COMPORTAMENTOCOMPORTAMENTO
 Padrões no tempoPadrões no tempo
 Qualquer tipo de movimentoQualquer tipo de movimento
em um...
COMPORTAMENTOSCOMPORTAMENTOS
REGULATÓRIOSREGULATÓRIOS
São aqueles regulados por um mecanismoSão aqueles regulados por um m...
COMPORTAMENTOS NÃO-COMPORTAMENTOS NÃO-
REGULATÓRIOSREGULATÓRIOS
Não são controlados por mecanismos homeostáticosNão são co...
IMPULSOIMPULSO
 Um tipo de energia internaUm tipo de energia interna
que impulsiona oque impulsiona o
comportamento.Dispa...
ImpulsoImpulso -- ComportamentoComportamento
 Modelo do vaso sanitário.Modelo do vaso sanitário.
– Uma vez iniciado o com...
HOJE O CONHECIMENTOHOJE O CONHECIMENTO
AMPLIADO DOS CIRCUITOSAMPLIADO DOS CIRCUITOS
NEURAIS E DOSNEURAIS E DOS
EFEITOS HOR...
MOTIVAÇÃOMOTIVAÇÃO
 Termo usado para descrever o que pareceTermo usado para descrever o que parece
ser o propósito subjac...
Cortex orbito-frontalCortex orbito-frontal
 A função comportamental do COF é difícilA função comportamental do COF é difí...
TODA A DECISÃO TEM EMOÇÃO !TODA A DECISÃO TEM EMOÇÃO !
 RAZÃORAZÃO ee EMOÇÃOEMOÇÃO andam juntas.andam juntas.
 AA RAZÃOR...
AMÍGDALAAMÍGDALA
 Aprendizado emocionalAprendizado emocional
implícito(condicionamento aversivo).implícito(condicionament...
QUALQUER UM PODE ZANGAR-
SE,ISSO É FÁCIL.MAS ZANGAR-
SE COM A PESSOA CERTA, NA
MEDIDA CERTA, NA HORA
CERTA, PELO MOTIVO CE...
ATENÇÃOATENÇÃO
 Minha experiência é aquilo ao queMinha experiência é aquilo ao que
concordo em darconcordo em dar atenção...
 Filme do homoFilme do homo
heidelbergensisheidelbergensis
Rates of Return to Human Development
Investment Across all Ages
Pre-school Programs
School
Job Training
Return
Per
$
Inves...
Level 1:
Level 2:
Level 3:
Level 4
and 5:
indicates persons with very poor skills.
people can deal with material that
is s...
02-06102-061
Document Literacy
1994 – 1998, Ages 16 to 65
Level 1 and 2 Level 4 and 5
Sweden
Canada
Australia
United State...
Literacy Levels by Physical, Mental or Other
Health Conditions – USA (Quantitative)
0
10
20
30
40
50
60
1 2 3 4 5
Percent
...
00-04600-046
-1.2
-1
-0.8
-0.6
-0.4
-0.2
0 10 20 30 40 50
Months of Orphanage Rearing
Log10SalivaryCortisol
*linear trendl...
EXPERIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DO CÉREBROEXPERIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DO CÉREBRO
* Estímulos, no início da vida, produzem ...
 Filme dos orfãos daFilme dos orfãos da
Romenia(primeirosRomenia(primeiros
3 minutos)3 minutos)
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Apresentação 0smar terra 12
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação 0smar terra 12

202 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação 0smar terra 12

  1. 1. COMPORTAMENTOCOMPORTAMENTO  Padrões no tempoPadrões no tempo  Qualquer tipo de movimentoQualquer tipo de movimento em um organismo vivo, comem um organismo vivo, com uma causa e uma função,uma causa e uma função, que podemos ver e medir.que podemos ver e medir.
  2. 2. COMPORTAMENTOSCOMPORTAMENTOS REGULATÓRIOSREGULATÓRIOS São aqueles regulados por um mecanismoSão aqueles regulados por um mecanismo homeostáticohomeostático - Regulação da temperaturaRegulação da temperatura - Comer e beberComer e beber - Consumo de salConsumo de sal - Eliminação de resíduosEliminação de resíduos
  3. 3. COMPORTAMENTOS NÃO-COMPORTAMENTOS NÃO- REGULATÓRIOSREGULATÓRIOS Não são controlados por mecanismos homeostáticosNão são controlados por mecanismos homeostáticos (tudo o que fazemos)(tudo o que fazemos) - Comportamento sexualComportamento sexual - Comportamento parentalComportamento parental - AgressãoAgressão - Preferência alimentarPreferência alimentar - CuriosidadeCuriosidade - LeituraLeitura
  4. 4. IMPULSOIMPULSO  Um tipo de energia internaUm tipo de energia interna que impulsiona oque impulsiona o comportamento.Dispara ocomportamento.Dispara o mecanismo que leva àmecanismo que leva à resposta comportamental.resposta comportamental.
  5. 5. ImpulsoImpulso -- ComportamentoComportamento  Modelo do vaso sanitário.Modelo do vaso sanitário. – Uma vez iniciado o comportamento, peloUma vez iniciado o comportamento, pelo impulso,continuará até que toda aimpulso,continuará até que toda a energia contida no reservatório tenhaenergia contida no reservatório tenha terminado.terminado. – Há reservatórios separados de energiaHá reservatórios separados de energia para comportamentos diferentes. Usarpara comportamentos diferentes. Usar um tipo não esgota a energia do outro.um tipo não esgota a energia do outro.
  6. 6. HOJE O CONHECIMENTOHOJE O CONHECIMENTO AMPLIADO DOS CIRCUITOSAMPLIADO DOS CIRCUITOS NEURAIS E DOSNEURAIS E DOS EFEITOS HORMONAIS NOEFEITOS HORMONAIS NO CÉREBRO APERFEIÇOARAM OCÉREBRO APERFEIÇOARAM O CONCEITO DECONCEITO DE IMPULSOIMPULSO
  7. 7. MOTIVAÇÃOMOTIVAÇÃO  Termo usado para descrever o que pareceTermo usado para descrever o que parece ser o propósito subjacente a umser o propósito subjacente a um comportamento, principalmente emcomportamento, principalmente em humanoshumanos  Não é algo que podemos apontar noNão é algo que podemos apontar no cérebrocérebro  Trata-se das inferências sobre por queTrata-se das inferências sobre por que alguém demonstra determinadoalguém demonstra determinado comportamentocomportamento
  8. 8. Cortex orbito-frontalCortex orbito-frontal  A função comportamental do COF é difícilA função comportamental do COF é difícil de ser definida por não se encaixar emde ser definida por não se encaixar em uma categoria identificável.uma categoria identificável.  Desempenha importante papel em aspectosDesempenha importante papel em aspectos como, avaliação, inibição e seleção decomo, avaliação, inibição e seleção de informações sociais e emocionais.informações sociais e emocionais.  Avaliação de pistas num contexto social.Avaliação de pistas num contexto social.  ““Gage não era mais Gage”.Gage não era mais Gage”.
  9. 9. TODA A DECISÃO TEM EMOÇÃO !TODA A DECISÃO TEM EMOÇÃO !  RAZÃORAZÃO ee EMOÇÃOEMOÇÃO andam juntas.andam juntas.  AA RAZÃORAZÃO é guiada pela avaliaçãoé guiada pela avaliação emocional da conseqüência de umemocional da conseqüência de um atoato..  Marcadores somáticos.Marcadores somáticos.  Lesão do COF leva a perda deLesão do COF leva a perda de emoção na avaliação deemoção na avaliação de acontecimentos trágicos, pex.acontecimentos trágicos, pex.
  10. 10. AMÍGDALAAMÍGDALA  Aprendizado emocionalAprendizado emocional implícito(condicionamento aversivo).implícito(condicionamento aversivo).  Memória explícitaMemória explícita.. – Respostas emocionais indiretas normais a estímulos aRespostas emocionais indiretas normais a estímulos a estímulos para os quais as propriedades emocionais sãoestímulos para os quais as propriedades emocionais são aprendidas explicitamente.aprendidas explicitamente. – Intensifica a força da memória explícita para eventosIntensifica a força da memória explícita para eventos emocionais, modulando o armazenamento dessas memórias.emocionais, modulando o armazenamento dessas memórias.  Respostas sociais.Respostas sociais.  Vigilância.Vigilância.
  11. 11. QUALQUER UM PODE ZANGAR- SE,ISSO É FÁCIL.MAS ZANGAR- SE COM A PESSOA CERTA, NA MEDIDA CERTA, NA HORA CERTA, PELO MOTIVO CERTO E DA MANEIRA CERTA NÃO É FÁCIL! ARISTÓTELES ÉTICA A NICÔMANO
  12. 12. ATENÇÃOATENÇÃO  Minha experiência é aquilo ao queMinha experiência é aquilo ao que concordo em darconcordo em dar atençãoatenção.só os itens.só os itens que eu noto formam a minha mente.que eu noto formam a minha mente.  AA atençãoatenção define o que notamos, masdefine o que notamos, mas com tanta sutileza que raramentecom tanta sutileza que raramente sabemos como notamos. Asabemos como notamos. A atençãoatenção éé a moldura em volta da experiência.a moldura em volta da experiência.  AtençãoAtenção é a coleta de informaçãoé a coleta de informação crucial para a existência. A ansiedadecrucial para a existência. A ansiedade é a resposta quando essa informaçãoé a resposta quando essa informação é registrada como ameaça.é registrada como ameaça.
  13. 13.  Filme do homoFilme do homo heidelbergensisheidelbergensis
  14. 14. Rates of Return to Human Development Investment Across all Ages Pre-school Programs School Job Training Return Per $ Invested R 2 4 6 8 0 6 18 Age Pre- School School Post School 03-07403-074 Carneiro, Heckman, Human Capital Policy, 2003
  15. 15. Level 1: Level 2: Level 3: Level 4 and 5: indicates persons with very poor skills. people can deal with material that is simple is considered a suitable minimum for coping with the demands of everyday life describe people who demonstrate command of higher-order processing skills
  16. 16. 02-06102-061 Document Literacy 1994 – 1998, Ages 16 to 65 Level 1 and 2 Level 4 and 5 Sweden Canada Australia United States Chile 23% 42% 43% 48% 85% 34.0% 23.0% 17.0% 18.0% 3.0% Mexico 84% 1.7% OECD
  17. 17. Literacy Levels by Physical, Mental or Other Health Conditions – USA (Quantitative) 0 10 20 30 40 50 60 1 2 3 4 5 Percent Level NALS, p. 44, 2002 Health Problems Mental or Emotional Problems Long-term Illness 05-17305-173
  18. 18. 00-04600-046 -1.2 -1 -0.8 -0.6 -0.4 -0.2 0 10 20 30 40 50 Months of Orphanage Rearing Log10SalivaryCortisol *linear trendline Evening Cortisol Levels Increase with Months of Orphanage Rearing *
  19. 19. EXPERIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DO CÉREBROEXPERIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DO CÉREBRO * Estímulos, no início da vida, produzem mudanças* Estímulos, no início da vida, produzem mudanças nos caminhos genéticos que diferenciam a funçãonos caminhos genéticos que diferenciam a função neuronal.neuronal.É o período crítico, mais sensívelÉ o período crítico, mais sensível * O estímulo do ambiente afeta decisivamente, a* O estímulo do ambiente afeta decisivamente, a formação das conexões(sinapses) entre bilhões deformação das conexões(sinapses) entre bilhões de neurônios, especialmente nos períodos maisneurônios, especialmente nos períodos mais sensíveis.sensíveis. Que se abrem e fecham como umaQue se abrem e fecham como uma janela.janela. * As vias cerebrais que afetam a capacidade de ler e* As vias cerebrais que afetam a capacidade de ler e escrever, o comportamento e a saúde, seescrever, o comportamento e a saúde, se organizam muito cedo no cérebro humanoorganizam muito cedo no cérebro humano
  20. 20.  Filme dos orfãos daFilme dos orfãos da Romenia(primeirosRomenia(primeiros 3 minutos)3 minutos)

×