Revolução inglesa (Revolução Puritana)

2.724 visualizações

Publicada em

Revolução Inglesa (Revolução Puritana)
-O que Foi
-Dinastia Tudor
-Dinastia Stuart
-Guerra Civil
-Revolução puritana
-Oliver Cromwell
-Revolução Puritana
E mais

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.724
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução inglesa (Revolução Puritana)

  1. 1. • • • • • • •
  2. 2. A Revolução Inglesa iniciou-se no século XVII, no ano de 1640. Deu-se, pois com o domínio de poder político, agora nas mãos da Monarquia dos Stuarts (soberanos Ingleses originados da Escócia)o que gerou um grande descontentamento da alta burguesia Revolução Inglesa
  3. 3. •Dinastia Tudor Brasão Tudor
  4. 4. Revolução Inglesa – Dinastia Tudor • Os ultimos representantes dessa Dinastia, foram Henrique VIII e Elisabeth I. Que não por coincidencia, vai de encontro com um período em que a Inglaterra vinha de um próspero desenvolvimento economico e de várias conquistas. Período em que a Inglaterra vinha a descobrir, e a mais tarde conquistar novas colônias, fazendo frente à Espanhóis. Também a adoção ao Anglicanismo, que trouxe grandes mudanças e era um instrumento importante do Estado. • Um ponto super importante dessa Disnatia, é que havia incentivo à liberdade de comercio e também medidas de proteção à propriedade. Neste apogeu de desenvolvimento econômico Inglês, surgem os Monopólios Comerciais, os Mercadores Aventureiros e a Companhia Britânica das Índias Orientais. Porém, este fator, fez com que houvesse uma divisão da burguesia britânica. De um lado, os burgueses abastados, favorecidos pelos monopólios, e de outro a pequena burguesia que clamava por livre concorrência.
  5. 5. Henrique VIII: 1491-1547 Elizabeth I: 1533-1603
  6. 6. •Dinastia Stuart Brasão Stuart
  7. 7. Revolução Inglesa – Dinastia Stuart Jaime I • Com a morte de Elizabeth I, que não deixou herdeiros, em 1603 inicia-se a Dinastia Stuart, com Jaime I (1603 – 1625). • Jaime I defendia o direito divino dos reis e utilizou a religião Anglicana para propagar esse principio, chegou até a perseguir católicos, e seitas menores, com o pretexto que estes, estavam formando uma conspiração para elimia-lo. • O Monarca agia de modo com que desagradava a burguesia e levando a disputas no Parlamento. Elevação de impostos da alfândega, criação de novas taxas e obtenção de empréstimos forçados, são algumas das ações que Jaime I tinha, que eram de desgostos burgueses. • Atritos entre o Rei ficaram cada vez mais frequentes, forte e intensos. E em 1625 com sua morte, seu filho, Carlos I assumiu o poder.
  8. 8. Revolução Inglesa – Dinastia Stuart Carlos I • Carlos I continuou com a política absolutista imposta pelo seu pai. Buscando recursos que financiassem seu governo e ampliassem seu domínio sobre as atividades produtivas, estabelecendo novos impostos, e até mesmo aprisionamento daqueles que recusassem a pagar qualquer tributo proposto por ele. • Porém para isso precisou convocar o Parlamento, que então exigiu que o Rei concordasse com a Pedição de Direitos. Esta, dizia que: a Coroa não poderia recolher impostos sem aprovação do Parlamento, garantia a população contra detenções ilegais. O Parlamento exigia também o controle da política financeira e do exército, além de regularizar a convocação do Parlamento. • Carlos I com apoio da Câmara Estrelada (tribunal formado por nobres de confiança do Rei) exigiu que houvesse a dissolução do Parlamento, pois não queria se sujeitar a ele. E continuou o seu reinado absolutista por mais 11 anos, até 1640. Prelúdio de Guerra Civil.
  9. 9. Revolução Inglesa – Dinastia Stuart Guerra Civil •Em 1640, Carlos I reúne o Parlamento, afim de discutir sobre a arrecadação de fundos necessários para combater a Escócia, que ameaçava a Inglaterra. •A Escócia ameaçava a Inglaterra, pois Carlos I tentou impor aos calvinistas escoceses (Presbiterianos) a religião Anglicana. •O Parlamento, convocado para dar apoio ao Rei, agiu de modo inverso, para os burgueses que compunham o Parlamento, era de maior interesse combater o absolutismo. Então novamente Carlos I voltou a dissolve-lo. Ficou então estabelecido que o Parlamento funcionaria periodicamente e que teria poder de decisão sobre assuntos tributários. •Os conflitos não era somente do Rei contra o Parlamento, quando os calvinistas (puritanos) comaçaram a reinvidicar limitações para ação da Igreja Anglicana, os conflitos se agravaram e resolturam em Guerra Civil.
  10. 10. Revolução Inglesa – Guerra Civil Guerra Civil – Revolução Puritana •Essa Guerra Civil estendeu-se de 1641 até 1649.Nela, os combatentes eram: Os Cavaleiros, adeptos do Rei, com apoio dos Senhores Feudais, contra os Cabeças- Redondas liderado por Oliver Cromwell. •Oliver Cromwell formou um exército, denominado Novo Exército Modelo, que era composto por ricos membros do Parlamento, camponeses e religiosos exaltados. E no primeiro ano de conflito Carlos I contou com o apoio de aristocratas das regiões norte e sul da Inglaterra. •Ao fim da Guerra, o Rei é foi derrotado, e fugiu para a Escócia, onde foi preso e vendido ao Parlamento Inglês que executou a sua morte em 1649. •Com a morte de Carlos I, proclamou-se a República, liderada pelo líder puritano Oliver Cromwell. Que assim começa o período chamado de Revolução Puritana.
  11. 11. Revolução Inglesa – República Puritana República Puritana • Instituído por Oliver Cromwell após a queda do absolutismo, República Puritana, pode-se se entender como um reino absolutista também. • O exército formado por Oliver Cromwell para derrubar Carlos I do poder, era formados por membros de diferentes camada sociais, desde camponeses à burgueses, buscavam um mesmo ideal, este era, derrubado do Tiranismo de Carlos I, porém suas motivações que levaram a Guerra Civil, eram diferentes. • Os pobres entraram na guerra contra o monarca, e em certo ponto, contra os senhores ingleses, queriam direito ao voto redistribuição da propriedade, proteção dos pequenos proprietarios, o que não agradava os burgueses, que entraram na guerra para que suas terras ficassem livres de ameaças, e os religiosos pois tentavam preservar suas igrejas contra o anglicanismo que se impunha.
  12. 12. Revolução Inglesa – República Puritana República Puritana • Cromwell, atendia os interesses da burguesia, e quem fosse oposto à suas ideias eram executados a ordem do próprio Cromwell. • Escócia e Irlanda, com regimes monarquicos, viam com desconfiança o regime do Oliver Cromwell, que então atacou-o brutalmente, pois não queria nenhuma reação monarquista, assim estabeleceu na Irlanda uma área de colonizão protestante. • Oliver Cromwell, contou com o apoio dos militares e da burguesia, para impôr a ditadura puritana, governando com rigidez e intolerância, com ideias puritanas. • Cromwell, morreu em 1658, e seu filho, Ricardo assumiu o poder, porém não tinha as mesmas “habilidades” do pai e foi deposto em 1660. Temendo novos conflitos, o Parlamento restaurou a Monarquia.
  13. 13. Revolução Inglesa Desfecho • Com Carlos II, coloca os Stuarts de volta ao poder. Posteriormente com Jaime II, seu irmão, que toma medidas absolutistas, o que levou o Parlamento a convocar Maria Stuart, Irmã de Jaime II, e seu esposo, Guilherme Orange para o Trono Real. • O Rei fugiu para França, e Maria e Guilherme Orange tornam-se Monarcas Ingleses. • Estes, assinam a Declaração dos Direitos, que basicamente dizia: o rei não podia cancelar as leis parlamentares; o reino poderia ser entregue a quem o parlamento quisesse, após a morte do rei; inspetores controlariam as contas reais e o rei não deveria manter um exército em épocas de paz. • Basicamente, o Rei e Rainha não tem poder algum, apenas representa o país, assim, dando origem a uma Monarquia Constitucional.

×