O que significa o simbolo na capa FMA

717 visualizações

Publicada em

O que significa o simbolo na capa FMA

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
717
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que significa o simbolo na capa FMA

  1. 1. Posts: Group: Member Joined: May 4 2010, 03:52:05 PM Post #3 Posts: Group: Member Joined: May 5 2010, 12:37:52 AM Post #4 Posts: Group: Member Joined: 258 Devil's Nest #431 30 April 2007 Pontocomn Fã 14 Troca equivalente #1,134 15 April 2010 vlw mesmo assim! LekaBR Alquimista Nacional 40 Troca equivalente #866 24 April 2009 '-' o simbolo das costas do Ed,do ombro do Al e assim com do peito da Izumi, é conhecido no mundo alquimico como "cruz de flamel", ou seja, é a representação da cobra alquimica de Flamel. A cruz em si mostra a fé que os alquimistas tinham em Deus. Bom vou passar um pequeno resumo pelo que andei estudando, espero poder lhe ajudar: Sobre o simbolo Spoiler: click to toggle Bom Flamel aos seus vinte e oito anos comprou um antigo livro de autoria de Abraham, o Judeu, que continha textos intercalados com desenhos de serpentes, virgens, desertos e fontes d'água. Achou muito intrigante o livro e passou a estudá-lo, descobrindo que se tratava de cabala e alquimia. “Quando faleceram meus pais tive que ganhar o pão escrevendo; naquele tempo adquiri um livro dourado, muito velho e volumoso. O livro compunha-se de três fascículos de sete folhas cada um e a sétima folha de cada um aparecia em branco. Na primeira folha via-se um báculo em torno do qual apareciam enroscadas duas serpentes; na segunda, uma cruz da qual pendia outra serpente e na sétima podia ver-se um deserto, no centro do qual brotavam formosas fontes; porém delas não saiam água senão serpentes que se arrastavam em todas as direções." Na fachada do livro, lia-se: “O judeu Abraham, príncipe, sacerdote, levita, astrólogo e filósofo”. Na
  2. 2. terceira folha explicava-se como se transformavam os metais. Junto ao texto reproduziam-se dois recipientes, davam as cores e todos os detalhes, exceto a Pedra Filosofal, a qual aparecia reproduzida com grande arte e forma tal que cobria por completo as páginas quatro e cinco”. Posteriormente, Flamel mandou colocar essas figuras no cemitério parisiense dos inocentes. Dos relatos houve um que o impressionou bastante: “Um rosal florido no meio do jardim; no solo junto às rosas uma fonte da qual emanava água branquíssima, que logo a uma distância respeitável precipitava-se num abismo. Muitas pessoas cavavam ao longo de seu curso, com as mãos na terra, tratando de encontrar a fonte, porém não conseguiam êxito porque eram cegas; somente um foi capaz – ele encontrou a água”. Esta é realmente uma das maiores simbologias Alquimistas, pois expressa claramente o significado do Grande Arcano. A rosa indica a cristalização dos corpos solares. A fonte simboliza a transmutação; é a fonte da água viva da qual falava Jesus. A humanidade inconsciente busca essa fonte e apesar de tê-la tão perto não a encontra; a água é desperdiçada, caindo nos abismos. Somente o adepto, o Iniciado, é o único capaz de valorizar as águas seminais. Flamel finalmente conseguiu captar o sentido dos processos, porém seguia sem compreender o processo da matéria prima. Consultou então sua esposa Perenelle, a qual imediatamente dedicou-se com idêntico fervor a estudar o misterioso livro. Com isto, Nicola Flamel nos indica que é necessária a mulher para realizar a Grande Obra. Marchou logo em peregrinação até o sepulcro do apóstolo Santiago, na Espanha, encontrando-se com o Mestre Canché, o qual indicou-lhe os fundamentos do Magistério. Flamel narra sua Iniciação da seguinte maneira: “Todavia trabalhei uns três anos, até que finalmente encontrei o elixir (havia trabalhado 21 anos) que imediatamente se reconhece por seu forte odor. Primeiro o projetei sobre uma libra e meia de mercúrio e obtive desse modo igual quantidade de prata; isso ocorreu em minha casa, estando presente unicamente minha esposa Perenelle; mais tarde, atendo-me escrupulosamente a cada palavra de meu livro, projetei a pedra vermelha sobre uma quantidade quase igual de mercúrio na mesma casa e de novo estava presente minha esposa Perenelle. Realizei a obra por três vezes com a ajuda de Perenelle, pois como havia-me ajudado no trabalho, o entendia exatamente como eu”. Significados Spoiler: click to toggle Serpente: A serpente como se sabe é um animal frio e venenoso. Assim, o seu simbolismo alquímico será um mineral ou um metal frio e venenoso também. É fácil entender o seu simbolismo por causa dos dois símbolos espagíricos. Marte e o Globo crucífero. Na verdade a serpente é Satúrnia como é designada por Flamel no Brèviére ou Testament e é fria e venenosa como uma serpente. Cruz:Alquimicamente a cruz ou crucifixo pode simbolizar duas coisas: um cadinho ou a morte (putrefacção do composto). Aqui, a cruz significa simbolicamente, a morte do composto (amálgama filosófico) Sol ou Lua (enxofre) e o Mercúrio. Macho e fêmea, isto é o Andrógeno! Fonte: In L'Alchimie de Flamel, Editions Savary, 42 rue Barbés, 11000 Carcassonne, France. http://levity.com/alchemy/emblems/embl472.html Quem é ele? (resumo breve retirado da wiki) Nicolas Flamel, de acordo com uma gravura do século XVII.Nicolas Flamel (Pontoise, França, 1330 — 1998 ) foi um dos maiores alquimistas da história. Casado com Dame Perrenele Flamel. Segunda a lenda teria fabricado a pedra filosofal, o elixir da longa vida e realizado a transmutação de metais em ouro por meio de um livro misterioso.
  3. 3. May 5 2010, 06:51:13 PM Post #5 Pontocomn Posts: Group: Member Joined: May 7 2010, 09:25:52 AM Post #6 Posts: Group: Member Joined: Jun 24 2010, 08:06:05 PM Post #7 Posts: Group: Member Joined: Fã 14 Troca equivalente #1,134 15 April 2010 cara muito legal agora entendi... só tem uma coisa errada...a maioria dos alquimista são cientistas que nao acreditam em deus(isso no desenho) então a a cruz nao pode significar a fé em deus (isso ainda no desenho na vida real até q pode ser) LekaBR Alquimista Nacional 40 Troca equivalente #866 24 April 2009 =] mas ali me referi na vida real ...pois os Alquimistas realmente existiram, nos meados da era mediaval ...até tem relatos que alguns foram mortos na iquisição da igreja catolica, por que para fazer transmultação dos aços é nescessario um pouco de enxofre (natural , ou seja, puro). E como alguns alquimistas segundo aos padres iquisitores da epoca, diziam que eles estavam transmultando "ouro alquimico" e isso poderia denegrir e até chegar a quebrar as financias da igreja catolica. Eles começaram a caçar os alquimitas, falando que eles tinham pacto com o diabo e foi dai tambem que veio a relatividade do enxofre com o diabo. Mas na epoca s for ver um alquimista tinha uma alta patente, ou seja, um estatos alto e as riquesas em si, eram os lucros por seus serviços. Na epoca tambem havia academias para quem queria seguir carreira, se num me engano tinha um Papa que era um alquimista ... O banho-maria foi enventado por uma alquimista chamada maria judia '-' ...bom tem outros fatos e descobertas que hoje sabemos graças aos alquimistas. Pois eles cotribuiram muito para a quimica e para a ciencia em si. Bom caso se interrese, tem um artigo que minha amiga Raquel (conhecida como Tomoyo , Staff da AlP), escreveu na comunidade do grupo.(como podem notar o artigo está escrito com suas palavras) Com o titulo: FMA ea Alquimia no mundo real Spoiler: click to toggle Edited by LekaBR, May 13 2010, 01:06:14 AM. Zê~~ keep your mind wide open 1,706 Eu tenho a pedra! o/ #103 15 July 2006 Havíamos comentado sobre isso há alguns anos atrás. ^^' UHASUHASUHASUH Btw... xD vlw Leka ^^
  4. 4. LeoManoZika Unregistered Cara pelo que eu pesquisei, a cruz é uma cruz grega, que representa os 4 elementos, e a cobra Jan 21 2012, 10:00:36 PM Post #8 signica algo quimico, ou saber. No caso, como ambas estão juntas, conclui-se que o simbolo simbolize a própria alquimia. XD 1 user reading this topic (1 Guest and 0 Anonymous) « Previous Topic · Curiosidades · Next Topic » Curiosidades Go Choose a theme: brotherhood Track Topic · E-mail Topic 1:17 AM Aug 31 Theme Café Eclectic created by tiptopolive of the IFSZ Hosted for free by ZetaBoards Our users say it best: "A great way to make a forums for free and it is very reliable as well. Thank you Zetaboards." Learn More · Register for Free

×