou em colônias como os corais. A reprodução pode ocorrer de forma sexuada com desen- volvimento indireto e assexuada principalmente por divi- são longitudinal do corpo.
  • 16. ACIDENTES CAUSADOS CNIDÁRIOS São comuns ao redor do mundo, incluindo acidentes graves e com registro de fatalidades em alguns mares. Todos os cnidários possuem cnidócitos e são poten- cialmente perigosos para o ser humano - sensibilidade ao efeito tóxico varia muito e pode estar associada a outro problema de saúde que a pessoa já apresente.
  • 17. IMPORTÂNCIA ECOLÓGICA Os recifes de corais proporcionam ambiente ideal para o desenvolvimento de fauna e flora muito características; ♥ Graças às condições de iluminação e transparência da água, os recifes de corais são localidades de alta produtividade biológica ♥ De todas as comunidades de águas rasas tropicais, os recifes de corais são as mais ricas em biodiversidade;
  • 18. “O melhor livro de moral é nossa consciência. Temos que consultá-lo muito frequentemente” Pascal