RELATÓRIODE GESTÃO   2009 a 2011
“NENHUM DE NÓS É TÃO BOM QUANTO TODOS NÓS JUNTOS”.							               Ray Kroc
O que vocês verão a seguir é um resumo do que conseguimos fazer nos meus                                                  ...
O RETORNO DA    Ao assumir a administração do Atlético, no final do ano de 2008 e início de 2009,                a atual d...
Renegociação de Dívidas                                               Controle de DESPESAS                                ...
Investimento                                                            no Patrimônio,                                    ...
Obras executadas na Cidade do Galo                                                                                        ...
ALGUNS DESTAQUES DO                                              3   1                                  1CENTRO DE EXCELÊN...
DEPARTAMENTO MÉDICOCom grande investimento na aquisição de equipamentos de                       O aumento da exigência fí...
No Campeonato Brasileiro de 2009, com um elenco forma-                                                                    ...
Ao todo, 112 jovens atletas moram na Cidade do Galo, em                                                                   ...
CATEGORIAS DE BASE                                                                                                        ...
Vila Olímpica                                                Labareda» Construção de uma moderna e ampla                  ...
FORTALECIMENTO                 O trabalho desenvolvido na atual admi-                 nistração destacou-se pela luta inca...
Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil
Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil
Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil
Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil
Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil
Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil
Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil

25.219 visualizações

Publicada em

Relatório da Gestão de Alexandre Kailil no Clube Atlético Mineiro, entre 2009 e 2011.

Publicada em: Esportes
14 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Kalil as marias estao interesadas em seu portugues que pobres !! dale galoooooo dale Kalil 'mr:Kalil you are the fuck man '
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • CAbeção, está se gabando ai, mas seus textos estão cheio de erros de portugues. E primáaaaarios:
    1) onde escreveu 'mais' deveria ter escrito 'mas'
    2) onde escreveu 'quiz' deveria ter escrito 'quis'
    3) onde escreveu 'emcabido', deveria ter escrito 'encabido'
    4) onde escreveu 'exctasy' deveria ter escrito 'ecstasy'

    Sem contar o tanto erros de pontuação que cometeu.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Caro Alexandre Kalil

    TODOS, TODOS os clubes tiveram aumento boçal na receita decorrente da grande elevação da cota e dos valores dos patrocínios. Todos os presidentes autais se gabam de terem sanado financeiramente seus clubes.

    O que vi no Galo nos últimos três anos? O time entregue a Luxemburgos e Maluf, a perda de ídolos da Massa (MARQUES E TARDELLI), a contratação de mil jogadores do ex-rival, e a perda da NOSSA DIGNIDADE (QTAS VEZES O CRUZEIRO NOS GOLEOU? QUANTOS VEXAMES PAGAMOS NO FINAL DO BRASILEIRÃO 2009? E AS CAMPANHAS DO REBAIXAMENTO DE 2010 E 2011? FORA O LASTIMÁVEL 6 A 1, A MAIOR HUMILHAÇÃO DE NOSSA HISTÓRIA).

    VOCÊ NÃO ESTÁ NO FUTEBOL HÁ 30 ANOS? HÁ QUANTOS ESTÁ O MALUF? SE VOCÊS NÃO APRENDERAM ATÉ AGORA, PORQUE APRENDERIAM EM TRÊS ANOS.

    Deixe de ser COVARDE, assuma a derrota e ENTREGUE SEU CARGO.

    NÃO DESTRUA O GALO!!!!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Galo Doido!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Esse tal Cabeção Andrade é um cara muito estranho.
    Moleque novo, escreve muito bem, tem um ar prepotente e arrogante, talvez seja de uma educação bastante refinada.
    Deve ser um psicopata, talvez um pederasta ou talvez um pedófilo!
    Cara muito estranho. Seus comentários são muito estranhos!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.448
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
455
Comentários
14
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clube Atlético Mineiro - Relatório de Gestão 2009/2011 - Alexandre Kalil

  1. 1. RELATÓRIODE GESTÃO 2009 a 2011
  2. 2. “NENHUM DE NÓS É TÃO BOM QUANTO TODOS NÓS JUNTOS”. Ray Kroc
  3. 3. O que vocês verão a seguir é um resumo do que conseguimos fazer nos meus três anos de mandato à frente do Atlético. Esclareço que este material foi feito e custeado por mim. Não tive a pretensão de maquiar dados ou supervalorizar feitos. Relato, aqui, apenas o que foi esse triênio da nossa administração. Sem querer ser egoísta, já que ninguém mais do que eu sabe que só uma equipe é capaz de fazer o que foi feito, usarei a primeira pessoa, pois entendo que sou o res- ponsável maior, principalmente pelas coisas que não aconteceram da forma como deveriam. Sentar na cadeira de presidente do Atlético e comandar esta nação é um enorme privilégio. Tenho certeza de que um dos maiores objetivos que tra- cei foi cumprido: mostrar a todo mundo, da melhor forma que pude e con- segui, o tamanho do Atlético. Não aceitei, em momento algum, que desres- peitassem a nossa grandeza. Errei? Errei sim. Contudo, erros que me permitiram amadurecer e entender que o aprendizado diário é fundamental para os acertos. Dizer que acertei mais do que errei pode ser uma análise perigosa, e não cabe a mim fazê-la. Acreditei que podia fazer as coisas acontecerem de uma forma mais rápida, mas, infelizmente, não é assim que funciona no futebol. A mim, cabe correr atrás do objetivo principal, da razão de ser de tudo isso. Buscar, incansavel- mente, o que transformará toda essa paixão em orgulho. Sim, falo do título, da conquista, da vitória! Ela é a tradução, a consequência de tudo o que você poderá constatar aqui. Sem ela, tudo perde o sentido. Entendo que, no futebol, a bola não pode, ou pelo menos não deveria, en- trar por acaso. Nas páginas a seguir, vocês verão que estamos prontos para ganhar, mesmo que alguns não queiram aceitar isso. Tenho que acreditar que os frutos serão colhidos e que esse é o caminho. Estar presidente do Atlético muito me orgulha e me honra. Meus filhos, familiares, amigos e muitos torcedores tinham razão quando diziam que, se eu deixasse de sentar nesta cadeira, algo teria faltado em minha vida. Tenho uma missão e a certeza absoluta de que o trabalho não acabou e pode ser ainda melhor. Muitas vezes, durante esses três anos, me perguntei por que isso, por que aquilo? Nós somos assim, tendemos a aceitar o que nos convém e teimamos em não aceitar o que não nos agrada. Aprendi muito e quero continuar buscando o que vim fazer aqui. Antes de terminar, não posso deixar de falar aos conselheiros. Vocês confia- ram no que eu podia fazer e me deram esta oportunidade. Muito obrigado! Ao Conselho, cabe a responsabilidade maior de escolher o futuro presidente do nosso clube. Enfatizo, também, o meu reconhecimento aos profissionais da imprensa, que me acompanharam durante esses três anos. Quero, ainda, demonstrar a minha gratidão ao torcedor do Galo, que me carregou nos braços, e a quem não quero decepcionar; aos funcionários, que me ajudaram entendendo que era fundamental uma mudança de filosofia; e à minha diretoria, sempre abnegada e pronta para fazer o melhor. Agradeço demais aos meus filhos, razão de ser de tudo isso. Obrigado tam- bém aos meus pais, que já se foram, mas não deixam de olhar por mim. Por Alexandre Kalil fim, obrigado Deus, muitas vezes te questionei e não tinha esse direito. O Presidente Senhor sabe o que faz.2 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 3
  4. 4. O RETORNO DA Ao assumir a administração do Atlético, no final do ano de 2008 e início de 2009, a atual diretoria encontrou um panorama desafiador no que se refere à situaçãoCREDIBILIDADE administrativa do Clube: salários atrasados em todos os setores, falta de crédito no Reorganizar os compromissos e mercado e situação financeira deficitária. cumpri-los em dia. Adotou-se, então, um planejamento de “choque de gestão” para mudar a vida do Atlético, tanto em sua organização interna quanto na relação com o mercado. Concentrar os investimentos no Foram implementadas diversas mudanças visando ampliação de receitas e melhor futebol profissional e nas categorias gestão dos recursos e investimentos. A ordem era reorganizar os compromissos, cumpri-los em dia e concentrar os investimentos no futebol profissional e nas ca- de base. tegorias de base. Entenda as principais mudanças: QUADRO ADMINISTRATIVO ATUAÇÃO JURÍDICA Após avaliações profundas, iniciou-se uma reorganização no A atual diretoria trouxe importante reformulação ao depar- quadro de funcionários, tornando-o mais adequado às de- tamento jurídico, garantindo eficiência e segurança nas ques- mandas do Clube. Várias outras medidas visando melhorias tões consultivas e contenciosas do Clube. na gestão de recursos humanos e na qualidade de vida dos funcionários se tornaram viáveis, tais como: Para tanto, buscou-se a reestruturação das atividades desen- volvidas, com vistas à realização de minuciosa avaliação das pendências judiciais nas áreas cível, fiscal, trabalhista e previ- denciária, objetivando soluções e orientações consultivas ao » O compromisso e a » Investimento em Clube. segurança dos salários em dia. treinamento e bolsas para O departamento jurídico vem realizando estudos aprofunda- formação acadêmica. » Qualificação na dos sobre a legislação que disciplina as atividades das associa- ções de prática desportiva, com o objetivo de se dar, à direto- contratação de mão de obra » Vale-transporte para ria atual e também às futuras, ferramentas hábeis à melhor especializada funcionários com salário até gestão do Clube. Visa-se, ainda, o fornecimento de subsídios R$700,00. jurídicos ao Atlético para que possam ser formuladas pro- » Plano de saúde e dentário postas de elaboração e alteração legislativa, relacionadas às a todos os funcionários. » Alimentação de qualidade questões que envolvam os múltiplos aspectos do futebol. gratuita em todas as unidades. Os esforços se dividem entre a solução das pendências pré- existentes, o pronto atendimento às novas demandas e, prin- cipalmente, a prevenção da formação de novos conflitos. 14º salário Em 2010, pela primeira vez, o Clube pagou, junto à gratificação natalina, o 14º salário. Ao todo, 180 funcionários com rendimento até Certificado como o clube que obteve o R$1.100,00 foram agraciados com o bônus. melhor desempenho junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, dentre os que disputaram as séries A e B do Campeonato Brasileiro de 2009. Em 2011, no TJD/MG, foram apenas duas as condenações sofridas nos 14 processos em que o Clube foi parte, sendo que ambas corresponderam à simples suspensão automática dos atletas expulsos. Foram recuperados e liberados valores de depósitos recursais e penhora de créditos constantes em contas judiciais, em ações trabalhistas já extintas, em montante superior a R$ 260.000,00. Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 5
  5. 5. Renegociação de Dívidas Controle de DESPESAS Aumento na arrecadaçãoAo longo desses três anos, a atual administração trabalhou intensamente para que No início de 2009, foram adotadas di- Arrecadação Anual Credibilidade com investidoresos diversos passivos financeiros de origem tributária, trabalhista ou cível fossem versas medidas para melhorar a gestão Prejuízos Contábeis No triênio em questão, o Clube alcançoucontrolados e sanados. Isso abriu caminho para que o Atlético mantivesse seus dos gastos, isto é, controlar melhor a um aumento significativo em sua arre-compromissos em dia, deixando para trás uma imagem de clube “devedor” paraser visto como um clube “investidor”. demanda de compras e contratação de serviços de todas as unidades, visando o equilíbrio entre receitas e despesas. 100M R$103 milhões* cadação com patrocínios. As cotas de patrocínio que envolvem exposição de marca nos uniformes do time de futebol 128% de aumento na arrecadaçãoSob a gestão da atual diretoria, dezenas de ações, notadamente reclamatórias tra- R$93,2 profissional cresceram mais de 128% embalhistas, foram encerradas em razão do cumprimento, pelo Clube, das obrigações Uma das primeiras etapas foi implemen- milhões relação aos contratos anteriores. com patrocíniosimpostas nas respectivas decisões judiciais condenatórias. Além disso, conseguiu-se tar a Central Única de Compras, com su- 157% 90Mreduzir em mais de 50% os elevados valores devidos em razão de ações judiciais pervisão e controle na Sede Administra- Destacam-se, também, os diversos pa-trabalhistas já julgadas. tiva e com os seguintes objetivos: trocínios que não envolviam espaço nos uniformes e que também trouxeramDentre as diversas conquistas, destacam-se: » Renovar a carteira de fornecedores, 80M investimento financeiro e no bem-estar de aumento com o patrocínio master exigindo excelência no atendimento às dos funcionários e associados dos clu-TRABALHISTAS CORREIOS necessidades do Clube. bes de lazer, tais como a AMBEV, SAN-» Recolhimento de passivo trabalhistajunto ao TRT-Juízo auxiliar: R$23,4 mi-lhões. » A dívida com os CORREIOS é prove- niente da implantação do projeto TOR- CEDOR COLABORADOR, em 2007, e es- » Gerar economia pelo critério de cotação e avaliação dos participantes nas 70M R$60,8 R$66,1 milhões TA CASA, MAN/VOLKSWAGEN, FACUL- DADES PROMOVE e BELO DENTE, entre outros. 137,5% de aumento com o patrocínio mangas tava acumulada em R$1.839.097,26. concorrências. milhões» Acordos trabalhistas fora do TRT-Juízo 60M O patrocínio master, que inclui o princi-auxiliar: R$2,5 milhões. » Esta dívida foi renegociada em 30 par- » Integração entre as unidades (Sede, pal espaço nos uniformes de jogo e ou- 81,6% celas e o valor quitado até o momento Labareda, Vila Olímpica e Cidade do Galo), tras propriedades de mídia, foi firmadoSERASA é de, aproximadamente, R$1,1 milhão. com a marca Banco BMG, apresentan-» Os protestos na SERASA eram 180 ao imprimindo maior eficiência ao processo. 50M do, em 2010, uma valorização de 157%final de 2008 e, hoje, estão ZERADOS. EGL Iniciou-se, também, a implantação do em relação ao patrocínio anterior. de aumento com o patrocínio de » Negociação da dívida EGL com isenção» Ao final de 2008, havia 254 inclusões de correção da Selic/CDI por 30 meses, ERP (Enterprise Resource Planning) TO- material esportivo TVS. Esta ferramenta administrativa é R$36,4 O mesmo aconteceu com o patrocíniodo nome do Atlético no órgão restritivo correspondendo a uma redução de cus- 40M uma plataforma digital desenvolvida milhões nas mangas - Ricardo Eletro - que 4ºde crédito, decorrentes de ações cíveis. to na ordem de R$25,8 milhões.Atualmente, são apenas 3 negativações, para integrar os diversos departamen- apresentou uma valorização da pro-já em processo avançado de negociação. ESPORTE PARA TODOS tos da empresa, possibilitando a auto- 30M priedade de 137,5%. no ranking VIDA ATIVA - PBH mação e armazenamento de todas as R$23,2 O contrato para fornecimento de ma- Pay-Per-View em 2011TIMEMANIA » Adesão aos programas “Esporte para informações de negócios. milhões terial esportivo, firmado com a marca» Regularização e manutenção do par- Todos” e “Vida Ativa”, criados pela Pre- R$19,6celamento especial concedido pela Lei feitura Municipal de Belo Horizonte, Assim, o Atlético voltou a ter crédito no 20M milhões Topper, apresentou, em 2010, uma va-n.º 11.345/06, denominado “Timema- que concedem, mediante contrapartida mercado junto aos fornecedores, pois lorização da propriedade de 81,6% emnia”, o qual contempla débitos previ- oferecida pelo Clube, desconto de 80% os compromissos financeiros passaram R$12,3 relação ao patrocinador anterior.denciários e não previdenciários junto sobre sua dívida total com o Município, milhões* a ser planejados dentro da realidade doà Receita Federal, débitos junto à Pro- no valor originário de R$6.422.667,81. Clube e cumpridos com rigor. 10Mcuradoria Geral da Fazenda Nacional e A redução da dívida foi de, aproxima-débitos com o Fundo de Garantia por damente, R$4 milhões.Tempo de Serviço (FGTS), pelo prazo de Houve, ainda, significativa redução PAY-PER-VIEW (PFC)240 meses. Pagamentos Timemania - » Além disso, o Atlético será beneficia- dos prejuízos contábeis ano a ano.» 0 O Atlético aumentou significativamen-R$4,6 milhões. do com o desconto de 30% no IPTU dos 2008 2009 2010 2011 te sua participação no sistema pay- clubes recreativos, pelo prazo de 24 *Previsto no orçamento -per-view (PFC - GLOBOSAT), passandoCOPASA meses (prazo estabelecido para encer- de 5,94% dos assinantes em 2008 para» A dívida do Atlético junto à COPASA ramento do programa com a quitaçãoacumulava um valor de R$2.371.836,22, dos débitos). 7,17% em 2011, 4° lugar no Brasil (pes-que foi dividido em 90 parcelas. Até quisa do Ibope/ Data Folha).agora, o Clube efetuou o pagamentode, aproximadamente, R$1.200.000,00, Ao todo, foramalém de manter as contas atuais abso-lutamente em dia. R$69,3 milhõesREFIS IV» Pagamento em dia com o Parcelamen- de pagamentos e negocição BILHETERIA Clubes DE LAZER superavitáriosto do REFIS IV (Programa de Recupera- de dívidas no triênio. A arrecadação com venda de ingressos Com a reestruturação administrativa,ção Fiscal). O REFIS destina-se a promo- passou de R$7,9 milhões em 2008, para os clubes recreativos Labareda e Vilaver regularização de débitos fiscais e R$15,7 milhões em 2009. Um crescimen- Olímpica foram modernizados e torna-previdenciários da pessoa jurídica, com É importante destacar que, além de to muito significativo para o orçamento ram-se superavitários. Em 2008, tinhama Secretaria da Receita Federal (SRF), a saldar débitos do passado, o Clube do Clube. Devido às obras nos estádios receitas de R$3,8 milhões e, em 2011,Procuradoria-Geral da Fazenda Nacio- passou a quitar os pagamentos correntes Mineirão e Independência, em virtude deverão fechar o ano com receitas nanal (PGFN) e o Instituto Nacional de Se- da realização da Copa do Mundo 2014, ordem de R$6,8 milhões. Estes resulta-guro Social (INSS). rigorosamente em dia. o Atlético ficou prejudicado pela fal- dos se devem à redução dos gastos e ta de um estádio em Belo Horizonte, aumento da arrecadação com cotas eACORDOS CÍVEIS o que resultou em queda significativa mensalidades.» Acordos Cíveis: R$1,1 milhão. Os protestos na SERASA eram da receita com bilheteria e aumento deAcordos realizados na Justiça comum,com prestadores de serviços, fornece- 180 ao final de 2008 e, hoje, despesas relativas à logística para man-dores e demais credores de débitos an- dar seus jogos em Sete Lagoas (Arenateriores à atual gestão. estão ZERADOS. do Jacaré) e Ipatinga (Ipatingão).6 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 7
  6. 6. Investimento no Patrimônio, no Presente e no Futuro. Com o início da atual gestão, em 2009, ficou claro que o recente aumento nas receitas e na capacidade de investi- mento do Clube estava diretamente ligado às economias realizadas e, principalmente, ao crescimento da capaci- dade de gerar recursos, fosse por meio de negociação de atletas, premiações, direitos relativos à imagem, bilhete- ria, patrocínios, licenças para uso da marca ou clubes so- ciais. Para que todos esses atrativos continuassem a gerar receita, era necessário investir para aprimorar, preservar e inovar. Diversos recursos foram aplicados para melhorias nas es- truturas físicas e aparelhamento da Cidade do Galo, dos clubes de lazer e da Sede Administrativa. Simultaneamen- te, muito foi investido no capital humano e na prestação de serviços. Os diversos investimentos realizados até agora, que tão rapidamente ofereceram retorno à saúde financeira do Atlético, certamente serão alicerces para a sustentabili- dade e o crescimento do Clube nos âmbitos desportivo e administrativo.8 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 9
  7. 7. Obras executadas na Cidade do Galo durante a atual gestão: » Reforma e modernização do Centro de Excelência: salas de musculação, fisioterapia, sala e vestiário da comissão técnica, sala do treinador, consultório médico, hall de entrada, espa- ço de convivência, vestiário dos atletas profissionais e rou- paria, construção de sauna, sala de podologia, novo sistema de pressurização de ar e água para limpeza das chuteiras e instalação de um novo sistema de aquecimento de água utili- zando energia solar e gás natural. » Em todas as salas acima, foram implantados sistemas de cli- matização e adquiridos equipamentos e mobiliários para as novas instalações. » Reforma da Sala de Imprensa: para atender a crescente de- manda dos profissionais da mídia, a sala de imprensa da Ci- dade do Galo foi totalmente reformada, com a instalação de ar-condicionado, internet sem fio e moderno sistema de som para a realização das entrevistas coletivas. » Reforma do Restaurante e da Cozinha da Base: em 2009, Vista aérea do Centro de Excelência, Sala de Imprensa e Campo 1. iniciou-se a gestão própria do restaurante, com capacidade para atender até 200 pessoas por refeição, sendo 4 refeições por dia, minimizando os custos significativamente. » Obra de contenção em gabiões para estabilização dos talu- des dos campos 2, 3 e 4. » Instalação do grupo gerador diesel Stemac no Hotel Profissio- nal, proporcionando estabilidade e economia de energia.CIDADE DO GALO - O MELHOR CT DO BRASIL » Construção do Centro de Fisiologia, com a aquisição deA Cidade do Galo é um dos maiores e mais completos centros equipamentos de última geração.de treinamento e concentração do mundo. Sua privilegiada » Construção e revitalização de 500 m² de piso em granitoestrutura foi eleita, em 2010, após rigorosa pesquisa da Uni-versidade Federal de Viçosa e do Canal SPORTV, da Rede Glo- Em 2010, a Cidade do Galo foi eleita rústico na área externa do Centro de Excelência, incluindo projeto paisagístico.bo, o MELHOR CENTRO DE TREINAMENTO DO BRASIL. Este o melhor Centro de Treinamento do Brasil. » Reconstrução do campo 1, com drenagem tipo espinha deresultado não foi obtido pelo acaso. Grandes investimentos peixe, irrigação por aspersão automática e grama bermuda Sala de imprensa da Cidade do Galoforam realizados para que a Cidade do Galo alcançasse este Tifton, conforme padrão Fifa.patamar de destaque internacional. Aproximadamente, R$ 5 milhões foram » Construção de uma quadra de areia com arquibancadas e alambrados. investidos em reformas (readequação » Perfuração de um segundo poço artesiano para melhor uti- lização de água. do espaço com a ampliação das salas e » Troca do mobiliário de todos os quartos da Base, beliches, climatização) e aquisição de equipamentos enxoval e televisões. de alta tecnologia para a academia do » Finalização do Auditório da Base e instalação de cadeiras. » Instalação de rede wireless e internet no departamento de futebol profissional e departamentos de futebol profissional (centro de excelência, imprensa e hotel) e fisiologia e fisioterapia, a serviço do esporte na base (hotel e área administrativa). Nos hotéis do profissio- nal e da base, os atletas têm acesso à internet sem fio dentro de alto rendimento. dos apartamentos. Novo centro de Fisiologia » Implantação do Sistema Personal Med (TOTVS) para geren- ciamento dos atletas junto ao departamento médico do Pro- fissional, integrado à Base. Sistema com acesso online. » Reestruturação geral da internet na Cidade do Galo. » Em andamento, a substituição da empresa fornecedora de serviços de internet, aumentando a capacidada das Catego- rias de Base, Centro de Excelência, Sala de Imprensa e Ho- tel Profissional para 2 Megabits Full com 100% de banda em cada área. Assista ao video institucional da Cidade do Galo, enviado para a Fifa em 2010, no DVD que acompanha este relatório ou no endereço eletrônico: atletico.com.br/cidadedogalo Nova quadra de areia10 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 11
  8. 8. ALGUNS DESTAQUES DO 3 1 1CENTRO DE EXCELÊNCIADO FUTEBOL1 - APARTAMENTOSOs apartamentos tiveram todo oenxoval renovado e personalizadocom o escudo do Atlético, eganharam novas televisões de LCD.2 - DECKInstalação de novo mobiliário commesas, cadeiras e espreguiçadeiras. 4 2 23 - RESTAURANTE, ESPAÇOGOURMET e COZINHAForam adquiridos novosequipamentos e mobiliário para orestaurante do Hotel Profissionale para o novo espaço gourmetinstalado no prédio do Centro deExcelência. Investimentos tambémna capacitação dos funcionários.4 - SALA DE JOGOS e LAZER 3 3Reformulação total da decoraçãoe mobília do espaço, oferecendomais conforto e lazer aos atletas ecomissão técnica. Entrada do Hotel5 - CENTRO DE FISIOLOGIAO novo Centro de Fisologia do 10Atlético é um dos mais modernos dopaís. Além da construção do espaço,o Clube investiu significativamentena compra de equipamentos etecnologias para o DepartamentoMédico. 56 - VESTIÁRIOSO vestiário principal foicompletamente reformado. Agora,conta com ar-condicionado, piscinade spa, sauna a vapor e novarouparia, dentre outras melhorias.7 - QUADRA DE AREIA 6A quadra de areia é uma das maiores Centro de Excelência 9entre os centros de treinamento do Reformas na infraestruturaBrasil e possui arquibancada para interna e externa, revitalizaçãoacomodar a imprensa. do piso e do projeto paisagístico8 - ACADEMIAA academia também foi Campo 1completamente reformada. Teve seu Instalação de novo sistema depiso substituído e foram adquiridos drenagem e novo gramado.novos equipamentos da linhaTecnogym.9 - consciência ambiental 6 5 7 8Foram instalados sistemas deaquecimento solar para atendera todas as piscinas e chuveiros,além de processo automatizado deirrigação dos campos, evitando odesperdício de água.10 - VOLKSBUSÔnibus personalizado com espaçopara reuniões da comissão técnicae estruturas independentes deáudio e vídeo, além de frigobar,ar-condicionado, televisores com telaLCD e toaletes.12 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 13
  9. 9. DEPARTAMENTO MÉDICOCom grande investimento na aquisição de equipamentos de O aumento da exigência física do futebol moderno e da ex-última geração e na modernização do centro de reabilitação posição dos atletas ao crescente número de jogos e treina-do atleta profissional, o Centro Médico do Clube Atlético Mi- mento, eleva a necessidade de investimentos nos setores deneiro foi amplamente reformulado nos últimos três anos. O prevenção, reabilitação e recuperação física. Atento a isso,departamento conta com um consultório dotado dos equipa- o Atlético tem realizado importantes investimentos nessesmentos necessários para atendimento rápido, além de desfi- setores e está sempre em busca de novos equipamentos ebrilador portátil. tecnologias que possam agregar valor e proporcionar melhor rendimento aos jogadores, com menor índice de lesões. Em 2010, foi inaugurado o maior e mais bem equipado Cen- tro de Fisiologia do país, com os mais modernos aparelhos voltados para prevenção e tratamento de lesões musculares, alguns inéditos no Brasil. Os profissionais da área de fisiolo- gia e nutrição podem, assim, desenvolver o trabalho com o melhor aparato tecnológico disponível.«Uma das mais importantesaquisições feitas foi ado aparelho de avaliaçãoisocinética, solicitação antigado departamento médico. Esteaparelho propicia a detecçãode desequilíbrios muscularese atua na prevenção de O salão de fisioterapia foi todo modernizado, com substituiçãolesões. Também pode ser das macas comuns por macas elétricas. Novos aparelhos deutilizado no treinamento eletroterapia foram adquiridos. Equipamentos de Pilates foram Além disso, duas plataformas vibratórias reforçaram o salão O Atlético foi o primeiro clube de futebol da América do Sul a adquirirde atletas em reabilitação. instalados para a realização de trabalhos musculares específicos na de musculação. Importante nos trabalhos de fortalecimento o equipamento para trabalho funcional avançado denominadoPoucos clubes no Brasil prevenção e recuperação de lesões. e ativação muscular, a plataforma vibratória ainda auxilia na Vertimax. Utilizado principalmente nas fases finais da reabilitação, opossuem tal equipamento. recuperação física após jogos e treinamentos. Vertimax proporciona a realização dos gestuais do futebol, contra uma resistência elástica ajustável. Dessa forma, este equipamento permite ao atleta em reabilitação um retorno ao esporte com maior segurança e « Outro equipamento que tem sido melhor desempenho funcional. muito utilizado pelos atletas para treinamento funcional é o Kinesis, também adquirido recentemente. A academia de musculação teve « Juntamente com o os equipamentos Isocinético, chegou ao substituídos por clube o Balance System, aparelhos mais modernos, equipamento que tem instalados com a a função de avaliar tecnologia wireless para e treinar o equilíbrio personalização e controle estático dos atletas, de cargas de treinamento. auxiliando na reabilitação e prevenção de lesões articulares. A individualização dos treinamentos conforme a necessidade de cada atleta é essencial na preparação física do futebol moderno. Esteiras e bicicletas ergométricas com novas tecnologias foram adquiridas.14 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 15
  10. 10. No Campeonato Brasileiro de 2009, com um elenco forma- do por atletas de ponta, o Atlético liderou a competição por várias rodadas, brigou pelo título e recuperou o prestígio na- cional. Teve, também, o artilheiro do Brasil, Diego Tardelli. O jogador não estava sendo aproveitado no Flamengo e veio sob desconfiança de muitos, mas comprovou o acerto na sua contratação e chegou à Seleção Brasileira graças ao desem- penho na temporada, tornando-se um dos grandes ídolos da torcida. Em 2010, o Clube contratou o técnico mais vitorioso do país e conquistou o Campeonato Mineiro. Além de manter Diego Tardelli, trouxe para o elenco nomes como Réver, Diego Sou- za, Obina, Cáceres e Jairo Campos, entre outros. Em 2011, novamente grandes investimentos foram feitos e jogadores disputados e valorizados como Dudu Cearense, Ri- charlyson, Guilherme, André, Leonardo Silva, Pierre e Trigui- nho foram contratados. Como fruto do trabalho, o Atlético teve o zagueiro Réver convocado para a Seleção Brasileira e os jovens Fillipe Souto e Bernard considerados as maiores re- velações do futebol mineiro. Nesses três anos, o Atlético foi dirigido por alguns dos prin- cipais treinadores do país, como Emerson Leão, Celso Roth, Vanderlei Luxemburgo, Dorival Júnior e Cuca. A contratação de grandes nomes, a presença constante de jogadores convocados para a Seleção Brasileira, a estrutura de trabalho disponibilizada para o futebol, os salários pagos em dia e a força da torcida tornaram o Atlético uma vitrine desejada por todos os atletas. Nem sempre, os investimentos dão os resultados esperados. Futebol não é uma ciência exata e muitas coisas ficam à mer- cê do acaso, do imponderável. Mas, se há alguma receita de sucesso, certamente ela passa por estruturação, planejamen- to, honestidade, seriedade e comprometimento. Isto não fal- tou nos últimos três anos, o que dá a certeza de que este é o caminho correto a ser trilhado e que, fatalmente, resultará em grandes conquistas. FUTEBOL PROFISSIONALNos últimos três anos, o Atlético realizou grandes investimen-tos no departamento de futebol. Entendendo ser este o carrochefe do Clube, foi feito um trabalho no intuito de reforçara grandeza da instituição com nomes de peso no cenário na-cional e internacional. Para isso, foram contratados atletas deponta e os mais cobiçados treinadores do país.Paralelamente, uma das principais medidas foi aumentar aintegração com as categorias de base. A atenção aos garotosformados no Clube resultou no aproveitamento de vários jo-vens talentos que, hoje, fazem sucesso na equipe principal edespertam interesse em equipes do Brasil e do exterior. Em2011, um terço do elenco profissional do Atlético é compostopor jogadores revelados na base, fato raro nas grandes equi-pes brasileiras.16 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 17
  11. 11. Ao todo, 112 jovens atletas moram na Cidade do Galo, em um hotel de 31 apartamentos, todos com banheiro, armário, TV e varanda. O departamento de futebol de base possui, ainda, moderna academia, sala de fisioterapia, vestiários ex- clusivos para cada categoria e comissão técnica, restaurante com cozinha industrial, sala de pedagogia, biblioteca, salão de jogos e auditório, além de consultórios para os departa- mentos médico, odontológico e de nutrição. Premiação da Taça BH 2011. Campeão invicto e sem sofrer gols. CATEGORIAS DE BASEO fortalecimento do departamento de futebol de base é fun-damental para transformar o Clube. Destaque nos últimos Principal objetivo:anos pelas diversas conquistas em âmbito nacional e inter-nacional, as categorias de base vêm mostrando que os inves- Formar atletas bem preparados para o Toda a alimentação dos atletas e funcionários do departa-timentos podem dar o retorno esperado e cumprir com seuprincipal objetivo, que é formar atletas bem preparados para futebol profissional. mento de futebol de base é feita na Cidade do Galo, que con- ta, para isso, com uma equipe de nutricionistas, cozinheiroso futebol profissional. e demais profissionais responsáveis pelas 800 refeições servi-Desde que começou a usufruir integralmente de sua estrutu- O investimento nas categorias de base foi das diariamente no restaurante.ra na Cidade do Galo, mudanças profundas aconteceram nodia-a-dia de trabalho de todas as categorias. A cada geração de R$13.500.000,00 em três anos. O trabalho de Captação começa com atletas de 13, 14 e 15 anos. Jovens de todo o Brasil e até de outros países sãode novos atletas formados pelo Clube, os resultados positivos encaminhados à Cidade do Galo para realização de testes ee os efeitos desse investimento são cada vez mais expressivos.Todos os jogadores da base atleticana recebem acompanha- Dos 200 atletas, avaliações, que acontecem periodicamente durante o ano. O Clube conta com, aproximadamente, 200 atletas na base.mento pedagógico e psicológico, fundamentais nesta etapade suas vidas e essenciais para uma boa formação. 80% são mineiros e É importante ressaltar que 80% dos jovens que compõem a base do Atlético são nascidos em Minas Gerais e cerca de 40% 40% nascidos na RMBH são oriundos da Região Metropolitana de Belo Horizonte, o que reforça ainda mais a ligação dos garotos com o Clube. Feita a captação, inicia-se o processo de formação, no qual os atletas passam a conviver com suas rotinas de treinamento e estudo e também passam a trabalhar com as comissões téc- nicas de cada categoria para desenvolvimento físico, técnico, tático e psicológico. Esse processo de treinamento e estudo se estende até a cate- goria sub-20. A partir daí, tem início o processo de transi- ção para equipe profissional. Em seguida, com a adaptação do atleta ao futebol profissional, começamos a colher os frutos de todo o trabalho. É o chamado “ciclo virtuoso”. Equipe juvenil bicampeã do torneio FUTURE CHAMPIONS Premiação Taça BH 2009. Belo Horizonte (2010) e Africa do Sul (2011)18 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 19
  12. 12. CATEGORIAS DE BASE SEDE ADMINISTRATIVA e CLUBES DE LAZER Principais Atletas revelados Atletas convocados Muito foi investido no patrimônio e na infraestrutura da Sede Administrativa em 2009, 2010 e 2011: para Seleções de Base e dos clubes sociais Vila Olímpica e La- bareda. As diversas melhorias e novos » Werley » Renan Oliveira espaços otimizaram o trabalho admi- Zagueiro | Time principal Disputou o Mundial e o Sul-Americano Sub-20 nistrativo, o atendimento aos sócios e a » Renan Ribeiro » Renan Ribeiro preservação do patrimônio do Atlético. Goleiro | Time principal Disputou o Mundial e o Sul-Americano Sub-20 Em todas as unidades, investiu-se em » Fillipe Soutto » Wendel tecnologia para controle de segurança Volante | Time principal Convocação Sub-20 e acesso informatizado, com catracas eletrônicas e câmeras de vídeo. Foi im- » Bernard » Roger plantado, também, Sistema de Cartão Meia | Time principal Convocação Sub-20 de Ponto Eletrônico, auxiliando o con- » Uilson trole do departamento de Recursos Hu- » Eron manos. Disputou o Mundial e o Sul-Americano Sub-17 Lateral | Time principal » Dodô Visando modernização e agilidade nas » João Pedro Disputou o IV Campeonato Sul-Americano na ferramentas de administração, o Clube Meia | Negociado com o Palermo (Itália) Bolívia Sub-15 investiu na aquisição de monitores e » Marcos Vinícius computadores novos para todas as uni- » Kleber Convocação Sub-17 dades. Os equipamentos em desuso fo- Atacante | Negociado com o Porto ram doados para programas sociais de (Portugal) inclusão digital da Prefeitura de Belo » Welton Felipe Horizonte. Zagueiro | Emprestado ao Avaí » Marcos Rocha Lateral | Emprestado ao América Mineiro » Giovanni Augusto Meia | Emprestado ao Grêmio Barueri Reforma da portaria principal da Vila Olímpica SEDE Reforma e modernização das salas da Presidência, Vice-presidência, Diretoria de Futebol, Diretoria Executiva, Direto- ria Financeira, Departamento Jurídico e hall de acesso. Títulos conquistados nos anos 2009, 2010 e 2011 O departamento de comunicação foi to- talmente reestruturado nos últimos três Sub-20 anos, com a transferência do setor para 2009 - Campeão da Taça Belo Horizonte salas amplas e atualização dos equipa- mentos. As melhorias nas instalações 2009 - Vice-campeão Brasileiro Sub-20 e as novas ferramentas aumentaram 2010 - Campeão Mineiro a qualidade do trabalho, permitindo 2011 - Campeão do Torneio ICGT (Holanda) maior controle do fluxo de informação 2011 - Campeão da Taça Belo Horizonte e melhor produção de conteúdo. Sub-17 Reforma do Auditório e da Sala da Pre- 2010 - Campeão do Torneio Internacional Future sidência do Conselho. O novo auditório Champions (Belo Horizonte) conta com ambiente climatizado, novo mobiliário e projeto audiovisual. 2011 - Campeão do Torneio Internacional Future Champions Gauteng (África do Sul) Sub-15 2009 - Campeão Mineiro 2010 - Campeão Mineiro 2010 - Campeão da Copa Amizade Brasil / Japão Novo auditório 2010 - Campeão da Youth Cup20 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 21
  13. 13. Vila Olímpica Labareda» Construção de uma moderna e ampla » Revitalização da área da lanchoneteacademia e aquisição de novos equipa- central e saunas. O corredor das saunasmentos. se transformou em uma área nobre, com» Construção de uma cozinha industrial piso em granito cru, novos banheiros,e restaurante para utilização dos fun- lanchonete em “L” toda revestida emcionários. cerâmica, balcão e piso em granito, além de jogos de mesa.» Construção de um novo AlmoxarifadoCentral. » Ampliação da secretaria e reforma da copa de apoio do salão social de festas,» Instalação de novos equipamentos balcão e tanque para bebidas e gelo, fe-filtrantes nas casas de máquina para chamento com portas e janelas de meta-melhorar a qualidade das águas das pis- lon e vidro temperado.cinas. » Construção de uma moderna acade-» Instalação de cobertura e outras in- mia localizada em área verde, com vistatervenções em áreas com infiltração, privilegiada para a Lagoa da Pampulha.como: Almoxarifado, Cozinha, Sala da São 75% de equipamentos novos e 25%Diretoria, Salão da entrada principal, de equipamentos vindos da Cidade doSecretaria do clube, Academia e Varan- Galo, piso emborrachado, banheiros edas do Salão de Festas. recepção.» Construção de cobertura metálica, li- » Construção do “Armazém do Brah-gando o bar da piscina infantil à por- meiro”, localizado próximo à piscina dataria. ilha, com churrasqueira, balcão, prate-» Reforma geral da portaria, sala da ge- leiras e cobertura rústica.rência e sala do serviço médico. » Construção de banheiro feminino» Construção do bar da piscina infantil. para atender a piscina da ilha e reforma do banheiro masculino no corredor de» Reforma dos passeios, incluindo a re- acesso ao bar central, antigas reivindi-composição de buracos e construção de cações dos associados.muro complementar para o fechamen-to do perímetro da Vila. » Construção de arquibancada na qua- dra de grama sintética, com entrada» Adaptação do Clube às normas da independente para não sócios acompa-Vigilância Sanitária, com reformas nos nhantes dos alunos das escolinhas.banheiros feminino e masculino da pis-cina olímpica, das duas casas de máqui- » Reforma de todas as quadras e alam-na, nos vestiários feminino infantil e brados.masculino adulto, nas paredes da vala » Construção de novas churrasqueiras ecoletora de água pluvial e no espaço da jardins totalmente renovados.lavanderia. » Regulamentação de alvarás do Corpo de Bombeiros, Sanitário, CREF e de Fun- cionamento.22 | Clube Atlético Mineiro | Relatório Gestão 2009 a 2011 Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 23
  14. 14. FORTALECIMENTO O trabalho desenvolvido na atual admi- nistração destacou-se pela luta incansá- vel em defesa da grandiosidade do Clu- be Atlético Mineiro. Os efeitos positivosDA MARCA dessa filosofia de trabalho começaram a ser vistos rapidamente, com a valori- zação expressiva da marca do Atlético no mercado nacional, e serão perceptí- veis ao longo de muitos anos. Várias pesquisas e trabalhos jornalísti- cos identificaram o crescimento e o for- talecimento da marca e do patrimônio do Atlético. Para citar alguns exemplos, o Canal SPORTV, por meio do programa SPORTV NEWS, em maio de 2010, como já mencionado, apontou a Cidade do Galo como Melhor Centro de Treina- mento do Brasil. Em maio de 2011, clas- sificou o Clube Atlético Mineiro como o clube mais rico do Brasil. Ambas as indi- cações foram definidas em estudos que comparavam todos os principais clubes brasileiros. Também em maio de 2011, em levanta- mento inédito feito sob a orientação de uma das maiores autoridades do mun- do no assunto, o economista Stephen Kanitz, da Kanitz & Associados, e conso- lidado pelo também economista Pedro Cássio Silva, do jornal Brasil Econômico, Para chegar ao resultado, foram utili- o Atlético foi apontado como o segun- zados oito critérios que demonstram a do clube com melhor relação entre ge- eficiência dos clubes para manter a saú- “Cidade do Galo: ração de receita, custos operacionais e dívidas. de financeira ao longo da temporada, Melhor CT do Brasil” aliados ao desempenho do time dentro de campo. “Clube mais rico do Brasil” O Atlético teve, ainda, o terceiro maior crescimento de receita (41%) de 2009 - SPORTV NEWS para 2010. A edição 2011 da pesquisa Valor Das “2º Clube com melhor relação Marcas dos Clubes de Futebol, editada anualmente pela empresa de auditoria entre geração de receita, custos e consultoria BDO, apresentou o Clu- operacionais e dívidas” be como o 2º que mais cresceu nesse ano, com valor de marca avaliado em “3º maior crescimento de R$150,5 milhões. A evolução foi de 36% em relação ao ranking de 2010 e 155% receitas de 2009 para 2010” em comparação com 2004. - Kanitz&Associados “2º clube com maior valorização da marca em 2010” - BDO Relatório Gestão 2009 a 2011 | Clube Atlético Mineiro | 25

×