SlideShare uma empresa Scribd logo

Atividades Alfabeto Pré 2

Alice Lima
Alice Lima
Alice LimaDireção em Alice Lima

Atividades Alfabeto Pré 2

Atividades Alfabeto Pré 2

1 de 208
Baixar para ler offline
Uma letra,
outra letra...
Suporte para o processo da alfabetização
2O
Estágio
Caro Educador!
Atendendo às solicitações apresentadas pelos nossos parceiros, estamos disponibilizando o
livro “Suporte ao nosso processo de alfabetização.”
Como houve mudanças e o 3o
estágio passou a ser o 1 o
ano, entendemos que, num 2o
estágio,
poderia haver um atendimento diferenciado, procurando não esquecer que o lúdico deve ser apre-
sentado em todas as atividades sugeridas.
Nossa preocupação é que haja equilíbrio, lembrando sempre que o desenvolvimento de
todas as linguagens é importante, por isso o nosso cuidado em apresentar as letras paulatinamente,
a fim de que haja tempo para programar, avançar ou retroceder no que é solicitado e apresentado.
Sentimos que há necessidade de articular os processos de alfabetização e de letramento, enfatizando
que devem ser desenvolvidos de forma simultânea e indissolúvel. O letramento não deve ser um pro-
cesso introdutório, mas sim um processo que antecede a alfabetização ou um conjunto de atividades
pertinentes que associem sempre os dois.
O letrômetro, em tamanho adequado, estará à disposição do educador para ser utilizado
em momentos apropriados do processo de ensino-aprendizagem, podendo ocupar um lugar de des-
taque na sala de aula. As crianças também o terão, para utilizá-lo no seu dia a dia.
As letras móveis, autocolantes, apresentadas no final do livro, facilitarão o trabalho
didático-pedagógico.
As folhas em branco, ao lado das atividades, poderão ser utilizadas com criatividade e
espírito de renovação. Os pais e as pessoas envolvidas com as crianças poderão conhecer e reconhecer
o que o educador acrescentar ao que está indicado nos livros e se inteirar do que cada criança estiver
descobrindo e conhecendo.
É importante que as crianças sejam levadas a descobrir as letras e os sons antes mesmo da
alfabetização propriamente dita, tendo o educador o cuidado de provocar a aprendizagem por meio
da escrita de palavras em etiquetas, nos materiais didáticos, no quadro para controle de presença etc.
Com a leitura oral, entre outras práticas, as letras serão amplamente enfatizadas, para
que as crianças comecem a discriminar os sons. Poderão ser lidos, além das histórias, avisos e lem-
bretes para o início das associações de letras e sons.
Deve-se observar e registrar o progresso das crianças, principalmente neste início de pro-
cesso – subsídio importante para futuras reuniões e também para retomadas, se for necessário.
Um cartaz poderá ser preparado para que as crianças escrevam as letras que forem desco-
brindo em seus nomes, em palavras etc.
Sem dúvida, é um trabalho apaixonante, e só quem nasceu com o dom de ensinar poderá
extravasar e realizar essa paixão. Recomenda-se agir com cautela, procurando respeitar o ritmo
de cada criança e desempenhar com esmero a função de educador.
Para isso, é necessário que se tenha:
– agudeza para entender;
– colo para apoiar;
– capacidade para esperar;
– direção para progredir;
– perfeição para concluir.
												
Bom trabalho!
Editora COC
UMA LETRA, OUTRA LETRA
AOS POUCOS VOU DESCOBRINDO
QUE COM ELAS PODEREI LER
E ESCREVER
TANTA COISA QUE AINDA NÃO SEI...
Apresentação
A escrita – Nível inicial
As investigações das últimas décadas nos têm informado como as crianças começam es-
pontaneamente a escrever letras. Sabemos que as escrevem de várias formas, com traços contínuos
ou não, em qualquer ordem. Também está comprovado que a maturação para escrever, explorar e
se expressar com a escrita está estreitamente vinculada a um ambiente enriquecido para tal fim, em
uma sala contextualizada. A intervenção do educador é determinante, por exemplo, ao responder
às dúvidas, escrever o que as crianças pedem, proporcionar o material necessário, buscar referências
e reconhecer uma intenção comunicativa por escrito das crianças.
Na escrita espontânea, a criança escreve “como sabe” e o educador a estimula a seguir
produzindo, até que adquira maturidade e aprenda os traçados das letras.
Na escrita do próprio nomes, identificar palavras e letras será o início do caminho da es-
crita com significado no conhecimento das letras e dos sons. As dúvidas e os questionamentos serão
estímulos que o educador utilizará para promover avanços na aprendizagem.
Surgem, assim, as noções básicas relacionadas com as práticas da escrita, noções que devem
ser internalizadas antes do domínio da escrita convencional:
– o público-alvo;
– o texto;
– os objetivos da escrita.
Reconhecer que a escrita tem significado dentro da nossa cultura letrada e é um aprendi-
zado muito importante.
O que pode fazer um educador em sua sala?
– Nomear as letras, começando pelas vogais, e apresentar o som de cada uma.
– Identificar a correspondência entre grafema e fonema.
– Identificar a direção da leitura e da ecrita, da esquerda para a direita.
– Desvendar os sons dos nomes de cada criança.
– Reconhecer a separação das palavras.
– Criar espaços para a criança escrever (lousa, folhas em branco, livros etc.).
Esses são alguns aspectos que não devem passar despercebidos pelo educador (a) que traba-
lha com a Educação Infantil, precisamente no 2o
Estágio.
HABILIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO
DE AQUISIÇÃO DE LEITURA E ESCRITA
PROJETOS
• Vogais
• Encontros Vocálicos
• Consoantes
− m, c, t
• Nomes
ATIVIDADES
• Letras
− descobrir
− conhecer
− reconhecer
− reproduzir
− ler
− circular
− assinalar
− colagem
− Letras Móveis
• Caça-Vogais
Observação – vogais e consoantes serão apresentadas como letras.
1o
BIMESTRE
No 1º bimestre, apresentam-se as vogais, os encontros vocálicos e as conso-
antes M, C, T.
Sem pressa, a cada letra apresentada, deve-se procurar contextualizar por
meio de brincadeiras, jogos etc.
Observar, com cuidado e atenção, os saberes que a criança apresenta, ad-
quiridos anteriormente.
A letra A
Ao apresentá-la, fazer suspense e deixar que as crianças descubram a
grande ocorrência dessa letra nas palavras da língua portuguesa. Escrever na
lousa o nome de uma das crianças, em letra de imprensa. Circular a vogal A e
comentar que ela aparece em muitas palavras. Com os crachás em mãos, elas pro-
curarão descobrir quantas letras “A” existem em seus nomes, que serão escritos na
lousa, circulando-se as vogais.
A partir dos nomes, deixar que as crianças observem e descubram pa-
lavras que comecem com a vogal A, relacionadas à sala de aula. Ex.: armário,
apontador etc.
Apresentar o letrômetro e deixar que reconheçam a letra A.
Apresentar a atividade, ler a quadrinha e pedir que a repitam por várias
vezes. Poderão colorir a ilustração.
Não se esquecer de chamar a atenção para as margens da folha e para as
vogais que estão em destaque.
Anúncio

Recomendados

Atividades encontros-vocálicos
Atividades encontros-vocálicos Atividades encontros-vocálicos
Atividades encontros-vocálicos Jairtes Lima
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaKeila Arruda
 
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1edivalbal
 
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijamaSequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijamaBete Feliciano
 
Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreheliane
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pipoca silabas para impressao
Pipoca silabas para impressaoPipoca silabas para impressao
Pipoca silabas para impressaoAna Feitoza
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4Isa ...
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoIolanda Sá
 
Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
Consciência fonológica - livro de atividades.pdfAdriana Motta
 
Apresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisadoApresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisadoangelafreire
 
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...Marcy Gomes
 
Sequência didática monstro das cores emoções
Sequência didática monstro das cores emoçõesSequência didática monstro das cores emoções
Sequência didática monstro das cores emoçõesLedson Aldrovandi
 
Sequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o péSequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o péAmanda Tosta
 
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITAJOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITAFabiana Lopes
 
Alfabetização_28 palavras completa
Alfabetização_28 palavras completaAlfabetização_28 palavras completa
Alfabetização_28 palavras completaIsa ...
 
Caderno 6 - Sílabas Complexas
Caderno 6  - Sílabas ComplexasCaderno 6  - Sílabas Complexas
Caderno 6 - Sílabas ComplexasAna Lucia
 
Pequenos textos para leitura
Pequenos textos para leituraPequenos textos para leitura
Pequenos textos para leituraSol Oliveira
 
Apostila com Material Dourado e SND até 99
Apostila com Material Dourado e SND até 99Apostila com Material Dourado e SND até 99
Apostila com Material Dourado e SND até 99Eleúzia Lins Silva
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Mary Alvarenga
 
Matemática com números até 99
Matemática com números até 99Matemática com números até 99
Matemática com números até 99Isa ...
 

Mais procurados (20)

Pipoca silabas para impressao
Pipoca silabas para impressaoPipoca silabas para impressao
Pipoca silabas para impressao
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
 
Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
 
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIAParlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
 
Apresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisadoApresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisado
 
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
 
Modelos relatorios
Modelos relatoriosModelos relatorios
Modelos relatorios
 
Sequência didática monstro das cores emoções
Sequência didática monstro das cores emoçõesSequência didática monstro das cores emoções
Sequência didática monstro das cores emoções
 
Sequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o péSequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o pé
 
ATIVIDADES COM PARLENDA
ATIVIDADES COM  PARLENDAATIVIDADES COM  PARLENDA
ATIVIDADES COM PARLENDA
 
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITAJOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
 
Alfabetização_28 palavras completa
Alfabetização_28 palavras completaAlfabetização_28 palavras completa
Alfabetização_28 palavras completa
 
Caderno 6 - Sílabas Complexas
Caderno 6  - Sílabas ComplexasCaderno 6  - Sílabas Complexas
Caderno 6 - Sílabas Complexas
 
Pequenos textos para leitura
Pequenos textos para leituraPequenos textos para leitura
Pequenos textos para leitura
 
Apostila com Material Dourado e SND até 99
Apostila com Material Dourado e SND até 99Apostila com Material Dourado e SND até 99
Apostila com Material Dourado e SND até 99
 
Vaca Amarela 2
Vaca Amarela 2Vaca Amarela 2
Vaca Amarela 2
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
 
Matemática com números até 99
Matemática com números até 99Matemática com números até 99
Matemática com números até 99
 

Semelhante a Atividades Alfabeto Pré 2

Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_AlfabetizaçãoAtividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetizaçãosrentesupor
 
Trabalhando alfabetização
Trabalhando alfabetizaçãoTrabalhando alfabetização
Trabalhando alfabetizaçãoMarly Freitas
 
Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1Graça Sousa
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoLianeMagnolia
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Bete Feliciano
 
Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 anoa1980
 
Socialização de prática cre orla blog
Socialização de prática   cre orla blogSocialização de prática   cre orla blog
Socialização de prática cre orla blogMarisa Seara
 
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixosFasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixosCelismara Seleguin
 
Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Professora Cida
 
Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Fernando Faustino
 
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULARJakes Paulo
 
Ditado para-sondagem-na-alfabetizacao
Ditado para-sondagem-na-alfabetizacaoDitado para-sondagem-na-alfabetizacao
Ditado para-sondagem-na-alfabetizacaoMarisa Galdi Lapa
 
Apres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptxApres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptxAlcioneCosta12
 

Semelhante a Atividades Alfabeto Pré 2 (20)

Cartilha letramento[1]
Cartilha  letramento[1]Cartilha  letramento[1]
Cartilha letramento[1]
 
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_AlfabetizaçãoAtividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
 
Trabalhando alfabetização
Trabalhando alfabetizaçãoTrabalhando alfabetização
Trabalhando alfabetização
 
Sequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenhoSequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenho
 
Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1Para PNAIC-Sequencia didática -1
Para PNAIC-Sequencia didática -1
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
Revista peb1
Revista peb1Revista peb1
Revista peb1
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
 
Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 ano
 
Socialização de prática cre orla blog
Socialização de prática   cre orla blogSocialização de prática   cre orla blog
Socialização de prática cre orla blog
 
English home work
English home workEnglish home work
English home work
 
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixosFasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
 
1Ⱐe 2⺠anos
1Ⱐe 2⺠anos1Ⱐe 2⺠anos
1Ⱐe 2⺠anos
 
1Ⱐe 2⺠anos
1Ⱐe 2⺠anos1Ⱐe 2⺠anos
1Ⱐe 2⺠anos
 
Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012
 
Relato maria jose
Relato maria joseRelato maria jose
Relato maria jose
 
Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012
 
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO REGULAR
 
Ditado para-sondagem-na-alfabetizacao
Ditado para-sondagem-na-alfabetizacaoDitado para-sondagem-na-alfabetizacao
Ditado para-sondagem-na-alfabetizacao
 
Apres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptxApres Consciência Fonológica.pptx
Apres Consciência Fonológica.pptx
 

Mais de Alice Lima

Meu primeiro dia de aula
Meu primeiro dia de aulaMeu primeiro dia de aula
Meu primeiro dia de aulaAlice Lima
 
Dinâmicas com os pais
Dinâmicas com os paisDinâmicas com os pais
Dinâmicas com os paisAlice Lima
 
Textos sobre reunião de pais
Textos sobre reunião de paisTextos sobre reunião de pais
Textos sobre reunião de paisAlice Lima
 
Direitos e deveres das crianças
Direitos e deveres das criançasDireitos e deveres das crianças
Direitos e deveres das criançasAlice Lima
 
Por que a Terra é Redonda?
Por que a Terra é Redonda?Por que a Terra é Redonda?
Por que a Terra é Redonda?Alice Lima
 
Segurança na internet
Segurança na internetSegurança na internet
Segurança na internetAlice Lima
 
A terra esta doente
A terra esta doenteA terra esta doente
A terra esta doenteAlice Lima
 
Bem vindos no tema Mágico de OZ
Bem vindos no tema Mágico de OZBem vindos no tema Mágico de OZ
Bem vindos no tema Mágico de OZAlice Lima
 
Bilhete pipoca com o papai
Bilhete pipoca com o papaiBilhete pipoca com o papai
Bilhete pipoca com o papaiAlice Lima
 
Figuras para Dado do quem sou eu
Figuras para Dado do quem sou euFiguras para Dado do quem sou eu
Figuras para Dado do quem sou euAlice Lima
 
Modelo de capa para Portfolio
Modelo de capa para PortfolioModelo de capa para Portfolio
Modelo de capa para PortfolioAlice Lima
 
Vogais A - E - I
Vogais A - E - IVogais A - E - I
Vogais A - E - IAlice Lima
 
Números para calendário
Números para calendárioNúmeros para calendário
Números para calendárioAlice Lima
 
Bncc adaptaçao em topicos - 4-5 anos
Bncc  adaptaçao em topicos - 4-5 anosBncc  adaptaçao em topicos - 4-5 anos
Bncc adaptaçao em topicos - 4-5 anosAlice Lima
 
Base para Chamadinha
Base para ChamadinhaBase para Chamadinha
Base para ChamadinhaAlice Lima
 
Por que somos de cores diferentes
Por que somos de cores diferentesPor que somos de cores diferentes
Por que somos de cores diferentesAlice Lima
 

Mais de Alice Lima (20)

Meu primeiro dia de aula
Meu primeiro dia de aulaMeu primeiro dia de aula
Meu primeiro dia de aula
 
Dinâmicas com os pais
Dinâmicas com os paisDinâmicas com os pais
Dinâmicas com os pais
 
Textos sobre reunião de pais
Textos sobre reunião de paisTextos sobre reunião de pais
Textos sobre reunião de pais
 
Direitos e deveres das crianças
Direitos e deveres das criançasDireitos e deveres das crianças
Direitos e deveres das crianças
 
Por que a Terra é Redonda?
Por que a Terra é Redonda?Por que a Terra é Redonda?
Por que a Terra é Redonda?
 
Segurança na internet
Segurança na internetSegurança na internet
Segurança na internet
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
A terra esta doente
A terra esta doenteA terra esta doente
A terra esta doente
 
A escola
A escolaA escola
A escola
 
Letrometro
LetrometroLetrometro
Letrometro
 
Bem vindos no tema Mágico de OZ
Bem vindos no tema Mágico de OZBem vindos no tema Mágico de OZ
Bem vindos no tema Mágico de OZ
 
Bilhete pipoca com o papai
Bilhete pipoca com o papaiBilhete pipoca com o papai
Bilhete pipoca com o papai
 
Mala do papai
Mala do papaiMala do papai
Mala do papai
 
Figuras para Dado do quem sou eu
Figuras para Dado do quem sou euFiguras para Dado do quem sou eu
Figuras para Dado do quem sou eu
 
Modelo de capa para Portfolio
Modelo de capa para PortfolioModelo de capa para Portfolio
Modelo de capa para Portfolio
 
Vogais A - E - I
Vogais A - E - IVogais A - E - I
Vogais A - E - I
 
Números para calendário
Números para calendárioNúmeros para calendário
Números para calendário
 
Bncc adaptaçao em topicos - 4-5 anos
Bncc  adaptaçao em topicos - 4-5 anosBncc  adaptaçao em topicos - 4-5 anos
Bncc adaptaçao em topicos - 4-5 anos
 
Base para Chamadinha
Base para ChamadinhaBase para Chamadinha
Base para Chamadinha
 
Por que somos de cores diferentes
Por que somos de cores diferentesPor que somos de cores diferentes
Por que somos de cores diferentes
 

Último

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADOColaborar Educacional
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...azulassessoriaacadem3
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfPedroGual4
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfdaniele690933
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - SERVIÇO SOCIAL/SERVIÇO SOCIAL - BACHARELADO
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 

Atividades Alfabeto Pré 2

  • 1. Uma letra, outra letra... Suporte para o processo da alfabetização 2O Estágio
  • 2. Caro Educador! Atendendo às solicitações apresentadas pelos nossos parceiros, estamos disponibilizando o livro “Suporte ao nosso processo de alfabetização.” Como houve mudanças e o 3o estágio passou a ser o 1 o ano, entendemos que, num 2o estágio, poderia haver um atendimento diferenciado, procurando não esquecer que o lúdico deve ser apre- sentado em todas as atividades sugeridas. Nossa preocupação é que haja equilíbrio, lembrando sempre que o desenvolvimento de todas as linguagens é importante, por isso o nosso cuidado em apresentar as letras paulatinamente, a fim de que haja tempo para programar, avançar ou retroceder no que é solicitado e apresentado. Sentimos que há necessidade de articular os processos de alfabetização e de letramento, enfatizando que devem ser desenvolvidos de forma simultânea e indissolúvel. O letramento não deve ser um pro- cesso introdutório, mas sim um processo que antecede a alfabetização ou um conjunto de atividades pertinentes que associem sempre os dois. O letrômetro, em tamanho adequado, estará à disposição do educador para ser utilizado em momentos apropriados do processo de ensino-aprendizagem, podendo ocupar um lugar de des- taque na sala de aula. As crianças também o terão, para utilizá-lo no seu dia a dia. As letras móveis, autocolantes, apresentadas no final do livro, facilitarão o trabalho didático-pedagógico. As folhas em branco, ao lado das atividades, poderão ser utilizadas com criatividade e espírito de renovação. Os pais e as pessoas envolvidas com as crianças poderão conhecer e reconhecer o que o educador acrescentar ao que está indicado nos livros e se inteirar do que cada criança estiver descobrindo e conhecendo. É importante que as crianças sejam levadas a descobrir as letras e os sons antes mesmo da alfabetização propriamente dita, tendo o educador o cuidado de provocar a aprendizagem por meio da escrita de palavras em etiquetas, nos materiais didáticos, no quadro para controle de presença etc. Com a leitura oral, entre outras práticas, as letras serão amplamente enfatizadas, para que as crianças comecem a discriminar os sons. Poderão ser lidos, além das histórias, avisos e lem- bretes para o início das associações de letras e sons. Deve-se observar e registrar o progresso das crianças, principalmente neste início de pro- cesso – subsídio importante para futuras reuniões e também para retomadas, se for necessário. Um cartaz poderá ser preparado para que as crianças escrevam as letras que forem desco- brindo em seus nomes, em palavras etc. Sem dúvida, é um trabalho apaixonante, e só quem nasceu com o dom de ensinar poderá extravasar e realizar essa paixão. Recomenda-se agir com cautela, procurando respeitar o ritmo de cada criança e desempenhar com esmero a função de educador. Para isso, é necessário que se tenha: – agudeza para entender; – colo para apoiar; – capacidade para esperar; – direção para progredir; – perfeição para concluir. Bom trabalho! Editora COC
  • 3. UMA LETRA, OUTRA LETRA AOS POUCOS VOU DESCOBRINDO QUE COM ELAS PODEREI LER E ESCREVER TANTA COISA QUE AINDA NÃO SEI... Apresentação
  • 4. A escrita – Nível inicial As investigações das últimas décadas nos têm informado como as crianças começam es- pontaneamente a escrever letras. Sabemos que as escrevem de várias formas, com traços contínuos ou não, em qualquer ordem. Também está comprovado que a maturação para escrever, explorar e se expressar com a escrita está estreitamente vinculada a um ambiente enriquecido para tal fim, em uma sala contextualizada. A intervenção do educador é determinante, por exemplo, ao responder às dúvidas, escrever o que as crianças pedem, proporcionar o material necessário, buscar referências e reconhecer uma intenção comunicativa por escrito das crianças. Na escrita espontânea, a criança escreve “como sabe” e o educador a estimula a seguir produzindo, até que adquira maturidade e aprenda os traçados das letras. Na escrita do próprio nomes, identificar palavras e letras será o início do caminho da es- crita com significado no conhecimento das letras e dos sons. As dúvidas e os questionamentos serão estímulos que o educador utilizará para promover avanços na aprendizagem. Surgem, assim, as noções básicas relacionadas com as práticas da escrita, noções que devem ser internalizadas antes do domínio da escrita convencional: – o público-alvo; – o texto; – os objetivos da escrita. Reconhecer que a escrita tem significado dentro da nossa cultura letrada e é um aprendi- zado muito importante. O que pode fazer um educador em sua sala? – Nomear as letras, começando pelas vogais, e apresentar o som de cada uma. – Identificar a correspondência entre grafema e fonema. – Identificar a direção da leitura e da ecrita, da esquerda para a direita. – Desvendar os sons dos nomes de cada criança. – Reconhecer a separação das palavras. – Criar espaços para a criança escrever (lousa, folhas em branco, livros etc.). Esses são alguns aspectos que não devem passar despercebidos pelo educador (a) que traba- lha com a Educação Infantil, precisamente no 2o Estágio.
  • 5. HABILIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LEITURA E ESCRITA PROJETOS • Vogais • Encontros Vocálicos • Consoantes − m, c, t • Nomes ATIVIDADES • Letras − descobrir − conhecer − reconhecer − reproduzir − ler − circular − assinalar − colagem − Letras Móveis • Caça-Vogais Observação – vogais e consoantes serão apresentadas como letras. 1o BIMESTRE
  • 6. No 1º bimestre, apresentam-se as vogais, os encontros vocálicos e as conso- antes M, C, T. Sem pressa, a cada letra apresentada, deve-se procurar contextualizar por meio de brincadeiras, jogos etc. Observar, com cuidado e atenção, os saberes que a criança apresenta, ad- quiridos anteriormente. A letra A Ao apresentá-la, fazer suspense e deixar que as crianças descubram a grande ocorrência dessa letra nas palavras da língua portuguesa. Escrever na lousa o nome de uma das crianças, em letra de imprensa. Circular a vogal A e comentar que ela aparece em muitas palavras. Com os crachás em mãos, elas pro- curarão descobrir quantas letras “A” existem em seus nomes, que serão escritos na lousa, circulando-se as vogais. A partir dos nomes, deixar que as crianças observem e descubram pa- lavras que comecem com a vogal A, relacionadas à sala de aula. Ex.: armário, apontador etc. Apresentar o letrômetro e deixar que reconheçam a letra A. Apresentar a atividade, ler a quadrinha e pedir que a repitam por várias vezes. Poderão colorir a ilustração. Não se esquecer de chamar a atenção para as margens da folha e para as vogais que estão em destaque.
  • 7. 7 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-7 A A LETRA A É A PRIMEIRA DE UMA COLEÇÃO. COM ELA ESCREVO AMIGO, AMOR, AMADA DO MEU CORAÇÃO. A A letra é ... a a a e e e i i i o o o u u u
  • 9. 9 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-9 A AVIÃO A letra é ... a a a e e e i i i o o o u u u
  • 11. 11 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-11 Reconheça e cubra a letra A: A Tente reproduzir o traçado: Você gostaria de recortar e colar uma letra A? a a a e e e i i i o o o u u u
  • 13. 13 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-13 Você gostaria de circular as figuras do que tem o nome começando com a letra A? a a a e e e i i i o o o u u u
  • 14. A letra E Fazer suspense! A letra que aprenderão hoje é a... Escrever a letra E na lousa e a palavra ELEFANTE. Desafiar a descobri- rem quantas vezes a letra E aparece na palavra elefante. Assinalar as vogais. Deixar que observem a letra E e passem o dedo indicador sobre ela na folha de atividade. Pedir que descubram com que ela se parece. Dar a cada criança quatro palitos de fósforo para que ela tente reproduzir a letra E, que poderá ser colada na folha em branco, ao lado da atividade (portfólio). Elas poderão pintar a ilustração e depois completarão a atividade.
  • 15. 15 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-15 E A LETRA E PARECE UMA LAÇADINHA, SOBE, DESCE E DÁ UMA VOLTINHA. A letra é ... a a a e e e i i i o o o u u u
  • 17. 17 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-17 A letra é ... E ELEFANTE a a a e e e i i i o o o u u u
  • 19. 19 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-19 Tente reproduzir o traçado: Reconheça a letra E e escreva-a ao lado: E Tente circular a letra E das palavras: EMA TELA ELA EU a a a e e e i i i o o o u u u
  • 21. 21 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-21 Observe a letra E e cole papéis coloridos. a a a e e e i i i o o o u u u
  • 22. A letra I Apresente a figura de um soldadinho . A letra I se parece com ele. Escolher o nome de um aluno que tenha a vogal I, escrevê-lo na lousa e pedir que a observem a vogal I, assinalando-a em seguida. Se achar pertinente, recortar a letra I, na lixa e pedir às crianças que a cole sobre a vogal. Deixar que passem o dedo e associem o traçado ao som da letra I.
  • 23. 23 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-23 A LETRA I PARECE UM SOLDADINHO, SEMPRE EM PÉ, ALINHADINHO. I A letra é ... a a a e e e i i i o o o u u u
  • 25. 25 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-25 A letra é ... IGUANA I a a a e e e i i i o o o u u u
  • 27. 27 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-27 Escolha uma cor e reproduza o traçado: Recorte e cole uma letra I: Descubra: IA AÍ AI-AI a a a e e e i i i o o o u u u
  • 28. A letra O Antes de realizar as atividades, propor uma roda cantada no pátio. Não se esquecer de fazer com que as crianças percebam a figura geométri- ca, o círculo, que formam quando estão de mãos dadas na brincadeira. Na volta à sala, colocar dentro de uma caixa argolas, aros, rodas e deixar que as crianças descubram a semelhança deles com a letra O. Permitir que dese- nhem na lousa argolas, aros etc. Com o letrômetro em mãos, chamar a atenção para o traçado da letra. Ler a quadrinha. As crianças poderão desenhar o traçado da vogal O, que está na figura de apresentação.
  • 29. 29 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-29 A LETRA O É UMA BOLA. COM ELA ESCREVO ONDA VAI, ONDA VEM, DO MEU CORAÇÃO NÃO SAI, SÓ VEM. O O A letra é ... a a a e e e i i i o o o u u u
  • 31. 31 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-31 A letra é ... O OVO a a a e e e i i i o o o u u u
  • 33. 33 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-33 a a a e e e i i i o o o u u u Tente reproduzir o traçado: Escreva a letra O:
  • 35. 35 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-35 Tente reconhecer e assinalar a letra O: OCA ONDA ONÇA BOBO a a a e e e i i i o o o u u u
  • 36. A letra U Com as crianças sentadas no chão, apresentar figuras com ilustrações de coisas cujos nomes comecem com a vogal U. Desafiá-las a descobrir a letra U. Após a descoberta, riscar no chão, com giz, a vogal U e deixar que caminhem sobre ela, indo e voltando, sem sair do risco. ela. Propor a realização da atividade na página de apresentação. As crian- ças poderão desenhar qualquer coisa cujo nome comece com U: uva, unha, urubu etc. Em seguida, poderão brincar de “desenhar” as vogais com palitos de fósforo. As letras poderão ser colocadas na página branca ao lado.
  • 37. 37 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-37 A LETRA U É UM TANTO DIFERENTE, DESCE, SOBE. COM ELA ESCREVO URUBU, UI... U A letra é ... a a a e e e i i i o o o u u u
  • 39. 39 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-39 A letra é ... U URSO a a a e e e i i i o o o u u u
  • 41. 41 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-41 Tente reproduzir o traçado da letra U: Recorte algumas letras U, de jornais e revistas, e cole-as: Tente circular a letra U nas palavras: URUBU UVA UMA UM a a a e e e i i i o o o u u u
  • 42. Encontros Vocálicos Pedir às crianças que formem palavras utilizando as vogais apresentadas, as quais chamamos de letras. Utilizar as vogais autocolantes. As palavras poderão ser escritas no caderno de apoio.
  • 43. 43 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-43 OBA! E I M I U A T C X U O Z E O P A a a a e e e i i i o o o u u u
  • 44. A letra M Na frente das crianças, retirar a folha para o recorte e escrever a palavra MACACO na lousa. Providenciar um galho sem folhas para pendurar os macacos após o re- corte. Com os macacos enfeitando a sala, deixar que as crianças descubram a letra M – que será escrita na lousa e observada no letrômetro –, para depois realizarem a atividade proposta. Providenciar um mural com papel kraft (1,20 x 1,40 m) e palitos de fós- foro, para que as crianças realizem colagens com a letra M. Fazer um mural. O letrômetro será utilizado para dar apoio em todos os momentos impor- tantes. Como as crianças também o têm, deixar que sinalizem, circulem, enfim, utilizem-no com bastante frequência.
  • 47. 47 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-47 A letra é ... a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z M MACACO
  • 49. 49 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-49 Tente reproduzir o traçado da letra M: Observe e conheça figuras de coisas que têm o nome começando com com a letra M: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 51. 51 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-51 Com as letras móveis, você já pode descobrir palavras. Cole-as no espaço abaixo: Observação: as letras móveis autocolantes estão nas páginas finais do livro.
  • 52. A letra C Com antecedência, solicitar, por meio de bilhetes nas agendas, cabos de vas- soura. Iniciar a aula propondo uma corrida de “cavalos”. Levar as crianças a um lugaradequadoedeixarqueaproveitemabrincadeira.Inicialmente,elaspassearão montadas em seus “cavalos”, observando o que as rodeia. Desafiá-las para uma corrida a“cavalo”. Dividi-las em grupos de quatro. Conforme forem ganhando, estarão classificadas para a última corrida, da qual sairá o(a) campeão(ã). Na volta à sala, com perguntas desafiadoras, deixar que descubram a letra C. Depois, pedir a participação de todos para a descoberta de palavras que co- mecem com a letra C. ou que a contenham. Escrever essas palavras e assinalar a letra C, contida nelas.
  • 53. 53 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-53 CAVALO C A letra é ... a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 55. 55 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-55 Pesquise, em jornais e revistas, a letra C. Recorte e cole algumas: Observe e reproduza o traçado da letra C: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 57. 57 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-57 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente recortar e colar figuras cujos nomes comecem com a letra C: Cole areia:
  • 58. A letra T A história do coelho e da tartaruga poderá ser usada como início da ati- vidade proposta. Contar a história e deixar que as crianças a recontem. Escrever na lousa a palavra tartaruga. Perguntar qual é a letra que se repete e circular a letra T, revelando-se, assim, a letra do dia.
  • 59. 59 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-59 T TARTARUGA a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ...
  • 61. 61 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-61 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Reconheça e circule a letra T nas palavras abaixo: Tente reproduzir o traçado da letra T: TATU TEIA MATO SETA TÚLIO TOMATE Tente recortar e colar palavras que contenham a letra T:
  • 63. 63 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-63 Leia: Com as letras móveis, forme palavras: MALA RUA LEÃO TATU TALA MACACO LEI TELA RATO MACA LEITE LAMA a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 65. TARTARUGA CAVALO MACACO ENCONTROS VOCÁLICOS AI – UI – EU IA – AÍ – UÉ URSO OVO IGUANA ELEFANTE A E I O U M C T AVIÃO
  • 67. 2o BIMESTRE HABILIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LEITURA E ESCRITA PROJETOS • Consoantes − L, R, V, D, S • Nomes ATIVIDADES • Letras − descobrir − conhecer − reconhecer − reproduzir − circular − colagem • Formação de palavras • Jogo • Trava-Línguas • Letras Móveis Observação – vogais e consoantes serão apresentadas como letras.
  • 68. A letra L Iniciar a atividade propondo às crianças o recorte da máscara do leão. Cola, retalhos de lã para a juba etc. deverão ser providenciados com ante- cedência. Apresentar o material e desafiar as crianças a descobrirem o porquê da máscara de leão. Enquanto elas estiverem executando a atividade, escrever a palavra LEÃO na lousa e lê-la várias vezes. Permitir que troquem ideias para responder ao desafio. Após descobrirem a letra L, com a máscara na cabeça, elas realizarão as atividades propostas.
  • 69. Destaque para o recorte:
  • 71. 71 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-71 LEÃO L a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ...
  • 73. 73 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-73 Cole bolinhas de papel crepom no traçado da letra L: Tente descobrir e depois assinalar a letra L das palavras: LUVA LIVRO LÉLIO LIMÃO LUCAS LILI Cole palitos: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 75. 75 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-75 Observe, descubra e tente ler: Com as letras móveis, forme palavras: LUA MALA CAMA a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 76. A letra R Escrever o trava-línguas na lousa, ler várias vezes e deixar que as crianças observem e descubram qual é a letra que se repete. Providenciar uma coroa, que será oferecida à criança que descobrir a le- tra. Ela ficará com a coroa do rei durante toda a aula e a levará para casa. São coisas simples que marcam a vida das crianças.
  • 77. 77 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-77 R RATO a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ...
  • 79. 79 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-79 Você gostaria de recortar e colar letras R? Tente formar palavras: R + I + O = R + U + A = R + U + M + O = R + E + M + O = O RATO ROEU A ROUPA DO REI DE ROMA. ´ a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 81. 81 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-81 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Observeaspalavrasedesenheoqueelasrepresentam. Capriche! RAMO RAIO REMO MURO RATO ROSA Com as letras móveis, forme palavras:
  • 82. A letra V Por meio de bilhetes aos pais, pedir que enviem uma flor por intermédio das crianças. Colocar as flores num vaso com água, não deixando de agradecer pelo atendimento à solicitação. Instigar as crianças a descobrirem a letra do dia. Com as crianças sentadas à sua volta, apresentar as flores que elas trouxe- ram, dizendo os nomes, e permitir que percebam o aroma. Recolocar as flores no vaso. Chamar a atenção para a beleza do vaso, a cor, o formato, o tamanho etc. Indagar se na casa das crianças existem vasos, deixar que os descrevam e desafiá-las a descobrirem a letra. Escrever a palavra VASO na lousa e, depois da descoberta, orientar as crianças na realização das atividades.
  • 83. 83 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-83 V VASO A letra é ... a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 85. 85 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-85 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente reproduzir o traçado: Escolha uma cor e circule com ela as palavras que contenham a letra V: VELA NAVIO VASO VACA RATO
  • 87. 87 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-87 Com as letras móveis, tente formar palavras: Você já conhece muitas letras! Leia: VIÚVA VALE VIVO VELA LAVADA LEVE a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 88. A letra D Preparar a surpresa do dia: visita à biblioteca, “onde moram os livros”. Lá, as crianças encontrarão livros, separados com antecedência, contendo estudos, figuras etc. sobre dinossauros. É um assunto de interesse delas na atualidade. Mostrar as figuras, ler o que corresponde a elas e deixar os livros abertos sobre a mesa para que as crianças possam observar e descobrir o que há neles, refe- rente ao tema. Estar preparado(a) para responder às perguntas. Deixar que as crianças, após a observação, dialoguem entre si sobre o tema.
  • 89. 89 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-89 A letra é ... a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z D DINOSSAURO
  • 91. 91 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-91 Escolha uma cor e reproduza o traçado: Leia: DEDO DÁLIA MUDADO DADO RETA MADEIRA Tente formar palavras com as letras móveis: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 93. 93 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-93 Você gostaria de formar estas palavras? DA TA MA DO DE DO LE DAL DI A ÁRIA REITO DO RA MADO IDA RO DA TA MA DO DE DO LE DAL DI A ÁRIA REITO DO RA MADO IDA DA TA MA DO DE DO LE DAL DI A ÁRIA REITO DO RA MADO a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 95. 95 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-95 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z DAL DI A ÁRIA REITO DO RA MADO IDA DU RO ELO RA DI A ÁRIA REITO DO RA MADO IDA DU RO ELO RA
  • 96. A letra S Escolher um dia ensolarado e levar as crianças a um lugar gramado. Dei- tadas, elas observarão o céu. Deixar que observem as nuvens, as formas com que se parecem. Perguntar por que o dia é diferente da noite, como fica o céu de dia e à noite. Desafiar as crianças a descobrirem a letra do dia: S. Escreva a palavra SOL na lousa. Com o letrômetro à mão, elas serão levadas a reconhecer a letra S.
  • 97. 97 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-97 S SOL a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ...
  • 99. 99 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-99 Tente reproduzir o traçado: Com estas letras, tente formar palavras: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z M T I C R E L A O
  • 101. 101 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-101 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente completar as palavras com as letras que você já conhece: Agora que você completou, ligue os desenhos às palavras: 7
  • 105. 3o BIMESTRE HABILIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LEITURA E ESCRITA PROJETOS • Consoantes − P, F, J, B, G • Nomes ATIVIDADES • Letras − descobrir − conhecer − reconhecer − reproduzir − circular − colagem • Palavras − completar − descobrir − escrever − caça-palavras − colagem − cruzadinha • Poesia • Letras Móveis • Brincadeira Observação – vogais e consoantes serão apresentadas como letras.
  • 106. A letra P Providenciar uma pipa bem parecida com a da ilustração. Apresentá-la às crianças e levá-las a um lugar amplo e aberto, dentro da escola, para verem empinar a pipa. Poderá permitir que tentem e aprendam a empinar. Na volta à sala, escrever a palavra PIPA na lousa e dei- xar que descubram a letra do dia, amplamente destacada durante toda a atividade.
  • 107. 107 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-107 P PIPA A letra é ... a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 109. 109 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-109 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente reproduzir o traçado: Você gostaria de completar estas palavras?
  • 111. 111 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-111 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Observe as figuras e tente circular as que têm o nome começando com a letra P:
  • 112. CRÉDITO DA IMAGEM UTILIZADA NA COMPOSIÇÃO DA PÁGINA SEGUINTE: GENTOOMULTIMEDIA / DREAMSTIME.COM A letra F Iniciar a atividade lendo a poesia “A Foca”, de Vinícius de Moraes, e deixar que a repitam por várias vezes. Escrever a palavra FOCA na lousa. Pedir que escrevam a letra F, primeiramente na lousa e depois no livro.
  • 113. POESIA de Vinícius de Moraes A FOCA I QUER VER A FOCA FICAR FELIZ? É PÔR UMA BOLA NO SEU NARIZ. III QUER VER A FOCA FAZER UMA BRIGA? É ESPETÁ-LA BEM NA BARRIGA. II QUER VER A FOCA BATER PALMINHAS? É DAR A ELA UMA SARDINHA.
  • 115. 115 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-115 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... F FOCA
  • 117. 117 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-117 Tente reproduzir o traçado: Observe os desenhos e escreva os nomes deles: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 119. 119 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-119 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 120. A letra J Iniciar contando a história do Já-Já, de Sylvia Orthof. Escrever o nome da história na lousa. Após a recapitulação da história, propor que desenhem Já-Já em uma folha branca, que será colada na folha ao lado (portfólio). Providenciar várias figuras e desafiar as crianças a escolher apenas aque- las cujo nome comece com a letra J. Deixar que as colem em folha de cartolina. O nome do cartaz será: Letra J Escrever na lousa os nomes das figuras selecionadas. Ressaltar o som da letra J e sua grafia.
  • 121. 121 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-121 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... J JACARÉ
  • 123. 123 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-123 Tente reproduzir o traçado: Com as letras móveis, forme palavras: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 125. 125 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-125 Oba! Você gostaria de circular as palavras? FEIO CATADO FURADO FACA CAMA JACARÉ JOTA TOMATE JACA Tente ler os nomes de pessoas: JOÃO JUCA JOTA JOANA JUREMA JÚLIA a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 126. A letra B Levar as crianças ao pátio e organizar um jogo com uma bola bem colori- da. Explorar as características da bola: cor, tamanho etc. Propor a adivinhação: “Quantos lados tem uma bola?”. Esperar a respos- ta (dois lados – o de dentro e o de fora). Deixar que as crianças brinquem com a bola. Sugerimos a brincadeira “Bola atrás, bola ao centro”. Na volta à sala, escrever a palavra BOLA na lousa. Perguntar com que letra ela começa. Circular a letra após a descoberta.
  • 127. 127 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-127 BORBOLETA B a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ...
  • 129. 129 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-129 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Observe e tente reproduzir o traçado: Cole pedaços de canudinhos de plásticos.
  • 131. 131 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-131 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Pesquise, em jornais e revistas, recorte e cole palavras com estas sílabas: BA BI BE BO BU
  • 133. 133 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-133 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Observe e tente descobrir as palavras que existem e as que não existem. Assinale-as na tabela: BALA BABÁ BOLA BUBU BULA BUI BELA BICO BIFE BOTA EXISTEM NÃO EXISTEM
  • 134. A letra G Reunir as crianças em um lugar diferenciado e desafiá-las a descobrir o que irá acontecer. Fazer suspense! Fornecer dicas, como imitar a voz do gato. Retirar de uma caixa objetos, brinquedos etc. que têm o nome começando com a letra G (uma girafa e um gato de brinquedo, garrafa, gorro, garfo, gaita etc.). Na volta à sala, quando já tiverem descoberto a letra G, apresentar um barquinho de papel e dizer que ele carregará somente o que tem o nome começando com a letra G. Fazer o barquinho passar por todas as crianças, e cada uma deverá dizer uma palavra começando com essa letra. Escrever na lousa as palavras à medida que forem sendo citadas. Não se esquecer de utilizar o letrômetro.
  • 135. 135 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-135 GATO G a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ...
  • 137. 137 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-137 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Observe e tente descobrir: GATO GORRO GUDE Tente reproduzir o traçado: GORILA GOTA
  • 139. 139 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-139 Observe e complete as palavras: A O A E O O A Cole pedacinhos de papel: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 143. 4o BIMESTRE HABILIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LEITURA E ESCRITA PROJETOS • Consoantes − N, Q, H, X, Z , K, W, Y − nomes − sons • Alfabeto completo ATIVIDADES • Letras − descobrir − conhecer − reconhecer − reproduzir − ler − circular − pintar − assinalar − recortar − desenhar − colagem − montagem • Palavras − formação − jogo − completar − divisão silábica − caça-sílabas − cruzadinhas • Poesia • Letras Móveis • Brincadeira Observação – vogais e consoantes serão apresentadas como letras.
  • 144. A letra N Colocar dentro de uma caixa um ninho de passarinho e instigar as crian- ças a descobrir o que há ali dentro. Deixar que sintam o peso e pedir que tenham cuidado, pois se trata de algo muito interessante e que tem muito valor para quem o fez. Depois de ouvir as sugestões, abrir a caixa e fazê-la circular entre as crianças, que poderão perceber, coladas no fundo, a letra N e a palavra ninho. Por alguns dias, o ninho ocupará o Canto de Ciências da sala. Falar sobre a importância do ninho para o passarinho. O assunto poderá se ampliado com atividades feitas em casa pelas crianças.
  • 145. 145 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-145 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... NINHO N
  • 147. 147 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-147 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Escolha uma cor e pinte a letra N: N Pesquise, em folhetos de propagandas, figuras de objetos, brinquedos, coisas cujos nomes contenham a letra N:
  • 149. 149 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-149 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Você já aprendeu várias letras, as quais podem formar várias palavras: NA + VE = NA + DA = NO + TA = NO + VE = NO + NA = Desenhe um objeto cujo nome contenha a letra N:
  • 150. A letra Q É importante que as crianças percebam que, para cada letra apresentada, há sempre uma novidade programada. Um queijo fresco poderá ser oferecido em pequenos pedaços, espetados em palitos para evitar o contato do alimento com as mãos. Começar desafiando as crianças a descobrirem de onde vem o queijo. Escrever a palavra QUEIJO na lousa e circular com giz colorido a letra Q.Deixar que as crianças observem e digam com qual letra ela se parece, quais as diferenças etc. Se achar pertinente, na hora do lanche, servir pizza de queijo. Po- derá ser solicitada a ajuda das mães.
  • 151. 151 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-151 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... QUEIJO Q
  • 153. 153 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-153 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Com um lápis de cor, reproduza o traçado: Tente formar palavras:
  • 155. 155 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-155 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente escrever o que quiser:
  • 156. CRÉDITO DA IMAGEM UTILIZADA NA COMPOSIÇÃO DA PÁGINA SEGUINTE: COREL STOCK PHOTOS Letra H Ler o poema sobre a letra H. Destacá-la no letrômetro e deixar que as crianças percebam suas diferenças em relação às demais letras. Ela não tem som. Consultar a lista de nomes dos alunos e destacar os que têm a letra H. Escrever na lousa uma lista de palavras com essa letra. Após a realização da atividade, cantar: “ H, h a galinha quer botar...”
  • 157. POESIA: A LETRA H A LETRA H É DIFERENTE DAS OUTRAS. ELA NÃO TEM SOM, EM MUITAS PALAVRAS ELA APARECE. QUER VER? HOJE, HORA, HORÁRIO, HIENA! SIM, JÁ É HORA DE APRENDER, E A LETRA H, CONHECER!
  • 159. 159 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-159 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... HIENA H
  • 161. 161 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-161 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente reproduzir o traçado, colando areia e cola: Pesquise, em jornais e revistas, recorte e cole palavras com a letra H:
  • 163. 163 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-163 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente completar: HA RAS RÉM HÉ LICE LIO RCULES HI NO POPÓTAMO HO RA MEM PERTENSO
  • 165. 165 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-165 HI POPÓTAMO HO RA MEM RÁRIO HU MOR MANO PERTENSO a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 166. A letra X Criar uma história em que o personagem fica doente e precisa tirar radio- grafia (raio x) e tomar xarope. Se possível, apresentar o medicamento dentro da caixa. Destacar a pala- vra xarope e pedir às crianças que apontem a letra X.
  • 167. 167 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-167 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... XAROPE X
  • 169. 169 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-169 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Tente reproduzir o traçado. OBA! PIXOTE XEXÉU XALE XOTE XIXI XÍCARA XUXA
  • 171. 171 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-171 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Brinque e complete: X X X P X X L X T X X R P T Com as letras móveis, tente formar palavras e cole-as:
  • 172. A letra Z “Escravos de Jó jogavam caxanguá”... Ensinar essa música e o jogo com caixas de fósforo vazias. No “zigue, zigue, zigue, zá”, as caixas deverão ir para a frente e para trás. Explicar quem era Jó e seus escravos que jogavam caxanguá. Essa brin- cadeira até hoje é realizada pelas crianças. Escrever na lousa: ZIGUE, ZIGUE, ZÁ e destacar a letra Z. Desenhar a letra no chão e deixar que as crianças andem sobre ela.
  • 173. 173 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-173 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... ZEBRA Z
  • 175. 175 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-175 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Cole estrelinhas sobre a letra Z: Forme palavras: Z J E N F I G B P A O U
  • 177. 177 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-177 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Forme palavras: Tente ler: Tente desenhar: 0 10 ZERO ZEBRA DEZ
  • 178. CRÉDITO DA IMAGEM UTILIZADA NA COMPOSIÇÃO DA PÁGINA SEGUINTE: MARCELO FERREIRA DREAMSTIME.COM A letra K Explorar com a turma características da menina Karen. Consultar a relação de nomes das crianças da sala e ressaltar se houver os nomes com a letra k.
  • 179. 179 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-179 k KAREN a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ...
  • 181. 181 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-181 Complete a sequência do alfabeto e coloque a letra K no espaço correto: Tente reproduzir o traçado: Vamos completar esses nomes: A I R A N L B E R E N R A E L V B D H R P Z F J N T X a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 183. 183 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-183 Com as letras móveis, forme palavras: Vamos brincar de forca? P C Dicas: • Costumamos utilizá-lo em alguns alimentos: lanches e sanduíches. • Molhodetomatetemperado,comsaborlevemente adocicado. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z K E T H U
  • 184. CRÉDITO DA IMAGEM UTILIZADA NA COMPOSIÇÃO DA PÁGINA SEGUINTE: MARCELO FERREIRA / DREAMSTIME.COM A letra w Ler a quadrinha sobre a letra W. Em seguida, organizar em um espaço amplo – se possível fora da sala de aula – uma brincadeira grafando no chão, bem grande a letra trabalhada. Uti- lizando caixas de papelão, deixar que as crianças simulem carrinhos e percorram a letra como se estivessem em uma montanha-russa.
  • 185. 185 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-185 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... W WILLIAN
  • 187. 187 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-187 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Vamos reproduzir o traçado: Vamos descobrir com que a letra W se parece! Complete: Com as letras móveis, forme palavras:
  • 189. 189 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-189 Quadrinha! A LETRA W É CURIOSA, PARA ESCREVÊ-LA EU DESÇO E SUBO, EU DESÇO E SUBO. QUE DELÍCIA! PARECE ATÉ UMA MONTANHA-RUSSA. VAMOS BRINCAR? PERCORRA O TRILHO, SEM SE ASSUSTAR! a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 190. A letra Y Ler a quadrinha para as crianças e estimulá-las a descobrir novas pala- vras e nomes com a letra trabalhada. Mostrarumestilingueeexplorartodaariquezadessebrinquedofolclórico.Em seguida, pedir para que elas passem o dedinho onde ele se assemelha com a letra Y.
  • 191. 191 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-191 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z A letra é ... Y YASMIN
  • 193. 193 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-193 Observe e tente reproduzir o traçado: Descubra qual o lugar que a letra Y ocupará. Ufa! É quase no final. A B D E F GH I J K L M N O P Q R S T U V W X Z C a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 195. 195 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-195 Quadrinha! SIM, JÁ É HORA DE BRINCAR E APRENDER! COM A LETRA Y DE YELLOW TAMBÉM DESCUBRO AMARELO! Com as letras móveis, forme palavras: Atenção! Descubra e pinte onde está a letra Y no estilingue. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 199. POESIA de Tatiana Belink A, B, C “Dona Alfa e seu Beto certo dia se encontraram, se sentaram, conversaram e inventaram o Alfabeto. Pondo as letras a marchar, cada qual no seu lugar, para divertir você com as rimas do ABC.” Para encerrar a parada: “Dona Alfa e seu Beto o desfile apreciaram, e contentes, com afeto, para sempre se casaram. Falta agora só você brincar com o ABC.” para sempre se casaram. Falta agora só você brincar com o ABC.” a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 201. 201 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-201 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z VOCÊ JÁ CONHECE TODAS AS LETRAS. Nos espaços abaixo, cole as letras móveis: E D C B A F K J I H G L Q P O N M R W V U T S X Z Y
  • 203. 203 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-203 Tente completar, escrevendo as letras: V A D F I J L O P T X R a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
  • 205. 205 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-205
  • 207. 207 NOME: DATA: / / UMA-LETRA-OUTRA-LETRA_12_PAG-207