Aula 11 vitamina k 2015

672 visualizações

Publicada em

vitamina K

Publicada em: Saúde
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
672
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Nos casos de deficiência de vitamina K observa-se aumento no tempo de protrombina, e nos casos mais graves, eventos hemorrágicos.
  • Nos casos de deficiência de vitamina K, a gama carboxilação não ocorre e a calcificação do osso fica prejudica.
  • Nos casos de deficiência de vitamina K, a gama carboxilação não ocorre e a calcificação do osso fica prejudica.
  • Metade das necessidades de vitamina K podem ser derivadas da síntese bacteriana.
  • Metade das necessidades de vitamina K podem ser derivadas da síntese bacteriana.
  • Aula 11 vitamina k 2015

    1. 1. Profa. Dra. Ana Paula Bazanelli Disciplina Fundamentos da Nutrição
    2. 2. Vitamina K Definição e estrutura química - Vitamina K ⇒ nome genérico usado para designar todos os compostos que possuem atividade co-fator para γ-glutamilcarboxilase. - Compostos com atividade de vitamina K: ⇒ podem ocorrer em plantas verdes (origem vegetal ⇒ Filoquinona (K1) ⇒ podem ser sintetizados por bactérias da flora intestinal e origem animal ⇒ Menaquinonas (K2) ⇒ Composto sintético ⇒ Menadiona (K3) (tem atividade vitamínica mas atualmente não mais utilizado)
    3. 3. Vit KVit K Atuar como coenzima na síntese de proteínas responsáveis pelo processo de coagulação Atuar como coenzima na síntese de proteínas responsáveis pelo processo de coagulação Formação normal dos ossos Formação normal dos ossos Funções da Vitamina K
    4. 4. Vitamina K Funções - Processo de coagulação ⇒ está associada principalmente à formação da proteína protrombina (fator II de coagulação) e também de outras proteínas associadas à cascata proteolítica (fatores de coagulação VII, IX e X). Vitamina K atua como co-fator essencial a enzima (carboxilase) que converte os resíduos específicos de ácido glutâmico para um novo aminoácido ⇒ ácido gama carboxiglutâmico (Gla). Fatores II, VII, IX e X contêm esse aminoácido chamado ácido γ-carboxiglutâmico (Gla).
    5. 5. Vitamina K Funções - Formação óssea ⇒ osteocalcina (proteína Gla do osso) serve como matriz protéica para nova formação óssea. Ácido gama carboxiglutâmico (Gla) na ostecalcina liga íons de Ca para prover a calcificação normal do osso. Na deficiência de vitamina K a calcificação do osso fica prejudicada
    6. 6. Vitamina K Absorção e metabolismo - Filoquinona (principal forma da vitamina na dieta) ⇒ é absorvida juntamente com lipídios no intestino delgado (jejuno e íleo). Células da mucosa intestinal ⇒ vitamina K é incorporada aos quilomícrons ⇒ segue na circulação pelo sistema linfático. Chega ao fígado como um componente dos quilomícrons. - Cerca de 80% da filoquinona livre são absorvidos. - Menaquinonas também são absorvidas pelo sistema linfático (não competem com a filoquinona).
    7. 7. Vitamina K Absorção e metabolismo - Distribuição da vitamina K para os demais tecidos ⇒ por meio de VLDL e quilomícrons. (não existe proteína ligado de vitamina K específica no plasma). - No plasma ⇒ filoquinona: maior fração da vitamina K - No fígado ⇒ filoquinona (10%) e menaquinona (90%) - Reservas são depletadas rapidamente ⇒ 3 dias redução de 75% - Outros tecidos também podem conservar a vitamina K ⇒ tecido adiposo e ósseo.
    8. 8. Vitamina K Excreção - Vitamina K rapidamente catabolizada e excretado pelo fígado, principalmente pela bile. - Pequena quantidade urina.
    9. 9. Vitamina K Biodisponibilidade - Vitamina K nas folhas verdes (Filoquinona) ⇒ é menos absorvida pois se encontra ligada às membranas de cloroplastos. Poucos estudos de biodisponibilidade de vitamina K (filaquinona) de alimentos vegetais ⇒ biodisponibilidade é de cerca de 20% enquanto que na forma de suplemento pode chegar a 80%. - Em alguns alimentos processados como óleo de soja e margarinas (vitamina K não está fortemente ligada) ⇒ maior biodisponibilidade.
    10. 10. Vitamina K Biodisponibilidade - Menaquinonas da dieta (fígado de animais ou queijos) ⇒ menor biodisponibilidade quando comparadas às filaquinonas. - Menaquinonas sintetizadas pelas bactérias da flora intestinal ⇒ baixa biodisponibilidade no organismo. (local de maior concentração é o cólon, no qual os sais biliares – importante para absorção – não estão presentes).
    11. 11. Vitamina K Biodisponibilidade - Interação de vitamina K e minerais ⇒ Vitamina A e E pode atuar como antagonistas da vitamina K em casos de hiperdosagem ou no uso de suplementos. - Interação de vitamina K com medicamentos ⇒ tratamento com anticoagulantes (prevenção de trombose) ⇒ podem influenciar a eficácia do medicamento (monitorados quanto a ingestão de vitamina K).
    12. 12. Vitamina K Fontes alimentares Amplamente distribuída na natureza, principalmente: - Verduras: couve, espinafre, brócolis, repolho e folhas de nabo (quantidade acima de 300µg/100g) ⇒ vegetais folhosos cor verde-escura - Maioria dos óleos de origem vegetal, principalmente soja e canola (quantidade acima de 300µg/100g).
    13. 13. Vitamina K Recomendações nutricionais - Determinação das recomendações é dificultada ⇒ não se conhece a quantidade de menaquinona sintetizada pelas bactérias intestinais Valores nas DRIs ⇒ AI (Ingestão adequada) : Homens > 19 anos ⇒ 120 µg/dia Mulheres > 19 anos ⇒ 90 µg/dia Valores nas DRIs ⇒ AI (Ingestão adequada) : Homens > 19 anos ⇒ 120 µg/dia Mulheres > 19 anos ⇒ 90 µg/dia Obs: EAR e RDA ainda não estão disponíveis Fonte: OMS 2002
    14. 14. Vitamina K Deficiência Vitamina K amplamente distribuída em vegetais de folhas verdes e em outros alimentos ⇒ desconhecido deficiência na dieta. - Deficiência de vitamina K ⇒ prolongamento do tempo de protrombina e eventualmente doença hemorrágica. (diminuição de síntese de proteínas de coagulação sanguínea dependentes de vitamina K). - Uso prolongado de antibióticos ⇒ deficiência de vitamina K ⇒ defeito na coagulação (redução da contribuição da flora intestinal na síntese de menaquinonas)
    15. 15. Vitamina K Deficiência - Nutrição parenteral total, doenças hepáticas, problemas gastrintestinais, câncer, alcoolismo e cirurgias ⇒ podem estar relacionados a deficiência de vitamina K
    16. 16. Vitamina K Toxicidade - Não foi observado efeito adverso devido à alta ingestão de vitamina K (filoquinonas e menaquinonas), tanto por meio de alimentos quando de suplementos. (embora possa causar algum dano para pacientes com terapia anticoagulante) - Menadiona ⇒ pode levar a danos hepáticos. (não está mais sendo utilizada).

    ×