28.02.11 matinal de segurança sobre dta

852 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

28.02.11 matinal de segurança sobre dta

  1. 1. DTA???
  2. 2. O que são? As doenças transmitidas por alimentos, mais comumente conhecidas como DTA, são causadas pela ingestão de alimentos ou bebidas contaminados. A maioria são infecções causadas por bactérias e suas toxinas, vírus e parasitas.
  3. 3. Sintomas Sintomas mais comuns: falta de apetite, náuseas, vômitos, diarréia, dores abdominais, febre. Podem ocorrer sintomas extra-intestinais: no fígado (hepatite A), em manifestações neurológicas, como por exemplo, dificuldade de movimentos (botulismo), etc. Surto de DTA: É o episódio em que duas ou mais pessoas apresentam doença semelhante após ingerirem os mesmo alimentos.
  4. 4. Como tratar? As doenças que causam diarréia e vômitos podem levar à desidratação, caso haja um desequilíbrio entre os líquidos e minerais do organismo, maior perda do que ingestão. A reposição destes fluidos e eletrólitos é extremamente importante para evitar a desidratação. Quando a diarréia é aguda, deve-se ingerir o soro caseiro. Água mineral e água de coco também ajudam na hidratação.
  5. 5. Prevenção <ul><li>Mantenha a higiene; </li></ul><ul><li>Separe os alimentos crus dos cozidos; </li></ul><ul><li>Cozinhe muito bem os alimentos; </li></ul><ul><li>Mantenha os alimentos em temperaturas seguras; </li></ul><ul><li>Use água tratada e alimentos seguros. </li></ul>
  6. 6. Prevenção <ul><li>Dê preferência a alimentar-se em locais onde haja o controle adequado do tempo e da temperatura que os alimentos permanecem, desde a sua confecção até o consumo; </li></ul><ul><li>Evite os petiscos servidos nas areias das praias, pois além de estarem expostos a uma temperatura alta, geralmente são de procedência desconhecida e não segura. </li></ul>
  7. 7. Prevenção <ul><li>Use solução de água sanitária (hipoclorito) para garantir a higiene dos vegetais (1 colher de sopa para cada 1 litro de água); </li></ul><ul><li>Lave bem as mãos ao preparar os alimentos e antes das refeições; </li></ul><ul><li>Durante as compras escolha embalagens íntegras, sem sinais de ferrugem e estufamento. Observe a data de validade. </li></ul>
  8. 8. Prevenção <ul><li>Alguns cuidados com ovos: </li></ul><ul><li>Devem ser armazenados em refrigeração; </li></ul><ul><li>Devem ser consumidos bem passados e as preparações que utilizem ovos crus em seus ingredientes devem ser evitadas (maioneses, mousses, etc.); </li></ul><ul><li>Podem ser armazenados na porta da geladeira, desde que essa não seja constantemente aberta de forma abrupta e várias vezes ao dia (risco de rachadura da casca e variações de temperatura). </li></ul>
  9. 9. Prevenção <ul><li>Siga a ordem correta de compras: primeiro, os produtos não comestíveis (utensílios, materiais de limpeza); segundo, os alimentos não-perecíveis e depois os perecíveis (carnes, iogurtes, queijos e outros produtos refrigerados); </li></ul><ul><li>Organize-se para que o tempo entre a compra dos alimentos perecíveis e seu armazenamento no domicílio não ultrapasse duas horas. </li></ul>
  10. 10. Atenção!!! Aos primeiros sintomas de doença, um médico deverá ser consultado. Evite a automedicação e lembre-se sempre da hidratação oral. Fonte: Ministério da Saúde http://www.anvisa.gov.br/hotsite/cinco_pontos/index.htm

×