Diuréticos

2.718 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.718
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diuréticos

  1. 1. Diuréticos Ana Flávia Maurício Araújo
  2. 2. Funções do Rim  Regulação do equilíbrio de eletrólitos  Regulação da Pressão arterial  Regulação do equilíbrio ácido-básico
  3. 3. Néfron
  4. 4. Diuréticos “ Aumentam o fluxo urinário e a excreção de sódio e são utilizados para ajustar o volume e/ou a composição dos líquidos corporais em várias situações clínicas.” São eles:  Inibidores da Anidrase carbônica  Diuréticos ósmoticos  Diuréticos de alça  Tiazídicos  Poupadores de K+
  5. 5. Inibidores da Anidrase Carbônica  Túbulo Proximal LÍQUIDO TUBULAR A.C Na+ H2CO3 CO2 + H2O K+ A. C H2CO3 H+ Na+ HCO3- + H+ VASO + HCO3 - H2O + CO2
  6. 6. Inibidores da Anidrase Carbônica  Acetalozamida  Indicações: Glaucoma  1oo% Disponibilidade Oral  Meia-vida: 6-9h  Eliminação: Renal  Efeitos adversos: Acidose Metabólica , aumento do PH urinário A anidrase carbônica é responsável pela formação de grande quantidades de HCO3-, elevando a pressão intra-ocular.
  7. 7. Inibidores da Anidrase carbônica  Efeitos na excreção : Aumento da excreção urinaria de HCO3inibição do acido titulável e da secreção de amônia no tubo coletor, resultando no aumento do pH urinário e acidose metabólica.  Efeitos na hemodinâmica renal:Aumentam a liberação de solutos para a macula densa, deflagrando o feedback tubuloglomerular, que reduz o fluxo sanguíneo renal.  Outras ações: Reduz a taxa de formação do humor aquoso, reduzindo a pressão intra-ocular.  Toxicidade, efeitos : toxicidade cutânea, lesões renais, reações alérgicas, sonolência e parestesias.
  8. 8. Diuréticos Osmóticos  Atuam a alça descendente e Henle, Tubulo próximal e túbulos coletores  Como não são reabsorvidos pelas células tubulares sua presença causa Pressão Osmótica dentro do túbulo , impedindo da água ser reabsorvida.  Indicações: Hipertensão intraocular; hipertensão intracraniana; insuficiência renal aguda.  Excreção urinaria:Aumento de Na, K, Ca, Mg, Cl, HCO3, fosfato.  Contra-indicações: ICC, congestão pulmonar → pode levar a edema agudo de pulmão.
  9. 9. Diuréticos Osmóticos  Manitol Media vida : 0,25 -1,7 horas Eliminação: 80% via Renal Efeitos adversos: Hiponatremia e desidratação Hemodinâmica Renal: A filtração glomerular de um único néfron aumenta enquanto a filtração total mostra-se pouca alteração. Os diuréticos osmóticos aumentam a excreção urinária de muito eletrólitos, como K+, Ca2+, Mg2+, Cl- , Na+...
  10. 10. Diuréticos de Alça Na+ + + + + Na+ Na+  São reabsorvidos cerca de 25% da carga filtrada de Na+ K+ K+ Uso terapêutico: Edema pulmonar agudo, ICC, Edema da cirrose hepática. 2ClK+ Contra-indicacões: Hipersensibilidade as sulfonamidas (furosemida). M. LUMINAL Interações medicamentosas: Anticoagulantes (↑ atividade) Glicosídeos digitálicos (↑ arritmias) Lítio (↑ niveis) Ca2+ Mg2+ VASO
  11. 11. Diuréticos de Alça  Furosemida  Disponibilidade: 60%  Meia vida: 1.5h  Eliminação: 62% via Renal  Hemodinâmica:↑FSR total (devido ao ↑PG´s),estimulam liberação de renina (devido a interferência na MD, e , se ocorrer depleção de volume, a ativação reflexa do SN simpático e a estimulação do mecanismo baroreceptor intra-renal) Causam hipopotassemia e Hipermagnesia
  12. 12. Tiazídicos VASO LUZ Na+ Cl- Cl-  Túbulo Contorcido Distal  5% da Reabsorção de Sódio  Hemodinâmica Renal: Não alteram FSR.
  13. 13. Tiazídicos  Hidroclorotiazida  Disponibilidade 50%  Meia vida: 17horas  Eliminação: 40 a 80% Renal  Interações : ↓ efeito dos anticoagulantes, ↓ efeito das sulfanilureias e insulina  Usos Terapêuticos:Edema da ICC, cirrose hepática, s. nefrotica, IR Crônica, glomerulonefrite aguda e Hipertensão. Podem causar vertigem, cefaleia, fraqueza
  14. 14. Poupadores de K+  Inibidores da ENAC ENAC  Antagonista da aldosterona: Inibe competitivamente a ligação da aldosterona ao RM. - Na+ Na+ K+ K+  Túbulo Coletor VASO
  15. 15. Poupadores de Potássio  Amilorida  Biodisponibilidade: 15 a 20%  Meia vida: 21horas  Eliminação: Renal  Efeitos adversos: Náusea, vômito  Hemodinâmica renal: pouco ou nenhum efeito.  Excreção urinaria:  ↑ NaCl (pouco)  ↓ Acido urico
  16. 16. Poupadores de Potássio  Espirolactona  Biodisponibilidade : 90%  Meia vida: 3,2 horas e 4,3 horas  Eliminação: Renal  Efeitos na excreção:Quanto maior o nível de aldosterona endógena, maior o efeito dos antagonistas dos MR sobre a excreção urinaria.  Pouco ou nenhum efeito sobre a hemodinâmica renal.
  17. 17. Por que os Diuréticos Causam Hipopotassemia? ENAC Na+ Na+ - K+ - K+ Cl-
  18. 18. Referências  Livro - As Bases Farmacológicas da Terapêutica de Goodman e Gilman - Laurence L. Brunton, Bruce A. Chabner e Björn C. Knollman  B.G. Katzung. Farmacologia Básica e Clínica. 10 ed., Lange, São Paulo, 2007
  19. 19. Obrigada!

×