Nuno Oliveira (AmBioDiv – Valor Natural)
Um reflexão sobre o futuro
‘nublado’ do Montado,
Cortiça e Biodiversidade
…mas afinal, o que é
que os Montados tem
de tão especial?!
Montados de quê?
Em que estado de conservação?...
Novos, velhos, decrépitos?...
Qualidade da cortiça?
Em abandono, loteame...
VALERÁ A PENA INVESTIR
NO MONTADO?...
E INVESTIR EM QUE
SENTIDO?... HAVERÁ UMA
LUZ AO FUNDO DO TÚNEL?
O que é que estas 4 imagens tem em comum?
NÃO REPRESENTA
ADEQUADAMENTE O
MONTADO DE SOBRO
COMO É GERIDO NA MAIOR PARTE
DOS...
Montado de Azinho com bom exemplo de poda de formação © AmBioDiv, 2008
Plano Sectorial da Rede Natura 2000
Habitat Código ...
Mancha de bosque de Azinhal © AmBioDiv, 2008
Plano Sectorial da Rede Natura 2000
Habitat: Código 9340 - Florestas de Querc...
http://www.climatechangecentral.com/publications/c3-views/april-2009/green-economy-reaching-tipping-point
Green Economy - ...
Top `green` rating for Wines of SA Posted: 2009/02/09 From: MNN
A major international trade journal with a global readersh...
Vinho, Cortiça & Biodiversidade
Uma opção Estratégica?
VINHO, CORTIÇA & BIODIVERSIDADE SIGNIFICA:
a) (ECO)EFICIÊNCIA: MENOS PRAGAS, MAIS AUXILIARES, MENOS PESTICIDAS, MENOS
ADUB...
FICA AQUI O APELO:
Há que enfrentar o ‘DESAFIO DO MONTADO’ como um desafio integrado, um desafio
CULTURAL acima de tudo!
É...
Nuno Oliveira (Direcção)
AmBioDiv ~ Valor Natural
Ambiente, Conservação da Natureza e Sustentabilidade, Lda.
R. Filipe da ...
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?

471 visualizações

Publicada em

Vinipax, Évora. 2009

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
471
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vinho & Biodiversidade: Uma opção estratégica para o sul?

  1. 1. Nuno Oliveira (AmBioDiv – Valor Natural) Um reflexão sobre o futuro ‘nublado’ do Montado, Cortiça e Biodiversidade
  2. 2. …mas afinal, o que é que os Montados tem de tão especial?!
  3. 3. Montados de quê? Em que estado de conservação?... Novos, velhos, decrépitos?... Qualidade da cortiça? Em abandono, loteamento ?... Áreas de caça, não-caça?... QUANTO É QUE VALEM? HOJE … DAQUI A 20… 100 ANOS?
  4. 4. VALERÁ A PENA INVESTIR NO MONTADO?... E INVESTIR EM QUE SENTIDO?... HAVERÁ UMA LUZ AO FUNDO DO TÚNEL?
  5. 5. O que é que estas 4 imagens tem em comum? NÃO REPRESENTA ADEQUADAMENTE O MONTADO DE SOBRO COMO É GERIDO NA MAIOR PARTE DOS CASOS QUE CONHEÇO, O MONTADO DE SOBRO NÃO TRAVA A DESERTIFICAÇÃO ALGURES NAS BAHAMAS, NÃO FAZEM IDEIA DO QUE É O MONTADO E O QUE É QUE ISSO TEM A VER COM A ROLHA DO CHAMPANHE A MUDANÇA NÃO SE FAZ COM MAIS DO MESMO, POR MUITO BONITO QUE SEJA O DISCURSO ERROS DE CASTING!
  6. 6. Montado de Azinho com bom exemplo de poda de formação © AmBioDiv, 2008 Plano Sectorial da Rede Natura 2000 Habitat Código 6310 - Montados de Quercus spp. de folha perene Protecção legal • Decreto-Lei nº 140/99 de 24 de Abril – Anexo B-1. • Directiva 92/43/CEE – Anexo I. • Decreto-Lei nº 169/2001, de 25 de Maio, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei nº 155/04, de 30 de Junho. Distribuição EUR15 • Região Biogeográfica Mediterrânica: Espanha, França, Grécia, Itália e Portugal. Proposta de designação portuguesa • Montado de sobro ou montado de azinho (consoante seja dominado por Quercus suber ou Q. rotundifolia respectivamente). Diagnose • Mosaico de pastagens naturais perenes sob coberto variável, pouco denso, de sobreiros (Quercus suber) ou/ e azinheiras (Q. rotundifolia), associado a um sistema de pastorícia extensiva por ovinos e por vezes incluindo parcialmente sistemas de agricultura arvense extensiva em rotações longas. São dominadas por hemicriptófitos cespitosos, rincipalmente Poa bulbosa, Trifolium sp. pl. e Plantago sp. pl. e mais raramente correspondem a pastagens anuais.
  7. 7. Mancha de bosque de Azinhal © AmBioDiv, 2008 Plano Sectorial da Rede Natura 2000 Habitat: Código 9340 - Florestas de Quercus ilex e Quercus rotundifolia Protecção legal • Decreto-Lei nº 140/99 de 24 de Abril – Anexo B-1. • Directiva 92/43/CEE – Anexo I. Distribuição EUR15 • Região Biogeográfica Atlântica: Espanha e França. • Região Biogeográfica Mediterrânica: Espanha, França, Grécia, Itália e Portugal. Proposta de designação portuguesa • Bosques de Quercus rotundifolia. Diagnose • Bosques de copado cerrado, dominados por Quercus rotundifolia, por vezes co- dominados por outras árvores; com estratos lianóide, arbustivo latifoliado/espinhoso e herbáceo vivaz umbrófilo bem desenvolvidos e com intervenção humana reduzida ou nula sob coberto.
  8. 8. http://www.climatechangecentral.com/publications/c3-views/april-2009/green-economy-reaching-tipping-point Green Economy - A Tipping Point A decade from now, we may well look back at 2009 as the year when the so-called green economy finally took off. So what exactly is the green economy? It has been broadly defined as economic activity that is environmentally sustainable and socially responsible. This includes goods and services that protect and restore ecosystems and biodiversity, reduce energy consumption, promote low-carbon energy production and minimize waste and pollution. It embraces both cutting-edge jobs and technologies and traditional tasks applied in new ways. If there is one common theme to this smorgasbord of activities it is this: They all endeavour to reduce or avoid environmental impacts, not add to them. Source: EcoCanada
  9. 9. Top `green` rating for Wines of SA Posted: 2009/02/09 From: MNN A major international trade journal with a global readership has rated Wines of South Africa (WOSA) one of the world`s most influential beverage organisations in building public awareness of the environment. WOSA was listed in fifth position, just behind US President Barack Obama (in fourth), but ahead of any other national wine marketing body country's unique positioning as a producer of highly varied wines and wine styles in a way that celebrates and protects its uniquely abundant biodiversity. WOSA is the fastest-growing supplier of wines to the UK market, with a 22% year-on-year volume increase. Exports to Germany, the Netherlands and Scandinavia had also shown substantial growth. South Africa is now the front-ranking New World player in Germany, Holland and Sweden. "In less than four years, local wine producers, under the auspices of the BWI, have set aside 112 550 hectares for long-term conservation - significantly more than the total national vineyard of 102 000 hectares, and new members are committing to the project on an ongoing basis.“ http://mathaba.net/news/?x=617171
  10. 10. Vinho, Cortiça & Biodiversidade Uma opção Estratégica?
  11. 11. VINHO, CORTIÇA & BIODIVERSIDADE SIGNIFICA: a) (ECO)EFICIÊNCIA: MENOS PRAGAS, MAIS AUXILIARES, MENOS PESTICIDAS, MENOS ADUBOS, MENOS REGA, FIM DAS GRADAGENS E DO SISTEMA ‘VALA E COMBRO’ – MENOS GASTOS EM CARBONO, MAIS VIDA NO SOLO, MELHORES PRODUTOS… b) QUALIDADE AMBIENTAL: MENOS EROSÃO, MENOS DESERTIFICAÇÃO, MAIS PROTECÇÃO CONTRA TEMPESTADES, VENTOS, SALSSUGEM E SECA,… c) QUALIDADE DE VIDA: MAIS BELEZA, MAIS SURPRESAS, MAIS ‘TERROIR’, MAIS ALEGRIA d) OPORTUNIDADES DE INOVAÇÃO: DIVERSIFICAÇÃO DE OFERTA, A VINHA E O MONTADO COEXISTEM NA MESMA PAISAGEM, COMPLEMENTAM-SE, GERAM RIQUEZA, ECOTURISMO + ENOTURISMO, MAIS VISITANTES, NICHOS EMERGENTES DE MERCADO, MAIS EXPORTAÇÃO e) EXCELÊNCIA: MAIOR EXIGÊNCIA, REPUTAÇÃO INTERNACIONAL, ORGULHO, ÉTICA f) PAISAGEM E ECOLOGIA : HOTSPOT MUNDIAL DE BIODIVERSIDADE, NA MESMA REGIÃO: VINHO, CORTIÇA, BIODIVERSIDADE… GASTRONOMIA, CULTURA, TRADIÇÕES, ENORME OPORTUNIDADE PARA MARKETING TERRITORIAL E PROMOÇÃO CONJUNTA DE VÁRIOS PRODUTOS NACIONAIS
  12. 12. FICA AQUI O APELO: Há que enfrentar o ‘DESAFIO DO MONTADO’ como um desafio integrado, um desafio CULTURAL acima de tudo! É tempo de parar com lamentos e procura de ‘bodes expiatórios’ e compreender que nós somos RESPONSÁVEIS PELO PAÍS QUE TEMOS. Um governo é o espelho dos seus cidadãos, um País desesperado, acomodado, lamuriento, desconfiado e inseguro é um país SEM FUTURO! Não há futuro sem uma harmonia crescente entre as PESSOAS, OS NEGÓCIOS E O AMBIENTE. Podemos falar horas e horas da ‘Sustentabilicoisa’ mas, no dia em que decidirmos falar de Sustentabilidade ‘a sério’ teremos que ASSUMIR COMPROMISSOS COMPLEXOS, DINÂMICOS E DURADOUROS, ENTRE OS NOSSOS OBJECTIVOS DE CRESCIMENTO, A NOSSA NOÇÃO DE RIQUEZA E O NOSSO LEGADO PARA AS GERAÇÕES FUTURAS AFINAL DE CONTAS… NÃO É ISTO QUE É O ‘MONTADO’?
  13. 13. Nuno Oliveira (Direcção) AmBioDiv ~ Valor Natural Ambiente, Conservação da Natureza e Sustentabilidade, Lda. R. Filipe da Mata, 10, 1º Frente, 1600-071 Lisboa Tel.: 91 685 21 67; 217 975 132; Fax: 217 979 141 nuno.gaspar.oliveira@gmail.com ; www.ambiodiv.com Obrigado pela Atenção

×