Niveis de expressão

711 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Niveis de expressão

  1. 1. NÍVEIS DE EXPRESSÃO Interpretação de Texto Monitor: Alisson R. Santori
  2. 2. CONCEITO DE SIGNO: O texto apresenta dois grandes níveis: Nível de Conteúdo: é explorada as relações de sentido do texto Nível de Expressão: é explorado os recursos gráficos, visuais, fonéticos, sintáticos (elementos que estão na superfície do texto)
  3. 3. Forma do texto (Expressão) -> Significante Conteúdo do texto -> Significado
  4. 4. SIGNO: Tudo aquilo que possui um significante e um significado, apresenta uma dupla face.
  5. 5. SIGNIFICANTE: Trata-se da parte sensível; Imagem acústica (Fonema) Ou imagem Gráfica (Letra) (elementos que estão na superfície do texto)
  6. 6. SIGNIFICADO: É a parte ausente; O conteúdo Aquilo que esta Intrinseco ou Subentendido
  7. 7. SIGNIFICAÇÃO: Relação entre significante e significado
  8. 8. EXISTÊNCIA DO SIGNO: 1.1. O que pode ser Signo para algumas sociedades para outras pode não ser; Ex: A foice e o martelo no antigo sistema comunista eram signos (Símbolos) da união entre o povo do campo e o povo da cidade 1.2. Em outras sociedades eram apenas objetos.
  9. 9. SIGNO E REFERENTE: O referente é a coisa em si. O signo é a representação linguistica ou visual do refente Ex: Referente: O objeto; Caneta. Signo: A palavra “caneta’’ ou o desenho da caneta
  10. 10. SIGNO VISUAL -X- SIGNO VERBAL O signo visual é iconico (imagem); O signo Verbal é arbitrario (muda de cultura para cultura) e não icônico.
  11. 11. CORAÇÃOCABEÇA: (Augusto de Campos) Meu coração não cabe em minha cabeça. Minha cabeça não cabe em meu coração.
  12. 12. OBSERVE AS IMAGENS: O Nascimento da Vênus, de Botticelli Logotipo da Shell
  13. 13. Na primeira imagem, o objeto concha deve ser compreendido como símbolo da fecundidade, pois dele brota a figura da Vênus. Na segunda, por outro lado, ela é o símbolo de uma empresa. Em ambos os casos, a imagem da concha não remete à coisa que chamamos de concha no sentido literal, estrito. Nos dois casos, portanto, ela é um signo.
  14. 14. O signo é um objeto material que representa outro, isto é, está no lugar de outro, diferente dele mesmo. Veja outro exemplo: CONCHA
  15. 15. No lugar do objeto real, está um conjunto de sinais gráficos, as letras, que pode ser decifrado por quem conheça o código, no caso a língua portuguesa. A linguagem é de natureza simbólica. Quando uma pessoa fala, escreve, desenha, pinta, compõe uma música está usando um conjunto de sinais - sons, letras, traços, cores - para expressar alguma coisa.

×