Seminário 08: A Diversidade na Pele

688 visualizações

Publicada em

A apresentação faz parte do curso: Estrutura, fisiologia e bioquímica da pele aplicadas à ciência cosmética. A pele é um órgão que apresenta uma grande diversidade. Entre fatores que afetam sua composição estrutural, bioquímica e fisiológica estão: raça, sexo, sítio anatômico, condições ambientais, dieta, idade e massa corpórea. A presente apresentação tem como objetivo descrever essas diferenças e seu impacto no desenvolvimento de produtos de uso tópico.

Publicada em: Ciências
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Seminário 08: A Diversidade na Pele

  1. 1. Estrutura, fisiologia e bioquímica da pele aplicadas à ciência cosmética. Alexandre Ferreira A Diversidade da Pele
  2. 2. Fontes de Variação Raça Idade Sexo Estado Hormonal Sítio Anatômico Massa corpórea Clima Dieta
  3. 3. Pele e Raça
  4. 4. Considerações Iniciais • Muito já sabe sobre características Biofísicas e Somatosensorial dos diferentes tipos étnicos • Muito a aprender: diferenças biológicas dos tipos étnicos
  5. 5. Dificuldades de estudo • Diferenças biofísicas e bioquímicas não são delineadas claramente – Dados contraditórios entre estudos – Divisão simplista dos grupos raciais (Negros, Brancos, Asiáticos) – Não considerado o background racial – Amostragem pequena nos grupos estudados – Usados diferentes sítios – Estudos realizados em diferentes regiões geográficas – Grande diferença entre indivíduos
  6. 6. Dificuldades de estudo • Clima influencia estrutura a e função da pele – Adaptação fisiológica às condições ambientais • Pele sofre alterações sazonais – Adaptação da barreira e descamação do estrato córneo
  7. 7. Etnia x Raça x Fototipo • Etnia – Grandes grupos de população que compartilham cultura e/ou linguagem (ex. mongoloides) • Raça – População específica em termos de similaridades genéticas (ex. Japoneses) • Foto-Tipo – Cor da pele e sua habilidade de responder a radiação UV com reações de queimadura / bronzeamento (I a VI)
  8. 8. Tipos Raciais Caucasoide Mongoloide Capoide Australoide Negroide • Europeus • Povos do oriente médio • Índia • Leste Asiático • Indonésios • Polinésios • Micronésios • Ameríndios • Esquimós • Tribo Kun San da África • Aborígenes • Melanésios • Papuanos • Negritos • Povos tribais da Índia • Negros Africanos • Afro- Americanos • Afro- Caribenhos
  9. 9. Cor • Diferença mais obvia entre tipos raciais – Mais influenciada pelo conteúdo de melanina • Função de: – Tipo de pigmento – Empacotamento e arranjo dos pigmentos – Quantidade de melanina – Exposição a UV • Vasta maioria dos indivíduos apresentam pele com cor – Pouca informação/contradições diferenças na pele
  10. 10. Pigmentos Hemoglobina Oxihemoglobina Cor Rosa Melanina Tons de Marrom Carotenos Coloração Amarela / Laranja
  11. 11. Melanina Radical Livre Estável Eumelanina Semiquinona centrada em oxigênio Feomelanina Semiquinona centrada em nitrogênio Tamponante redox Ligante a cátions Trânsito de elétrons (resíduos quinina e catecólico) Trocador de 1 ou 2 elétrons de radicais livres Sequestrante de radicais livres Captador de radiação UV ao IR Melanina
  12. 12. Melanossomos • Negroide / Australoide − > número (2x) = mais melanina − Maiores − + dispersos individualmente • Caucasoide & Mongoloide − Encontrados em grupos de 2 ou mais Variações Arranjo espacial Quantidade Tamanho Tipo de Melanina
  13. 13. Importância do Melanossomo Ortoquinonas Melanogênesis ↑ Reatividade Melanossomo DNA Proteínas Danos Inativação das enzimas de síntese Protege maquinaria celular Amadurecimento Tipo I a IV
  14. 14. Dinâmica do Melanossomo Melanossomo Negroides Pele Clara Negroide > Indianos > Mexicanos > Chineses > Europeus Tamanho + lenta em Negroide Degradação • Pele Clara: Tipo I e II • Pele Escura: Tipo IV Prevalência Negroide > pele clara Atividade de Síntese Lisossomo 2arioDisperso Pele ClaraNegroides Disposição pH <6,8 Inibe Estimula >6,8 NegroidesPele Clara
  15. 15. Transferência Melanócito Queratinócito PAR-2 + Serina Protease UV + Melanização Pele Clara ↓ Negroide/hiperpigmentada ↑ + + p53 CPD Mastócito Triptase
  16. 16. Síntese melanina Tirosina DopaquinonaDOPA Tirosinase Cisteína Cisteinil DOPA Oxidação Feomelanina Dihidroxi indol (DHI) Dihidroxi indol (DHICA) Eumelanina oxidação polimerização
  17. 17. Tipos de Melanina (correlação) Melanossomo esférico Amarelo / Vermelho Solúvel em alcális Feomelanina Composto minoritário até em tipos de pele mais claros DHI Marrom Escuro / Preto Insolúvel Pele tipo V e VI Sítios fotoexpostos DHICA Marrom Claro Solúvel em álcalis Eumelanina
  18. 18. Fotoenvelhecimento Conteúdo de Melanina Varia nos ≠ grupos raciais Fotoproteção Todos os Grupos Formas ≠ Caucasianos mais atingidos • > Dano dermal • Áreas de atrofia e necrose Quanto mais de pigmentação escura na pele mais mantém propriedade pele jovem Manutenção das propriedades elásticas de pele Negroide > Brancos e Hispanicos Rugas Caucasoide > Hispânico > Negroide > Asiático Outros fatores que não melanina FPS 13,4 3,4 Pele Negra Pele Branca +5Comer Peixe Hiperpigmentação Pele mais Escura
  19. 19. • Negra − Mesma espessura Branca − > coesão − > descamação • Branca − < no. Camadas • Asiática − Mais fina Estrutura da Epiderme Epiderme • Não difere Corneócitos • Área superficial não varia Mais sensível a substâncias químicas Estrato Córneo > Resistência elétrica Varia em função do sítio estudado
  20. 20. Barreira Cutânea Conteúdo de Ceramidas: • Asiáticos > Hispânicos > Brancos > Negros TEWL Negros > Brancos > Hispânicos > Asiáticos (inversamente proporcional ao conteúdo de ceramidas) Recuperação da Barreira • Mais rápida em Negros Função Barreira > Quanto mais escura é a pele (mesmo reportado < quantidade de ceramidas) Função barreira mais suscetível a danos mecânicos
  21. 21. Outros Fatores Hidratação • Resultados contraditórios • Dificuldades em realizar estudos − Variação em sítio de medição, equipamento, desenho experimental • Conteúdo de NMF − Caucasoide > Negroide > Asiáticos pH • Pouca ou nenhuma influência da raça − Variação em sítio de medição, equipamento, desenho experimental < quantidade de Catepsina L2 Pele cinzenta
  22. 22. Outros Fatores Flora Bacteriana • Pele Negra > Branca − Propionibacterium acnes, bactérias aeróbicas, Candida albicans
  23. 23. Écrina Apócrina Glândulas sudoríparas Atividade Composição da secreção Negroide absorvem menos NaCl que Caucasoide Tamanho e No. Negroide > Caucasoide > Chinês Negroide Mais secreção, mais túrbida, diferente odor Diferença principal entre densidade de glândulas ativas do que de No. > Asiáticos No.
  24. 24. • Aumento Poros • Alteração flora Glândula Sebácea Conteúdo de sebo no cabelo Negroide > Caucasoide Negroide glândulas maiores Secreção Negroide > Asiáticos > Caucasoide / Hispânicos Acne Incidência = diferentes grupos Resposta Alcatrão Negroid comedão Caucasoide inflamação ↓ pH
  25. 25. Sistema Imunológico Irritação Pele escura Maiores grânulos Triptase Sistema de Receptores ativados por protease ≠ em Prurido (PAR-2) Hiperpigmentação Sódio Lauril Sulfato Caucasoide > Negroide Ác. Octanóico; Decanol; Ac. Acético Asiático > Caucasoide sensibilidade > Quantidade Negroide Mastócito
  26. 26. Irritação Somatossensorial Temperatura Calor Negroide < Caucasoide limiar Fibras nervosas Não há diferença entre grupos raciais densidade ≠ percepção de dor e sensibilidade da pele Caucasoide x Asiático
  27. 27. Sexo
  28. 28. Hormônios Ovário Adrenal Testículo Pele Estrógeno Progesterona Testosterona ♀ Aromatase di-hidrotestosterona 5-a-redutase ♂Cortisol ≠ atribuída a hormônios sexuais e de estresse
  29. 29. Propriedades da Epiderme Hidratação • Sem diferença TEWL Mulher = Homem pH - efeito minoritário (se há) de hormônios • ≠ devido a hábitos cosméticos • Diferença observada em recém nascido: menina mais ácido que menino Diferenças na função barreira ♀ ♂ Alteração conteúdo esfingolipídeos Não se altera Idade Adesão do SC >♀ <♂ de 15 a 69 anos Desaparece em idades maiores
  30. 30. Dinâmica da Epiderme ♂ < taxa de cicatrização + Andrógenos ♂ = ♀ • Espessura do SC • Descamação do SS
  31. 31. Estrutura da Pele ↓♀ ↑♂ Espessura de 5 a 90 anos ♀ Mantém Hormônio Retenção de água Menopausa Reduz após menopausa Reposição Hormonal Aumenta até 50% ♂ ↓ Espessura Elasticidade & Extensibilidade torcional • Não difere Conteúdo de colágeno Idade Reduz 1% ao ano
  32. 32. Subcutâneo ♂ • Depósito visceral ♀ • Região Glútea-Femoral • > gordura Total • > gordura subcutânea
  33. 33. Circulação cutânea EstrógenosLuteal Fluxo Basal Pré ovulatória > Fluxo Sistema nervoso simpático a2-Adrenoceptores vasoconstritores Fluxo ♀ < ♂ > Até 50 anos
  34. 34. Imunologia ♂ Mais susceptível a infecções bacterianas e virais ♀ Mais susceptível a doenças auto-imunes e inflamatórias • Artrite reumatóide (4x) • Lupus sistêmico (9x) Câncer de Pele • Carcinoma de células escamosas (2x) • Melanomas UV > imunossupressão Cortisol estresse +
  35. 35. Cor da pele ↑♂ • Mais escura • Menos reflexiva Possível ação Hormonal Derme superior mais vascularizada Mais melanina • ↑ pigmentação • Persiste mais tempo UV Distribuição de melanócitos igual
  36. 36. Pêlos Hormônios Solas Sobrancelhas Cílios Púbis Axila Face Sem Pêlos Não responsivos Responsivos ♂ Masculinos ↓ Perda de pêlos Alopecia Androgênica Andrógenos ♀ Hirsutismo ↑ 5–15% caucasoide Espironolactona Mestranol Noretindrona/Dexametasona +
  37. 37. Glândulas sudoríparas Écrina Apócrina >♂ Secreção <♀ Secreção Metabolização Flora Bacteriana • Sudorese • pH • Sebo ≠ ♀♂ ≠ Odores
  38. 38. Glândulas Sebáceas + Andrógenos • ↑ Tamanho • ↑ Atividade Secretória ♀♂ ↑ > < Secreção de Sebo ↓ Tamanho dos Poros Sebo • Manter flexibilidade e extensibilidade do SC • Resistência a água • Estética indesejada • Alargamento de poros • Acne
  39. 39. Sensorial ♀ Menos sensível: • frio ♂ Menos sensível : • dor • extremos de temperatura ♂ = ♀ Mastócito • Dor • Coceira Mesma densidade e distribuição ♂ > Reação a Histamina > Reação de inchaço ♀ Fontes Espessura da pele Fluxo sanguíneo e vasos Estrutura e função dos nervos Histamina
  40. 40. Abordagem cosmética • Compreensão de diferenças ligadas o sexo – Melhorar os tratamentos cosméticos • Intervenção cosmética – Modulação da ligação de hormônios a seus receptores – Modulação da retenção de água
  41. 41. Oportunidades Aumento dos Poros ♂ ♀ ♂ • Controle de transpiração • Produção de odores Suor Flora Bacteriana ♂ • Vermelhidão • Pêlo encravado • Ressecamento • Irritação • hiper-reatividade Pêlos Faciais > no. pêlos Mais permeável Barbear Entupimento de poros (Acne) Excesso de seboProdução de Sebo
  42. 42. Fotoproteção UVA/ UVB > Inunossupressção ♂ Caucasoide ↑ suscetibilidade ao Estresse ↑ Câncer de pele Alteração Imunológica Fotoproteção
  43. 43. Percepção Sensorial ♀ ≠ • Percepção sensorial • Tolerância ♂ • Taxa de absorção/penetração • Sensação residual tardiaContribui Hedonismo da formulação
  44. 44. Sítio anatômico
  45. 45. Diferenças TEWL Varia fortemente em função do sítio anatômico • No. de glândulas sudoríparas écrinas / Espessura SC • Palmas > solas > testa >pele auricular posterior = dorso da mão > antebraço = braço = coxa = peito = abdômen = costas > Corneócito > caminho da permeação < absorção > descamação < espessura > absorção Hidratação • Variação na morfologia do SC • Variação na quantidade de lipídeo • Palma, sola > abdômen, costas, pernas Tamanho do corneócito • Variação na Descamação• Varia em função do sítio anatômico
  46. 46. Outros Características pH • > em locais com oclusão fisiológica • Axila, dobras submamárias e inguinais, entre os dedos Conteúdo de Melanócitos • 17±8 por mm Ombros • 12±7 por mm Pernas e Braços • 3±2 por mm parte anterior do Tronco Espessura do Estrato Córneo • 6±2 camadas Área Genital • 12±2 Camadas Coro cabeludo e Tronco • 15±4 nas extremidades • 47±24 nas Solas • 86±36 nos calcanhares
  47. 47. A Pele da Grávida
  48. 48. Alterações Hormonais Progesterona Estrógeno Placenta 90 1 2 3 4 5 6 7 8 Meses Gonadotrofina Coriônica Ovário
  49. 49. Alterações Hormonais Adrenal Pituitária HIPERTROFIA Glicocorticoide: Cortisol Mineralocorticoide: Aldosterona Esteroide sexual: dehidroepiandrosterona Tireoide Gonadotrofina ↑ mais que 2X ↑ Produção de Hormônios 2º trimestre ↑ Metabolismo
  50. 50. Estímulo a melanócitos ↑ Progesterona ↑ Estrógeno Hormônio estimulador de melanócito Produção de melanina HIPERPIGMENTAÇÃO Placenta Moléculas bioativas lipídeos +
  51. 51. • Alteração mais frequente • 90% dos casos • ↑ em cútis mais escura Escurecimento cicatrizes recentes ↑ Estrógeno ↑ Hormônio Estimulador de Melanócito (a-MSH) ↑ Progesterona Alteração hormonal Mamilo, genitália, axila , porção interna da coxa, pele periumbilical Escurecimento de área já pigmentadas Escurecimento Linea Alba Linea Nigra HIPERPIGMENTAÇÃO Melasma UV ↑ Manchas de melanocitose dermal Melanoníquia Estriada Transitório
  52. 52. Sardas e Nevos - Em debate - Risco de lesão maligna ↑ Estrógeno Escurecimento ↑ Hormônio Estimulador de Melanócito (a-MSH) ↑ Progesterona Alteração hormonal↑ no Número
  53. 53. Cabelo CABELO Grande quantidade de cabelo entre na fase telógena Espessamento do fio de Cabelo Fase anágena é prolongada Gravidez Pós-Parto ↑ pêlo no corpo e face Perda de cabelo (eflúvio telógeno) Desbaste difuso Recuo Frontoparietal Nem sempre é completamente reversível
  54. 54. Unhas Necessário diferenciar de quadros patológicos Sulcos Transversais Onicólise distal hiperqueratose subungueal Leuconíquia Unha fica macia e quebradiça Tratamento desnecessário • Psoríases • Onicomicose • Líquen plano UNHAS
  55. 55. Tecido conectivo Abdômen > Coxas braços seios, axilas, nádegas Local acometido Bandas atróficas, pálido cor da pele Próximo ao Parto Prurido Caucasoide (90%) > Negroide/Asiáticos Prevalência Bandas violáceas Inicia Formação • Grau de distensão abdominal • Ganho de peso • Pré-disposição genética • Mudanças hormonais (estrógeno, homonio adrenocortical, relaxina) Fatores Persistem pós-parto Ficam menos evidentes Nem sempre benéficos: • Massagem c/ água/óleo • Cremes c/ a-tocoferol / hidrolisado de colágeno e elastina / extrato de Centella asiatica (Derivados de triterpenos pentacíclicos) Pouca eficácia: • Óleos de Aloe • Tretionina • Laser Tratamentos Striae distensae (striae gravidarum)
  56. 56. Função Glandular ↑ da atividade das glândulas sebáceas ↑ da atividade das glândulas écrinas em várias partes do corpo MiliariaHiperidrose 50% Imprevisível formação de Acne vulgar Hipertrofia das glândulas da auréola Glândulas Resolve pós- parto
  57. 57. Tumores Cutâneos • Hemangiomas • Hemangioendoteliomas • Tumores glomicos Outros GRAVIDEZ Alterações Hormonais • Quelóides • Dermatofibromas • Neurofibromas plexiformes Proliferação Face, pescoço, peito, axila, área infra mamária Tardio na gravidez Encolhe pós- parto Gengivas 2º trimestre Regride meses pós-parto Pode ulcerar causando dor Molusco fibroso gravídico Granuloma gravidarum
  58. 58. Alterações Vasculares 65% em Caucasóide 35% em Negroide Eritema Palmar Alterações Hormonais ↑ Pressão intravascular Alterações Vasculares Angioma Estelar 67% em Caucasóide 11% em Negroide • Pescoço • Garganta • Braço • Face • Perna • Hemorroidal • Vulvar Varizes 40% Maioria das vezes regridem
  59. 59. Tratamentos cosméticos • Maioria de medicamentos / substâncias / tratamentos não testados em grávidas – Exceção: Toxina botulínica • Muitos sintomas regridem pós-parto • Possibilidade de realizar tratamentos após o parto Usado na Distonia Cervical
  60. 60. Massa corpórea
  61. 61. Diversos ↑ Massa Hiperpigmentação ↑ TWEL ↓ Barreira ↑ secreção serina protease PAR-2
  62. 62. KnowWhy treinamentos especializados Alexandre HP Ferreira, Ph.D. www.linkedin.com/company/knowwhy alexhpf@yahoo.com.br Campinas - SP www.facebook.com/KnowWhy.br twitter.com/knowwhy_br br.linkedin.com/in/alexandrehpferreira/

×