SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
O fim da URSS:
colapso do bloco
socialista
3001
Você sabe que local é este? O que ele
representa?
Muro de Berlim, símbolo máximo da Guerra
Fria
CONTEXTO
• Durante o governo de Stálin, a União Soviética alcançou elevados níveis de
desenvolvimento econômico, graças à implantação dos planos quinquenais.
• A repressão não permitia contestação ao regime socialista soviético, as
manifestações em prol de independência eram reprimidas pelo Estado.
Com a morte de Stálin em 1953 ocorre um abrandamento da repressão
estatal.
• O modelo de socialismo implantado na Rússia depois da guerra civil (1918-
1921) e consolidado na era de Stalin era centralizador → as decisões eram
tomadas pela burocracia dirigente do Partido Comunista.
FATORES
DA RUÍNA
DA URSS
• Com a Guerra Fria, a União Soviética passou a investir
pesado na produção bélica/ nuclear, assim como
estimular a corrida espacial, o que gerou uma
diminuição drástica da produção agropecuária e
industrial;
• A estrutura centralizada das empresas estatais
comprometiam as inovações tecnológicas;
• A população passou a sofrer com escassez de
alimentos e bens de consumo;
• Diminuição na qualidade dos serviços de saúde,
educação e transporte; aumento do desemprego;
• A ausência de liberdade democrática,
representada pela existência de um só partido
político e dos privilégios que determinados
segmentos da sociedade e os efeitos da
propaganda do capitalismo – o sonho de
consumo, as liberdades e as oportunidades
individuais no mundo ocidental –, que conseguia
penetrar no mundo socialista, contribuiu para
aumentar a insatisfação do povo.
O governo de
Mikhail
Gorbachev
• Em 1985, foi eleito secretário-geral do
Partido Comunista. Gorbachev
pretendia corrigir distorções
econômicas, eliminar a corrupção e
tornar o bloco soviético democrático
de direito, porém sem abandonar o
socialismo, implantando as reformas:
Perestroika (reconstrução) e Glasnost
(transparência).
• Sua política externa alcançou
popularidade fora da URSS. Realizou
acordos com o presidente dos Estados
Unidos, Ronald Reagen a fim de
diminuir o arsenal bélico das duas
potências. Em 1990 foi premiado com o
Nobel da Paz.
Imagem:WhiteHousePhotoOffice/publicdomain.
Fim da censura de
algumas publicações
e de rádios
estrangeiras;
libertação de presos
políticos; liberdade
para os países
decidirem se
permaneceriam no
bloco soviético.
Permissão para
abertura de empresas
privadas; redução dos
gastos com
armamentos;
retiradas das tropas
do Afeganistão, fim
da guerra (1988).
O governo de Mikhail Gorbachev
• As suas tentativas de reforma conduziram ao final da Guerra Fria e, ainda que
não tivesse esse objetivo, terminou com o poderio do Partido Comunista no
país, levando até mesmo à dissolução da União Soviética.
• O acidente em uma das usinas nucleares (cidade de Chernobyl) em 1986,
também acabou contribuindo para o fim da União Soviética.
“De fato, a explosão do reator nuclear
número 4 da central elétrica da usina
nuclear soviética de Chernobil, em 28 de
abril de 1986, é considerada uma das
catástrofes nucleares mais graves já
ocorridas, com consequências detectadas
até hoje.” https://istoe.com.br/chernobil-
revelada/
https://blogs.funiber.org/pt/meio-
ambiente/2017/04/27/funiber-chernobyl-nuclear
Dificuldades de
implantar as
reformas
• No final da década de 1980, a baixa
produção de bens de consumo na União
Soviética causava sérios problemas de
abastecimento e longas filas para a compra
de produtos essenciais, como alimentos.
• Ao mesmo tempo, o problema das
nacionalidades ressurgiu com a crise
econômica e a abertura do regime,
colocando em xeque a frágil unidade do
Estado soviético.
• Uma onda autonomista se espalhou e as
repúblicas, uma a uma, declararam a
soberania das leis nacionais sobre as leis
do Estado soviético.
A desintegração da URSS
Tchecoslováquia BulgáriaHungria Romênia
Governo era
muito violento e
repressor.
1989: Movimento
liderado por
Václav Havel
chamado
“Revolução de
Veludo” conduziu
o país à
democracia.
1991: É dividida
em dois países:
Rep. Tcheca e
O país era mais
próximo do
modelo soviético.
1956
tropas soviéticas
invadem o país
pondo fim em
uma revolução.
1989: O próprio
Partido
Comunista
promoveu a
abertura política
com a
convocação de
eleições livres e
multipartidárias.
1989: O próprio
Partido
Comunista
promoveu a
abertura política
com a
convocação de
eleições livres e
multipartidárias.
Culto à
personalidade do
general
Ceausescu
Dificuldades
econômicas e
repressão
política.
1989
O general e sua
esposa são julgados
e executados.
1990
Realização de
eleições diretas.
Polônia
1980
Formação do
sindicato
Solidariedade,
liderado por Lesh
Walesa.
Onda de greves e
protestos se
espalhou pelo
país.
Enfraquecimento
do Partido
Comunista.
1990
Walesa é eleito
Lesh Walesa discursa
para trabalhadores
durante greve no
estaleiro de Gdansk,
Polônia, agosto de
1980.
• O Muro de Berlim, construído em 1961, separava Berlim
ocidental, capitalista, de Berlim oriental, socialista.
• Manifestações pró-democracia e fugas em massa de
alemães orientais para o lado ocidental levaram o Partido
Comunista da República Democrática Alemã (Alemanha
Oriental) a tomar medidas de abertura política.
• O governo do país é substituído em outubro de 1989.
A QUEDA DO MURO DE BERLIM
Unificação da
Alemanha
• Em 9 de novembro de 1989, as duas partes da cidade
alemã de Berlim reuniam-se pela primeira vez em 28
anos para nunca mais voltarem a ser separadas. A
cortina de ferro levantou-se e o mundo inteiro
assistiu, pela televisão, ao último grande evento
histórico do século XX, que simbolizou a queda do
regime soviético e a entrada da Europa numa nova
era.
• A unificação das duas Alemanhas ocorre em 1990 e
gera várias dificuldades para o governo único:
desemprego, recessão, atentados neonazistas e clima
social tenso, resultados do distanciamento físico,
político e econômico causado pelos anos de
separação.
Casos da
Chechênia,
Bósnia-
Herzegovina e
Kosovo
• A região do conflito possuía maioria mulçumana que
lutava pela independência em relação à Rússia o que
gerou a Guerra da Chechênia. Os rebeldes de um lado,
promoveram ataques terroristas, e o governo russo, de
outro, praticaram assassinatos e torturas. O conflito foi
interrompido em 2007.
• A Guerra civil na Bósnia- Herzegovina foi gerada
devido a croatas e mulçumanos declararem a
independência em relação à Sérvia, iniciando uma
guerra que abalou os Bálcãs e provocou a morte de
quase 100 mil pessoas. A guerra terminou em 1995 e a
independência da Sérvia foi reconhecida.
• A Guerra de Kosovo teve início em 1997 mulçumanos
de origem albanesa viviam nessa região autônoma,
atacada pelas tropas comandadas por Slobodan
Milosevic, em 1997. A guerra se encerrou com a
intervenção da Otan, em 1999. Kosovo foi declarado
independente em 2008.
A Europa Depois do Socialismo
O SOCIALISMO
HOJE
Hoje, praticamente não existem países
essencialmente socialistas, salvo Cuba.
São ainda considerados socialistas:
China, Vietnã e Coreia do Norte. Aos
poucos, essas nações dão sinais de
declínio quanto ao sistema de governo,
promovendo gradativamente abertura
política e econômica.
Escreva V (verdadeiro) ou F(falso) sobre o conteúdo da charge.
( )A charge representa a tentativa bem-sucedida de
Gorbachev de promover reformas na União Soviética e,
assim, preservar o socialismo e a unidade do país.
( )A charge antevê o fim da União Soviética e o fim do
socialismo no Leste Europeu, mas não o fim do socialismo
como uma proposta de organização da sociedade, já que
muitos partidos e intelectuais ainda o defendem em vários
países.
( )A charge antevê mais um desejo das potências capitalistas
de acabar com o socialismo do que uma realidade histórica,
pois após todos os conflitos ocorridos nas décadas de 1980 e
1990, o socialismo ainda sobrevive em alguns países do
bloco soviético.
( )Com o fim da União Soviética e do socialismo no Leste
Europeu, antevisto na charge, profundas tensões políticas e
crises econômicas emergiram nos países do antigo bloco
soviético, expressando a dificuldade de integração desses
países à economia de mercado. Revista Time, março de 1978.
Por hoje é só
pessoal...
“Que a força esteja com você!”

3001/2020

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (18)

A crise do socialismo
A crise do socialismoA crise do socialismo
A crise do socialismo
 
A crise da União Soviética e o leste europeu
A crise da União Soviética e o leste europeuA crise da União Soviética e o leste europeu
A crise da União Soviética e o leste europeu
 
União soviética URSS
União soviética  URSSUnião soviética  URSS
União soviética URSS
 
Cap. 5 - O leste europeu
Cap. 5 - O leste europeuCap. 5 - O leste europeu
Cap. 5 - O leste europeu
 
O fim da URSS
O fim da URSSO fim da URSS
O fim da URSS
 
Fim da urss
Fim da urssFim da urss
Fim da urss
 
Crise do socialismo
Crise do socialismoCrise do socialismo
Crise do socialismo
 
Crise do socialismo
Crise do socialismoCrise do socialismo
Crise do socialismo
 
A desintegração da URSS
A desintegração da URSSA desintegração da URSS
A desintegração da URSS
 
A queda do socialismo
A queda do socialismoA queda do socialismo
A queda do socialismo
 
O fim da urss
O fim da urssO fim da urss
O fim da urss
 
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
 
Leste europeu
Leste europeuLeste europeu
Leste europeu
 
URSS
URSSURSS
URSS
 
Rumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalRumos de um mundo global
Rumos de um mundo global
 
Cei e rússia
Cei e rússiaCei e rússia
Cei e rússia
 
Comunidade dos Estados Independentes
Comunidade dos Estados IndependentesComunidade dos Estados Independentes
Comunidade dos Estados Independentes
 
URSS E A CEI
URSS E A CEIURSS E A CEI
URSS E A CEI
 

Semelhante a Colapso URSS

slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90
slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90
slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90andradegustavo22
 
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoRevisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoeunamahcado
 
Alemanha da divisão à reunificação
Alemanha   da divisão à reunificaçãoAlemanha   da divisão à reunificação
Alemanha da divisão à reunificaçãoLUIS ABREU
 
A guerra fria final
A guerra fria   finalA guerra fria   final
A guerra fria finalhistoriando
 
Guerra fria parte 1 - geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 1 -  geografia , 9° ano BGuerra fria parte 1 -  geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 1 - geografia , 9° ano BNádya Dixon
 
A queda do muro de berlim
A queda do muro de berlimA queda do muro de berlim
A queda do muro de berlimAntonio Justino
 
_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdf_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdffelipescherner
 

Semelhante a Colapso URSS (20)

slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90
slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90
slides sobre o fim da Guerra fria , anos 80 e anos 90
 
FIM DO BLOCO-1.pptx
FIM DO BLOCO-1.pptxFIM DO BLOCO-1.pptx
FIM DO BLOCO-1.pptx
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoRevisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
 
Alemanha da divisão à reunificação
Alemanha   da divisão à reunificaçãoAlemanha   da divisão à reunificação
Alemanha da divisão à reunificação
 
Crise dos paises socialistas
Crise dos paises socialistasCrise dos paises socialistas
Crise dos paises socialistas
 
A organização da europa após a segunda guerra
A organização da europa após a segunda guerraA organização da europa após a segunda guerra
A organização da europa após a segunda guerra
 
Urss
UrssUrss
Urss
 
URSS
URSSURSS
URSS
 
URSS
URSSURSS
URSS
 
URSS
URSSURSS
URSS
 
Urss
UrssUrss
Urss
 
URSS
URSSURSS
URSS
 
A guerra fria final
A guerra fria   finalA guerra fria   final
A guerra fria final
 
A guerra fria final
A guerra fria   finalA guerra fria   final
A guerra fria final
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Guerra fria parte 1 - geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 1 -  geografia , 9° ano BGuerra fria parte 1 -  geografia , 9° ano B
Guerra fria parte 1 - geografia , 9° ano B
 
A queda do muro de berlim
A queda do muro de berlimA queda do muro de berlim
A queda do muro de berlim
 
_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdf_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdf
 
HistóRia Heleno 10
HistóRia Heleno 10HistóRia Heleno 10
HistóRia Heleno 10
 

Último

Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 

Último (20)

Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 

Colapso URSS

  • 1. O fim da URSS: colapso do bloco socialista 3001
  • 2. Você sabe que local é este? O que ele representa?
  • 3. Muro de Berlim, símbolo máximo da Guerra Fria
  • 4. CONTEXTO • Durante o governo de Stálin, a União Soviética alcançou elevados níveis de desenvolvimento econômico, graças à implantação dos planos quinquenais. • A repressão não permitia contestação ao regime socialista soviético, as manifestações em prol de independência eram reprimidas pelo Estado. Com a morte de Stálin em 1953 ocorre um abrandamento da repressão estatal. • O modelo de socialismo implantado na Rússia depois da guerra civil (1918- 1921) e consolidado na era de Stalin era centralizador → as decisões eram tomadas pela burocracia dirigente do Partido Comunista.
  • 5. FATORES DA RUÍNA DA URSS • Com a Guerra Fria, a União Soviética passou a investir pesado na produção bélica/ nuclear, assim como estimular a corrida espacial, o que gerou uma diminuição drástica da produção agropecuária e industrial; • A estrutura centralizada das empresas estatais comprometiam as inovações tecnológicas; • A população passou a sofrer com escassez de alimentos e bens de consumo; • Diminuição na qualidade dos serviços de saúde, educação e transporte; aumento do desemprego; • A ausência de liberdade democrática, representada pela existência de um só partido político e dos privilégios que determinados segmentos da sociedade e os efeitos da propaganda do capitalismo – o sonho de consumo, as liberdades e as oportunidades individuais no mundo ocidental –, que conseguia penetrar no mundo socialista, contribuiu para aumentar a insatisfação do povo.
  • 6. O governo de Mikhail Gorbachev • Em 1985, foi eleito secretário-geral do Partido Comunista. Gorbachev pretendia corrigir distorções econômicas, eliminar a corrupção e tornar o bloco soviético democrático de direito, porém sem abandonar o socialismo, implantando as reformas: Perestroika (reconstrução) e Glasnost (transparência). • Sua política externa alcançou popularidade fora da URSS. Realizou acordos com o presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagen a fim de diminuir o arsenal bélico das duas potências. Em 1990 foi premiado com o Nobel da Paz. Imagem:WhiteHousePhotoOffice/publicdomain.
  • 7. Fim da censura de algumas publicações e de rádios estrangeiras; libertação de presos políticos; liberdade para os países decidirem se permaneceriam no bloco soviético. Permissão para abertura de empresas privadas; redução dos gastos com armamentos; retiradas das tropas do Afeganistão, fim da guerra (1988).
  • 8. O governo de Mikhail Gorbachev • As suas tentativas de reforma conduziram ao final da Guerra Fria e, ainda que não tivesse esse objetivo, terminou com o poderio do Partido Comunista no país, levando até mesmo à dissolução da União Soviética. • O acidente em uma das usinas nucleares (cidade de Chernobyl) em 1986, também acabou contribuindo para o fim da União Soviética.
  • 9. “De fato, a explosão do reator nuclear número 4 da central elétrica da usina nuclear soviética de Chernobil, em 28 de abril de 1986, é considerada uma das catástrofes nucleares mais graves já ocorridas, com consequências detectadas até hoje.” https://istoe.com.br/chernobil- revelada/ https://blogs.funiber.org/pt/meio- ambiente/2017/04/27/funiber-chernobyl-nuclear
  • 10. Dificuldades de implantar as reformas • No final da década de 1980, a baixa produção de bens de consumo na União Soviética causava sérios problemas de abastecimento e longas filas para a compra de produtos essenciais, como alimentos. • Ao mesmo tempo, o problema das nacionalidades ressurgiu com a crise econômica e a abertura do regime, colocando em xeque a frágil unidade do Estado soviético. • Uma onda autonomista se espalhou e as repúblicas, uma a uma, declararam a soberania das leis nacionais sobre as leis do Estado soviético.
  • 11. A desintegração da URSS Tchecoslováquia BulgáriaHungria Romênia Governo era muito violento e repressor. 1989: Movimento liderado por Václav Havel chamado “Revolução de Veludo” conduziu o país à democracia. 1991: É dividida em dois países: Rep. Tcheca e O país era mais próximo do modelo soviético. 1956 tropas soviéticas invadem o país pondo fim em uma revolução. 1989: O próprio Partido Comunista promoveu a abertura política com a convocação de eleições livres e multipartidárias. 1989: O próprio Partido Comunista promoveu a abertura política com a convocação de eleições livres e multipartidárias. Culto à personalidade do general Ceausescu Dificuldades econômicas e repressão política. 1989 O general e sua esposa são julgados e executados. 1990 Realização de eleições diretas. Polônia 1980 Formação do sindicato Solidariedade, liderado por Lesh Walesa. Onda de greves e protestos se espalhou pelo país. Enfraquecimento do Partido Comunista. 1990 Walesa é eleito
  • 12. Lesh Walesa discursa para trabalhadores durante greve no estaleiro de Gdansk, Polônia, agosto de 1980.
  • 13. • O Muro de Berlim, construído em 1961, separava Berlim ocidental, capitalista, de Berlim oriental, socialista. • Manifestações pró-democracia e fugas em massa de alemães orientais para o lado ocidental levaram o Partido Comunista da República Democrática Alemã (Alemanha Oriental) a tomar medidas de abertura política. • O governo do país é substituído em outubro de 1989. A QUEDA DO MURO DE BERLIM
  • 14. Unificação da Alemanha • Em 9 de novembro de 1989, as duas partes da cidade alemã de Berlim reuniam-se pela primeira vez em 28 anos para nunca mais voltarem a ser separadas. A cortina de ferro levantou-se e o mundo inteiro assistiu, pela televisão, ao último grande evento histórico do século XX, que simbolizou a queda do regime soviético e a entrada da Europa numa nova era. • A unificação das duas Alemanhas ocorre em 1990 e gera várias dificuldades para o governo único: desemprego, recessão, atentados neonazistas e clima social tenso, resultados do distanciamento físico, político e econômico causado pelos anos de separação.
  • 15. Casos da Chechênia, Bósnia- Herzegovina e Kosovo • A região do conflito possuía maioria mulçumana que lutava pela independência em relação à Rússia o que gerou a Guerra da Chechênia. Os rebeldes de um lado, promoveram ataques terroristas, e o governo russo, de outro, praticaram assassinatos e torturas. O conflito foi interrompido em 2007. • A Guerra civil na Bósnia- Herzegovina foi gerada devido a croatas e mulçumanos declararem a independência em relação à Sérvia, iniciando uma guerra que abalou os Bálcãs e provocou a morte de quase 100 mil pessoas. A guerra terminou em 1995 e a independência da Sérvia foi reconhecida. • A Guerra de Kosovo teve início em 1997 mulçumanos de origem albanesa viviam nessa região autônoma, atacada pelas tropas comandadas por Slobodan Milosevic, em 1997. A guerra se encerrou com a intervenção da Otan, em 1999. Kosovo foi declarado independente em 2008.
  • 16.
  • 17. A Europa Depois do Socialismo
  • 18. O SOCIALISMO HOJE Hoje, praticamente não existem países essencialmente socialistas, salvo Cuba. São ainda considerados socialistas: China, Vietnã e Coreia do Norte. Aos poucos, essas nações dão sinais de declínio quanto ao sistema de governo, promovendo gradativamente abertura política e econômica.
  • 19. Escreva V (verdadeiro) ou F(falso) sobre o conteúdo da charge. ( )A charge representa a tentativa bem-sucedida de Gorbachev de promover reformas na União Soviética e, assim, preservar o socialismo e a unidade do país. ( )A charge antevê o fim da União Soviética e o fim do socialismo no Leste Europeu, mas não o fim do socialismo como uma proposta de organização da sociedade, já que muitos partidos e intelectuais ainda o defendem em vários países. ( )A charge antevê mais um desejo das potências capitalistas de acabar com o socialismo do que uma realidade histórica, pois após todos os conflitos ocorridos nas décadas de 1980 e 1990, o socialismo ainda sobrevive em alguns países do bloco soviético. ( )Com o fim da União Soviética e do socialismo no Leste Europeu, antevisto na charge, profundas tensões políticas e crises econômicas emergiram nos países do antigo bloco soviético, expressando a dificuldade de integração desses países à economia de mercado. Revista Time, março de 1978.
  • 20. Por hoje é só pessoal... “Que a força esteja com você!”  3001/2020