A filosofia

1.805 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.805
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
515
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
101
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A filosofia

  1. 1. ABORDAGEM ETIMOLÓGICAABORDAGEM HISTÓRICA• Os Pré-Socráticos• Sócrates• PlatãoA FILOSOFIA COMO ACTIVIDADE CRÍTICAA ESPECIFICIDADE DA FILOSOFIAAS QUESTÕES DA FILOSOFIA
  2. 2. A PALAVRA FILOSOFIA FOI INVENTADA PELOS GREGOS Amor pelo Philia Sophia saberPOR OPOSIÇÃO AO SÁBIO QUE PENSA POSSUIR A VERDADE, O FILÓSOFO TEM CONSCIÊNCIA DE QUE NÃO SABE TUDO E ADOTA UMA ATITUDE CRÍTICA DE PROCURA DA VERDADE
  3. 3. A FILOSOFIA SURGIU NA GRÉCIA NO SÉCULO VI a.C FilósofosPré-socráticos Sócrates Platão ARISTÓTELES
  4. 4. OS PRÉ SOCRÁTICOS Período Cosmológico Os primeiros filósofos ou filósofos pré-socráticos foram os primeiros homens a substituir as explicações míticas, através do sobrenatural, por explicações lógicas, fazendo uso da razão ou logosO Mito é uma narrativa que se reporta ao tempo das origens , compersonagens sobrenaturais, deuses, e que explica como é que estescriaram as coisas e o mundo…Os filósofos pré-socráticos procuraram compreender a origem econstituição do mundo. O objecto do seu pensamento foi o Cosmos,o mundo, a natureza. Procuraram o elemento primordial (que deuorigem a tudo e de que tudo é feito) –arche – já não sobrenatural, masnatural, como a água, o fogo, o ar…
  5. 5. SÓCRATES Filósofo Grego (469-399) Sócrates voltou-se para o homem, para as questões éticas e políticas.A filosofia socrática consiste numa procura racional da verdade -coma definição de conceitos.Através do diálogo, Sócrates leva o interlocutor a procurarracionalmente a verdade.O Método Socrático (Diálogo) é constituído por duas partes:– Ironia - Sócrates pede ao interlocutor que defina um conceito, e a partir da sua resposta, coloca interrogações sucessivas, levando-o a cair em contradição e a tomar consciência da sua ignorância– Maiêutica – pesquisa da verdade em comum, através do diálogo (depois do interlocutor, já consciente da sua ignorância, ficar motivado para pesquisar a verdade)
  6. 6. A verdade está na definição rigorosa de conceitos morais (justiça,Virtude, etc…)A verdade não é relativa (como defendiam os sofistas)mas absoluta e universalSócrates distingue: O conhecimento dado pelos sentidos – subjectivo, particular. O conhecimento alcançado pela razão/pensamento – geral e universal.
  7. 7. Platão (428 a.C. - 348 a.C.) • Considerou a existência de um mundo sensível e de um mundo inteligível (dualismo cosmológico) cada um objecto de níveis de conhecimento distintos: conhecimento sensível e conhecimento inteligível (dualismo gnosiológico)O conhecimento dado pelo mundo sensível não é um conhecimentoverdadeiro, é apenas opinião.O verdadeiro conhecimento é aquele que é procurado pela razão e quecorresponde ao conhecimento das ideias (realidades do mundointeligível).
  8. 8. ALEGORIA É UMA REPRESENTAÇÃO FIGURATIVA, QUASE SEMPRE SOB A FORMA HUMANA, DE UMA PROEZA, DE UMA VIRTUDE, DE UMA IDEIA OU SERABSTRACTO, QUE NOS É APRESENTADO COMO UMA FICÇÃO, COM O OBJECTIVO DE TORNAR MAIS ACESSÍVEL A MENSAGEM Platão expressa nesta alegoria a sua concepção acerca da vivência dos homens comuns (os prisioneiros) que se caracterizapor um estado de inconsciência e ignorância do verdadeiro conhecimento
  9. 9. • VIVENDO OS SERES HUMANOS COMUNSPROBLEMA APRISIONADOS À SUA PRÓPRIA IGNORÂNCIA COMO LIBERTAR-SE DELA E ACEDER AO CONHECIMENTO? • O QUE É PRÓPRIO DA AUTÊNTICA CONDIÇÃO HUMANA NÃO É A IGNORÂNCIA MAS O CONHECIMENTO • OS SERES HUMANOS VIVEM TESE ACORRENTADOS À SUA PRÓPRIA IGNORÂNCIA MAS PODEM LIBERTAR-SE DESSA SITUAÇÃO SE FIZEREM O ESFORÇO NECESSÁRIO PARA ALCANÇAR O CONHECIMENTO
  10. 10. Atitude reflexiva e problematizadora Atitude crítica e antidogmática Teorias acerca da realidadeA Filosofia comoatividade crítica Conhecimento caracterizado pela autonomia, radicalidade, historicidade e universalidade Perspectiva novas maneiras de conceber o mundo e a vida
  11. 11. AUTONOMIA RADICALIDADEA especificidade da Filosofia HISTORICIDADE UNIVERSALIDADE
  12. 12. PROBLEMAS DA FILOSOFIAEPISTEMOLÓGO ONTOLÓGICOS ANTROPOLÓGICOS AXIOLÓGICOS METAFÍSICOS O que é o O que é a O que é o Comos devemos Qual o sentido conhecimento realidade? Homem? viver? da existência?

×