Secretaria de Aviação Civil – PR 
Perspectivas para a aviação regional
ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL DO SETOR 
PRESIDÊNCIA 
SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL 
Políticas Públicas e Planejamento 
da Aviaçã...
ORGANIZAÇÃO DO TRANSPORTE AÉREO 
(número de aeródromos - % de tráfego de pax em 2011) 
•Interesse 
exclusivamente militar ...
Principais Aeroportos Brasileiros 
Passageiros por ano
Localização de Voos 
Densidade demográfica 
dos municípios 
brasileiros (2010) e 
oferta semanal de 
assentos regulares po...
Panorama do setor aéreo brasileiro 
Desenvolvimento expressivo do transporte aéreo brasileiro 
Larga redução das tarifas ...
Entregas para o setor de aviação civil 2011-2014 
 R$ 11,3 bi investidos na expansão da infraestrutura 
 + 77 milhões de...
Passageiros nos Aeroportos Brasileiros 
71 
83 
96 
102 
111 113 
128 
155 
180 
193 
203 
250 
200 
150 
100 
50 
0 
2003...
Demanda Potencial da Aviação Regional 
Movimento 
Realizado 
Movimento 
Previsto 
68,4 milhões 
5,1 milhões 
193,1 milhões...
Demanda Potencial da Aviação Regional 
• Estudos de demanda de empresas do setor apontam um 
crescimento médio de 7% a.a. ...
Demanda Potencial da Aviação Regional
Os efeitos da entrada de uma nova empresa no setor 
(Azul Linhas Aéreas, em dez/08): 
O gráfico simula o potencial 
efeito...
A queda do preço da passagem aérea 
A partir de 2004, o preço médio da passagem registrou 
queda sistemática, refletindo, ...
Investimentos previstos: 
• R$7,3 bilhões 
• 270 aeroportos 
Região 
Norte 
Nordeste 
Centro-Oeste 
Sudeste 
Sul 
Total: 
...
Aviação Regional – Critérios de escolha da rede aeroportuária 
Expansão da malha para: 
 Integração do território naciona...
Aviação Regional 
 Gestão dos projetos e dos investimentos através do 
Banco do Brasil 
 Modelo padronizado de aeroporto...
Aviação Regional 
Parcerias com Estados e Municípios 
 União investe e mantém a infraestrutura 
 Investimentos serão pad...
Capacidade de expansão dos TPS
O acesso da população à aviação regional 
• Atualmente, cerca de 100 aeroportos regionais recebem voos 
regulares. 
• Mais...
Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional 
• Isenção de Tarifas aeroportuárias nos aeroportos regionais 
• Subsdídio às...
Externalidades positivas dos aeroportos 
• Empregos diretos, indiretos e induzidos; 
• Aumento no turismo; 
• Incentivo à ...
Efeitos dos investimentos em aeroportos regionais 
• A elasticidade entre conectividade e produtividade a longo prazo é de...
A indústria da aviação regional nos EUA 
Nos EUA, empresas aéreas regionais operam serviço de 
transporte aéreo regular de...
A evolução das rotas aéreas regionais 
No final dos anos 80, as principais empresas aéreas começaram a 
fazer a transição ...
Comparação entre o transporte aéreo Brasil x EUA 
Fonte: Embraer
Comparação entre o transporte aéreo Brasil x EUA 
• A Malha aérea americana
Conclusão 
Ações necessárias e em curso: 
• Ampliação e melhoria da infraestrutura existente 
• Aumento da oferta de servi...
Secretaria de Aviação Civil – PR 
Muito obrigado. 
Guilherme Walder Mora Ramalho
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2014_AIRPORT_SEMINARIO_GUILHERME_WALDER_MORA_RAMALHO_SAC

531 visualizações

Publicada em

APRESENTAÇÃO GUILHERME WALDER MORA RAMALHO SEMINÁRIO AIRPORT INFRA EXPO . 18/09/14

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2014_AIRPORT_SEMINARIO_GUILHERME_WALDER_MORA_RAMALHO_SAC

  1. 1. Secretaria de Aviação Civil – PR Perspectivas para a aviação regional
  2. 2. ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL DO SETOR PRESIDÊNCIA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL Políticas Públicas e Planejamento da Aviação Civil Coordenação e Articulação Governamental Plano de Outorgas e Execução de Convênios ANAC Regulação Técnica e Econômica Fiscalização INFRAERO Administração e Operação Aeroportuária MIN. DA DEFESA Aviação Militar e Navegação Aérea COMAER – DECEA Controle do Espaço Aéreo CONAC
  3. 3. ORGANIZAÇÃO DO TRANSPORTE AÉREO (número de aeródromos - % de tráfego de pax em 2011) •Interesse exclusivamente militar •Objeto de política de defesa Militar (28) Civil (3595) •Afetação do patrimônio •Objeto de política pública de transporte Público (714) União (95- 96,47%) Infraero (58 - 53,43%) Comaer (31 - 0,01%) Concessão (61 -43,04%) Autorização (0 - 0,0%) Estados / Municípios (620- 3,53%) Secretaria ou Departamento Empresa Pública Terceirização Concessão Autorização Privado (2881) •Interesse híbrido: civil e militar Legenda Gestão Pública Gestão Privada •Propriedade privada •Sem exploração comercial Fonte: ANAC – Dados das empresas brasileiras e estrangeiras de transporte aéreo público regular 1 ASGA/BSB/GRU/VCP/GIG/CNF
  4. 4. Principais Aeroportos Brasileiros Passageiros por ano
  5. 5. Localização de Voos Densidade demográfica dos municípios brasileiros (2010) e oferta semanal de assentos regulares por rota (2014).
  6. 6. Panorama do setor aéreo brasileiro Desenvolvimento expressivo do transporte aéreo brasileiro Larga redução das tarifas – 46% de redução entre 2004 e 2013 Movimentação de 203 milhões de passageiros em 2013 – aumentou 2,86 vezes entre 2003-2013 (11% de média anual) E a demanda por transporte aéreo continuará crescendo… O transporte aéreo brasileiro ainda está em expansão, e todas as projeções apontam para esta direção – devemos triplicar a capacidade em 20 anos 0,5 viagem/hab X 1,7 viagem/hab em mercados desenvolvidos (fonte: McKinsey&Co, 2010) Apesar disso, o setor enfrenta desafios de infraestrutura e gestão • Poucas empresas aéreas em atividade, especialmente no mercado regional • Necessidade de expansão da infraestrutura
  7. 7. Entregas para o setor de aviação civil 2011-2014  R$ 11,3 bi investidos na expansão da infraestrutura  + 77 milhões de passageiros em capacidade nos aeroportos  1,4 milhão de m² de novos pátios  400.000 m² de área para os terminais de passageiros  65 novas pontes de embarque  Aviação Regional:  R$ 400 mi investidos em 40 aeroportos e R$ 378 mi em execução  240 estudos de viabilidade técnica realizados  140 projetos em andamento
  8. 8. Passageiros nos Aeroportos Brasileiros 71 83 96 102 111 113 128 155 180 193 203 250 200 150 100 50 0 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Fonte: Infraero Milhões de PAX Crescimento médio anual: 11,1% (2003-2013)
  9. 9. Demanda Potencial da Aviação Regional Movimento Realizado Movimento Previsto 68,4 milhões 5,1 milhões 193,1 milhões 15,8 milhões 429,3 milhões 65,5 milhões 614 milhões 113 milhões Demanda Passageiros - Aeroportos Brasil Demanda Passageiros - Aeroportos Regionais 5,2% aa 9% aa 9% aa 10% aa
  10. 10. Demanda Potencial da Aviação Regional • Estudos de demanda de empresas do setor apontam um crescimento médio de 7% a.a. entre 2013-2032. (Airbus Market Forecast) • Isso quer dizer que movimentaremos mais 450 milhões de passageiros em nossos aeroportos em menos de vinte anos. (Fonte: Airbus e Boeing)
  11. 11. Demanda Potencial da Aviação Regional
  12. 12. Os efeitos da entrada de uma nova empresa no setor (Azul Linhas Aéreas, em dez/08): O gráfico simula o potencial efeito da entrada de uma nova companhia aérea estrangeira
  13. 13. A queda do preço da passagem aérea A partir de 2004, o preço médio da passagem registrou queda sistemática, refletindo, sobretudo, o acirramento da concorrência e a consolidação da introdução das cias de baixo custo (low cost). R$ 531.39 587.79 Tarifa Aérea Média Doméstica Anual 617.15 593.59 543.09 397.77 548.21 395.62 323.51 301.59 304.11 316.66 700 600 500 400 300 200 100 0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 (jun)
  14. 14. Investimentos previstos: • R$7,3 bilhões • 270 aeroportos Região Norte Nordeste Centro-Oeste Sudeste Sul Total: Plano de Aviação Regional Investimento Previsto (R$ bi) 1,7 2,1 0,9 1,6 1,0 7,3 Aeródromos 67 64 31 65 43 270
  15. 15. Aviação Regional – Critérios de escolha da rede aeroportuária Expansão da malha para:  Integração do território nacional Desenvolvimento dos polos regionais Fortalecimento dos centros de turismo  Garantia de acesso às comunidades da Amazônia Legal
  16. 16. Aviação Regional  Gestão dos projetos e dos investimentos através do Banco do Brasil  Modelo padronizado de aeroportos: pequeno, médio e médio-grande  Parceria com estados e municípios para gestão dos aeroportos  Concessão administrativa
  17. 17. Aviação Regional Parcerias com Estados e Municípios  União investe e mantém a infraestrutura  Investimentos serão padronizados conforme porte do aeroporto  Convênio com Estados e Municípios que garantem custeio e gestão  Concessão administrativa
  18. 18. Capacidade de expansão dos TPS
  19. 19. O acesso da população à aviação regional • Atualmente, cerca de 100 aeroportos regionais recebem voos regulares. • Mais de 40 milhões de brasileiros (21% da população) não tem acesso a um aeroporto a até 100 km de distância de sua residência. • 43% da população do interior do país quer viajar, mas não tem como fazê-lo devido aos elevados custos (Fonte: DataPopular). • Devido à escassez de rotas, os voos regionais são 31% mais caros do que os voos entre capitais (Fonte: Anac, considerados os voos entre capitais e os voos cuja origem e/ou destino não é capital.)
  20. 20. Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional • Isenção de Tarifas aeroportuárias nos aeroportos regionais • Subsdídio às rotas regionais, com origem ou destino em aeroporto regional • Calculado por passageiro transportado • Medida gerará aumento da conectividade e da cobertura do modal aéreo
  21. 21. Externalidades positivas dos aeroportos • Empregos diretos, indiretos e induzidos; • Aumento no turismo; • Incentivo à indústria local; • Aumento na arrecadação tributária local; • Melhoria no acesso à educação; • Incentivo ao comércio doméstico, importações e exportações; • Facilitação do envio de ajuda em casos de emergência; • Facilitação do envio de ajuda humanitária; • Envio rápido de serviços e suprimentos médicos e órgãos para transplante.
  22. 22. Efeitos dos investimentos em aeroportos regionais • A elasticidade entre conectividade e produtividade a longo prazo é de 0,07%. • Isso significa que um aumento em conectividade de 10%, partir de políticas de fomento à aviação, trará retornos econômicos médios da ordem de R$ 2 bilhões por ano em PIB no longo prazo. Fonte: Estudo conduzido pela Oxford Economics em cooperação com a IATA e ACI
  23. 23. A indústria da aviação regional nos EUA Nos EUA, empresas aéreas regionais operam serviço de transporte aéreo regular de curta/média distâncias frequentemente conectando pequenas cidades aos maiores centros urbanos
  24. 24. A evolução das rotas aéreas regionais No final dos anos 80, as principais empresas aéreas começaram a fazer a transição de suas malhas ponto a ponto para o sistema Hub and Spoke, depois de perceberem o grande potencial para incrementar substancialmente o tráfego de passageiros em suas operações A malha hub and spoke proporcionou operar em aeroportos menores e assim aumentar a quantidade de tráfego de conexão nos Hubs. Aumentou também o número de acordos entre companhias aéreas - codeshares
  25. 25. Comparação entre o transporte aéreo Brasil x EUA Fonte: Embraer
  26. 26. Comparação entre o transporte aéreo Brasil x EUA • A Malha aérea americana
  27. 27. Conclusão Ações necessárias e em curso: • Ampliação e melhoria da infraestrutura existente • Aumento da oferta de serviços aéreos • Melhoria das condições regulatórias – custos e entraves • Mercado “dormente” – demanda reprimida no interior • Melhoria da gestão nos aeroportos regionais (parcerias entre setor público e privado)
  28. 28. Secretaria de Aviação Civil – PR Muito obrigado. Guilherme Walder Mora Ramalho

×