SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
1
Ana Paula Arja Ribeiro
Profª de Português como segunda Língua
2
Comunicação
É a forma como as pessoas se
relacionam entre si, dividindo e
trocando experiências, ideias,
sentimentos, informações,
modificando mutuamente a
sociedade onde estão inseridas.
3
Sem a comunicação, cada um de
nós seria um mundo isolado.
4
Por que nos comunicamos?
Para transferir e adquirir
conhecimento.
Para expor ideias.
Forma de aprovação ou reprovação.
Troca de desenvolvimento
conhecimento e habilidades entre as
pessoas.
5
Qual a importância da
comunicação para o surdo?
Para uma interação social.
Através dessa interação abre-se
um campo de oportunidades, tanto na
vida profissional quanto na vida
pessoal, evitando assim seu
isolamento.
6
Qual é o meio de comunicação
utilizado pelos surdos?
 São vários os meios:
SMS, Facebook, Intérprete, Libras,
leitura labial, entre outros.
7
Língua ou
Linguagem?
8
Linguagem é o ato da
comunicação, o
mecanismo que nós
utilizamos para repassar
uma mensagem podendo
ser verbal quando escrita
ou falada  e não-verbal.
9
Linguagem
não verbal:
10
11
12
Língua, como diz o dicionário
Aurélio, é o conjunto de palavras
e expressões usados por um
povo.
É o conjunto de regras de sua
gramática.
A língua é normativa, segue regras,
tem sua estrutura segue um
sistema.
13
O que é Libras?
Libras é a sigla da Língua Brasileira de Sinais
É a língua natural
das comunidades surdas. É considerada a língua
materna dos surdos ou seja , sua primeira língua (L1).
Sendo assim a língua portuguesa é a segunda
língua do surdo (L2). Então a educação dos surdos deve ser
efetivada em língua de sinais.
14
E ao contrário do que muitos imaginam, a
Língua de Sinais não é simplesmente
mímicas e gestos soltos,
utilizados pelos surdos para facilitar a
comunicação.
É uma língua com estrutura gramatical própria.
É um conjunto de palavras, sinais e expressões
organizados a partir de regras,
sendo utilizado por um povo para sua interação.
15
A – O menino gosta de carro. (Português)
CARRO MENINO GOSTA. (LIBRAS)
A – O menino gosta de carro. (Português)
CARRO MENINO GOSTA. (LIBRAS)
B - O menino vai para Caxambu. (Português)
CIDADE CAXAMBU MENINO IR. (LIBRAS)
B - O menino vai para Caxambu. (Português)
CIDADE CAXAMBU MENINO IR. (LIBRAS)
16
A – Sexo só depois do casamento. (Português)A – Sexo só depois do casamento. (Português)
Como ficaria isso em Libras?Como ficaria isso em Libras?
17
PRIMEIRO CASAR DEPOIS SEXOPRIMEIRO CASAR DEPOIS SEXO
18
Assim, uma pessoa que entra em contato com
a Língua de Sinais irá aprender uma outra
língua, como o Francês, Inglês etc.
Não é qualquer pessoa que
realmente sabe a Língua de
Sinais.
19
MELERO, Miguel Lopez - Diversidade e Cultura: uma escola
sem exclusões. Universidade de Málaga. Espanha.2002
http://normeiderocha.zip.net/
Referências
www.libras.org.br/libras.php
LIMA, Heloisa Maria Moreira – Ensino de Língua Portuguesa par Surdos _
Basília: MEC. SEESP 2007.
http://www.cultura-sorda.eu/resources/Brasil_Proyecto_Lic_Letras_LIBRAS_2006.pdf
FELIPE Tanya A. 2007 - Libras em Contexto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

L ingua, linguagem e fonologia 2011
L ingua, linguagem e fonologia 2011L ingua, linguagem e fonologia 2011
L ingua, linguagem e fonologia 2011
Karen Araki
 
Pronomes Pessoais Na Libras. Slides
Pronomes Pessoais Na Libras. SlidesPronomes Pessoais Na Libras. Slides
Pronomes Pessoais Na Libras. Slides
TAIITA
 
Curso de libras – aula 1
Curso de libras – aula 1Curso de libras – aula 1
Curso de libras – aula 1
David Santos
 

Mais procurados (20)

Classificadores em Libras
Classificadores em LibrasClassificadores em Libras
Classificadores em Libras
 
Aulas 5 e 6
Aulas 5 e 6Aulas 5 e 6
Aulas 5 e 6
 
Libras basico
Libras basicoLibras basico
Libras basico
 
L ingua, linguagem e fonologia 2011
L ingua, linguagem e fonologia 2011L ingua, linguagem e fonologia 2011
L ingua, linguagem e fonologia 2011
 
Pronomes Pessoais Na Libras. Slides
Pronomes Pessoais Na Libras. SlidesPronomes Pessoais Na Libras. Slides
Pronomes Pessoais Na Libras. Slides
 
Aspectos Gramaticas da Libras
Aspectos Gramaticas da LibrasAspectos Gramaticas da Libras
Aspectos Gramaticas da Libras
 
Historia da Educação dos Surdos.
Historia da Educação dos Surdos. Historia da Educação dos Surdos.
Historia da Educação dos Surdos.
 
Sintaxe da libras
Sintaxe da librasSintaxe da libras
Sintaxe da libras
 
LIBRAS - AULA 1 e 2
LIBRAS - AULA 1 e 2LIBRAS - AULA 1 e 2
LIBRAS - AULA 1 e 2
 
LIBRAS AULA 1: Apresentação da disciplina
LIBRAS AULA 1: Apresentação da disciplinaLIBRAS AULA 1: Apresentação da disciplina
LIBRAS AULA 1: Apresentação da disciplina
 
5 Parâmetros da libras
5 Parâmetros da libras5 Parâmetros da libras
5 Parâmetros da libras
 
Aspectos linguísticos da libras
Aspectos linguísticos da librasAspectos linguísticos da libras
Aspectos linguísticos da libras
 
LIBRAS - AULA 3
LIBRAS - AULA 3LIBRAS - AULA 3
LIBRAS - AULA 3
 
Curso De Libras 1 Aula
Curso De Libras 1 AulaCurso De Libras 1 Aula
Curso De Libras 1 Aula
 
Oficina - Analise Sintática em LIBRAS e Língua portuguesa para o ensino aos a...
Oficina - Analise Sintática em LIBRAS e Língua portuguesa para o ensino aos a...Oficina - Analise Sintática em LIBRAS e Língua portuguesa para o ensino aos a...
Oficina - Analise Sintática em LIBRAS e Língua portuguesa para o ensino aos a...
 
Oficina "O classificador em libras" - Andrea Giovanella
Oficina "O classificador em libras" - Andrea GiovanellaOficina "O classificador em libras" - Andrea Giovanella
Oficina "O classificador em libras" - Andrea Giovanella
 
LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais
LIBRAS - Língua Brasileira de SinaisLIBRAS - Língua Brasileira de Sinais
LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais
 
Mundo Surdo
Mundo SurdoMundo Surdo
Mundo Surdo
 
Curso de libras – aula 1
Curso de libras – aula 1Curso de libras – aula 1
Curso de libras – aula 1
 
OS PRONOMES EM LIBRAS
OS PRONOMES EM LIBRAS OS PRONOMES EM LIBRAS
OS PRONOMES EM LIBRAS
 

Destaque

Apostila libras reformulada completa
Apostila libras reformulada  completaApostila libras reformulada  completa
Apostila libras reformulada completa
LiseteLima
 
Que língua é essa
Que língua é essaQue língua é essa
Que língua é essa
marciaorion
 
Apostila libras
Apostila librasApostila libras
Apostila libras
Jana Bento
 
História dos Surdos
História dos SurdosHistória dos Surdos
História dos Surdos
joaoribau
 
Oralismo bilinguismo e comunicação
Oralismo bilinguismo e comunicaçãoOralismo bilinguismo e comunicação
Oralismo bilinguismo e comunicação
Michelli Assis
 
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
Angélica Manenti
 
3o slide linha do tempo na historia da educacao de surdos
3o slide   linha do tempo na historia da educacao de surdos3o slide   linha do tempo na historia da educacao de surdos
3o slide linha do tempo na historia da educacao de surdos
Jean Rodrigo
 
Formação De Palavras Em Libras
Formação De Palavras Em LibrasFormação De Palavras Em Libras
Formação De Palavras Em Libras
asustecnologia
 

Destaque (20)

Vendo Vozes - Oliver Sacks
Vendo Vozes - Oliver SacksVendo Vozes - Oliver Sacks
Vendo Vozes - Oliver Sacks
 
Língua, linguagem e variabilidade
Língua, linguagem e variabilidadeLíngua, linguagem e variabilidade
Língua, linguagem e variabilidade
 
LÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEMLÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEM
 
Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS - Aspectos Linguísticos
Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS - Aspectos LinguísticosLíngua Brasileira de Sinais - LIBRAS - Aspectos Linguísticos
Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS - Aspectos Linguísticos
 
Apostila libras reformulada completa
Apostila libras reformulada  completaApostila libras reformulada  completa
Apostila libras reformulada completa
 
Que língua é essa
Que língua é essaQue língua é essa
Que língua é essa
 
Apostila libras
Apostila librasApostila libras
Apostila libras
 
Fonologia de libras - andrea
Fonologia de libras - andreaFonologia de libras - andrea
Fonologia de libras - andrea
 
AULA 1 - LINGUAGEM
AULA 1 - LINGUAGEMAULA 1 - LINGUAGEM
AULA 1 - LINGUAGEM
 
1712 Libras
1712 Libras1712 Libras
1712 Libras
 
História dos Surdos
História dos SurdosHistória dos Surdos
História dos Surdos
 
LIBRAS
LIBRASLIBRAS
LIBRAS
 
História da educação de surdos e educação de
História da educação de surdos e educação deHistória da educação de surdos e educação de
História da educação de surdos e educação de
 
Oralismo bilinguismo e comunicação
Oralismo bilinguismo e comunicaçãoOralismo bilinguismo e comunicação
Oralismo bilinguismo e comunicação
 
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
 
3o slide linha do tempo na historia da educacao de surdos
3o slide   linha do tempo na historia da educacao de surdos3o slide   linha do tempo na historia da educacao de surdos
3o slide linha do tempo na historia da educacao de surdos
 
Apostila: libras básico
Apostila: libras básicoApostila: libras básico
Apostila: libras básico
 
Apostila com atividades de Libras
Apostila com atividades de LibrasApostila com atividades de Libras
Apostila com atividades de Libras
 
Contos maravilhosos para criar história
Contos maravilhosos para criar históriaContos maravilhosos para criar história
Contos maravilhosos para criar história
 
Formação De Palavras Em Libras
Formação De Palavras Em LibrasFormação De Palavras Em Libras
Formação De Palavras Em Libras
 

Semelhante a Libras língua ou linguagem de sinais?

10 coisas sobre libras academia de libras
10 coisas sobre libras   academia de libras10 coisas sobre libras   academia de libras
10 coisas sobre libras academia de libras
Autonoma
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Glacemi Loch
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Raquel Souza
 

Semelhante a Libras língua ou linguagem de sinais? (20)

Surdos de Malas Prontas
Surdos de Malas ProntasSurdos de Malas Prontas
Surdos de Malas Prontas
 
Apostila SURDOS DE MALAS PRONTAS
Apostila SURDOS DE MALAS PRONTAS Apostila SURDOS DE MALAS PRONTAS
Apostila SURDOS DE MALAS PRONTAS
 
Andréia cristina de lima
Andréia cristina de limaAndréia cristina de lima
Andréia cristina de lima
 
Apostila_LIBRAS para sua aula ficar emocionante
Apostila_LIBRAS para sua aula ficar emocionanteApostila_LIBRAS para sua aula ficar emocionante
Apostila_LIBRAS para sua aula ficar emocionante
 
Enquanto educador, o quê
Enquanto educador, o quêEnquanto educador, o quê
Enquanto educador, o quê
 
A educação de surdos no mundo
A educação de surdos no mundoA educação de surdos no mundo
A educação de surdos no mundo
 
Lingua brasileira de sinais
Lingua brasileira de sinaisLingua brasileira de sinais
Lingua brasileira de sinais
 
10 coisas sobre libras academia de libras
10 coisas sobre libras   academia de libras10 coisas sobre libras   academia de libras
10 coisas sobre libras academia de libras
 
LÍNGUA DE SINAIS PELO MUNDO
LÍNGUA DE SINAIS PELO MUNDOLÍNGUA DE SINAIS PELO MUNDO
LÍNGUA DE SINAIS PELO MUNDO
 
1ª Oficina Para Professores Cap V&L
1ª Oficina Para Professores Cap V&L1ª Oficina Para Professores Cap V&L
1ª Oficina Para Professores Cap V&L
 
Mitos sobre libras
Mitos sobre librasMitos sobre libras
Mitos sobre libras
 
Trabalho cas
Trabalho casTrabalho cas
Trabalho cas
 
Linguagens diversas
Linguagens diversasLinguagens diversas
Linguagens diversas
 
Linguagem E Sociedade
Linguagem E SociedadeLinguagem E Sociedade
Linguagem E Sociedade
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
 
LIBRAS
LIBRAS LIBRAS
LIBRAS
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
 
Mitos e verdades em relação a Libras e seu usuário surdo.
Mitos e verdades em relação a Libras e seu usuário surdo.Mitos e verdades em relação a Libras e seu usuário surdo.
Mitos e verdades em relação a Libras e seu usuário surdo.
 
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdoPráticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
 
Apostila português
Apostila portuguêsApostila português
Apostila português
 

Libras língua ou linguagem de sinais?

  • 1. 1 Ana Paula Arja Ribeiro Profª de Português como segunda Língua
  • 2. 2 Comunicação É a forma como as pessoas se relacionam entre si, dividindo e trocando experiências, ideias, sentimentos, informações, modificando mutuamente a sociedade onde estão inseridas.
  • 3. 3 Sem a comunicação, cada um de nós seria um mundo isolado.
  • 4. 4 Por que nos comunicamos? Para transferir e adquirir conhecimento. Para expor ideias. Forma de aprovação ou reprovação. Troca de desenvolvimento conhecimento e habilidades entre as pessoas.
  • 5. 5 Qual a importância da comunicação para o surdo? Para uma interação social. Através dessa interação abre-se um campo de oportunidades, tanto na vida profissional quanto na vida pessoal, evitando assim seu isolamento.
  • 6. 6 Qual é o meio de comunicação utilizado pelos surdos?  São vários os meios: SMS, Facebook, Intérprete, Libras, leitura labial, entre outros.
  • 8. 8 Linguagem é o ato da comunicação, o mecanismo que nós utilizamos para repassar uma mensagem podendo ser verbal quando escrita ou falada  e não-verbal.
  • 10. 10
  • 11. 11
  • 12. 12 Língua, como diz o dicionário Aurélio, é o conjunto de palavras e expressões usados por um povo. É o conjunto de regras de sua gramática. A língua é normativa, segue regras, tem sua estrutura segue um sistema.
  • 13. 13 O que é Libras? Libras é a sigla da Língua Brasileira de Sinais É a língua natural das comunidades surdas. É considerada a língua materna dos surdos ou seja , sua primeira língua (L1). Sendo assim a língua portuguesa é a segunda língua do surdo (L2). Então a educação dos surdos deve ser efetivada em língua de sinais.
  • 14. 14 E ao contrário do que muitos imaginam, a Língua de Sinais não é simplesmente mímicas e gestos soltos, utilizados pelos surdos para facilitar a comunicação. É uma língua com estrutura gramatical própria. É um conjunto de palavras, sinais e expressões organizados a partir de regras, sendo utilizado por um povo para sua interação.
  • 15. 15 A – O menino gosta de carro. (Português) CARRO MENINO GOSTA. (LIBRAS) A – O menino gosta de carro. (Português) CARRO MENINO GOSTA. (LIBRAS) B - O menino vai para Caxambu. (Português) CIDADE CAXAMBU MENINO IR. (LIBRAS) B - O menino vai para Caxambu. (Português) CIDADE CAXAMBU MENINO IR. (LIBRAS)
  • 16. 16 A – Sexo só depois do casamento. (Português)A – Sexo só depois do casamento. (Português) Como ficaria isso em Libras?Como ficaria isso em Libras?
  • 17. 17 PRIMEIRO CASAR DEPOIS SEXOPRIMEIRO CASAR DEPOIS SEXO
  • 18. 18 Assim, uma pessoa que entra em contato com a Língua de Sinais irá aprender uma outra língua, como o Francês, Inglês etc. Não é qualquer pessoa que realmente sabe a Língua de Sinais.
  • 19. 19 MELERO, Miguel Lopez - Diversidade e Cultura: uma escola sem exclusões. Universidade de Málaga. Espanha.2002 http://normeiderocha.zip.net/ Referências www.libras.org.br/libras.php LIMA, Heloisa Maria Moreira – Ensino de Língua Portuguesa par Surdos _ Basília: MEC. SEESP 2007. http://www.cultura-sorda.eu/resources/Brasil_Proyecto_Lic_Letras_LIBRAS_2006.pdf FELIPE Tanya A. 2007 - Libras em Contexto