Se Jesus é Deus...A fé, a Palavra, a Igreja e o propósito de Deus são confirmados;pois Jesus não é um homem falando sobre ...
Jesus não tem senso de humildade ao não usurpar “o ser igual a Deus”, Ele   tem senso de missão (João 3.16-17) pois sua hu...
Da mesma forma que “Filho do homem” significa nascido do homem, assim   também “Filho de Deus” significa nascido de Deus. ...
As afirmações de JesusEu vim do Pai (João 16.28)O Pai me enviou (João 20.21)Ele afirmava ter comunhão e conhecimento divin...
A autoridade de CristoNos ensinos de Cristo, observa-se a completa ausência de expressões  como: é minha opinião, pode ser...
Jesus é Deus /// Série Quem é Jesus? // Anderson
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jesus é Deus /// Série Quem é Jesus? // Anderson

1.322 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jesus é Deus /// Série Quem é Jesus? // Anderson

  1. 1. Se Jesus é Deus...A fé, a Palavra, a Igreja e o propósito de Deus são confirmados;pois Jesus não é um homem falando sobre Deus, Ele é Deusem forma humana falando sobre Ele mesmo aos homens...
  2. 2. Jesus não tem senso de humildade ao não usurpar “o ser igual a Deus”, Ele tem senso de missão (João 3.16-17) pois sua humildade é comprovada em amor pelo fato Dele ser Deus e ser achado em figura humana.Filipenses 2. 1-11As afeições e a Ira de Deus são construídas em sua missão, e não em sua essência, pois Ele não pode ser enchido ou esvaziado, Ele é auto suficiente em seu Ser, Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente (constante)Amou de tal forma /// João 3.16Ira /// Colossenses 3:6, Apocalipse 14:10, Lucas 3:7Arde em ciúmes /// Tiago 4.5Deseja /// 1 Timóteo 2.4Exulta de alegria /// Sofonias 3.14-16
  3. 3. Da mesma forma que “Filho do homem” significa nascido do homem, assim também “Filho de Deus” significa nascido de Deus. Por isso, dizemos que esse título proclama a divindade de Cristo.Jesus nunca é chamado de “um” filho de Deus, como os homens e os anjos (Jó 2.1). Ele é o Filho de Deus, em sentido único. Jesus, conforme a descrição que dele se fez, mantém um relacionamento com Deus do qual nenhuma outra pessoa do Universo participa. /// João 1.18Romanos 11:33-36Apocalipse 1:9Colossenses 1:13Efésios 1:41 Coríntios 15.24-28
  4. 4. As afirmações de JesusEu vim do Pai (João 16.28)O Pai me enviou (João 20.21)Ele afirmava ter comunhão e conhecimento divinos (Mateus 11.27, João 19.25)Afirmava revelar a essência do Pai em si mesmo (João 14.9-11)Assumiu prerrogativas divinas: Onipresença (Mateus 18.20); poder para perdoar pecados (Marcos 2.5-10); poder para ressuscitar os mortos (João 6.39). Proclamou-se juiz e árbitro do destino do homem (João 5.22; Mateus 25.31-46)Ele exigia rendição e lealdade que somente Deus, por direito, podia exigir; insistia em uma absoluta rendição da parte de seus seguidores.
  5. 5. A autoridade de CristoNos ensinos de Cristo, observa-se a completa ausência de expressões como: é minha opinião, pode ser, penso que, podemos supor, etc...O testemunho dos discípulosEles viram seu mestre comer, beber e dormir, eles sabiam que Ele tinha fome e sede, o viram chorar – enfim, eles testemunharam todos os aspectos da sua humanidade.O que os levou a mais tarde afirmarem que:Ele possui prerrogativa divina de conceder o Espírito Santo (Atos 2.33- 36); que Ele é quem perdoa pecados (Atos 5.31); e que é o juiz dos mortos (Atos 10.42)

×