Basílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar

1.252 visualizações

Publicada em

História

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Basílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar

  1. 1. Basílica de São Pedro Basílica Sancti Petri Basilica di San Pietro
  2. 2. A Basílica de São Pedro é uma basílica de estilo renascentista e barroca, esta localizada na cidade do Vaticano (dentro de Roma), a oeste do Tibre. Trata-se do maior e mais importante edifício religioso do catolicismo e um dos locais cristãos mais visitados do mundo. Cobre uma área de 23 000 m² ou 2,3 hectares e pode albergar mais de 60 mil devotos. A sua cúpula é uma característica dominante do horizonte de Roma elevando-se 136,57 metros de altura e é adornado com 340 estátuas de santos, mártires e anjos. Situada na Praça de São Pedro onde se destacam duas estatuas de 5,55 metros de altura dos apostolos Pedro e Paulo, a entrada é feita através de um nártex que se estende por toda a frente, o interior da basílica abarca dimensões descomunais quando comparado com outras igrejas, e e essas construções receberam contribuições de Bramante, Miguel Ângelo, Rafael, Bernini, etc.
  3. 3. Catalogada e preservada como Património Mundial da Humanidade, a Basílica de São Pedro foi considerada o maior projeto arquitectónico da sua época e continua a ser um dos monumentos mais visitados e celebrados do mundo. Foi provado que sob o altar da basílica está enterrado São Pedro um dos doze apóstolos de Jesus e o primeiro Papa. Sempre existiu um templo dedicado a São Pedro em seu túmulo, inicialmente extremamente simples, com o passar do tempo, os devotos foram aumentando o santuário, culminando na atual basílica. A construção do atual edifício, no local da antiga basílica, começou em 1506 e foi concluída em 1626. A basílica é um famoso local de peregrinação, pelas suas funções litúrgicas e associações históricas.
  4. 4. Todo o interior da basílica está ricamente decorado com mármore, relevos, esculturas arquitectónicas, retábulos e ornamentos com acabamentos a ouro. Existem também uma série de esculturas em nichos. A basílica em planta de cruz latina, possui três naves totalmente abobadadas, com pilares de apoio às abóbadas de berço, planejadas por Miguel Ângelo Buonarroti em 1 de janeiro de 1547. A nave principal é a mais alta de todas as igrejas, possuindo 187 metros de comprimento e 45 metros de altura e dez mil metros quadrados de mosaico, nos arcos encontram-se as estátuas das virtudes . Existem também a Nave da Espitola, que esta na direita e possui tumulos de papas, santos e reis e dus capelas com esculturas, pinturas e mosaicos; e a Nave do Evangelho, que esta a esquerda e possui três capelas com muitos tumulos, mosaicos, altares, como a nve da Espitola.. Em torno da cúpula existem também três capelas com muitos altares e obra, entre as quais a mais famosa a Capela Sistina. No coração da basílica, sob o altar-mor (ou altar papal, trabalho de Gian Lorenzo Bernini entre 1624 e 1633, altar foi feito em bronze e possui uma altura de 30 m), está a Capela da Confissão, em referência à confissão de fé de São Pedro, que levou ao seu martírio. Duas escadarias curvas em mármore conduzem-nos a capela subterrânea onde esta varios tumulos e no fim esta o tumulo de São Pedro, comprovado por arqueologos.
  5. 5. De forma hemisférica, seria formada por quatro grandes arcos de 26 metros de vão e 46 metros de altura, sustentada por quatro grandes pilares ainda hoje existentes. A cúpula da Basílica de São Pedro eleva-se a uma altura total de 136,57 m do chão até ao topo da cruz no exterior. A mais alta cúpula do mundo, o seu diâmetro interno é de 41,47 m. As paredes exteriores da basílica, com excepção da fachada principal são compostas por superfícies planas separadas por pilastras. A primeira seção apresenta enormes nichos onde esculturas de santos, encomendadas por João Paulo II foram colocadas, para homenagear os santos e fundadores do nosso tempo; sobre estas encontram-se as grandes janelas que iluminam o interior do templo. Sobre o entablamento abrem- se outras janelas de menor tamanho.
  6. 6. A fachada principal da basílica possui 115 m de largura e 46 m de altura.É articulada através do uso de colunas de ordem colossal que enquadram a entrada e a Varanda das bênçãos. Atrás da varanda, existe um enorme salão usado pelo papa para algumas audiências e outros eventos, chamada de Sala das bênçãos. Em continuidade, existe um alto-relevo de Ambrogio Buonvicino feito em 1614, intitulado A entrega das chaves a São Pedro. Na parte superior da fachada encontra-se o ático, onde abrem oito janelas decoradas com pilastras. Coroando o ático localiza-se uma balaustrada onde estão presentes estátuas de 5,7 metros: no centro está o Cristo Redentor, João Batista à direita, acompanhados por onze dos doze apóstolos, excepto São Pedro. As esculturas são (da esquerda para a direita): Judas Tadeu, Mateus, Filipe, São Tomé, Santiago Maior, João Batista, Cristo Redentor, André, João Evangelista, Santiago Menor, Bartolomeu, Simão e Matias. Em cada lado existe dois relógios feitos em 1785 por Giuseppe Valadier. Sob os relógios encontram-se dois dos seis sinos da basílica.
  7. 7. O pórtico possui cinco grandes entradas da praça para o nártex, e cinco portas correspondentes que levam ao interior da basílica. Entre elas estão quatro placas de pedra com inscrições antigas e modernas, e no chão um revestimento com brasões dos vários papas. Nas extremidades do pórtico existem dois vestíbulos, que abrigam oito estátuas em nichos, e por fim as estátuas equestres de Constantino (norte) e Carlos Magno (sul). O teto foi decorado com relevos em estuque de cenas da vida de São Pedro, e nas lunetas estão trinta e oito relevos dos Papas santificados. Acima da entrada central encontra-se o famoso mosaico Navicella de Giotto, e na parede oposta está o relevo Pasce Oves Meas de Bernini. As cinco portadas que compõem a entrada da basílica são: Porta da Morte, Porta do Bem e do Mal, Porta de Filarete, Porta dos Sacramentos e Porta Santa.
  8. 8. No início do Império Romano, Calígula construiu o Circo de Nero. Neste circo, o apóstolo Pedr foi crucificado por volta do ano 65 d.C. Os restos mortais de São Pedro foram enterrados fora do circo, na colina do Vaticano. O seu túmulo foi inicialmente marcado apenas com uma pedra vermelha. Um santuário foi construído neste local. Quase trezentos anos depois, a Antiga Basílica de São Pedro foi construída a mando do imperador Constantino entre 326 d.C. e 333 d.C. Como em quase todas as igrejas da antiguidade, seguiu-se o modelo da basílica cívica romana: um salão retangular, dividido em nave central e naves laterais, que oferecia espaço bastante para a congregação dos fiéi.
  9. 9. A basílica atual foi erguida sobre a antiga, o que exigiu que o edifício fosse orientado para oeste, mas também que a necrópole antiga fosse aterrada, sendo construídas muralhas de suporte para criar uma enorme base que servisse como alicerce No final do século XV, após o papado de Avignon, a basílica paleocristã encontrava- se bastante deteriorada, com sérios riscos de desabar. O primeiro papa a considerar uma reconstrução foi Nicolau V, 1505 sob orientação do Papa Júlio II as obras foram retomadas, e durou 120 anos e 20 papados. Um método utilizado para financiar a construção da Basílica de São Pedro foi a concessão de indulgências em troca de contribuições daqueles que com esmolas ajudaram na reconstrução da basílica.
  10. 10.  Sob a coordenação do Papa Nicolau V, foi submetida a um projeto que visava a completa reconstrução confiada a Bernardo Rossellino.  Em 1505, o projeto de Donato Bramante foi o escolhido para a construção da futura basílica, tomando então início em 1506.  A partir de 1514, Rafael Sanzio, Giovanni Giocondo e Antonio Cordiani assumiram a direcção da obra ao lado de Baldassare Peruzzi, após a morte de Rafael em 1520.  Em 1520, Rafael morre com 37 anos de idade. O seu sucessor, Baldassare Peruzzi, manteve as alterações propostas por Rafael para o modelo interior com três absides principais.  Posteriormente, Antonio Cordiani, apresentou um projeto que combinava os modelos de Peruzzi, Rafael e Bramante.  Após a morte de Sangallo, em 1546, o papa Paulo III confiou a direcção das obras a Miguel Ângelo Buonarroti a 1 de janeiro de 1547, que assumiu a ideia da planta de Bramante de cruz grega.  A Bramante sucederam, como arquitetos, Rafael, Giovanni Giocondo, Giuliano da Sangallo, Baldassare Peruzzi, Antonio da Sangallo. O Papa Paulo III em 1546 entregou a direção dos trabalhos a Miguel Ângelo, que finalmente completou as plantas que conhecemos hoje.
  11. 11. Colégio Souza Lopez Nome: Igor Pelegrineli Dias Série: 1º A do ensino médio Professor: Altair Aguilar Matéria: Historia

×