José MalveiroTIC-2013Plantas da horta
AlhoSão designadas como alho algumas plantas do gênero Allium (mas não só), embora otermo se aplique especificamente ao Al...
AipoO aipo, também chamado de salsão, é uma planta medicinal bastante utilizada emdiversas receitas de sopas e saladas, qu...
SalsaA salsa, salsinha ou perrexil (Petroselinum crispum (Mill.) Nym.; Apiaceae(Umbelliferae) é uma planta herbácea bienal...
FavaA fava (Vicia faba) é uma planta da família das leguminosas agora renomeadaFabaceae, não trepadeira, que produz vagens...
CebolaCebola é o nome popular da planta cujo nome científico é Allium cepa, Lineu. Emsistemas taxonómicos mais antigos, pe...
CoentroCoentro (Coriandrum sativum) é uma planta glabra, da família Apiaceae, de floreróseas ou alvas, pequenas e aromátic...
BatataBatata, batata-inglesa, batatinha, escorva papa, ou semilha (Solanum tuberosum) éuma planta perene da família das so...
Dente-de-leãoDente-de-leão é o nome vulgar de várias espécies pertencentes ao género botânicoTaraxacum, das quais a mais d...
AlfaceAlface (Lactuca sativa) é uma hortense anual ou bienal, utilizada na alimentaçãohumana desde cerca de 500 a.C.. Orig...
PoejoEsta planta aromática, de crescimento espontâneo, é conhecida há séculos em todo oMediterrâneo e Ásia ocidental pelas...
UrtigaO membro mais conhecido deste género é talvez Urtica dioica, uma planta urticantenativa da Europa, África, Ásia e Am...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Plantas para hortas biológicas2

499 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
499
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
80
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plantas para hortas biológicas2

  1. 1. José MalveiroTIC-2013Plantas da horta
  2. 2. AlhoSão designadas como alho algumas plantas do gênero Allium (mas não só), embora otermo se aplique especificamente ao Allium sativum, uma planta perene cujo bulbo("cabeça de alho"), composto por folhas escamiformes ("dentes de alho"), écomestível e usado tanto como tempero como para fins medicinais.BenefíciosO alho é utilizado desde a antiguidade como remédio, sendo usado no Antigo Egito nacomposição de vários medicamentos. Suas propriedades antimicrobianas e os seusefeitos benéficos para o coração e circulação sanguínea já eram valorizados na IdadeMédia. Possui um ótimo valor nutricional, possuindo vitaminas (A, B2, B6, C),aminoácidos, adenosina, sais minerais (ferro, silício, iodo) e enzimas e compostosbiologicamente ativos, como a alicina. O alho costuma ser indicado como auxiliar notratamento de hipertensão arterial leve, redução dos níveis de colesterol e prevençãodas doenças ateroscleróticas. Também se atribui ao alho a capacidade de prevenirresfriados e outras doenças infecciosas, e de tratar infecções bacterianas e fúngicas.Uma pesquisa feita recentemente pela Universidade de Brasília e pela EmpresaBrasileira de Pesquisa Agropecuária de Hortaliças (Embrapa Hortaliças), em 2010,mostra que o alho pode contribuir para a redução do enfarte agudo do miocárdio.
  3. 3. AipoO aipo, também chamado de salsão, é uma planta medicinal bastante utilizada emdiversas receitas de sopas e saladas, que também pode ser utilizado como remédiocaseiro para emagrecer e para tratar distúrbios renais. Cada 100 gramas possui apenas21 calorias.BenefíciosO aipo possui diversos benefícios para a saúde devido às suas propriedades diuréticas,expectorates, laxantes, tônicas e é rico em flavonóides, vitaminas e mineraisfortalecem as defesas imunitárias e o metabolismo.Por ser diurético o aipo elimina as toxinas acumuladas no organismo, combate oinchaço e ajuda a emagrecer. O aipo é rico em água; potássio; sódio; cálcio; fósforo;ferro e vitaminas B e C.Indicações do AipoEmagrecer; pedra na vesícula; pedra nos rins; gota; cistite; reumatismo; anemia;nefrite; hepatite; viroses; ferimentos; afonia; secreção pulmonar; disenteria; anorexia;problemas digestivos; dor de estômago; icterícia; menstruação atrasada; gases;rouquidão; ingurgitamento mamário; diabetes.
  4. 4. SalsaA salsa, salsinha ou perrexil (Petroselinum crispum (Mill.) Nym.; Apiaceae(Umbelliferae) é uma planta herbácea bienal, podendo-se também cultivar comoanual. Nativa da região mediterrânica central (sul de Itália, Argélia e Tunísia),naturalizada em toda a Europa e amplamente cultivada como erva, tempero e vegetal.BenefíciosO sumo da salsa fresca é rico em vitaminas e a sua celulose ajuda o movimentointestinal. Cada 200 gramas de salsa contem 6000 unidades de vitamina B e 200mg devitamina C [carece de fontes] Além de seu largo uso decorativo, a salsinha provê váriosbenefícios a saúde. É uma boa fonte de antioxidantes (especialmente luteolina), ácidofólico, vitamina C, e vitamina A. Dos benefícios à saúde declarados estão propriedadesanti-inflamatórias e melhora no sistema imunitário.Entretanto, a salsa não deve ser consumida em excesso por mulheres grávidas. Ésegura em quantidades normais de alimento mas, em grandes quantidades pode terefeito indutor de parto.
  5. 5. FavaA fava (Vicia faba) é uma planta da família das leguminosas agora renomeadaFabaceae, não trepadeira, que produz vagens grandes, dentro das quais se formam assementes (Fabaceae, Papilionoideae). É um alimento de grande importância desde aIdade da Pedra. Povos antigos, tais como os Gregos, Egípcios e Romanos bem como emmuitos países do Médio Oriente já a apreciavam bastante. É incerta a sua origem, noentanto, admite-se que seja da região do Cáspio e do Norte da África. É uma plantaperfeitamente adaptada a climas mediterrâneos, onde tem um papel preponderantena dieta, especialmente no início da Primavera, quando existe pouca diversidade nashortas. É muito rica em proteínas e carboidratos, embora pobre em vitaminas. Alcançacerca de 1,20 m de altura e produz flores grandes, brancas ou róseas, às vezesarroxeadas, com mácula preta.BenefíciosO seu consumo regular previne doenças como a obstipação e o cancro do intestino.Contribuem também para a redução do colesterol no sangue, para o controlo dadiabetes e da obesidade. Por outro lado o seu baixo índice glicémico potencia umaentrada mais lenta da glicose para o sangue, que ajuda a prolongar a sensação desaciedade e retarda o aparecimento da fome e a falta de energia.
  6. 6. CebolaCebola é o nome popular da planta cujo nome científico é Allium cepa, Lineu. Emsistemas taxonómicos mais antigos, pertencia à família das Liliáceas e subfamília dasalioídeas - taxonomistas mais recentes incluem-na na família das Alliaceae. O termorefere-se, também ao seu bolbo (bolbo, no Brasil) constituído por folhasescamiformes, em camadas. As suas flores estão dispostas em umbela. As plantasjovens, com o bolbo pouco desenvolvido e sem flor, são chamadas também de cebolo.BenefíciosAuxiliar do organismo na defesa contra infecções, eliminando ao mesmo tempoeventuais substâncias tóxicas através dos rins. É óptima contra prisão-de-ventre,inchaços de qualquer natureza, problemas de pele, garganta, ossos (reumatismo),intestino e, é ainda, diurética.
  7. 7. CoentroCoentro (Coriandrum sativum) é uma planta glabra, da família Apiaceae, de floreróseas ou alvas, pequenas e aromáticas, cujo fruto é diaquênio e cuja folha, usadacomo tempero ou condimento, exala odor característico.Em Portugal, é muito utilizado, por exemplo, na cozinha alentejana e noutras regiõesdo sul do País. No norte, é praticamente ignorado.Originário do sul da Europa e do Oriente Médio, o coentro já era conhecido e utilizadopelos egípcios, não como tempero, mas como planta medicinal (a ele se atribuíampropriedades digestivas, calmantes e, quando usado externamente, para alívio dedores das articulações e reumatismos), além de possuir efeito anafrodisíaco.BenefíciosCompressas feitas com as suas folhas, aliviam as dores nas articulações. O chá decoentro é indicado para aliviar dores de estômago.
  8. 8. BatataBatata, batata-inglesa, batatinha, escorva papa, ou semilha (Solanum tuberosum) éuma planta perene da família das solanáceas. A planta adulta geralmente tem entresessenta a cem centímetros de altura, possui flores e frutos e produz um tubérculocomestível rico em amido, um carboidrato. Os nomes podem referir-se tanto aotubérculo comestível quanto à planta como um todo. A espécie teve origem noCordilheira dos Andes, próximo ao Lago Titicaca, e foi levada a outras regiões domundo por colonizadores europeus. Atualmente são cultivadas milhares de variedadesda espécie em todos os continentes e está inserida como um alimento fundamental nacultura mundial.BenefíciosA batata contém uma elevada percentagem de água e é um legume com baixo valorcalórico: apenas 85 calorias em 100 g de batata cozida, rico em vitaminas, sais mineraise fibras, fonte de açúcares lentos. Estas são essenciais para fornecer energia ao nossoorganismo.
  9. 9. Dente-de-leãoDente-de-leão é o nome vulgar de várias espécies pertencentes ao género botânicoTaraxacum, das quais a mais disseminada é a Taraxacum officinale. É uma plantamedicinal herbácea.Em Portugal também é conhecido por quartilho, taráxaco ou amor-dos-homens. Ascrianças conhecem a planta pela designação “o-teu-pai-é-careca?”, em resultado deum jogo infantil que supostamente mostraria se o pai de outra criança, a quem se faz apergunta, seria careca ou não, depois de soprar os frutos desta planta que, ao seremlevados pelo vento, deixam uma base semelhante a uma cabeça careca. Ou aindaoutro nome, associado também a uma brincadeira infantil, "avô-careca".BenefíciosO principal benefício do dente-de-leão está na função diurética. O chá ajuda oorganismo a eliminar toxinas, acabando, assim, com a retenção de líquidos. Alémdisso, o dente-de-leão estimula o funcionamento do intestino, combatendo a prisão deventre.
  10. 10. AlfaceAlface (Lactuca sativa) é uma hortense anual ou bienal, utilizada na alimentaçãohumana desde cerca de 500 a.C.. Originária do Leste do Mediterrâneo, émundialmente cultivada para o consumo em saladas, com inúmeras variedades defolhas, cores, formas, tamanhos e texturas.BenefíciosNa cultura popular, a alface apresenta alguns usos comuns. Possui propriedadescalmantes quando feito chá de seus talos. Apresenta ainda funções de laxante (chá defolhas e talos); antialérgico (suco); aliviante de angina de peito (chá dos talosamassados); tratamento de apoplexia (chá dos talos amassados); tratamento da artrite(sucos de folhas e talos, saladas) e redução da aterosclerose (chá dos talos).
  11. 11. PoejoEsta planta aromática, de crescimento espontâneo, é conhecida há séculos em todo oMediterrâneo e Ásia ocidental pelas suas propriedades carminativas, relaxantes e atécomo emenagoga quando tomada em infusão. Por extracção de um óleo essencial,também pode ser usada em aromaterapia.BenefíciosExpectorante, contra a gripe, tosse crónica, calmante para o sistema nervoso,constipações, insónias, dores reumáticas, acidez do estômago, fermentação, enjoo,bronquite e asma. Em Portugal é usada para culinária, infusões e também para ofabrico de licor, principalmente no sul do país.
  12. 12. UrtigaO membro mais conhecido deste género é talvez Urtica dioica, uma planta urticantenativa da Europa, África, Ásia e América do Norte. O género inclui outras espécies compropriedades semelhantes, listadas abaixo.BenefíciosAs suas propriedades medicinais são bastante conhecidas. Ela é adstringente, anti-radicais livres, anti-seborréica, anti-séptica, antiescorbútica, antioxidante, bactericida,depurativa, estimulante, hemostática, hipoglicémica, revitalizante, revulsiva, tónica,vasoconstritora, tonificante capilar.Contra-indicações e cuidados no uso: gestantes e portadores de edema causado porproblemas cardíacos ou renais.

×