ELEVADORES1) CASO : ELEVADOR EM REPOUSO         FORÇA RESULTANTE NULA.              FR = 0N              N   = P          ...
2) CASO : ELEVADOR EM MRU         FORÇA RESULTANTE NULA.               FR=0N              N   = P             NESTE CASO,P...
OBSERVAÇÕES :QUANDO O ELEVADOR ESTIVERACELERANDO OU RETARDANDO ,A NORMAL PASSA A SER CHAMA-DA DE PESO APARENTE , ISTO É ,T...
3) ELEVADOR EM MRUA COM     VELOCIDADE AUMENTANDO             PARA CIMA.FR      a   V
3) CASO : ELEVADOR SUBINDO EM MRUA            FORÇA RESULTANTE NÃO                     NULA N’                   N ’ >P   ...
4 ) ELEVADOR EM MRUR COM  VELOCIDADE DIMINUINDO        PARA BAIXO.FR   a   c   V
4) CASO : ELEVADOR DESCENDO                  EM MRUR             FORÇA RESULTANTE                  NÃO NULA. N’           ...
5) ELEVADOR EM MRUA         COM VELOCIDADE     AUMENTANDO PARA BAIXO.FR      a V
5) CASO : ELEVADOR DESCENDO EM MRUA              FORÇA RESULTANTE NÃO                       NULA   N’                  N’<...
6) ELEVADOR EM MRUR COM   VELOCIDADE DIMINUINDO         PARA CIMA.FR a   V
6) CASO : ELEVADOR SUBINDO EM MRUR             FORÇA RESULTANTE NÃO                      NULA  N’                   N ’< P...
7) CASO : ELEVADOR EM QUEDA LIVRE    ( ARREBENTA O CABO DO ELEVADOR )                       A PESSOA, NÃO            N=0  ...
Elevadores 1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Elevadores 1

620 visualizações

Publicada em

Baita aplicação das leis de Newton, Gente!!

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
620
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Elevadores 1

  1. 1. ELEVADORES1) CASO : ELEVADOR EM REPOUSO FORÇA RESULTANTE NULA. FR = 0N N = P NESTE CASO,P NÃO EXISTE PESO APARENTE.
  2. 2. 2) CASO : ELEVADOR EM MRU FORÇA RESULTANTE NULA. FR=0N N = P NESTE CASO,P NÃO EXISTE PESO APARENTE.
  3. 3. OBSERVAÇÕES :QUANDO O ELEVADOR ESTIVERACELERANDO OU RETARDANDO ,A NORMAL PASSA A SER CHAMA-DA DE PESO APARENTE , ISTO É ,TEMOS UMA NOVA NORMAL . N’= NOVA NORMAL OU PESO APARENTE P = PESO REAL
  4. 4. 3) ELEVADOR EM MRUA COM VELOCIDADE AUMENTANDO PARA CIMA.FR a V
  5. 5. 3) CASO : ELEVADOR SUBINDO EM MRUA FORÇA RESULTANTE NÃO NULA N’ N ’ >P FR=m.a N’–P=m .a P N ’ = P+m.a N’ = mg + m.a N ’ = m . (g+a) Neste caso, a pessoa aparenta pesar mais .
  6. 6. 4 ) ELEVADOR EM MRUR COM VELOCIDADE DIMINUINDO PARA BAIXO.FR a c V
  7. 7. 4) CASO : ELEVADOR DESCENDO EM MRUR FORÇA RESULTANTE NÃO NULA. N’ N ’ >P FR=m.a N ’ - P = m .a N’=P+m.a P N’ = m .g + m . aNESTE CASO, N’=m.(g+a) A PESSOA APARENTA PESAR MAIS .
  8. 8. 5) ELEVADOR EM MRUA COM VELOCIDADE AUMENTANDO PARA BAIXO.FR a V
  9. 9. 5) CASO : ELEVADOR DESCENDO EM MRUA FORÇA RESULTANTE NÃO NULA N’ N’<P FR=m.a P– N ’ = m . a P N ’ = P - m.a N’ = mg - m.a N ’ = m . (g - a) Neste caso, a pessoa aparenta pesar menos.
  10. 10. 6) ELEVADOR EM MRUR COM VELOCIDADE DIMINUINDO PARA CIMA.FR a V
  11. 11. 6) CASO : ELEVADOR SUBINDO EM MRUR FORÇA RESULTANTE NÃO NULA N’ N ’< P FR=m.a P– N’ = m . a N ’= P - m.a N ’ = mg - m.a P N ’ = m . (g - a) Neste caso, a pessoa aparenta pesar menos.
  12. 12. 7) CASO : ELEVADOR EM QUEDA LIVRE ( ARREBENTA O CABO DO ELEVADOR ) A PESSOA, NÃO N=0 TOCA NO CHÃO E NEM NA BALANÇA . O PESO É DIFERENTE DE ZERO. P A PESSOA TEM A SENSA- ÇÃO DE ESTAR FLUTUANDO.

×