SlideShare uma empresa Scribd logo

Grupos sanguineos

1) O documento descreve as funções do sangue, sua composição e grupos sanguíneos. O sangue transporta oxigênio, nutrientes e hormônios e remove resíduos. É composto por plasma e células como hemácias, leucócitos e plaquetas. Existem quatro grupos sanguíneos (A, B, AB e O) definidos pela presença ou ausência de antígenos A e B nas hemácias.

1 de 23
Baixar para ler offline
SANGUE E GRUPOS SANGUÍNEOS
As funções de nutrição
O sangue leva alimento, oxigênio e hormônios até as células e remove gás
carbônico e outros resíduos do organismo.
Plasma
água
glicose
sais minerais
diversas proteínas
Células do sangue
Hemácias (vermelho)
Leucócitos (verde)
Plaquetas (azul)
VISUALSUNLIMITED/CORBIS/LATINSTOCK
2
É um tecido formado por células mergulhadas em um líquido, o
plasma.
• É um tecido vivo formado por parte
líquida(plasma), com água, sais,vitaminas
etc; misturadas às hemácias, leucócitos e
plaquetas. Em um adulto circulam em média 5
litros de sangue.
SANGUE
Plasma Líquido amarelo claro que representa 55% do
do sangue, constituído por 90% de água, onde se
encontra dissolvidas proteínas, açúcares, gorduras e
sais, onde circulam os elementos nutritivos necessários
à vida das células.
Plaquetas São fragmentos de células que atuam
coagulação e obstrução de lesões ocorridas nos vasos
sangüíneos, que dariam origem a hemorragias.
Leucócitos: São glóbulos brancos, ligados a defesa do
organismo contra a bactérias e elementos estranhos a
ele.
HEMÁCIAS ou ERITRÓCITOS
São glóbulos vermelhos do sangue,com
hemoglobina, seu papel é transportar o
oxigênio dos pulmões para as células e eliminar
o gás carbônico para os pulmões.
FUNÇÕES DO SANGUE
transporta:
a) oxigênio dos pulmões para os tecidos e dióxido
de carbono no sentido inverso;
b) água e alimentos obtidos do processo
digestivo;
c) alimentos armazenados de um órgão ou tecido
para outro,
d) resíduos metabólicos, excesso de água ou íons
minerais para os órgãos excretores;
e) hormônios
f) anticorpos

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoMarcia Bantim
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologiabradok157
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelmainamgar
 
Sistema abo
Sistema aboSistema abo
Sistema aboletyap
 
Hereditariedade dos Grupos SanguíNeos
Hereditariedade dos Grupos SanguíNeosHereditariedade dos Grupos SanguíNeos
Hereditariedade dos Grupos SanguíNeosisabelourenco
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológicaCésar Milani
 
2ª Lei De Mendel
2ª Lei De Mendel2ª Lei De Mendel
2ª Lei De Mendelbianca
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascularCésar Milani
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICASarah Lemes
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascularRebeca Vale
 
II - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOII - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOsandranascimento
 

Mais procurados (20)

Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
 
Sangue
SangueSangue
Sangue
 
Sangue
SangueSangue
Sangue
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
 
Sistema abo
Sistema aboSistema abo
Sistema abo
 
Hereditariedade dos Grupos SanguíNeos
Hereditariedade dos Grupos SanguíNeosHereditariedade dos Grupos SanguíNeos
Hereditariedade dos Grupos SanguíNeos
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
2ª Lei De Mendel
2ª Lei De Mendel2ª Lei De Mendel
2ª Lei De Mendel
 
Sistema abo e fator rh
Sistema abo e fator rhSistema abo e fator rh
Sistema abo e fator rh
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Aula sistema imunologico
Aula sistema imunologicoAula sistema imunologico
Aula sistema imunologico
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascular
 
Tecido sanguineo
Tecido sanguineoTecido sanguineo
Tecido sanguineo
 
II - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOII - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIO
 

Semelhante a Grupos sanguineos

Semelhante a Grupos sanguineos (20)

sistema.pptx
sistema.pptxsistema.pptx
sistema.pptx
 
SLAID SOBRE GRUPOS SANGUINES E SISTEMA ABO.pptx
SLAID SOBRE GRUPOS SANGUINES E SISTEMA ABO.pptxSLAID SOBRE GRUPOS SANGUINES E SISTEMA ABO.pptx
SLAID SOBRE GRUPOS SANGUINES E SISTEMA ABO.pptx
 
Sangue e Sistema abo
Sangue e Sistema aboSangue e Sistema abo
Sangue e Sistema abo
 
Aula Sistema Cardiovascular.pdf
Aula Sistema Cardiovascular.pdfAula Sistema Cardiovascular.pdf
Aula Sistema Cardiovascular.pdf
 
Tipagem sanguinea
Tipagem sanguineaTipagem sanguinea
Tipagem sanguinea
 
Hemoterapia no Ensino de Ciências
Hemoterapia no Ensino de CiênciasHemoterapia no Ensino de Ciências
Hemoterapia no Ensino de Ciências
 
Hemoterapia no Ensino de Ciências
Hemoterapia no Ensino de CiênciasHemoterapia no Ensino de Ciências
Hemoterapia no Ensino de Ciências
 
A ..A Fisiologia do sangue (2)
A ..A Fisiologia do sangue (2)A ..A Fisiologia do sangue (2)
A ..A Fisiologia do sangue (2)
 
Polialelia e herança dos grupos sanguíneos
Polialelia e herança dos grupos sanguíneosPolialelia e herança dos grupos sanguíneos
Polialelia e herança dos grupos sanguíneos
 
Seminário_CETAM.pptx
Seminário_CETAM.pptxSeminário_CETAM.pptx
Seminário_CETAM.pptx
 
Grupos sanguíneos
Grupos sanguíneosGrupos sanguíneos
Grupos sanguíneos
 
Sistema abo --
Sistema abo --Sistema abo --
Sistema abo --
 
Sangue
SangueSangue
Sangue
 
sangue: um liquido também precioso
sangue: um liquido também preciososangue: um liquido também precioso
sangue: um liquido também precioso
 
Sistema ABO e Fator Rh.pdf
Sistema ABO e Fator Rh.pdfSistema ABO e Fator Rh.pdf
Sistema ABO e Fator Rh.pdf
 
Codominancia
CodominanciaCodominancia
Codominancia
 
Incompatibilidade rH e grupo sanguíneo
Incompatibilidade rH e grupo sanguíneoIncompatibilidade rH e grupo sanguíneo
Incompatibilidade rH e grupo sanguíneo
 
sangue um dos liquidos mais preciosos
sangue um dos liquidos mais preciosossangue um dos liquidos mais preciosos
sangue um dos liquidos mais preciosos
 
Incompatibilidade rH e grupo sanguíneo
Incompatibilidade rH e grupo sanguíneoIncompatibilidade rH e grupo sanguíneo
Incompatibilidade rH e grupo sanguíneo
 
Miriam
MiriamMiriam
Miriam
 

Mais de Andre Luiz Nascimento (18)

Organismos transgenicos e geneticamente modificados
Organismos transgenicos e geneticamente modificadosOrganismos transgenicos e geneticamente modificados
Organismos transgenicos e geneticamente modificados
 
Sistema Nervoso.ppt
Sistema Nervoso.pptSistema Nervoso.ppt
Sistema Nervoso.ppt
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Aula vertebrados I - Peixes, anfíbios e répteis
Aula vertebrados I - Peixes, anfíbios e répteisAula vertebrados I - Peixes, anfíbios e répteis
Aula vertebrados I - Peixes, anfíbios e répteis
 
Aula invertebrados
Aula invertebradosAula invertebrados
Aula invertebrados
 
Vertebrados II - Aves e Mamíferos
Vertebrados II - Aves e MamíferosVertebrados II - Aves e Mamíferos
Vertebrados II - Aves e Mamíferos
 
Biomas terrestres
Biomas terrestres Biomas terrestres
Biomas terrestres
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Aula fungos 2018
Aula fungos 2018Aula fungos 2018
Aula fungos 2018
 
Os seres vivos mais simples virus e bacterias
Os seres vivos mais simples   virus e  bacteriasOs seres vivos mais simples   virus e  bacterias
Os seres vivos mais simples virus e bacterias
 
Nucleo celular e cromossomos
Nucleo celular e cromossomosNucleo celular e cromossomos
Nucleo celular e cromossomos
 
Aula mitose e meiose 2os
Aula mitose e meiose   2osAula mitose e meiose   2os
Aula mitose e meiose 2os
 
Botanica geral i grupos vegetais ppt
Botanica geral i  grupos vegetais pptBotanica geral i  grupos vegetais ppt
Botanica geral i grupos vegetais ppt
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Aula genética
Aula genéticaAula genética
Aula genética
 
Aula dna 2015
Aula dna 2015Aula dna 2015
Aula dna 2015
 
Aula membrana e transporte celular
Aula membrana e transporte celular Aula membrana e transporte celular
Aula membrana e transporte celular
 

Último

ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...DL assessoria 27
 
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdfFARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdfnilsonmarques9
 
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...bibygmachadodesouza
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...PrimeAssessoriaAcadm3
 
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saudeAumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saudesteauroradourados
 
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdfGuia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdfElySouza16
 
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...PrimeAssessoriaAcadm3
 

Último (7)

ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
 
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdfFARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
 
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saudeAumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
 
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdfGuia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdf
 
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
 

Grupos sanguineos

  • 1. SANGUE E GRUPOS SANGUÍNEOS
  • 2. As funções de nutrição O sangue leva alimento, oxigênio e hormônios até as células e remove gás carbônico e outros resíduos do organismo. Plasma água glicose sais minerais diversas proteínas Células do sangue Hemácias (vermelho) Leucócitos (verde) Plaquetas (azul) VISUALSUNLIMITED/CORBIS/LATINSTOCK 2 É um tecido formado por células mergulhadas em um líquido, o plasma.
  • 3. • É um tecido vivo formado por parte líquida(plasma), com água, sais,vitaminas etc; misturadas às hemácias, leucócitos e plaquetas. Em um adulto circulam em média 5 litros de sangue.
  • 4. SANGUE Plasma Líquido amarelo claro que representa 55% do do sangue, constituído por 90% de água, onde se encontra dissolvidas proteínas, açúcares, gorduras e sais, onde circulam os elementos nutritivos necessários à vida das células. Plaquetas São fragmentos de células que atuam coagulação e obstrução de lesões ocorridas nos vasos sangüíneos, que dariam origem a hemorragias. Leucócitos: São glóbulos brancos, ligados a defesa do organismo contra a bactérias e elementos estranhos a ele.
  • 5. HEMÁCIAS ou ERITRÓCITOS São glóbulos vermelhos do sangue,com hemoglobina, seu papel é transportar o oxigênio dos pulmões para as células e eliminar o gás carbônico para os pulmões.
  • 6. FUNÇÕES DO SANGUE transporta: a) oxigênio dos pulmões para os tecidos e dióxido de carbono no sentido inverso; b) água e alimentos obtidos do processo digestivo; c) alimentos armazenados de um órgão ou tecido para outro, d) resíduos metabólicos, excesso de água ou íons minerais para os órgãos excretores; e) hormônios f) anticorpos
  • 7. ORIGEM DO SANGUE O sangue é produzido na medula óssea dos ossos chatos (vértebras, costelas, quadris, crânio e externo); nas crianças, também os ossos longos, como o fêmur.
  • 8. GRUPOS SANGUÍNEOS ABO • Há vários grupos sangüíneos herdados independentemente entre si ( ABO, Rh, MNS, Kell, Lewis, etc). O sistema ABO é o de maior importância na prática transfusional por ser o mais antigênico, ou seja, por ter maior capacidade de provocar a produção de anticorpos, seguido pelo sistema Rh.
  • 9. As funções de nutrição Os grupos sanguíneos A membrana das hemácias possui algumas substâncias, que variam entre os diferentes grupos sanguíneos. hemácias do sangue B anticorpos contra substâncias das hemácias do sangue A sangue do doador sangue do receptor KLNARTESGRÁFICAS/ ARQUIVODAEDITORA hemácias do sangue A 9 Numa transfusão de sangue, se as hemácias do doador são diferentes das do receptor, podem ocorrer as mesmas reações que ocorrem quando um microrganismo estranho invade o organismo.
  • 10. As funções de nutrição O teste para identificar o grupo sanguíneo de uma pessoa é feito por profissionais de saúde em laboratórios e hospitais.INGEBORGASBACH/ARQUIVODAEDITORA hemácia soro com anti-B soro com anti-Ahemácias aglutinadas 1.sangue do grupo A 2.sangue do grupo B 3.sangue do grupo AB 4.sangue do grupo O Tipo sanguíneo Antígeno na hemácia Anticorpo no plasma A A Anti-B B B Anti-A AB A e B Não possui O Não possui Anti-A e Anti-B 10
  • 15. FATOR RH • Ao se injetar o sangue desse macaco em cobaias, havia produção de anticorpos para combater as hemácias introduzidas. Ao centrifugar o sangue obteve-se o soro que continha anticorpos anti-Rh e que poderia aglutinar as hemácias do macaco Rhesus. As conclusões daí obtidas levariam a descoberta de um antígeno de membrana que foi denominado Rh (Rhesus), que, estimulavam a produção de anti-Rh.
  • 16. FATOR RH • É um antígeno encontrado também na membrana plasmática das hemácias de indivíduos RH positivos. Falamos em Rh negativo quando este fator antigênico está ausente, sendo estas pessoas capazes de responder com a produção de anticorpos anti -Rh , quando entram em contato com o antígeno (através da placenta ou transfusão incompatível) .
  • 17. O antígeno RH é uma proteína presente na membrana dos glóbulos vermelhos. Uma pessoa com fator Rh positivo não pode doar sangue a alguém com Rh negativo. Ao ocorrer há produção de anticorpos anti-rh, denominado sensibilização.  IMPORTANTE !
  • 19. ERITROBLASTOSE FETAL (DOENÇA HEMOLÍTICA DO RECÉM NASCIDO) Anticorpos Anti-RH passam pela placenta destruindo hemácias/eritroblastos fetais.
  • 22. 1) Dois pacientes em um hospital têm as seguintes características de sangue: Paciente 1: apresenta tanto anticorpos anti-A como anti-B no sangue. Paciente 2: não apresenta anticorpos anti-A nem anti-B no sangue. Pode-se afirmar que: a)  o paciente 2 é do tipo doador universal. b) o paciente 1 pode receber sangue do paciente 2. c) o paciente 1 só pode receber sangue A. d) o paciente 2 só pode receber sangue AB. e)  o paciente 2 pode receber sangue A, B, AB ou O.
  • 23. 2) (Biologia – Vunesp) Um casal, em que o marido é do tipo sanguíneo A, tem um filho do grupo O. Quais os possíveis genótipos dos pais? a)      Pai IA IA e mãe IA i ou IB i ou ii. b)      Pai IA i e mãe IA i ou IB i ou ii. c)       Pai IA i e mãe IA i ou IB i ou IA IB. d)      Pai IA IA e mãe IA i ou IB i ou IA IB. e)      Pai IA IB e mãe IA IA ou  IB IB ou  IA IB