SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
Baixar para ler offline
LITERATURA: CAMINHOS DA HISTÓRIA
Ana Paula Mendes Motta De Souza
VI Encontro de Pesquisa em História - EPHIS
UFMG
Maio 2017
Leitura é uma forma de aprendizado prazeroso, neste sentido o Projeto
Literatura: Caminhos da História visa incentivar o conhecimento
histórico através de fontes literárias.
O projeto desenvolvido na Escola Estadual
Padre Oswaldo de Podestá, de ensino
fundamental nível II, na cidade de Bela Vista
de Minas, localizada no Médio Rio
Piracicaba, com uma população de 10 mil
habitantes e de baixa renda, segundo dados
do IBGE.
A Escola é a instituição polo da cidade e esta vinculada a
24ª Regional de Ensino, com sede em Nova Era.
O projeto com ênfase no 8º ano, visa despertar o interesse
pela literatura como algo prazeroso e conscientizar da sua
importância como fonte histórica.
O trabalho possui quatro etapas, na primeira a escolha é
livre, as demais direcionadas, com três livros de autores
brasileiros.
Um verso a cada passo – Estrada Real em versos, da autora
Ângela Leite, publicado pela editora Autentica Infantil, 1ª
edição, ano 2010, idioma Português, assunto Poesia, possui
48 páginas, faixa etária a partir de 12 anos.
A Estrada Real contata em versos e ilustrada com fotografias
de bordados manuais, utilizando materiais de costura e
colagens, retratando as paisagens, cidades e detalhes desta
história em grande parte mineira. A vantagem deste livro
mesmo os alunos com defasagem de leiteira consegue
compreender através as imagens retratadas.
Este caminho é conhecido por fazer parte da construção
histórica mineira e no livro é representado de forma suave.
A cidade de Bela Vista de Minas é área de influência da
Estrada Real.
Poetisa de Irineu Baroni, publicado pela Paco
Editorial, 1ª edição, ano de 2010, Coleção Novas
Letras, assunto poesia, com 96 páginas.
Contém 73 poemas de reflexão interior do ser
humano e é uma homenagem a mulher do poeta.
Ao conhecer a história do livro os alunos se
interessaram em ler e conhecer um pouco do poeta e
de suas obras.
Baroni é nascido na cidade vizinha (São Domingos
do Prata) a realização do projeto, Bela Vista de
Minas.
A ideia de um poeta vivo despertou fascínio nos
alunos, pois a maioria dos professores trabalham
com poetas mortos.
O Príncipe Triste dos autores Rui de Oliveira e Lilia
Schwarz, com ilustrações de Rui de Oliveira,
publicado pela editora DCL – Difusão Cultural do
Livro,, contém 36 páginas, 1ª edição, ano 2010.
Sua história é dividida em duas partes, a primeira
fictícia, uma garota ganha um prêmio de redação da
Escola, com direito de visitar o Palácio Imperial no
Rio de Janeiro. Durante a visita ela encontra como
Pedro, ainda menino, no dia da sua coroação, e logo
após o reencontra, já D. Pedro II, no dia que foi
expulso do país, que havia acabado de passar por
um golpe e se tornado uma república.
Na segunda parte um relato da vida
real do cotidiano do pequeno príncipe,
seus estudos preparatórios para
assumir o Império Brasileiro.
O interessante deste livro é a
desmistificação da vivência a cerca da
realidade da vida dos imperadores.
Nos contos infantis sempre tratadas de
maneira ilusória.
O autor literário ao contrario do historiador
(que muitas das vezes devido a falta de
fontes, acaba por não preencher as lacunas
históricas), o autor literário conta com a arte
para preenchimento destas lacunas,
tornando algumas vezes a história mais
interessante e rica.
Neste contexto o projeto Literatura:
caminhos da História objetiva a interação
dos saberes e experiências dos discentes,
através da leitura, escrita, relatos e analises
comparativas dos textos como a realidade
histórica e cotidiana.
Segundo o PCN de História, O CBC e a lei de Diretrizes
e Bases da Educação, o professor é o principal
responsável por criar condições de saberes vivido como
de trocas e integração como outras áreas de
conhecimento, proporcionando concepções históricas.
As Bibliotecas tiveram e tem um
lugar especial ao longo da história
humana, como local para adquirir o
conhecimento. É uma instituição
que encontramos em quase todos os
lugares do mundo e em épocas
diferentes.
Os embasamentos teóricas são fundamentados
com diálogos entre BERNARDINO E
SUAIDEN, LAGE, VÁLIO,VARGAS e SILVA,
afirmando a importância da literatura na
formação e construção da cidadania, como
também a participação do professor como
agente motivador.
LAGE (2003):
(...) A literatura tem sido, ao longo dos anos, uma
das fontes mais importantes de que dispõe o homem
não só para conhecer o mundo mas também para
expressão, criação e recriação desse conhecimento.
Lidando com o imaginário, trabalhando com os
sentimentos, a literatura satisfaz as necessidades
humanas de fantasia e de plenitude. Pela literatura
fundem-se, portanto, conhecimento e prazer. (...)
Pag. 15.
BERNARDINO E SUAIDEN :
(...) a informação que é processada através da leitura,
somada ao aspecto significativo da representatividade
das bibliotecas perante a comunidade, a fim de construir
conhecimento e disseminar a cultura, torna-se um
organismo único e indissociável. E, ainda, tomamos
como base o pressuposto da missão da biblioteca pública
apontada através do Manifesto da UNESCO, que a
coloca como centro de construção do conhecimento,
estabelecendo links com a educação e a cultura, essa
relação se fortalece e permite a interação entre
informação e conhecimento. (...) 37
LAGE (2003)
(...) o ensino da literatura não deve se concentrar apenas nas obras
consagradas e nos textos do livro didático; não obstante, deve
transformar a aprendizagem numa prática cotidiana de
intercâmbio entre a linguagem literária e outras linguagens,
insistindo na percepção dialética das relações entre várias
manifestações artísticas, porque a sociedade exige um leitor apto a
dar conta da multiplicidade de textos que o cerca. Quando a noção
de literatura se amplia e acolhe outras modalidades de expressão,
diversas das já consagradas ou sacramentadas, o ensino do nível
secundário descobre perspectivas renovadas, capazes também de
oferecer alternativas comprometidas não apenas com a mera
adequação ao vestibular, mas sobretudo com formação de um
cidadão crítico e consciente, capaz de ler o mundo que o cerca. (...)
Pag. 118 e 119.
VÁLIO (1998)(...) questionar o texto, em interação com o
autor e o contexto social; é criar um novo texto; é estabelecer
um juízo, uma crítica, uma opinião sobre o escrito; é entender
o mundo externo e do conteúdo textual. (...) pag. 13.
SILVA (2009) descreve perfeitamente o significado
da leitura ao citar COLASANTI afirmando ser a
literatura um texto de passagens secretas e tesouro
escondido onde cada leitor tem uma leitura diferente. I
1ª Bimestral: Livro: Poemas a escolha dos alunos.
9 horas/aulas.
Explicar a importância das bibliotecas para a
história, como local possível de consulta do
conhecimento de vários períodos da vivencia
humana.
Levar os alunos a conhecerem o maior número
possível de livros de todas as áreas do acervo da
biblioteca da Escola;
Atividade: Um pequeno texto pontuando as
curiosidades sobre a biblioteca e quais livros gostariam
de ler.
Pesquisa sobre a vida de Carlos Drummond Andrade, o
qual a biblioteca da Escola Estadual Padre Oswaldo de
Podestá leva seu nome.
Leitura do livro escolhido .
Os alunos realizam atividade indicando o livro aos
demais colegas. Eles têm liberdade para não indicar.
É importante dar liberdade aos alunos, para terem suas
próprias conclusões. Atividade desenvolvida foi ilustrar
o põem lido.
Atividades complementares:
Utilizar vídeo sobre a montagem de livros de
maneira manual.
Montagem do Mural com as melhores
atividades.
Não esteve vinculado a nenhum tópico do
conteúdo curricular, atividades de intuito
literário de incentivo a leitura.
2º Bimestre: livro: Um verso a cada passo – Estrada Real
em Verso.
7 horas/aulas
Atividades:
Apresentar o livro para turma realizando paralelo em os
poemas e a Estrada Real.
Entrega da folha de atividade aos alunos.
Escolher o poema que mais gostou e ilustrá-lo. No verso
da folha pequeno relato de sugestão de leitura destacando
os pontos que mais gostou.
Recolher as atividades e deixar que os alunos comentem
sua escolha e a ilustração.
Montagem do Mural com as melhores atividades.
3º Bimestre: Livro: Poemas do Irineu Baroni.
7 horas/aulas
Atividades:
Pesquisa sobre a biografia do poeta Irineu Baroni.
Entrega dos livros que contém poemas do autor
Áudio do poeta, via WhatsApp para a turma avisando que
em breve estaria com eles
Recolher as atividades.
Novo áudio do poeta agradecendo aos alunos pelos
trabalhos com o seu poema.
Tudo realizado em sala de aula.
Montagem do mural com as melhores ilustrações.
4º Bimestre: Livro: O Príncipe Triste.
6 horas aulas
Apresentar o livro para a turma.
Realizar levantamento de como imaginam ser a vida de um
monarca.
Realizar a leitura com a turma da primeira parte do livro.
Entrega da folha de atividade aos alunos.
Atividade é montar uma nova capa para o livro,
considerando todos os dados necessários para sua
publicação.
Montagem do mural com as atividades.
Na avaliação bimestral uma questão dissertativo sobre o
livro.
Visita do poeta Irineu Baroni a escola, para uma roda de conversa com os
alunos. Relato da vida, formas de fazer poesia, desafio de montar um poema
em poucos minutos e no final, brindes aos alunos, com livros autografados. (A
visita foi marcada para primeira semana de dezembro a pedido da
Supervisora Pedagógica, para englobar a semana para vida determinada pela
SRE.)
Alguns problemas são encontrados no decorrer
do projeto como: números insuficientes de livros
do mesmo título e o custo para compra ser
relativamente alto para alunos de baixa renda,
sendo em média no valor de R$ 25 cada livro.
Acesso restrito a biblioteca, por não ter professor
de biblioteca nos dois horários de
funcionamento da escola e alunos com
defasagem na leitura.
No referente às práticas pedagógicas os professores possuem
uma gama de leituras para conhecimento sobre o tema literatura,
artigos, livros e sites estão disponíveis no mercado como: Ler
sem doer: perspectivas para a leitura do texto literário no ensino
médio, Leitura: uma aprendizagem de prazer e Literatura
infantil brasileira: um guia para professores e promotores de
leitura. Dentre os sites com propostas
http://educarparacrescer.abril.com.br/,
http://leituramesquita.blogspot.com.br/,
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/ e tantos outros de fácil
acesso na grande biblioteca virtual o site www.google.com.br.
Considerar sempre a diversidade cultural e social dos seus
alunos e suas sugestões de leitura é importante no
desenvolvimento dos trabalhos.
Conclusão
O estudo da história humana consiste em interpretar os
fatos. Neste contexto é fundamental a leitura e análise de
textos, sendo assim um bom leitor será um bom
conhecedor da própria história. No contexto escolar a
literatura é uma importante fonte paradidática, devido
sua diversidade de conhecimentos e por permitir
interpretações variadas, considerando a vivencia de
cada aluno. Possibilitando a construção do
entendimento a cerca das varias versões sobre um
mesmo fato histórico.
Referência Bibliográfica
BARONI, Irineu. Poetisa.
BERNARDINO, Maria Cleide Rodrigues. SUAIDEN, Emir
José. O papel social da biblioteca pública na interação entre
informação e conhecimento no contexto da ciência da
informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v.16,
n.4, p.29-41, out./dez. 2011
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação: Lei nº
9.394/96 – 24 de dez. 1996. Estabelece as diretrizes e bases da
educação nacional. Brasília, 1998
BRASIL. CBC/Currículo Básico Comum: Disponível em <
http://crv.educacao.mg.gov.br/SISTEMA_CRV/index.aspx
?id_projeto=27&id_objeto=38836&tipo=ob&cp=994d99&cb=
&n1=&n2=Proposta%20Curricular%20-
%20CBC&n3=Fundamental%20-
%206%C2%BA%20a%209%C2%BA&n4=Hist%C3%B3ria&b
=s#>. Acesso em 31 de janeiro de 2014 as 3 horas.
BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais : história /
Secretaria de Educação Fundamental. . Brasília : MEC /
SEF, 1998.108 p.
Imagens livro Angela Leite: Disponível em
http://dobrasdaleitura.blogspot.com.br/2015/01/o-
passado-e-os-nossos-dias.html > Acesso em 05 de maio de
2017 ás 16 e 20.
Imagens do livro O Príncipe Triste. Disponivel em<
http://www.ruideoliveira.com.br/pt-br/livros/88/o-
principe-triste/ > Acesso em 05 de maio de 2017 as 16 e 30.
Imagens do livro Poetisa: Disponível em <
http://irineubaroni.com/ >. Acesso em 05 de maio de 2017.
As 16 e 50
LAGE, Micheline Madureira. Ler sem doer: perspectivas
para a leitura do Texto Literário no ensino médio. –
Coronel Fabriciano, Unileste – MG, 2003.
LEITE, Ângela. Um verso a cada passo – Estrada Real
em versos. Editora Infantil. 1ª edição. 2010.
Propostas pedagógicas para trabalhar com a película
Uma história de amor e fúria. Disponível em:
<http://www.umahistoriadeamorefuria.com.br/livro_
projeto_pedagogico2.pdf>. Acessado em: 29 de julho de
2013 as 11 horas.
OLIVEIRA, Rui de. SCHAWARZ, Lilia. O Príncipe
Triste. DCL –Difusão Cultural do Livro. 1ª edição. 2010
VÁLIO, Else Benetti Marques. (coord). Base de dados
em literatura infanto-juvenil. – Campinas, SP: Editora
Alénea, 1998.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Varal Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as LeiturasVaral Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as LeiturasEscola Andre Zenere
 
Nísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em Letras
Nísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em LetrasNísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em Letras
Nísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em LetrasVal Valença
 
Programação alterada 02 de agosto
Programação alterada 02 de agostoProgramação alterada 02 de agosto
Programação alterada 02 de agostoAna Fox
 
PROJETO DE ESTÁGIO II LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...
PROJETO DE ESTÁGIO II        LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...PROJETO DE ESTÁGIO II        LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...
PROJETO DE ESTÁGIO II LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...LOCIMAR MASSALAI
 
CBBD v ciranda literária - ppt final
CBBD v ciranda literária - ppt finalCBBD v ciranda literária - ppt final
CBBD v ciranda literária - ppt finalTatyanne Valdez
 
LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...
LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...
LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...LOCIMAR MASSALAI
 
Newsletter março (2)
Newsletter março (2)Newsletter março (2)
Newsletter março (2)mfsdias
 
Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010
Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010
Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010Colégio Degraus
 
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)Emerson Campos
 
Literatura infantil brasileira
Literatura infantil brasileiraLiteratura infantil brasileira
Literatura infantil brasileiraSilvana Aranda
 
SEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUS
SEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUSSEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUS
SEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUSanabelaquelhas
 
Projeto de língua portuguesa pcc unopar- cleomar
Projeto de língua portuguesa   pcc unopar- cleomarProjeto de língua portuguesa   pcc unopar- cleomar
Projeto de língua portuguesa pcc unopar- cleomarCleomar Ciriaco
 

Mais procurados (18)

Varal Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as LeiturasVaral Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as Leituras
 
Nísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em Letras
Nísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em LetrasNísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em Letras
Nísia Floresta, uma dissertação de mestrado profissional em Letras
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
elefante
elefanteelefante
elefante
 
Programação alterada 02 de agosto
Programação alterada 02 de agostoProgramação alterada 02 de agosto
Programação alterada 02 de agosto
 
Manual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhos
Manual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhosManual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhos
Manual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhos
 
PROJETO DE ESTÁGIO II LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...
PROJETO DE ESTÁGIO II        LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...PROJETO DE ESTÁGIO II        LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...
PROJETO DE ESTÁGIO II LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marc...
 
CBBD v ciranda literária - ppt final
CBBD v ciranda literária - ppt finalCBBD v ciranda literária - ppt final
CBBD v ciranda literária - ppt final
 
LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...
LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...
LEITURA, PRODUÇÃO E ANÁLISE LINGUÍSTICA: as marcas de oralidade e de erudição...
 
Newsletter março (2)
Newsletter março (2)Newsletter março (2)
Newsletter março (2)
 
Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010
Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010
Portfólio do projeto poesias 1º ano2 º trimestre 2010
 
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
 
Atps lite (2)
Atps lite (2)Atps lite (2)
Atps lite (2)
 
Literatura infantil brasileira
Literatura infantil brasileiraLiteratura infantil brasileira
Literatura infantil brasileira
 
81
8181
81
 
SEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUS
SEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUSSEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUS
SEMANA DA LEITURA 2014 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MORGADO DE MATEUS
 
Poesias
PoesiasPoesias
Poesias
 
Projeto de língua portuguesa pcc unopar- cleomar
Projeto de língua portuguesa   pcc unopar- cleomarProjeto de língua portuguesa   pcc unopar- cleomar
Projeto de língua portuguesa pcc unopar- cleomar
 

Semelhante a Literatura incentiva aprendizagem histórica

Competência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJ
Competência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJCompetência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJ
Competência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJTatyanne Valdez
 
Projeto ensinoliteraturabrasileiramemorias
Projeto ensinoliteraturabrasileiramemoriasProjeto ensinoliteraturabrasileiramemorias
Projeto ensinoliteraturabrasileiramemoriasIlenice Trojahn
 
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosApresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosFelipe De Souza Costa
 
C:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De Literatura
C:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De LiteraturaC:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De Literatura
C:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De LiteraturaEneida da Rosa
 
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?Priscila Hilária
 
Resgate feira do livro rotermund atualizado completo
Resgate feira do livro rotermund atualizado completoResgate feira do livro rotermund atualizado completo
Resgate feira do livro rotermund atualizado completoEstado do RS
 
Cultura de massa na escola uma proposta de letramento literário
Cultura de massa na escola uma proposta de letramento literárioCultura de massa na escola uma proposta de letramento literário
Cultura de massa na escola uma proposta de letramento literárioJanny Gomes Quixaba Silva
 
Jouve por que studar literatura resenha
Jouve por que studar literatura resenhaJouve por que studar literatura resenha
Jouve por que studar literatura resenhaKarolyna Luna
 
2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar
2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar 2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar
2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar mmppr3
 
Notícias clube de leitura
Notícias clube de leituraNotícias clube de leitura
Notícias clube de leituraarcbeantero
 
Notícias Clube de Leitura
Notícias Clube de LeituraNotícias Clube de Leitura
Notícias Clube de Leituraarcbeantero
 
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação CidadãEMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação CidadãAlexandre da Rosa
 

Semelhante a Literatura incentiva aprendizagem histórica (20)

Boletim Informativo 1
Boletim Informativo 1Boletim Informativo 1
Boletim Informativo 1
 
Competência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJ
Competência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJCompetência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJ
Competência em Informação na Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJ
 
Projeto ensinoliteraturabrasileiramemorias
Projeto ensinoliteraturabrasileiramemoriasProjeto ensinoliteraturabrasileiramemorias
Projeto ensinoliteraturabrasileiramemorias
 
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosApresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
 
Contacto julho 2017
Contacto julho 2017Contacto julho 2017
Contacto julho 2017
 
Contacto março 2016
Contacto março 2016Contacto março 2016
Contacto março 2016
 
C:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De Literatura
C:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De LiteraturaC:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De Literatura
C:\Fakepath\O CâNone LiteráRio E O Ensino De Literatura
 
OT Sabores da Leitura 25fev
OT Sabores da Leitura 25fevOT Sabores da Leitura 25fev
OT Sabores da Leitura 25fev
 
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
 
Módulo 3
Módulo 3Módulo 3
Módulo 3
 
Projecto PNL
Projecto PNLProjecto PNL
Projecto PNL
 
Resgate feira do livro rotermund atualizado completo
Resgate feira do livro rotermund atualizado completoResgate feira do livro rotermund atualizado completo
Resgate feira do livro rotermund atualizado completo
 
Cultura de massa na escola uma proposta de letramento literário
Cultura de massa na escola uma proposta de letramento literárioCultura de massa na escola uma proposta de letramento literário
Cultura de massa na escola uma proposta de letramento literário
 
Jouve por que studar literatura resenha
Jouve por que studar literatura resenhaJouve por que studar literatura resenha
Jouve por que studar literatura resenha
 
Contacto julho 2018
Contacto julho 2018Contacto julho 2018
Contacto julho 2018
 
2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar
2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar 2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar
2º e 3º números da Newsletter da Biblioteca Escolar
 
Notícias clube de leitura
Notícias clube de leituraNotícias clube de leitura
Notícias clube de leitura
 
Notícias Clube de Leitura
Notícias Clube de LeituraNotícias Clube de Leitura
Notícias Clube de Leitura
 
Agenda março
Agenda marçoAgenda março
Agenda março
 
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação CidadãEMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
 

Último

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 

Literatura incentiva aprendizagem histórica

  • 1. LITERATURA: CAMINHOS DA HISTÓRIA Ana Paula Mendes Motta De Souza VI Encontro de Pesquisa em História - EPHIS UFMG Maio 2017
  • 2. Leitura é uma forma de aprendizado prazeroso, neste sentido o Projeto Literatura: Caminhos da História visa incentivar o conhecimento histórico através de fontes literárias.
  • 3. O projeto desenvolvido na Escola Estadual Padre Oswaldo de Podestá, de ensino fundamental nível II, na cidade de Bela Vista de Minas, localizada no Médio Rio Piracicaba, com uma população de 10 mil habitantes e de baixa renda, segundo dados do IBGE.
  • 4. A Escola é a instituição polo da cidade e esta vinculada a 24ª Regional de Ensino, com sede em Nova Era. O projeto com ênfase no 8º ano, visa despertar o interesse pela literatura como algo prazeroso e conscientizar da sua importância como fonte histórica. O trabalho possui quatro etapas, na primeira a escolha é livre, as demais direcionadas, com três livros de autores brasileiros.
  • 5. Um verso a cada passo – Estrada Real em versos, da autora Ângela Leite, publicado pela editora Autentica Infantil, 1ª edição, ano 2010, idioma Português, assunto Poesia, possui 48 páginas, faixa etária a partir de 12 anos. A Estrada Real contata em versos e ilustrada com fotografias de bordados manuais, utilizando materiais de costura e colagens, retratando as paisagens, cidades e detalhes desta história em grande parte mineira. A vantagem deste livro mesmo os alunos com defasagem de leiteira consegue compreender através as imagens retratadas. Este caminho é conhecido por fazer parte da construção histórica mineira e no livro é representado de forma suave. A cidade de Bela Vista de Minas é área de influência da Estrada Real.
  • 6.
  • 7. Poetisa de Irineu Baroni, publicado pela Paco Editorial, 1ª edição, ano de 2010, Coleção Novas Letras, assunto poesia, com 96 páginas. Contém 73 poemas de reflexão interior do ser humano e é uma homenagem a mulher do poeta. Ao conhecer a história do livro os alunos se interessaram em ler e conhecer um pouco do poeta e de suas obras. Baroni é nascido na cidade vizinha (São Domingos do Prata) a realização do projeto, Bela Vista de Minas. A ideia de um poeta vivo despertou fascínio nos alunos, pois a maioria dos professores trabalham com poetas mortos.
  • 8.
  • 9. O Príncipe Triste dos autores Rui de Oliveira e Lilia Schwarz, com ilustrações de Rui de Oliveira, publicado pela editora DCL – Difusão Cultural do Livro,, contém 36 páginas, 1ª edição, ano 2010. Sua história é dividida em duas partes, a primeira fictícia, uma garota ganha um prêmio de redação da Escola, com direito de visitar o Palácio Imperial no Rio de Janeiro. Durante a visita ela encontra como Pedro, ainda menino, no dia da sua coroação, e logo após o reencontra, já D. Pedro II, no dia que foi expulso do país, que havia acabado de passar por um golpe e se tornado uma república.
  • 10. Na segunda parte um relato da vida real do cotidiano do pequeno príncipe, seus estudos preparatórios para assumir o Império Brasileiro. O interessante deste livro é a desmistificação da vivência a cerca da realidade da vida dos imperadores. Nos contos infantis sempre tratadas de maneira ilusória.
  • 11.
  • 12. O autor literário ao contrario do historiador (que muitas das vezes devido a falta de fontes, acaba por não preencher as lacunas históricas), o autor literário conta com a arte para preenchimento destas lacunas, tornando algumas vezes a história mais interessante e rica. Neste contexto o projeto Literatura: caminhos da História objetiva a interação dos saberes e experiências dos discentes, através da leitura, escrita, relatos e analises comparativas dos textos como a realidade histórica e cotidiana.
  • 13. Segundo o PCN de História, O CBC e a lei de Diretrizes e Bases da Educação, o professor é o principal responsável por criar condições de saberes vivido como de trocas e integração como outras áreas de conhecimento, proporcionando concepções históricas.
  • 14. As Bibliotecas tiveram e tem um lugar especial ao longo da história humana, como local para adquirir o conhecimento. É uma instituição que encontramos em quase todos os lugares do mundo e em épocas diferentes.
  • 15. Os embasamentos teóricas são fundamentados com diálogos entre BERNARDINO E SUAIDEN, LAGE, VÁLIO,VARGAS e SILVA, afirmando a importância da literatura na formação e construção da cidadania, como também a participação do professor como agente motivador.
  • 16. LAGE (2003): (...) A literatura tem sido, ao longo dos anos, uma das fontes mais importantes de que dispõe o homem não só para conhecer o mundo mas também para expressão, criação e recriação desse conhecimento. Lidando com o imaginário, trabalhando com os sentimentos, a literatura satisfaz as necessidades humanas de fantasia e de plenitude. Pela literatura fundem-se, portanto, conhecimento e prazer. (...) Pag. 15.
  • 17. BERNARDINO E SUAIDEN : (...) a informação que é processada através da leitura, somada ao aspecto significativo da representatividade das bibliotecas perante a comunidade, a fim de construir conhecimento e disseminar a cultura, torna-se um organismo único e indissociável. E, ainda, tomamos como base o pressuposto da missão da biblioteca pública apontada através do Manifesto da UNESCO, que a coloca como centro de construção do conhecimento, estabelecendo links com a educação e a cultura, essa relação se fortalece e permite a interação entre informação e conhecimento. (...) 37
  • 18. LAGE (2003) (...) o ensino da literatura não deve se concentrar apenas nas obras consagradas e nos textos do livro didático; não obstante, deve transformar a aprendizagem numa prática cotidiana de intercâmbio entre a linguagem literária e outras linguagens, insistindo na percepção dialética das relações entre várias manifestações artísticas, porque a sociedade exige um leitor apto a dar conta da multiplicidade de textos que o cerca. Quando a noção de literatura se amplia e acolhe outras modalidades de expressão, diversas das já consagradas ou sacramentadas, o ensino do nível secundário descobre perspectivas renovadas, capazes também de oferecer alternativas comprometidas não apenas com a mera adequação ao vestibular, mas sobretudo com formação de um cidadão crítico e consciente, capaz de ler o mundo que o cerca. (...) Pag. 118 e 119.
  • 19. VÁLIO (1998)(...) questionar o texto, em interação com o autor e o contexto social; é criar um novo texto; é estabelecer um juízo, uma crítica, uma opinião sobre o escrito; é entender o mundo externo e do conteúdo textual. (...) pag. 13. SILVA (2009) descreve perfeitamente o significado da leitura ao citar COLASANTI afirmando ser a literatura um texto de passagens secretas e tesouro escondido onde cada leitor tem uma leitura diferente. I
  • 20. 1ª Bimestral: Livro: Poemas a escolha dos alunos. 9 horas/aulas. Explicar a importância das bibliotecas para a história, como local possível de consulta do conhecimento de vários períodos da vivencia humana. Levar os alunos a conhecerem o maior número possível de livros de todas as áreas do acervo da biblioteca da Escola;
  • 21. Atividade: Um pequeno texto pontuando as curiosidades sobre a biblioteca e quais livros gostariam de ler. Pesquisa sobre a vida de Carlos Drummond Andrade, o qual a biblioteca da Escola Estadual Padre Oswaldo de Podestá leva seu nome. Leitura do livro escolhido . Os alunos realizam atividade indicando o livro aos demais colegas. Eles têm liberdade para não indicar. É importante dar liberdade aos alunos, para terem suas próprias conclusões. Atividade desenvolvida foi ilustrar o põem lido.
  • 22. Atividades complementares: Utilizar vídeo sobre a montagem de livros de maneira manual. Montagem do Mural com as melhores atividades. Não esteve vinculado a nenhum tópico do conteúdo curricular, atividades de intuito literário de incentivo a leitura.
  • 23. 2º Bimestre: livro: Um verso a cada passo – Estrada Real em Verso. 7 horas/aulas Atividades: Apresentar o livro para turma realizando paralelo em os poemas e a Estrada Real. Entrega da folha de atividade aos alunos. Escolher o poema que mais gostou e ilustrá-lo. No verso da folha pequeno relato de sugestão de leitura destacando os pontos que mais gostou. Recolher as atividades e deixar que os alunos comentem sua escolha e a ilustração. Montagem do Mural com as melhores atividades.
  • 24. 3º Bimestre: Livro: Poemas do Irineu Baroni. 7 horas/aulas Atividades: Pesquisa sobre a biografia do poeta Irineu Baroni. Entrega dos livros que contém poemas do autor Áudio do poeta, via WhatsApp para a turma avisando que em breve estaria com eles Recolher as atividades. Novo áudio do poeta agradecendo aos alunos pelos trabalhos com o seu poema. Tudo realizado em sala de aula. Montagem do mural com as melhores ilustrações.
  • 25. 4º Bimestre: Livro: O Príncipe Triste. 6 horas aulas Apresentar o livro para a turma. Realizar levantamento de como imaginam ser a vida de um monarca. Realizar a leitura com a turma da primeira parte do livro. Entrega da folha de atividade aos alunos. Atividade é montar uma nova capa para o livro, considerando todos os dados necessários para sua publicação. Montagem do mural com as atividades. Na avaliação bimestral uma questão dissertativo sobre o livro.
  • 26. Visita do poeta Irineu Baroni a escola, para uma roda de conversa com os alunos. Relato da vida, formas de fazer poesia, desafio de montar um poema em poucos minutos e no final, brindes aos alunos, com livros autografados. (A visita foi marcada para primeira semana de dezembro a pedido da Supervisora Pedagógica, para englobar a semana para vida determinada pela SRE.)
  • 27. Alguns problemas são encontrados no decorrer do projeto como: números insuficientes de livros do mesmo título e o custo para compra ser relativamente alto para alunos de baixa renda, sendo em média no valor de R$ 25 cada livro. Acesso restrito a biblioteca, por não ter professor de biblioteca nos dois horários de funcionamento da escola e alunos com defasagem na leitura.
  • 28. No referente às práticas pedagógicas os professores possuem uma gama de leituras para conhecimento sobre o tema literatura, artigos, livros e sites estão disponíveis no mercado como: Ler sem doer: perspectivas para a leitura do texto literário no ensino médio, Leitura: uma aprendizagem de prazer e Literatura infantil brasileira: um guia para professores e promotores de leitura. Dentre os sites com propostas http://educarparacrescer.abril.com.br/, http://leituramesquita.blogspot.com.br/, http://portaldoprofessor.mec.gov.br/ e tantos outros de fácil acesso na grande biblioteca virtual o site www.google.com.br. Considerar sempre a diversidade cultural e social dos seus alunos e suas sugestões de leitura é importante no desenvolvimento dos trabalhos.
  • 29. Conclusão O estudo da história humana consiste em interpretar os fatos. Neste contexto é fundamental a leitura e análise de textos, sendo assim um bom leitor será um bom conhecedor da própria história. No contexto escolar a literatura é uma importante fonte paradidática, devido sua diversidade de conhecimentos e por permitir interpretações variadas, considerando a vivencia de cada aluno. Possibilitando a construção do entendimento a cerca das varias versões sobre um mesmo fato histórico.
  • 30. Referência Bibliográfica BARONI, Irineu. Poetisa. BERNARDINO, Maria Cleide Rodrigues. SUAIDEN, Emir José. O papel social da biblioteca pública na interação entre informação e conhecimento no contexto da ciência da informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v.16, n.4, p.29-41, out./dez. 2011 BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação: Lei nº 9.394/96 – 24 de dez. 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1998 BRASIL. CBC/Currículo Básico Comum: Disponível em < http://crv.educacao.mg.gov.br/SISTEMA_CRV/index.aspx ?id_projeto=27&id_objeto=38836&tipo=ob&cp=994d99&cb= &n1=&n2=Proposta%20Curricular%20- %20CBC&n3=Fundamental%20- %206%C2%BA%20a%209%C2%BA&n4=Hist%C3%B3ria&b =s#>. Acesso em 31 de janeiro de 2014 as 3 horas.
  • 31. BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais : história / Secretaria de Educação Fundamental. . Brasília : MEC / SEF, 1998.108 p. Imagens livro Angela Leite: Disponível em http://dobrasdaleitura.blogspot.com.br/2015/01/o- passado-e-os-nossos-dias.html > Acesso em 05 de maio de 2017 ás 16 e 20. Imagens do livro O Príncipe Triste. Disponivel em< http://www.ruideoliveira.com.br/pt-br/livros/88/o- principe-triste/ > Acesso em 05 de maio de 2017 as 16 e 30. Imagens do livro Poetisa: Disponível em < http://irineubaroni.com/ >. Acesso em 05 de maio de 2017. As 16 e 50 LAGE, Micheline Madureira. Ler sem doer: perspectivas para a leitura do Texto Literário no ensino médio. – Coronel Fabriciano, Unileste – MG, 2003.
  • 32. LEITE, Ângela. Um verso a cada passo – Estrada Real em versos. Editora Infantil. 1ª edição. 2010. Propostas pedagógicas para trabalhar com a película Uma história de amor e fúria. Disponível em: <http://www.umahistoriadeamorefuria.com.br/livro_ projeto_pedagogico2.pdf>. Acessado em: 29 de julho de 2013 as 11 horas. OLIVEIRA, Rui de. SCHAWARZ, Lilia. O Príncipe Triste. DCL –Difusão Cultural do Livro. 1ª edição. 2010 VÁLIO, Else Benetti Marques. (coord). Base de dados em literatura infanto-juvenil. – Campinas, SP: Editora Alénea, 1998.