Semiótica da Comunicação <ul><li>_ </li></ul><ul><li>A imagem mediatica </li></ul><ul><li>A banalização da mensagem e os m...
Atentado do 11 de Setembro
Atentado do 11 de Setembro
Atentado do 11 de Setembro
A linguagem icónica  vs.  Linguagem escrita <ul><li>É uma linguagem não estruturada; </li></ul><ul><li>Não se restringe a ...
Signo nas Imagens  <ul><li>O contexto </li></ul><ul><li>Para serem decifradas necessita de um contexto (a nível mundial a ...
A conotação  vs.  denotação <ul><li>A cor, a luminosidade, a textura, o contraste; </li></ul><ul><li>O enquadramento é o q...
A Ambiguidade e o signo icónico <ul><li>O signo icónico possui uma maior ambiguidade  </li></ul><ul><li>(permite uma perce...
Redundância e Entropia <ul><li>Imagens Redundantes são quelas em que: </li></ul><ul><li>O código é do domínio do receptor;...
Redundância e Entropia <ul><li>Imagens Entrópicas são aquelas em que: </li></ul><ul><li>É necessário que o receptor leia a...
O Terrorismo <ul><li>Nova forma cometer atentados e actos suicidas: </li></ul><ul><ul><li>O uso de aviões de passageiros e...
A Realidade e o Virtual <ul><li>A força da imagem, transpõe-nos para o mundo do imaginário; </li></ul><ul><li>Para realçar...
A Imagem nos Atentados <ul><li>Sentido Informativo </li></ul><ul><li>Sentido Emotivo </li></ul><ul><li>Factor que lhe dá o...
O  Emotivo  e o  Simbolismo <ul><li>Estas imagens podem ligar sentimentos opostos; </li></ul><ul><li>Causa confusão no con...
O Factor Tempo e as Imagens <ul><li>O tempo: </li></ul><ul><li>Contribui para o abandono do tema; </li></ul><ul><li>Causa ...
A Imagem Mediática <ul><li>A imagem </li></ul><ul><li>Palavra associada aos media: </li></ul><ul><li>Usada como um apoio n...
Conclusão: <ul><li>Imagens divergentes, do ponto de vista semiótco, podem estar associadas a um só acontecimento; </li></u...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Torres Gémeas

2.412 visualizações

Publicada em

A imagem mediática – Atentados do 11 de Setembro

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Torres Gémeas

  1. 1. Semiótica da Comunicação <ul><li>_ </li></ul><ul><li>A imagem mediatica </li></ul><ul><li>A banalização da mensagem e os media </li></ul>
  2. 2. Atentado do 11 de Setembro
  3. 3. Atentado do 11 de Setembro
  4. 4. Atentado do 11 de Setembro
  5. 5. A linguagem icónica vs. Linguagem escrita <ul><li>É uma linguagem não estruturada; </li></ul><ul><li>Não se restringe a regras pré existentes; </li></ul><ul><li>Antes da captura da imagem, tem-se em consideração a disposição de objectos no real; </li></ul><ul><li>É uma linguagem estruturada; </li></ul><ul><li>Necessita de um conjunto de regras que a fazem funcionar (nível gramatical); </li></ul><ul><li>Para que produza sentido, necessita de coerência ; </li></ul>Estas imagens: Informam ; invasora; omnipresente; revelam; descrevem; transmitem sentimentos;
  6. 6. Signo nas Imagens <ul><li>O contexto </li></ul><ul><li>Para serem decifradas necessita de um contexto (a nível mundial a maioria domina); </li></ul><ul><li>o contexto está agregado ao referente da imagem; </li></ul><ul><li>evidência do estímulo faz parte da mensagem; </li></ul><ul><li>a envolvente contextual também; </li></ul><ul><li>O significado </li></ul><ul><li>Choque entre duas culturas e religiões diferentes; </li></ul><ul><li>Uma guerra de continentes que envolve o mundo; </li></ul><ul><li>O cumprimento das escrituras da bíblia dos muçulmanos; </li></ul><ul><li>O ataque ao coração da América ( militar e de segurança; economia; política; </li></ul>
  7. 7. A conotação vs. denotação <ul><li>A cor, a luminosidade, a textura, o contraste; </li></ul><ul><li>O enquadramento é o que está mais presente nas imagens. </li></ul><ul><li>Não possuem o lado conotativo, com a excepção da última. </li></ul><ul><li>Não há a manipulação dos elementos conotadores </li></ul><ul><li>Descrição do que é visível nas imagens para cada individuo; </li></ul><ul><li>De forma informativa e directa; </li></ul><ul><li>O que se viu na altura? </li></ul><ul><li>O que se vê agora? </li></ul>
  8. 8. A Ambiguidade e o signo icónico <ul><li>O signo icónico possui uma maior ambiguidade </li></ul><ul><li>(permite uma percepção subjectiva do que se encontra ao seu dispor); </li></ul><ul><li>Nestas imagens, o signo icónico sobrepõem-se ao linguístico: </li></ul><ul><li>Caso houvesse legendas nas imagens, estas iriam abstrair o receptor da verdadeira mensagem a extrair. </li></ul><ul><li>A sequência de imagens detêm demasiado poder para se qualquer tipo de texto explicativo. </li></ul>
  9. 9. Redundância e Entropia <ul><li>Imagens Redundantes são quelas em que: </li></ul><ul><li>O código é do domínio do receptor; </li></ul><ul><li>É perceptível a retenção da mensagem da imagem; </li></ul><ul><li>Ao olhar para a imagem, o receptor liga-a aos atentados do 11 de Setembro, e não a outro qualquer acontecimento </li></ul>
  10. 10. Redundância e Entropia <ul><li>Imagens Entrópicas são aquelas em que: </li></ul><ul><li>É necessário que o receptor leia a imagem com o mesmo código para obter a mensagem que o emissor pretende divulgar </li></ul><ul><li>sugerem ao receptor outros contextos onde esta se pode inserir; </li></ul><ul><li>Não possui um elemento distintivo que a ligue ao seu acontecimento; </li></ul><ul><li>Usada isoladamente esta imagem poderia pertencer a uma outra catástrofe; </li></ul>
  11. 11. O Terrorismo <ul><li>Nova forma cometer atentados e actos suicidas: </li></ul><ul><ul><li>O uso de aviões de passageiros em voo doméstico </li></ul></ul><ul><ul><li>quebrou a certeza do sentimento de segurança dos </li></ul></ul><ul><ul><li>Americanos e de todo o mundo; </li></ul></ul>
  12. 12. A Realidade e o Virtual <ul><li>A força da imagem, transpõe-nos para o mundo do imaginário; </li></ul><ul><li>Para realçar o factor emotivo, suspeita-se de haver manipulação de Imagem pelos media. </li></ul><ul><li>Duas formas de manipulação: </li></ul><ul><li>A manipulação da imagens pós produção; </li></ul><ul><li>A manipulação da imagem quando se fotografa; </li></ul>
  13. 13. A Imagem nos Atentados <ul><li>Sentido Informativo </li></ul><ul><li>Sentido Emotivo </li></ul><ul><li>Factor que lhe dá o total poder pelo grau de gravidade do acontecimento </li></ul><ul><li>Prende o receptor </li></ul><ul><li>É o que está presente grelha informativa dos media (o que faz vender) </li></ul>
  14. 14. O Emotivo e o Simbolismo <ul><li>Estas imagens podem ligar sentimentos opostos; </li></ul><ul><li>Causa confusão no consciente do humano. </li></ul>O horror causado pelo sentimento de catástrofe A beleza estética da fotografia Distingue : Fotografia boa de uma boa Fotografia <ul><li>Simbolizam: </li></ul><ul><li>A falta de controle e de segurança militar por parte Americana; </li></ul><ul><li>com repercussão a nível mundial – aplica-se a todos os países, preparados ou não, toda a segurança é quebrável </li></ul><ul><li>O poder que a organização terrorista tem; </li></ul>
  15. 15. O Factor Tempo e as Imagens <ul><li>O tempo: </li></ul><ul><li>Contribui para o abandono do tema; </li></ul><ul><li>Causa mudanças a nível de interpretação da mensagem </li></ul><ul><li>após um intervalo de anos, esta segunda interpretação, leva-nos a fazer uma leitura global diferente; </li></ul><ul><li>Faz com que haja distanciamento: Da Mensagem Do Acontecimento </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li> Do Sentimento </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>Do acontecimento, da mensagem e so sentimento </li></ul>
  16. 16. A Imagem Mediática <ul><li>A imagem </li></ul><ul><li>Palavra associada aos media: </li></ul><ul><li>Usada como um apoio na transmissão de mensagens; </li></ul><ul><li>Manipulada até consegui captar a atenção do público; </li></ul><ul><li>O uso repetitivo e o tempo excedido leva: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Ao distanciamento; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Ao desinteresse </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>À banalização da mensagem; </li></ul></ul></ul></ul>
  17. 17. Conclusão: <ul><li>Imagens divergentes, do ponto de vista semiótco, podem estar associadas a um só acontecimento; </li></ul><ul><li>A uso correcto dos vários factores associados à imagem fazem com que esta tenha poder e força a nível de interação na sociedade; </li></ul><ul><li>A imagem é a reprodução de um único real que se transpõem para uma experiência diferente em cada individuo; </li></ul>

×