SlideShare uma empresa Scribd logo

Montesquieu2

1 de 13
Baixar para ler offline
MontesquieuMontesquieu
Charles-Louis de SecondatCharles-Louis de Secondat
Contexto HistóricoContexto Histórico
 Montesquieu viveu entre os séculos XVII – XVIIIMontesquieu viveu entre os séculos XVII – XVIII
 Absolutismo francêsAbsolutismo francês
 Reinado de Luís XIV (o “ rei do sol”)Reinado de Luís XIV (o “ rei do sol”)
 Presenciou período de efervescência cultural ePresenciou período de efervescência cultural e
iluminista (séc. XVIII)iluminista (séc. XVIII)
 Em1715 Luís XIV falece e o rei Luís XV assumeEm1715 Luís XIV falece e o rei Luís XV assume
o tronoo trono
BiografiaBiografia
 Nobre e de família rica, Charles-Louis (1689-Nobre e de família rica, Charles-Louis (1689-
1755) nasceu no castelo de La Brède, na França1755) nasceu no castelo de La Brède, na França
 Ingressou no Colégio Juilly aos 11 anos e teve osIngressou no Colégio Juilly aos 11 anos e teve os
contatos iniciais com a filosofia iluministacontatos iniciais com a filosofia iluminista
 Com 16 anos, entrou para Universidade deCom 16 anos, entrou para Universidade de
Bordeaux e cursou DireitoBordeaux e cursou Direito
 Após casar-se, em 1716 Secondat herdou oApós casar-se, em 1716 Secondat herdou o
título de Barão de Montesquieutítulo de Barão de Montesquieu
 Ficou responsável pela Câmara de BordeauxFicou responsável pela Câmara de Bordeaux
 Começa suas viagens pela Europa devido a estudosComeça suas viagens pela Europa devido a estudos
 Publicação de suas principais obras:Publicação de suas principais obras:
1.1. Em 1721 publica “Cartas Persas”Em 1721 publica “Cartas Persas”
2.2. Em 1748 publica “O Espírito das Leis”Em 1748 publica “O Espírito das Leis”
IluminismoIluminismo
 Século XVIISéculo XVII
 Pensadores se mobilizam em torno de ideaisPensadores se mobilizam em torno de ideais
 O movimento iluminista  atacouO movimento iluminista  atacou
sistematicamente tudo aquilo que erasistematicamente tudo aquilo que era
considerado contrário à busca da felicidade, daconsiderado contrário à busca da felicidade, da
justiça e da igualdade.justiça e da igualdade.
 Denúncia de injustiça, dominação religiosa,Denúncia de injustiça, dominação religiosa,
estado absolutista e dos privilégios estado absolutista e dos privilégios 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

08 montesquie - introdução -
08   montesquie - introdução -08   montesquie - introdução -
08 montesquie - introdução -Hernando Professor
 
Pensamento político de Montesquieu
Pensamento político de MontesquieuPensamento político de Montesquieu
Pensamento político de MontesquieuRogerio Terra
 
Parafraseando "o espírito das leis"
Parafraseando "o espírito das leis"Parafraseando "o espírito das leis"
Parafraseando "o espírito das leis"Jornal Ovale
 
Mapa conceital montesquieu
Mapa conceital montesquieuMapa conceital montesquieu
Mapa conceital montesquieuIsabella Silva
 
Separação dos poderes
Separação dos poderesSeparação dos poderes
Separação dos poderesDireito Nabuco
 
Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!
Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!
Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!Sávio Vilarino
 
Separação dos poderes
Separação dos poderesSeparação dos poderes
Separação dos poderesrafaelsou517
 
Texto Introdutório - Iluminismo
Texto Introdutório - IluminismoTexto Introdutório - Iluminismo
Texto Introdutório - IluminismoLeonardo Lira
 
A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...
A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...
A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...Direito Nabuco
 
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa  A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa Duda Pequena
 
Filosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, Maquiavel
Filosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, MaquiavelFilosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, Maquiavel
Filosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, MaquiavelColégio Objetivo, Pouso Alegre, MG
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismokikatitic
 

Mais procurados (20)

08 montesquie - introdução -
08   montesquie - introdução -08   montesquie - introdução -
08 montesquie - introdução -
 
Pensamento político de Montesquieu
Pensamento político de MontesquieuPensamento político de Montesquieu
Pensamento político de Montesquieu
 
Montesquieu 2º ano
Montesquieu 2º anoMontesquieu 2º ano
Montesquieu 2º ano
 
Montesquieu trabalho
Montesquieu   trabalhoMontesquieu   trabalho
Montesquieu trabalho
 
Parafraseando "o espírito das leis"
Parafraseando "o espírito das leis"Parafraseando "o espírito das leis"
Parafraseando "o espírito das leis"
 
Mapa conceital montesquieu
Mapa conceital montesquieuMapa conceital montesquieu
Mapa conceital montesquieu
 
Separação dos poderes
Separação dos poderesSeparação dos poderes
Separação dos poderes
 
Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!
Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!
Montesquieu - Divisão dos 3 poderes!!
 
Separação dos poderes
Separação dos poderesSeparação dos poderes
Separação dos poderes
 
Montesquieu
MontesquieuMontesquieu
Montesquieu
 
Texto Introdutório - Iluminismo
Texto Introdutório - IluminismoTexto Introdutório - Iluminismo
Texto Introdutório - Iluminismo
 
Positivismo
PositivismoPositivismo
Positivismo
 
A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...
A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...
A importância dos conselhos de políticas públicas para a efetivação dos direi...
 
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa  A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
 
Formas de governo
Formas de governoFormas de governo
Formas de governo
 
Filosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, Maquiavel
Filosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, MaquiavelFilosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, Maquiavel
Filosofia política e filosofia da arte Thomas Hobbes, Maquiavel
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
iluminismo
 iluminismo iluminismo
iluminismo
 
Resumo iluminismo
Resumo iluminismoResumo iluminismo
Resumo iluminismo
 
A autonomia da política
A autonomia da políticaA autonomia da política
A autonomia da política
 

Destaque

Biografia de montesquieu
Biografia de montesquieuBiografia de montesquieu
Biografia de montesquieumayra122792
 
Filosofia e leis
Filosofia e leisFilosofia e leis
Filosofia e leismmartinatti
 
Liu xiaobo powerpoint
Liu xiaobo powerpointLiu xiaobo powerpoint
Liu xiaobo powerpointherois12d
 
SISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTEST
SISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTESTSISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTEST
SISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTESTEscriba Informática
 
História dos Direitos Civis
História dos Direitos Civis História dos Direitos Civis
História dos Direitos Civis Doug Caesar
 
Costa e silva g vitor
Costa e silva g vitorCosta e silva g vitor
Costa e silva g vitorBethreis
 
Socialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abiSocialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abiagenciadagda
 
Filosofia dos tempos modernos
Filosofia dos tempos modernosFilosofia dos tempos modernos
Filosofia dos tempos modernosHelena Morita
 
Apresentação - BETA
Apresentação - BETAApresentação - BETA
Apresentação - BETAadrielmoura
 
Martin Luther King
Martin Luther KingMartin Luther King
Martin Luther KingMima Badan
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesaElizabeth
 
Revolução Comunista na China
Revolução Comunista na ChinaRevolução Comunista na China
Revolução Comunista na ChinaEduarda Soares
 

Destaque (20)

Biografia de montesquieu
Biografia de montesquieuBiografia de montesquieu
Biografia de montesquieu
 
Montesquieu
MontesquieuMontesquieu
Montesquieu
 
Filosofia e leis
Filosofia e leisFilosofia e leis
Filosofia e leis
 
Liu xiaobo powerpoint
Liu xiaobo powerpointLiu xiaobo powerpoint
Liu xiaobo powerpoint
 
Tortura Chinesa
Tortura ChinesaTortura Chinesa
Tortura Chinesa
 
A cidade proibida
A cidade proibidaA cidade proibida
A cidade proibida
 
Montesquieu
MontesquieuMontesquieu
Montesquieu
 
SISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTEST
SISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTESTSISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTEST
SISTEMA PARA TABELIONATO DE PROTESTO | ESCRIBA PROTEST
 
História dos Direitos Civis
História dos Direitos Civis História dos Direitos Civis
História dos Direitos Civis
 
Costa e silva g vitor
Costa e silva g vitorCosta e silva g vitor
Costa e silva g vitor
 
Revoluções na américa e na europa
Revoluções na américa e na europaRevoluções na américa e na europa
Revoluções na américa e na europa
 
Socialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abiSocialismo ou capitalismo_-_abi
Socialismo ou capitalismo_-_abi
 
Filosofia dos tempos modernos
Filosofia dos tempos modernosFilosofia dos tempos modernos
Filosofia dos tempos modernos
 
Apresentação - BETA
Apresentação - BETAApresentação - BETA
Apresentação - BETA
 
Slide ditadura
Slide ditaduraSlide ditadura
Slide ditadura
 
Martin Luther King
Martin Luther KingMartin Luther King
Martin Luther King
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Revolução Comunista na China
Revolução Comunista na ChinaRevolução Comunista na China
Revolução Comunista na China
 
China
ChinaChina
China
 
Esquemas g.t.
Esquemas g.t.Esquemas g.t.
Esquemas g.t.
 

Semelhante a Montesquieu2 (20)

Iluminismo (aula)
Iluminismo (aula)Iluminismo (aula)
Iluminismo (aula)
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo disma
Iluminismo dismaIluminismo disma
Iluminismo disma
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Resumo O Iluminismo
Resumo O IluminismoResumo O Iluminismo
Resumo O Iluminismo
 
Resumo oiluminismo
Resumo oiluminismoResumo oiluminismo
Resumo oiluminismo
 
O iiLUMINISMO
O iiLUMINISMOO iiLUMINISMO
O iiLUMINISMO
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Apostila sociologia geral
Apostila sociologia geralApostila sociologia geral
Apostila sociologia geral
 
Iluminismo.ppt
Iluminismo.pptIluminismo.ppt
Iluminismo.ppt
 
O Iluminismo com suas características básicas.
O Iluminismo com suas características básicas.O Iluminismo com suas características básicas.
O Iluminismo com suas características básicas.
 
Iluminismo desenho
Iluminismo desenhoIluminismo desenho
Iluminismo desenho
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismoIluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismo
 
Liberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoLiberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
A filosofia iluminista
A filosofia iluministaA filosofia iluminista
A filosofia iluminista
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 

Montesquieu2

  • 2. Contexto HistóricoContexto Histórico  Montesquieu viveu entre os séculos XVII – XVIIIMontesquieu viveu entre os séculos XVII – XVIII  Absolutismo francêsAbsolutismo francês  Reinado de Luís XIV (o “ rei do sol”)Reinado de Luís XIV (o “ rei do sol”)  Presenciou período de efervescência cultural ePresenciou período de efervescência cultural e iluminista (séc. XVIII)iluminista (séc. XVIII)  Em1715 Luís XIV falece e o rei Luís XV assumeEm1715 Luís XIV falece e o rei Luís XV assume o tronoo trono
  • 3. BiografiaBiografia  Nobre e de família rica, Charles-Louis (1689-Nobre e de família rica, Charles-Louis (1689- 1755) nasceu no castelo de La Brède, na França1755) nasceu no castelo de La Brède, na França  Ingressou no Colégio Juilly aos 11 anos e teve osIngressou no Colégio Juilly aos 11 anos e teve os contatos iniciais com a filosofia iluministacontatos iniciais com a filosofia iluminista  Com 16 anos, entrou para Universidade deCom 16 anos, entrou para Universidade de Bordeaux e cursou DireitoBordeaux e cursou Direito  Após casar-se, em 1716 Secondat herdou oApós casar-se, em 1716 Secondat herdou o título de Barão de Montesquieutítulo de Barão de Montesquieu  Ficou responsável pela Câmara de BordeauxFicou responsável pela Câmara de Bordeaux
  • 4.  Começa suas viagens pela Europa devido a estudosComeça suas viagens pela Europa devido a estudos
  • 5.  Publicação de suas principais obras:Publicação de suas principais obras: 1.1. Em 1721 publica “Cartas Persas”Em 1721 publica “Cartas Persas” 2.2. Em 1748 publica “O Espírito das Leis”Em 1748 publica “O Espírito das Leis”
  • 6. IluminismoIluminismo  Século XVIISéculo XVII  Pensadores se mobilizam em torno de ideaisPensadores se mobilizam em torno de ideais  O movimento iluminista  atacouO movimento iluminista  atacou sistematicamente tudo aquilo que erasistematicamente tudo aquilo que era considerado contrário à busca da felicidade, daconsiderado contrário à busca da felicidade, da justiça e da igualdade.justiça e da igualdade.  Denúncia de injustiça, dominação religiosa,Denúncia de injustiça, dominação religiosa, estado absolutista e dos privilégios estado absolutista e dos privilégios 
  • 7.  Pensamento iluminista elege a “razão” como oPensamento iluminista elege a “razão” como o grande instrumento de reflexãogrande instrumento de reflexão  A busca pelo saber e a liberdade de pensamento:A busca pelo saber e a liberdade de pensamento: duas premissas do Iluminismo.duas premissas do Iluminismo.
  • 8. Principais autores influenciados peloPrincipais autores influenciados pelo pensamento de Montesquieupensamento de Montesquieu  D’AlembertD’Alembert  Denis DiderotDenis Diderot 1.1. Diderot organizou a Enciclopédia, auxiliado peloDiderot organizou a Enciclopédia, auxiliado pelo matemático D´Alembert, onde foram reunidos todos osmatemático D´Alembert, onde foram reunidos todos os conhecimentos da época.conhecimentos da época.
  • 10. Visão Política e ideais do Barão deVisão Política e ideais do Barão de MontesquieuMontesquieu  Era contra o absolutismo;Era contra o absolutismo;  Realizava críticas ao clero, principalmente sobreRealizava críticas ao clero, principalmente sobre seu poder e interferência;seu poder e interferência;  Defendia aspectos democráticos de governo e oDefendia aspectos democráticos de governo e o respeito às leis;respeito às leis;  Admirado da política liberal inglesaAdmirado da política liberal inglesa  Aspectos principais de sua obra (“Espírito dasAspectos principais de sua obra (“Espírito das leis”):leis”):
  • 11. 1.1. Tipologia dos governosTipologia dos governos 2.2. A teoria dos três poderesA teoria dos três poderes  ““A moderação, para Montesquieu, é ‘a pedra deA moderação, para Montesquieu, é ‘a pedra de toque’ do funcionamento estável dos governos, etoque’ do funcionamento estável dos governos, e é preciso encontrar os mecanismos que aé preciso encontrar os mecanismos que a produziram nos regimes passados e do presenteproduziram nos regimes passados e do presente para propor um regime ideal para o futuro.”para propor um regime ideal para o futuro.” ALBUQUERQUE, José Augusto Guilhon. Montesquieu: sociedade e poder In: WEFFORT,ALBUQUERQUE, José Augusto Guilhon. Montesquieu: sociedade e poder In: WEFFORT, Francisco C. (org.) Os Clássicos da Política. São Paulo, Editora Ática, 2004, vol. 1.Francisco C. (org.) Os Clássicos da Política. São Paulo, Editora Ática, 2004, vol. 1.
  • 12. Referências BibliográficasReferências Bibliográficas  http://seguindopassoshistoria.blogspot.com.br/2010/12/principiohttp://seguindopassoshistoria.blogspot.com.br/2010/12/principio s-da-natureza-e-das-virtudes.html acesso em 26 de junho de 2013s-da-natureza-e-das-virtudes.html acesso em 26 de junho de 2013  http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u639.jhtmhttp://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u639.jhtm ““Da Página 3 Pedagogia & Comunicação”,Da Página 3 Pedagogia & Comunicação”, acessado em 26acessado em 26 de junho de 2013de junho de 2013  http://lect.futuro.usp.br/site/formadaterra/quadroteorico/c_ilumihttp://lect.futuro.usp.br/site/formadaterra/quadroteorico/c_ilumi nismo.htm acesso em 26 de junho de 2013nismo.htm acesso em 26 de junho de 2013  ALBUQUERQUE, José Augusto Guilhon. Montesquieu:ALBUQUERQUE, José Augusto Guilhon. Montesquieu: sociedade e poder In: WEFFORT, Francisco C. (org.) Os Clássicossociedade e poder In: WEFFORT, Francisco C. (org.) Os Clássicos da Política. São Paulo, Editora Ática, 2004, vol. 1.da Política. São Paulo, Editora Ática, 2004, vol. 1.  MONTESQUIEU, Charles- Louis de Secondat. O Espírito das leis.MONTESQUIEU, Charles- Louis de Secondat. O Espírito das leis. Martins Editora, 9ª edição, 2008.Martins Editora, 9ª edição, 2008.
  • 13. EquipeEquipe  Ana Beatriz MangueiraAna Beatriz Mangueira  Jefferson FonsecaJefferson Fonseca  Magno GurgelMagno Gurgel