Ciclos de Desenvolvimento Humano e Formação de Educadores Miguel G Arroyo
Questionando a questão precedente a formação <ul><li>Qualificação dos profissionais de educação. </li></ul><ul><li>Todos r...
As práticas tradicionais atendem a demanda mercantil ou capitalista. <ul><li>A escola de hoje visa preparar o aluno para o...
Como definir o papel do educador. <ul><li>As propostas tradicionais atribuem ao professor a responsabilidade pela execução...
O professor da educação básica: <ul><li>Não tem o reconhecimento do governo e da sociedade. </li></ul><ul><li>Também é res...
O permanente ofício de mestre  <ul><li>O professor traz para sala de aula seu conhecimento,e também sua cultura. </li></ul...
Professores mal aproveitados. <ul><li>Existem professores com diversas competências que não são utilizadas por não haver t...
Concepções de ciclo que deformam. <ul><li>Modelos de ciclos vão sendo implantados sem o devido esclarecimento e viabilidad...
Ciclos: Má utilização <ul><li>A falta de preparo tanto na questão de infra estrutura, quanto pedagógica leva a uma série d...
Fracasso escolar e evasão <ul><li>O modelo seriado traz consigo práticas avaliativas excludentes e classificatórias. </li>...
Nível de conhecimento <ul><li>Seriada: é medido por provas e testes. </li></ul><ul><li>Ciclada: é verificado de forma ampl...
Ciclos <ul><li>Os ciclos trazem avanços para a educação básica, que devem ser discutidos e aprimorados em virtude de nossa...
Requalificando as dimensões permanentes do nosso ofício. <ul><li>Os ciclos trazem o respeito a idade,  e tempo de aprendiz...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ciclos De Desenvolvimento Humano E FormaçãO De Educadores

483 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
483
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
66
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ciclos De Desenvolvimento Humano E FormaçãO De Educadores

  1. 1. Ciclos de Desenvolvimento Humano e Formação de Educadores Miguel G Arroyo
  2. 2. Questionando a questão precedente a formação <ul><li>Qualificação dos profissionais de educação. </li></ul><ul><li>Todos reconhecem a importância do preparo dos educadores. </li></ul><ul><li>Criar meios para colocá-lo em prática tem sido o grande desafio. </li></ul><ul><li>Para se mudar ou implantar algo é preciso que todos os envolvidos compreendam sua concepção. </li></ul>
  3. 3. As práticas tradicionais atendem a demanda mercantil ou capitalista. <ul><li>A escola de hoje visa preparar o aluno para o mercado de trabalho. </li></ul><ul><li>A formação social e cultural acaba engolida por esse sistema. </li></ul><ul><li>O s profissionais que lidam na prática com os desafios do dia a dia em sala de aula, não são os mesmos que elaboram a metodologia a ser aplicada. </li></ul><ul><li>A qualificação do professor hoje será capaz de oferecer recursos para que o mesmo saiba onde e como intervir. </li></ul>
  4. 4. Como definir o papel do educador. <ul><li>As propostas tradicionais atribuem ao professor a responsabilidade pela execução e sucesso das novas metodologias. </li></ul><ul><li>Políticas de educação e Gestores estabelecem o currículo a ser cumprido pelos profissionais de educação. </li></ul><ul><li>Normas, pareceres, listagem de competências, não são suficientes para mudar práticas e pensamentos que se reproduzem ao longo dos anos. </li></ul>
  5. 5. O professor da educação básica: <ul><li>Não tem o reconhecimento do governo e da sociedade. </li></ul><ul><li>Também é responsável por formar médicos, advogados, engenheiros... </li></ul><ul><li>A função do educador não é correr para se adequar as novas exigências, mas sim que investimentos em sua formação e preparo estejam presentes antes de serem exigidos por todos. </li></ul>
  6. 6. O permanente ofício de mestre <ul><li>O professor traz para sala de aula seu conhecimento,e também sua cultura. </li></ul><ul><li>O s diálogos entre professores e pedagogos podem ajudar a definição de metas, auxílios ou intervenções em sala de aula. </li></ul><ul><li>Respeito a pluralidade de vivencias sociais e culturais.Do professor e dos educandos. </li></ul><ul><li>O s ciclos trazem um olhar mais amplo e humano a figura do professor no relacionamento os alunos. </li></ul>
  7. 7. Professores mal aproveitados. <ul><li>Existem professores com diversas competências que não são utilizadas por não haver treinamento, mas sim modelos já estabelecidos. </li></ul><ul><li>Professor e educador são a mesma pessoa, embora pareça óbvio, o que se vê é a metodologia elaborada por educadores (Pedagogos), e executadas pelos professores (professores). </li></ul>
  8. 8. Concepções de ciclo que deformam. <ul><li>Modelos de ciclos vão sendo implantados sem o devido esclarecimento e viabilidade. </li></ul><ul><li>Escola seriada (tradicional) fracasso escolar e evasão </li></ul><ul><li>Ciclos que se misturam com promoção automática, progressão continuada, não retenção e retenção. </li></ul><ul><li>Muitas escolas aceitam implantar os ciclos mas fazem ajustes que comprometem a idéia inicial. </li></ul>
  9. 9. Ciclos: Má utilização <ul><li>A falta de preparo tanto na questão de infra estrutura, quanto pedagógica leva a uma série de distorções a respeito da escolaridade em ciclos. </li></ul><ul><li>O modelo seriado acaba sendo o mais utilizado até mesmo quando a escola diz que é ciclada. </li></ul><ul><li>Os resultados e problemas no modelo seriado já são basicamente previstos, e estão incorporados em nossas escolas e cultura. </li></ul>
  10. 10. Fracasso escolar e evasão <ul><li>O modelo seriado traz consigo práticas avaliativas excludentes e classificatórias. </li></ul><ul><li>A avaliação é vista como um instrumento para medir a aprendizagem ou conhecimento do aluno. </li></ul><ul><li>A aprovação é o resultado do esforço do aluno. </li></ul><ul><li>A recuperação é apenas a chance de fazer outra avaliação. </li></ul>
  11. 11. Nível de conhecimento <ul><li>Seriada: é medido por provas e testes. </li></ul><ul><li>Ciclada: é verificado de forma ampla parte de um processo, existe a avaliação mas não é fim e sim meio. </li></ul><ul><li>Tempo para seriada: aprender muito de forma rápida no menor tempo. </li></ul><ul><li>Tempo pra ciclada: aprender o necessário de forma processual e gradativa usando o tempo a seu favor. </li></ul>
  12. 12. Ciclos <ul><li>Os ciclos trazem avanços para a educação básica, que devem ser discutidos e aprimorados em virtude de nossa realidade social e cultural. </li></ul><ul><li>Tudo o que é desconhecido gera desconfiança, rejeição, mas também pode trazer benefícios que só iremos descobrir se fizermos uso deles. </li></ul><ul><li>As inovações nos permite trilhar caminhos que visem uma educação que prime não só pela igualdade de direito e acesso a escola mas principalmente por sua permanência. </li></ul>
  13. 13. Requalificando as dimensões permanentes do nosso ofício. <ul><li>Os ciclos trazem o respeito a idade, e tempo de aprendizagem de cada educando. </li></ul><ul><li>O professor é visto como de fato um educador. Preocupado não só com a educação formal, mas sim com o seu desenvolvimento ao longo do processo. </li></ul><ul><li>O desejo de uma educação mais participativa e humanista nos permite construir uma educação mais próxima da realidade e necessidade de nossas crianças. </li></ul>

×