Metodologia para
Aquisição de Dados
Cartografia
Prof.: Allan
Curso: Meio Ambiente - CEMAL
 A Especificação Técnica para Aquisição de Dados Geoespaciais Vetoriais
(ETADGV) tem por objetivo padronizar e orientar t...
 Com o advento do geoprocessamento, em especial dos Sistemas de
Informações Geográficas (SIG), surge a necessidade de se ...
Estrutura do INDE
Sistemas de Informações Geográficas - SIGs
• Conjunto de tecnologias relacionadas a
informações e ao monitoramento do espa...
São exemplos de SIGs:
• Sensoriamento Remoto
• Satélites
• Fotografias aéreas
• Gps
Sensoriamento Remoto
 Tecnologia que capta as imagens da superfície terrestre através do fluxo de ondas
eletromagnétcas r...
Aplicação do Sensoriamento Remoto
• Acompanhar desmatamento em florestas
• Crescimento das cidades
• Poluição dos rios
• T...
Desmatamento em Ji-Paraná –
Rondônia (1988-2008)
São Paulo - SP
Global Positioning System - GPS
• Aparelho de bolso que é apoiado por 24
satélites que refletem os sinais de rádio para o
...
Aplicações do GPS
• Navegação aérea, marítima e terrestre
• Levantamentos topográficos
• Levantamentos geodésico
• Marcaçã...
Fotografias Aéreas - Fotogrametria
 é definida como a ciência aplicada, a técnica e a arte de extrair de
fotografias métr...
 Os métodos mais comuns de aquisição de dados são: a digitalização
manual, a leitura ótica através de dispositivos de var...
Digitalização
 A digitalização é o método no qual uma folha de papel contendo um
mapa é colocada sobre uma mesa digitaliz...
Varredura: Scanner
 O método de leitura ótica através de dispositivos de varredura ("scanner"),
permite a criação de imag...
Outros Métodos
 A digitação via teclado é usada para a inserção dos atributos não-
gráficos. Informações provenientes de ...
O Espaço Geográfico Brasileiro foi abstraído em 13 (treze) categorias de
informação;
Brasil – Bacias Hidrográficas
Brasil- Climas e Correntes Marítimas
Brasil- Relevo
Brasil – Ligações Aéreas
Brasil – Rede Elétrica
 Os SIG precisam armazenar grandes quantidades de dados e torná-los
disponíveis para operações de consulta e análise. Os ...
Metodologia para aquisição de dados cartograficos
Metodologia para aquisição de dados cartograficos
Metodologia para aquisição de dados cartograficos
Metodologia para aquisição de dados cartograficos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Metodologia para aquisição de dados cartograficos

742 visualizações

Publicada em

Metodologia para aquisição de dados cartograficos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
742
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologia para aquisição de dados cartograficos

  1. 1. Metodologia para Aquisição de Dados Cartografia Prof.: Allan Curso: Meio Ambiente - CEMAL
  2. 2.  A Especificação Técnica para Aquisição de Dados Geoespaciais Vetoriais (ETADGV) tem por objetivo padronizar e orientar todo o processo de aquisição da geometria dos vários tipos de dados geoespaciais vetoriais, presentes na Especificação Técnica para Estruturação de Dados Geoespaciais Vetoriais (ETEDGV), para qualquer que seja o insumo a ser utilizado (levantamento de campo, fotografias aéreas, imagens de sensores orbitais, etc.), visto que os processos de aquisição são similares.
  3. 3.  Com o advento do geoprocessamento, em especial dos Sistemas de Informações Geográficas (SIG), surge a necessidade de se padronizar a forma de aquisição da geometria dos dados geoespaciais e dos atributos correlatos, com vistas a garantir a homogeneização dos dados geoespaciais, em âmbito nacional.  Para tal, deve-se assegurar que a aquisição dos dados geoespaciais esteja de acordo com o que está preconizado na Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE).
  4. 4. Estrutura do INDE
  5. 5. Sistemas de Informações Geográficas - SIGs • Conjunto de tecnologias relacionadas a informações e ao monitoramento do espaço terrestre • Utilizado por ONGs, governos, militares e serviços de espionagem • Coleta Informações de diferentes aspectos da superfície terrestre e também monitora as ações humanas nela.
  6. 6. São exemplos de SIGs: • Sensoriamento Remoto • Satélites • Fotografias aéreas • Gps
  7. 7. Sensoriamento Remoto  Tecnologia que capta as imagens da superfície terrestre através do fluxo de ondas eletromagnétcas refletidas ou emitidas pelos objetos existentes na superfície terreste
  8. 8. Aplicação do Sensoriamento Remoto • Acompanhar desmatamento em florestas • Crescimento das cidades • Poluição dos rios • Tamanho de uma propriedade agrícola No Brasil o Inpe é responsável pelos satélites brasileiros
  9. 9. Desmatamento em Ji-Paraná – Rondônia (1988-2008)
  10. 10. São Paulo - SP
  11. 11. Global Positioning System - GPS • Aparelho de bolso que é apoiado por 24 satélites que refletem os sinais de rádio para o local onde o aparelho esta operando. • O Satélite envia dados ao GPS em qualquer lugar tanto no continente como no oceano • Indica velocidade, tempo de deslocamento e distância em relação a qualquer ponto de referencia da Terra.
  12. 12. Aplicações do GPS • Navegação aérea, marítima e terrestre • Levantamentos topográficos • Levantamentos geodésico • Marcação de fronteiras • Monitoramento de veículos
  13. 13. Fotografias Aéreas - Fotogrametria  é definida como a ciência aplicada, a técnica e a arte de extrair de fotografias métricas, a forma, as dimensões e a posição dos objetos nelas contidos.  Nos últimos anos a fotogrametria aérea, notadamente a de satélites em órbita, alterou substancialmente técnicas como a Cartografia e a interpretação aerofotométrica.  O desenvolvimento da fotogrametria cartográfica como ferramenta útil à agrimensura levou à sua adaptação para utilização em outras áreas do conhecimento, quando é denominada fotogrametria não-cartográfica. Entre as áreas do conhecimento que se beneficiaram da adoção dos princípios da fotogrametria está a biomecânica, através da análise do movimento baseada em imagens, ou cinemática.
  14. 14.  Os métodos mais comuns de aquisição de dados são: a digitalização manual, a leitura ótica através de dispositivos de varredura tipo "scanner", a digitação via teclado e a leitura de dados provenientes de outras fontes de armazenamento secundário (ex. fitas magnéticas, discos óticos, teleprocessamento, etc.). Estes métodos permitem a transferência dos dados obtidos através dos mecanismos de captura tipo levantamento de campo, sensoriamento remoto, imagens de satélites, etc., para a base de dados dos SIG.
  15. 15. Digitalização  A digitalização é o método no qual uma folha de papel contendo um mapa é colocada sobre uma mesa digitalizadora e, através de um dispositivo de apontamento (ex. caneta ótica) um operador vai assinalando diversos pontos, que são calculados e interpretados como pares de coordenadas x e y. Normalmente, no início do processo de digitalização, três ou mais pontos de coordenadas conhecidas são cadastrados no sistema para serem utilizados como pontos de referência no cálculo das coordenadas dos pontos digitalizado.
  16. 16. Varredura: Scanner  O método de leitura ótica através de dispositivos de varredura ("scanner"), permite a criação de imagens digitais a partir da movimentação de um detetor eletrônico sobre um mapa. É um processo bem mais rápido que a digitalização, mas não é adequado a todos os tipos de situações. Um mapa, para ser lido por um "scanner", precisa apresentar algumas características que vão permitir a geração de imagens de boa qualidade. Por exemplo, alguns textos podem ser lidos acidentalmente como se fossem entidades, linhas de contorno podem ser quebradas por textos ou símbolos do mapa, etc
  17. 17. Outros Métodos  A digitação via teclado é usada para a inserção dos atributos não- gráficos. Informações provenientes de levantamento de campo normalmente são inseridas no banco de dados via teclado. Outro meio, também usado, é o emprego do GPS ("Global Positioning Systems"), um sistema de posicionamento geodésico, baseado em uma rede de satélites. Este sistema possibilita a realização de levantamentos de campo, com alto grau de acurácia (ver seção seguinte) e com o registro dos dados podendo ser realizado diretamente em meio digital
  18. 18. O Espaço Geográfico Brasileiro foi abstraído em 13 (treze) categorias de informação;
  19. 19. Brasil – Bacias Hidrográficas
  20. 20. Brasil- Climas e Correntes Marítimas
  21. 21. Brasil- Relevo
  22. 22. Brasil – Ligações Aéreas
  23. 23. Brasil – Rede Elétrica
  24. 24.  Os SIG precisam armazenar grandes quantidades de dados e torná-los disponíveis para operações de consulta e análise. Os Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados (SBGD) são ferramentas fundamentais para os SIG, embora muitos ainda utilizem sistemas de arquivos para fazer o gerenciamento dos dados. Isto dificulta por exemplo, o intercâmbio de dados e ainda obriga os usuários a conhecerem as estruturas de armazenamento de dados

×