Avaliação dos riscos

1.594 visualizações

Publicada em

Como eu gerencio os riscos dos projetos e na empresa?

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.594
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação dos riscos

  1. 1. Flugser do Brasil Avaliação dos riscos © Flugser do Brasil, 2009
  2. 2. Quando eu uso a metodologia de avaliação dos riscos‣ A análise de risco é importante no início de um projeto, durante o planejamento e durante da execução início planejamento execução gerência & controle conclusão o projeto geral gerência de projeto acordo de projeto planejamento gerência conclusão de projeto gerência de alterações Projektsetup gerência de conteúdo Terminplanung verificação nível conteúdo Kostenplanung seleção de fornecedores gerência de tempo conclusão de contrato gerência de custos Beschaffungsplanung identificação dos avaliação dos gerência de fornecedores riscos riscos níve humano Projektorganisation desenvolvimento equipe gerência de equipe Kommunikationsplanung comunicação relatórios prevenção dos seguro de riscos Qualitätsplanung segurança de qualidade gerência de qualidade sucesso de projeto Risikoanalysedos perseguição dos riscos análise riscos‣ Sem gestão de risco é mais provável que apareça uma crise durante o projeto 22.02.2010 – Folie 3 - © Flugser do Brasil, 2009
  3. 3. O que é risco?‣ Risco é a extensão da probabilidade de perigo que vai comprometer a realização dos objetivos dos projeto sou da empresa devido a eventos ou ações dentro ou fora da empresa.‣ Os eventos ou ações têm a possibilidade de ocorrência no futuro, mas não ocorrem necessariamente.‣ Você precisa detectar um risco antes de poder gerenciá-lo. 22.02.2010 – Folie 4 - © Flugser do Brasil, 2009
  4. 4. definições‣ problema potencial – um problema possível no futuro‣ causa possível – aquela que pode gerar o problema potencial‣ impacto possível – aquele que pode surgir como consequência do problemapotencial‣ ação preventiva – atividade(s) que vai diminuir a ocorrência da causa possível‣ ação mitigadora – atividade(s) que vai diminuir o dano do impacto possível do problema potencial‣ acionamento – quando você inicia uma das ações mencionadas anteriormente 22.02.2010 – Folie 5 - © Flugser do Brasil, 2009
  5. 5. Metodologia de gestão de risco‣ identificar os riscos ‣ identificar todos os problemas possíveis que vãocomprometer a realização de objetivos ‣ analisar os problemas‣ avaliar os riscos ‣ estimar o impacto do problema no projeto ‣ avaliar a possibilidade de ocorrência de problema ‣ avaliar as possibilidades de descoberta de ocorrência de problema ‣ priorizar os riscos‣ definir acções ‣ preventivas ‣ mitigadora ‣ definir o acionamento 22.02.2010 – Folie 6 - © Flugser do Brasil, 2009
  6. 6. A gestão de risco na prática causa problema impacto possível potencial possível preventiva mitigadora ações problema potencial causa possível impacto possível ações preventivas ações mitigadoras o laboratório estará a bico de Bunsen - destruição da base um mecanismo de o extintor é um em chamas estará se aquecendo de trabalho alarme vai bloquear equipamento descontroladamente - custos da o fornecimento de necessário no e inflamará destruição gás laboratório‣ a gestão de risco envolve um planejamento sistemático 22.02.2010 – Folie 7 - © Flugser do Brasil, 2009
  7. 7. identificar os riscos‣ listar todos os problemas (riscos) possíveis durante a fase de planejamento do projeto (ex. com Brainstorming)‣ uma classificação dos grupos de problemas pode ajudar ‣ riscos técnicos ‣ riscos comerciais (com clientes, com fornecedores, com custos) ‣ riscos de recursos (ex. recursos pessoais, recursos técnicos) ‣ riscos legais (ex. patente) ‣ ….‣ analisar se um problema é um problema real para a empresa ou para o projeto ‣ ex. uma greve de professesores da UFMG‣ uma frase completa é melhor para identificar os problemas ‣ Se “x” acontecer, então segue-se “y”‣ determinar os riscos imediatamente após o planejamento das tarefas do projeto porque a equipe já tem uma boa visão das atividades e dos problemas potenciais 22.02.2010 – Folie 8 - © Flugser do Brasil, 2009
  8. 8. avaliar os riscos‣ primeiro avaliar o impacto dos problemas ‣ 1 – não influência sobre o funcionamento do sistema (produto do projeto) ou do projeto 4 ‣ 2 – pouca influência sobre o funcionamento do sistema ou do projeto impacto ‣ 3 – muita influência sobre o funcionamento do sistema ou do projeto 3 ‣ 4 – o sistema ou o projeto não vai funcionar 2 1‣ segundo avaliar a possibilidade de ocorrência dos problemas 1 2 3 ‣ 1 – pouco provável 0-30% ‣ 2 – provável 30 - 70% possibilidade ‣ 3 – muito provável 70 - 100%‣ finalmente priorizar os riscos ‣ o valor do risco = impacto do problema x possibilidade de ocorrência de problema ‣ o valor do risco é a prioridade para planejar as ações preventivas e mitigadoras ‣ focar os riscos maiores 4 4 8 12 impacto impacto 3 1 2 3 3 6 9 x = 2 possibilidade 2 4 6 1 1 2 3 possibilidade22.02.2010 – Folie 9 - © Flugser do Brasil, 2009
  9. 9. planejar as ações preventivas e mitigadoras‣ uma ação inclui ‣ as atividades que vão ser elaboradas ‣ o momento para a elaboração delas ‣ o responsável pelas atividades‣ ações preventivas vão diminuir a ocorrência da causa possível‣ ações mitigadoras vão diminuir o dano do impacto possível do problema potencial ‣ Atenção: Compre um extintor ANTES do incêndio 22.02.2010 – Folie 10 - © Flugser do Brasil, 2009
  10. 10. no trabalho dia ou dia‣ você precisa ficar na cabeça: ‣ Como o impacto em caso uma tarefa não vai terminar? ‣ Quais problemas podem ser?‣ avaliar o risco na cabeça e pensar sobre as consequências possíveis 22.02.2010 – Folie 11 - © Flugser do Brasil, 2009

×