Vozes de valor apresentação da eja de pe - evento ed. moderna - out. 2013

556 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
556
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vozes de valor apresentação da eja de pe - evento ed. moderna - out. 2013

  1. 1. GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DE JOVENS, ADULTOS e IDOSOS Claudia M. de Abreu Maria Cândida Sérgio
  2. 2. Modalidade da Educação de Jovens e Adultos Atualmente, em todo o Estado, 647 escolas atendem à modalidade da EJA, com 114.324 estudantes em turmas do ensino fundamental e médio, e há 19 escolas que atendem à modalidade de EJA em unidades prisionais, com 7. 404 reeducandos matriculados. Em anexo, segue o mapa de atendimento nas unidades prisionais. Nesse contexto, a Gerência de Políticas Educacionais de Jovens, Adultos e Idosos/GEJA busca promover iniciativas específicas e necessárias para esses estudantes que constituem os sujeitos da EJA. ATENDIMENTO EJA GRE ESCOLAS ESTUDANTES 17 647 114. 324 Censo 2013/ SE-PE EDUCAÇÃO EM PRISÕES GRE ESCOLAS ESTUDANTES 10 19 7.404 SERES 2013
  3. 3. Ações  Diversificação das propostas pedagógicas e Curriculares para atendimento dos diversos sujeitos;  Orientações Teórico Metodológicas;  Parâmetros Curriculares Estaduais;  PROEJA;  EJA Campo;  Plano Estadual da Educação em Prisões;  Adesão as mais diversas formas de financiamento;  Atendimento (Integração e Intersetorialidade);  Reuniões integradas;  Programas Intersetoriais;  Percurso formativo dos estudantes;
  4. 4. Assegurar o acesso, permanência e o sucesso no percurso formativo da Educação Básica
  5. 5.  Programa de formação continuada em serviço;
  6. 6. “Ajudar na elaboração do sonho de mudança do mundo como na sua concretização, de forma sistemática, ou assistemática, na escola, como professor de matemática, de biologia, de História, de Filosofia, de problemas de linguagem, não importa de quê; em casa, como pai, ou como a mãe, em nosso trato permanente com filhas e filhos, em nossas relações com auxiliares que conosco trabalham, é tarefa de mulheres e homens progressistas. De homens e mulheres que não apenas falam de democracia mas a vivem, procurando fazê-la cada vez melhor.” (FREIRE, Paulo. Pedagogia da Indignação, p. 22)
  7. 7. Gerência de Políticas Educacionais de Jovens, Adultos e Idosos ejapernambuco@hotmail.com 3183-8756/8757/8762

×