BRT e BRS: Características e funcionalidades

1.612 visualizações

Publicada em

Apresentação no Mestrado em Transportes da Universidade de Brasília, 28 de Novembro de 2013.

Publicada em: Engenharia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

BRT e BRS: Características e funcionalidades

  1. 1. André Dantas Diretor Técnico Universidade de Brasília, 28 de Novembro de 2013. BRT e BRS: Características e funcionalidades
  2. 2. Estrutura da Apresentação 1. Contexto; 2. BRS; 3. BRT; 4. Discussão; 5. Conclusões.
  3. 3. Contexto • Políticas de desenvolvimento urbano o Transporte  Planejamento  Gestão  Operação • Lei 12.587/2012 • Situação atual • Perspectivas futuras
  4. 4. Contexto
  5. 5. Contexto
  6. 6. Contexto BRT BRS ?Como? Quando? PRA QUE? Quem? Onde?
  7. 7. BRS Bus Rapid Service 7
  8. 8. 8 BRS
  9. 9. 9 ÔNIBUS ÔNIBUS BRS
  10. 10. Pesquisa Nacional do Vale Transporte Anuário NTU Revista NTU Urbano BRS
  11. 11. Corredor Universitário – Goiânia/GO BRS
  12. 12. Corredor Universitário – Goiânia/GO BRS
  13. 13. Sistema BRS – Rio de Janeiro/RJ BRS
  14. 14. Sistema BRS – Rio de Janeiro/RJ BRS
  15. 15. Faixa Exclusiva – São Paulo/SP BRS
  16. 16. Resultados recentes BRS Município-UF Corredor Extensão Demanda diária Demanda pico Benefícios BRSMarginal Tietê 12,7km 210mil 28mil Reduçãode até 30minutosnotempode viagem BRSMarginal Pinheiros- trecho1 7,8km 393mil ND BRSMarginal Pinheiros- trecho2 5,8km 175mil ND BRSMarginal Pinheiros- trecho3 7,4km 193mil ND BRSNorte-Sul 13km 236mil 28mil Reduçãode 71%notempode viagem BRSPresidente Vargas 3km/sentido 545mil 65mil Reduçãode 20%notempode viageme de 10%nafrotaoperacional BRSRioBranco 1,3km 308mil 37mil Reduçãode até 47%notempode viageme de 10%nafrotaoperacional BRSIpanemaLeblon 7,0km 190mil 23mil Reduçãode 10%notempode viageme de 10%nafrotaoperacional BRSCopacabana 7,5km 236mil 28mil Reduçãode 50%notempode viageme de 20%nafrotaoperacional Goiânia- GO CorredorUniversitário 2,5km 50mil ND Aumentode 30%navelocidade Riode Janeiro- RJ 84,7%dosusuáriode ônibus 63%dosusuáriode ônibus Percentualde pessoasfavoráveisàimplantaçãodas faixas(PesquisaDatafolha) Aumentode 78%navelocidade operacional 88%dos paulistanos 92%dos usuáriosde ônibus 83%dos usuáriosde automóvel SãoPaulo- SP
  17. 17. 17 1. Sinalização vertical e horizontal exclusiva. 2. Radares e câmeras: fiscalização do acesso de veículos particulares. 3. Informação para os usuários. BRS
  18. 18. 18 4. Infraestrutura adequada para os pontos de embarque e desembarque 5. Aumento da velocidade comercial. 6. Otimização da oferta e redução da frota operante. BRS
  19. 19. 19 7. Aumento da ocupação média dos ônibus. 8. Redução da emissão de Gases de Efeito Estufa (CO2). BRS
  20. 20. BRS
  21. 21. BRS
  22. 22. BRS
  23. 23. BRS
  24. 24. Configuração 1 Proposta Atual BRS
  25. 25. Atual Proposta BRS Configuração 2
  26. 26. BRT Bus Rapid Transit 26
  27. 27. São Paulo-SP (Expresso Tirandentes) Rio de Janeiro-RJ (TransOeste)Curitiba-PR (Rede Integrada de Transporte) Goiânia-GO (Avenida Anhanguera) 27 BRT
  28. 28. BRT
  29. 29. Belo Horizonte, MG Brasília, DF Campo Grande,MS Cascavel, PR Curitiba, PR Goiânia, GO Maringá, PR Porto Alegre, RS Recife, PE Rio de Janeiro, RJ Salvador, BA Uberlândia, MG Vitória, ES 29 BRT
  30. 30. 30 Belo Horizonte – MG População: 2.479.175 •PlanMob-BH: planejamento estratégico de longo-prazo; •Extensão dos corredores: 35km; •Frota (veículos): 1328 convencionais; 680 padron; e 245 articulados; •Infraestrutura: 5 terminais de integração; 59 estações. 30 BRT
  31. 31. •Investimentos: R$933 milhões; •Antônio Carlos: R$588 milhões; •R$382 milhões – PAC Copa; •R$206 milhões – Município; •Carlos Luz-Pedro II: R$233,5 milhões; •R$146 milhões – PAC Copa; •R$87,5 milhões – Município; •Cristiano Machado: R$53 milhões; •R$50 milhões – PAC Copa; •R$3 milhões – Município; •Área Central: R$58 milhões; •R$50 milhões – PAC Copa; •R$8 milhões – Município. BRT Belo Horizonte – MG
  32. 32. •Características Gerais •Antônio Carlos (14,9 km) •Projeto Básico Concluído, Obras Licitadas e Contratadas; •Obras Civis - R$528 milhões; •Terminais - R$60 milhões; e Previsão de Término – Projeto Operacional em Setembro 2011. •Carlos Luz-Pedro II (13 km) •Projeto Básico Concluído; •Obras Civis - R$193,5 milhões; •Terminais - R$40 milhões; •Cristiano Machado (6 km) •Projetos Básico e Executivo Concluídos, Edital elaborado; •Obras Civis - R$53 milhões; •Área Central (1,3 km) •Projetos Básico e Executivo Concluídos; •Obras Civis - R$55 milhões; Previsão de Término – Projeto Operacional em Outubro 2011. BRT Belo Horizonte – MG
  33. 33. •Operação dos Corredores BRT Belo Horizonte – MG
  34. 34. BRT Belo Horizonte – MG
  35. 35. BRT Belo Horizonte – MG
  36. 36. BRT Belo Horizonte – MG
  37. 37. BRT Belo Horizonte – MG
  38. 38. Pontos Relevantes - Redução efetiva de frota (eixo troncal / racionalização); - Redução de quilometragem total; - Entrada de novos veículos padrão Euro 5 (articulados); - Ganho de eficiência energética (melhoria da velocidade operacional); 150 km e cerca de 2 milhões de pessoas beneficiadas BRT Extensão vias exclusivas Número de estações previstas Prazo de implantação Quantidade de passageiros transportados Custo de Implantação (R$) Número de articulados Locais beneficiados Integração com outros modais TransCarioca 41 km separados em 2 lotes 46 2013/2014 400 mil / dia 1,3 bilhão 217 Aeroporto Internacional - Penha - Madureira - Jacarepaguá - Barra da Tijuca TransBrasil, Transolímpica, Transoeste e Trem TransOeste 56 km 53 2012 220 mil / dia 1,6 bilhão 91 Santa Cruz - Campo Grande - Guaratiba - Recreio - Barra da Tijuca Transolímpica, Transcarioca, Possibilidade do Trem TransOlímpica 26 km 18 Final de 2015* 400 mil / dia 2 bilhões 60 Recreio - Barra da Tijuca - Jacarepaguá - Deodoro Transcarioca, Transoeste, Trem e Metrô TransBrasil 20 km (1ª fase) e 10 km (2ª fase) 25 Início de 2016* 900 mil / dia 1,1 bilhão 219 Centro - Manguinhos - Missões - Margaridas - Deodoro Transcarioca * Estimativa Corredores de BRT Investimento Público de 6 bilhões Investimento Privado de 543 milhões Rio de Janeiro-RJ/População: 6.429.922 38 BRT
  39. 39. 39 Rio de Janeiro-RJ (Rede de Sistemas BRT) TRANSBRASIL BRT
  40. 40. Legenda TransBrasil TransOeste TransCarioca TransOlímpica Metro Ferrovia 40 BRT
  41. 41. 41 Rio de Janeiro-RJ (Integração BRT – Metrô e Ferrovia) BRT
  42. 42. 42 Rio de Janeiro-RJ (Sistemas BRT e Conexões com trem e metrô) BRT
  43. 43. BRT TransOeste – Conexões com o Metrô 43 BRT
  44. 44. Legenda TransBrasil TransOeste TransCarioca TransOlímpica Metro Ferrovia 44 BRT
  45. 45. • Parada simultânea de até 3 ônibus em cada sentido. • Ultrapassagem pelas linhas expressas. Estações: Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste 45 BRT
  46. 46. Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Operação – Veículos de alta capacidade 46 BRT
  47. 47. Características: - Padron - Linhas alimentadoras e BRS - Piso nivelado com a estação Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Operação – Veículos de alta capacidade - Todos com ar condicionado - Comprimento: 12m - Capacidade de transporte: 94 pessoas 47 BRT
  48. 48. Características: - Articulados - Piso nivelado com a estação - Todos com ar condicionado - Comprimento: 19m e 21m - Capacidade de transporte: 19m = 140 pessoas 21m = 183 pessoas Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Operação – Veículos de alta capacidade 48 BRT
  49. 49. Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Características: - Superarticulados - Piso nivelado com a estação - Todos com ar condicionado - Comprimento: 23m - Capacidade de transporte: 200 pessoas Operação – Veículos de alta capacidade 49 BRT
  50. 50. • Canaletas exclusivas - redução do tempo de viagem e do custo de operação. Operação Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste 50 BRT
  51. 51. • Embarque e desembarque em nível - segurança e conforto ao usuário. Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Operação 51 BRT
  52. 52. • Pagamento e controle antecipados - tempo de embarque reduzido. Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Operação 52 BRT
  53. 53. • Sistema de informações aos usuários. Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Operação 53 BRT
  54. 54. • Acessibilidade universal - promoção do acesso ao transporte público para todos. Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste Operação 54 BRT
  55. 55. • Centro de controle operacional (CCO) analisa dados do funcionamento do BRT. Operação Rio de Janeiro - Sistema BRT TransOeste 55 BRT
  56. 56. Discussão 56
  57. 57. Prazo de execução e custo por modo de Transporte 57 Discussão
  58. 58. BRS - Opções de qualificação* 58 Discussão Investimento/km SinalizaçãoViária Horizontal Tachão SinalizaçãoViáriaVertical MonitoramentoEletrônico (Radares) Pontos de Parada Pavimentação(Recapeamento) R$ R$20a50mil/km R$2,5a5mil/km R$10a50mil/km R$50a100mil/km R$10a30mil/km R$150a300mil/km FaixaExclusiva- Simples X 20a50mil FaixaExclusiva- Básica X X 22,5a55mil FaixaExclusiva- Intermediária X X X 32,5a105mil FaixaExclusiva- Avançada X X X X 82,5a205mil FaixaExclusiva- Ótima X X X X X 92,5a235mil FaixaExclusiva- Super X X X X X X 142,5a535mil Configurações Elementos Fundamentais * Estimativa NTU (2013)
  59. 59. 59 Discussão
  60. 60. CONCLUSÕES 60
  61. 61.  Intervenções devem estar de acordo com o contexto de atuação  Tecnologia de transporte não deve ser entendida como a resposta para todos os problemas  BRT e BRS são opções complementares:  BRT é estruturante;  BRS qualifica o sistema convencional e/ou alimenta BRT;  Qualificação e priorização do transporte público urbano dependem da viabilização de recursos permanentes:  Medidas Emergenciais; e  Ações de médio e longo prazo. Conclusões
  62. 62. Obrigado! Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) Andre.dantas@ntu.org.br Site NTU: www.ntu.org.br (61) 2103-9293

×