O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Fisiologia_Veterinaria_I.pptx

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 40 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Semelhante a Fisiologia_Veterinaria_I.pptx (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Fisiologia_Veterinaria_I.pptx

  1. 1. Fisiologia Veterinária I SISTEMA RESPIRATÓRIO DE MAMÍFEROS
  2. 2. Tópicos abordados: • O que é respiração; • Funções; • Anatomia; • Ventilação; • Ciclo, frequência respiratória; • Trocas gasosas; • Casos clínicos.
  3. 3. “Respiração é o meio pelo qual se obtém e utiliza o oxigênio e elimina dióxido de carbono”
  4. 4. Funções do Sistema Respiratório • Trocas gasosas; • Transporte de ar; • Comunicação: feita através de sons e feromônios; • Importante para a termorregulação; • Auxiliar na micção e defecação.
  5. 5. Funções do Sistema Respiratório
  6. 6. Anatomia do Sistema Respiratório • Parte condutora. • Parte respiratória. • Parte de bombeamento.
  7. 7. Anatomia do Sistema Respiratório PARTE CONDUTORA: • Narinas: • Cavidades nasais • Faringe • Laringe • Traqueia • Brônquios • Bronquíolos
  8. 8. Anatomia do Sistema Respiratório
  9. 9. Anatomia do Sistema Respiratório PARTE RESPIRATÓRIA • Alvéolos pulmonares; • Pulmões;
  10. 10. Anatomia do Sistema Respiratório PARTE DE BOMBEAMENTO • Diafragma; • Músculos intercostais e abdominais;
  11. 11. Ventilação Movimento de gás para dentro e para fora dos pulmões. • Inspiração: contração dos músculos respiratórios fazendo com que ocorra expansão dos pulmões. • Expiração: relaxamento dos músculos da respiração.
  12. 12. Tipos de Respiração • Respiração abdominal: normal, silenciosa. • Respiração costal: movimento pronunciado das costelas.
  13. 13. Ciclo Respiratório • São geralmente contínuos, suaves e simétricos. • Ciclos de respiração complementar: respiração profunda e rápida, seguidas de expiração mais prolongada.
  14. 14. Custo metabólico da respiração CONTRAÇÕES MUSCULARES ASSOCIADAS: • As forças elásticas e de tensão superficial; • As forças não elásticas (rearranjo dos tecidos); • A resistência de vias aéreas. Falhas do surfactante e fibrose; Obstrução das vias aéreas.
  15. 15. Frequência Respiratória VARIAÇÕES ENTRE AS ESPÉCIES: 1. Tamanho corpóreo; 2. Idade; 3. Exercício; 4. Excitação; 5. Temperatura ambiente; 6. Prenhez; 7. Grau de enchimento do trato digestório; 8. Estado de saúde.
  16. 16. Fluxo Sanguíneo Pulmonar • Circulação pulmonar: participa na troca gasosa. • Circulação brônquica: fornece suprimento sanguíneo nutricional às vias aéreas.
  17. 17. Fluxo Sanguíneo Pulmonar CIRCULAÇÃO PULMONAR: • Pulmão; • Estruturas das pequenas artérias varia entre as espécies; • Fatores neurais causam contrações das artérias pulmonares musculares.
  18. 18. Fluxo Sanguíneo Pulmonar CIRCULAÇÃO BRÔNQUICA • Recebe 2% do débito cardíaco do ventrículo esquerdo. Artéria broncoesofágica: supre as vias aéreas do lobo direito. Artéria brônquica: bronquíolos terminais formando um plexo peribrônquico.
  19. 19. Controle da Respiração GPC (gerador de padrão central): • Localizado no cérebro e tronco cerebral; • Regulam a atividade dos músculos respiratórios.
  20. 20. Controle da Respiração Quimiorreceptores: • Hipóxia, Acidose e Hipercapnia; • Grandes altitudes; • Exercícios físicos.
  21. 21. Controle da Respiração
  22. 22. Controle da Respiração
  23. 23. Controle da Respiração Mecanorreceptores: • Monitoram grau de estiramento dos pulmões; • Identificam materiais estranhos.
  24. 24. Controle da Respiração Proprioceptores: • Monitoram a quantidade de esforço aplicado pelos músculos.
  25. 25. Controle da Respiração • Inspiração e expiração
  26. 26. Trocas Gasosas • A tensão do oxigênio (PO2) esta diretamente relacionada com a troca gasosa; • As trocas gasosas entre os alvéolos e os capilares pulmonares ocorrem através de difusão; • Concentração de O2 maior nos alvéolos; • Concentração do CO2 maior nos capilares; • Alguns fatores influenciam a troca gasosa.
  27. 27. Trocas Gasosas • A troca de gases entre os tecidos e o sangue também ocorre por difusão; • O2 é transportado pelas hemoglobinas presentes nos eritrócitos; • Hemoglobina dos mamíferos apresenta 4 unidades podendo assim se ligar a 4 moléculas de O2.
  28. 28. • A quantidade de moléculas de O2 ligadas na molécula de hemoglobina é determinada pela PO2 (70 mmHg); • Variação em animais que apresentarem anemia ou policitemia.
  29. 29. • Redução na quantidade de oxigênio na hemoglobina (cianose).
  30. 30. • A tensão do CO2 tecidual é maior que a tensão do CO2 do sangue; • A maior parte das moléculas de CO2 se difundem para dentro dos eritrócitos.
  31. 31. Casos Clínicos FIBROSE PULMONAR EM CÃO Setter inglês com 3 anos de idade; • Dificuldades respiratórias; • Formação de tecido fibroso nos alvéolos; • Tratamento ineficiente.
  32. 32. Casos Clínicos
  33. 33. Casos Clínicos OBSTRUÇÃO DAS VIAS AÉREAS EM CAVALO • Cavalo de dez anos de idade; • Tosse, dificuldades respiratórias, perda de peso e dilatação das narinas; • Muco e edema da parede das vias aéreas.
  34. 34. Referências bibliográficas • KLEIN, B. G. Fisiologia Veterinária. 5. Ed. São Paulo: Elsevier Editora Ltda, 2014. • Reece, W. O. Anatomia Funcional e Fisiologia dos Animais Doméstico. 3. Ed. São Paulo: Roca, 2008. • Reece, W. O. Fisiologia dos Animais Domésticos. 2. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
  35. 35. Dúvidas? Obrigado(a) pela atenção! Acadêmicos: Cláudia Nara, Gustavo Brandão, Haiumy Garcia e Yohana Henz

×