Anexo

270 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
270
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anexo

  1. 1. ANEXOO acesso ao questionário, para identificação dos docentes integrados na carreiraque sejam titulares de formação em avaliação do desempenho, supervisãopedagógica e em outras áreas, ou detentores de experiência profissional emsupervisão pedagógica, deverá ser restrito ao diretor de cada agrupamento/escola,como responsável pela recolha e envio dos dados, e não aos docentes cujos dados sepretende recolher, de forma a garantir rigor e fiabilidade”.Respostas a dúvidas levantadas relativamente ao questionárioPergunta nº 1(…) 1ª questão - Na identificação dos docentes que detenham formação em avaliaçãode desempenho considera-se que um docente tem formação nesta área, desde que tenhafrequentado ações de formação contínua que lhe conferiram créditos?2ª questão - "Formação em supervisão pedagógica e em outras áreas", que tipo deáreas?3ª questão - Estas formações são conferidas através de Mestrado/ Doutoramento ousimplesmente através da formação contínua acreditada? Agradecia um esclarecimento aestas questões.Resposta nº 11.ª questão - Não. Relativamente a formação contínua, na área da avaliação dodesempenho, só são de considerar no preenchimento do questionário as ações deformação de formadores;2.ª questão - A formação especializada encontra-se definida no D-L n.º 95/97, pelo queimporta ter em conta este diploma legal. Entre outros requisitos, para que um dadocurso seja considerado formação especializada tem de ter sido acreditado como tal, peloCCPFC, nas áreas consagradas no artigo 3.º do referido D-L, às quais acresce, pordiploma próprio, a área de Inspeção em Educação; 3.ª questão - Se com «estas formações» se refere a formação especializada, importaconsiderar o referido na resposta à questão 2, chamando-se a atenção para as formas detitulação previstas no artigo 5.º do D-L n.º 95/97; A formação contínua, ainda queacreditada, é isso mesmo, formação contínua, e não formação especializada. Têmregimes jurídicos distintos, consagrados, inclusive, em diferentes diplomas legais. Emrespeito ao mecanismo de articulação instituído para este inquérito, eventuais futurasquestões dos diretores de CFAE deverão ser colocados ao respetivo representantenacional.Pergunta nº 2Tendo em atenção o que nos tem sido remetida pelos CFAE, venho solicitar que meinforme, se vê V. Exª algum inconveniente em que seja elaborado para escola umformulário online enviado aos docentes para uma recolha mais rigorosa da informaçãopretendida. Temo que os processos dos professores não estejam instruídos com todas asformações por eles realizadas. Posteriormente, com esta informação recolhida,triangulada com a existente na escola, seria por mim preenchido o formulário daDGRHE.Resposta nº 2
  2. 2. Não temos objeção a colocar, desde que o mesmo garanta a não divulgação do endereçoWeb relativo ao questionário e se responsabilize pelo respetivo preenchimento, como oSr. Diretor refere no seu email.Pergunta nº 3 1ª questão - Será possível a DGRHE encimar o referido inquérito com o logotipo ououtra referência expressa à DGRHE, para que desse modo se sintam mais confortáveis aenviar dados de natureza profissional tão extensos via Web para uma plataforma que éuniversal (Google Docs) e não dedicada a que se tem acesso inclusivamente sem arestrição, por exemplo, de uma password?2ª questão - Poderão os Diretores, nesta fase, introduzir algum critério para além dosque se encontram no desenho do próprio levantamento (nomeadamente, por exemplo,não lançando no questionário os docentes que entendem não ter perfil nem para integrara BAE nem as EDFC?Resposta nº 31ª questão - Relativamente ao acesso aos dados enviados, o mesmo é restrito àDGRHE, que para o efeito dispõe de user - name e password. O diretor de cadaagrupamento/escola é responsável pelo sigilo relativo ao endereço Web de acesso aoquestionário, bem como pela recolha e envio dos dados, de forma a garantir rigor efiabilidade. A identificação desta D-G foi inscrita no texto do email que enquadrou esteinquérito e que foi remetido aos agrupamentos/escolas através dos CFAE.2ª questão - chama-se a atenção para o texto do email que enquadrou o inquérito noqual se assinala que o mesmo é «centrado na identificação dos docentes integrados nacarreira que sejam titulares de formação em avaliação do desempenho, supervisãopedagógica e em outras áreas, ou detentores de experiência profissional em supervisãopedagógica». Assim, não se pretende «introduzir algum critério para além dos que seencontram no desenho do próprio levantamento».Pergunta nº 41ª questão - Formação especializada em Outras Áreas de Formação (DL 95/97)São deconsiderar todos os CESE, de acordo com as alíneas do Artigo 3º DL95/97?2ª questão - Os Complementos de Formação, que não se enquadram nas alíneasanteriores, mas conferem grau de licenciado previsto no Artigo 5º, são de considerar?3ª questão - Quando diz "Acreditada(s) pelo CCPFC", à partida teve que ser, pois foiconsiderada para reposição da carreira (alteração de bacharéis a licenciados). Oscertificados não mencionam o número de registo, como proceder?4ª questão - Formação de Formadores em Outras Áreas - Formação Contínua Adesignação d(a)s ação(ões) corresponde à Área e Domínio atribuída a cada formador epresente no registo do CCPFC?Resposta nº 41.ª questão - A formação especializada encontra-se definida no D-L n.º 95/97, pelo queimporta ter em conta este diploma legal. Entre outros requisitos, para que um dadocurso seja considerado formação especializada tem de ter sido acreditado como formaespecializada, pelo CCPFC, nas áreas consagradas no artigo 3.º do referido D-L, àsquais acresce, por diploma próprio, a área de Inspeção em Educação; A titulação doscursos de formação especializada consta no artigo 5.º do citado D-L. Se em relação aum determinado diploma houver dúvida, poderá ser consultado o CCPFC, dado que sefor formação especializada tem um registo de acreditação como tal, por parte desteConselho;2.ª questão - idem, resposta 1;
  3. 3. 3.ª questão - O facto de os complementos de formação terem sido considerados nareposição da carreira (alteração de bacharéis a licenciados) não significa que tenhamsido acreditados pelo CCPFC; este conselho acredita formação contínua e formaçãoespecializada; Se em relação a um determinado diploma houver dúvida, poderá serconsultado o CCPFC, dado que se for formação especializada tem um registo deacreditação como tal, por parte deste Conselho;4.ª questão - Não; a designação da ação é o nome da ação que o formando (docente,neste caso) frequentou com aproveitamento e que neste campo só é considerada se tiversido formação de formadores, acreditada. Nessa ação, o formando recebeu formaçãoque o habilitará a ser formador noutras ações futuras (ex: de disseminação da formaçãorecebida). Chama-se a atenção de que, em respeito ao mecanismo de articulaçãoinstituído para este inquérito, eventuais futuras questões dos diretores deagrupamentos/escolas deverão ser colocados ao diretor do respetivo CFAE.Pergunta nº 51ª questão - A utilização do termo “Outras Áreas” contempla a Formação Pós-graduadaem Ciências de Educação?2ª questão - A utilização do termos “Outras Áreas” contempla Formação Pós-graduadaem Administração e Gestão Escolar?3ª questão - Para a informação solicitada relativamente a formação contínua têmenquadramento as ações de formação organizadas pela DGRHE no âmbito dosanteriores processos/modelos de avaliação de desempenho docente?4ª questão - Deverá ser tida em conta, como experiência de supervisão pedagógica, osdocentes que cumpriram o papel de professores relatores no ciclo de avaliação2009/2011?5ª questão - E relativamente aos professores que cumpriram funções de avaliadores nociclo 2007/2009? Deverão ser igualmente sinalizados na experiência profissional emsupervisão pedagógica?6ª questão - Relativamente aos diretores que cumpriram o papel de avaliadores nosciclo 2007/2009 e/ou 2009/2011(tendo sido Presidentes na CCAD da respetiva escola),deverá ser assinalada essa experiência como experiência profissional em supervisãopedagógica? Agradecia a vossa resposta com a maior brevidade possível para que possapassar à introdução e submissão de dados.Resposta nº 5Questões 1 e 2 - Sim, o termo “outras áreas” inclui a formação na área de ciências deeducação e de administração e gestão escolar. Importa salientar que, quanto à formaçãoespecializada, as áreas são as enquadradas pelo Decreto-Lei n.º 95/97, de 23 de Abril.3ª questão - As ações de formação de formadores, formação contínua, em avaliação dodesempenho docente organizadas pelas DGRHE que podem ser consideradas são asseguintes:“A Avaliação do Desempenho dos Docentes - Formar Formadores”, acreditada com on.º CCPFC/ACC – 52252/08. “Formação de formadores especializados em avaliação do desempenho docente”,acreditada com o n.º CCPFC/ACC – 65704/2011;Questões nº 4. 5. 6. - Sim, as experiências referidas devem ser consideradas comoexperiência profissional em supervisão pedagógica.

×