AMINAS E AMIDAS
AMINAS
 As aminas são compostos derivados da amônia
(NH3).
 incluem compostos biológicos da maior
importância, responden...
CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA
 Classificação:
 Quanto ao número de átomos de C ligados ao N:
CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA
 Quanto a natureza do átomo de C ligado a N
(alifática ou aromática):
CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA
 Quanto a participação de átomos de N em
sistemas cíclicos:
CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA
 Para nomear oficialmente uma amina, determine a
cadeia de carbonos mais longa ligada ao
nit...
PROPRIEDADES FÍSICAS
 Ponto de ebulição:
 Moléculas de aminas primárias e secundárias
formam ligações de hidrogênio.
 P...
PROPRIEDADES FÍSICAS
 Aminas com cadeias lineares:
 Forças de London + ligações de hidrogênio.
 Maiores pontos de ebuli...
PROPRIEDADES FÍSICAS
 Solubilidade:
 Aminas formam ligações de hidrogênio com
solventes como água e álcool.
 Aminas ter...
PROPRIEDADES FÍSICAS
 Odor:
 As aminas em sua grande maioria possuem um
odor que remete a peixes.
 Algumas aminas possu...
PROPRIEDADES QUÍMICAS
 Uma amina é uma base de Lewis ou de
Brosnted-Lowry porque o par de elétrons não
compartilhados sob...
APLICAÇÕES
 Produções industriais:
 Utilizadas em sínteses orgânicas, na produção de
sabões, na vulcanização da borracha...
APLICAÇÕES
 Anfetaminas Morfina
 Corantes sintéticos Proteínas
AMIDAS
 Compostos derivados da reação entre um ácido
carboxílico e uma amônia/amina
 Composto de caráter sintético, difi...
CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA
 Uma amida da forma R–CONH2 é chamada amida
primária por haver somente um átomo de carbono
l...
CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA
 A nomenclatura de uma amida substitui o sufixo -
óico do ácido correspondente por -amida,
s...
PROPRIEDADES
 São substâncias polares devido à presença do
grupo C=O.
 Possuem um caráter básico muito fraco.
 Podem at...
PROPRIEDADES
 Possui pontos de ebulição muito superiores aos
dos ácidos correspondentes, apesar da massa
molecular ser ap...
APLICAÇÕES
Anestésicos locais.
Coletes à prova de balas.
APLICAÇÕES
 Podem ser usadas em muitas sínteses em
laboratório e como intermediários industriais na
preparação de medicam...
REFERÊNCIAS
 Feltre, Ricardo, 1928- . Química / Ricardo Feltre. —
6. ed. — São Paulo : Moderna, 2004.
 Le Couteur, Penny...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aminas e amidas

6.048 visualizações

Publicada em

Publicada em: Ciências
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.048
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
214
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aminas e amidas

  1. 1. AMINAS E AMIDAS
  2. 2. AMINAS  As aminas são compostos derivados da amônia (NH3).  incluem compostos biológicos da maior importância, respondendo por várias funções em organismos vivos, como regulação biológica, neurotransmissores e defesa contra predadores.  Fortemente empregadas como drogas ou medicamentos.
  3. 3. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA  Classificação:  Quanto ao número de átomos de C ligados ao N:
  4. 4. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA  Quanto a natureza do átomo de C ligado a N (alifática ou aromática):
  5. 5. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA  Quanto a participação de átomos de N em sistemas cíclicos:
  6. 6. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA  Para nomear oficialmente uma amina, determine a cadeia de carbonos mais longa ligada ao nitrogênio, e substitua a terminação -o do nome oficial do hidrocarboneto correspondente por - amina, precedida pela localização do átomo de nitrogênio.  Para a nomenclatura comum, simplesmente descreva os substituinte ligados ao nitrogênio por ordem alfabética, acrescentando a terminação - amina a nome do último grupo.
  7. 7. PROPRIEDADES FÍSICAS  Ponto de ebulição:  Moléculas de aminas primárias e secundárias formam ligações de hidrogênio.  Por não formarem ligações de hidrogênio as aminas terciárias possuem ponto de ebulição menor que as primárias e secundárias.
  8. 8. PROPRIEDADES FÍSICAS  Aminas com cadeias lineares:  Forças de London + ligações de hidrogênio.  Maiores pontos de ebulição.  Aminas secundárias geralmente possuem cadeias mais curtas, apresentando perda nas forças de London.  Aminas secundárias possuem pontos de ebulição menores que primárias.
  9. 9. PROPRIEDADES FÍSICAS  Solubilidade:  Aminas formam ligações de hidrogênio com solventes como água e álcool.  Aminas terciárias formam ligações apenas pela interação do par de elétrons do N e o próton da ligação O-H. Tendem a ser solúveis em álcool.  Aminas terciárias com até 6 átomos de C são solúveis em água.
  10. 10. PROPRIEDADES FÍSICAS  Odor:  As aminas em sua grande maioria possuem um odor que remete a peixes.  Algumas aminas possuem odor particularmente pungente, como o caso da putrescina e cadaverina.
  11. 11. PROPRIEDADES QUÍMICAS  Uma amina é uma base de Lewis ou de Brosnted-Lowry porque o par de elétrons não compartilhados sobre o átomo de nitrogênio pode aceitar um próton de um ácido, formando um sal de amônio.  Em soluções aquosas pode retirar um próton da água, se transformando em um íon amônio e gerando soluções aquosas básicas.
  12. 12. APLICAÇÕES  Produções industriais:  Utilizadas em sínteses orgânicas, na produção de sabões, na vulcanização da borracha e na produção de sais de amônio.  Produção de corantes artificiais.  Nos seres vivos aparecem na forma de aminoácidos.
  13. 13. APLICAÇÕES  Anfetaminas Morfina  Corantes sintéticos Proteínas
  14. 14. AMIDAS  Compostos derivados da reação entre um ácido carboxílico e uma amônia/amina  Composto de caráter sintético, dificilmente sendo encontrada na natureza.
  15. 15. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA  Uma amida da forma R–CONH2 é chamada amida primária por haver somente um átomo de carbono ligado ao nitrogênio. Uma amida com um grupo substituinte no nitrogênio (R–CONHR´) é chamada amida secundária ou amida N-substituída. Amidas com dois grupos substituintes são chamadas amidas terciárias ou N,N- dissubstituídas.
  16. 16. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA  A nomenclatura de uma amida substitui o sufixo - óico do ácido correspondente por -amida, suprimindo-se a palavra ácido.  Os substituintes do nitrogênio são listados em  ordem alfabética precedidos da letra N com hífen.
  17. 17. PROPRIEDADES  São substâncias polares devido à presença do grupo C=O.  Possuem um caráter básico muito fraco.  Podem atuar como ácido ou base, dependendo do meio. O ║ ─ C ─ NH2
  18. 18. PROPRIEDADES  Possui pontos de ebulição muito superiores aos dos ácidos correspondentes, apesar da massa molecular ser aproximadamente igual.  Em temperatura ambiente podem ser encontradas em estado sólido ou líquido.  Possuem ponto de fusão e ponto de ebulição mais elevados do que os anidridos, ésteres e cloretos de ácidos.
  19. 19. APLICAÇÕES Anestésicos locais. Coletes à prova de balas.
  20. 20. APLICAÇÕES  Podem ser usadas em muitas sínteses em laboratório e como intermediários industriais na preparação de medicamentos e outros derivados.  A uréia, pode ser usada na produção de adubos, alimentação de gados, estabilizador de explosivos e produção de resinas.
  21. 21. REFERÊNCIAS  Feltre, Ricardo, 1928- . Química / Ricardo Feltre. — 6. ed. — São Paulo : Moderna, 2004.  Le Couteur, Penny; Burreson Jay; Os botões de Napoleão: as 17 moléculas que mudaram a história; 1. ed; São Paulo: Jorge Zahar, 2006

×