As 15 ruínas históricas mais visitadas do mundo
http://www.msn.com/pt-pt/viagens/noticias/as-15-ru%C3%ADnas-hist%C3%B3rica...
As 15 ruínas históricas mais visitadas do mundo
Ruínas e sítios arqueológicos representam não somente uma descoberta histó...
© Shutterstock
Grutas de
Longmen, China
Situado ao sul da
antiga capital
Luoyang, este
complexo de
aproximadamente
2,3 mil...
© Shutterstock
Termas Romanas de
Bath, Inglaterra
Construída no ano
70, este é o edifício
de banhos termais
romanos mais
g...
© Shutterstock
Muralha de
Adriano, Inglaterra
Esta é uma
fortificação de 117,5
km, construída no
século II, cuja
função er...
© Shutterstock
Grutas de Ellora,
Índia
Este complexo de 34
templos e mosteiros
foi escavado junto às
paredes de um alto
pe...
© Shutterstock
Chichén Itzá, México
Este é um importante
sítio arqueológico,
localizado na Riviera
Maia, que serviu de
rot...
© Shutterstock
Hierápolis, Turquia
Este é um complexo
que compreende as
ruínas de termas,
templos e de outros
monumentos g...
© Shutterstock
Teotihuacán, México
Localizada a 48 km da
Cidade do México, a
"Cidade dos Deuses",
como é conhecida,
conser...
© Shutterstock
Éfeso, Turquia
Hoje em ruínas, esta
metrópole já foi a
capital do Império
Romano na Ásia
Menor, chegando a
...
© Shutterstock
Acrópole de Atenas,
Grécia
Este é o maior legado
arquitetônico e
artístico dos
primórdios do país
que é con...
© Shutterstock
Pompeia, Itália
As ruínas desta
cidade, outrora
gloriosa, são o rastro
deixado pela ira do
Vesúvio. No ano ...
© Shutterstock
Pirâmides de Gizé,
Egito
Existem 138
pirâmides
redescobertas neste
país, porém, sem
dúvida alguma, as
mais ...
© Shutterstock
Exército de terracota,
China
Chamado também de
"Guerreiros de Xian",
esta impressionante
coleção de escultu...
© Shutterstock
Fórum Romano,
Itália
Esta praça de 700
metros de extensão
era o centro social do
antigo Império
Romano, rod...
© Shutterstock
Coliseu Romano,
Itália
Construído durante o
reinado do imperador
Vespasiano, nos anos
70, em um local
devas...
© Shutterstock
Grande Muralha,
China
Esta fortificação foi
erguida em partes, ao
longo de dois
milênios, somente
sendo uni...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As 15 ruinas históricas mais visitadas do mundo 24fev2015

688 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
688
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
221
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As 15 ruinas históricas mais visitadas do mundo 24fev2015

  1. 1. As 15 ruínas históricas mais visitadas do mundo http://www.msn.com/pt-pt/viagens/noticias/as-15-ru%C3%ADnas-hist%C3%B3ricas-mais- visitadas-do-mundo/ss-BBhSHDV?ocid=mailsignoutmd msn, 24/02/2015
  2. 2. As 15 ruínas históricas mais visitadas do mundo Ruínas e sítios arqueológicos representam não somente uma descoberta histórica, mas também um resgate do passado, já que, por intermédio dessas edificações, podemos aprender o estilo de vida dos antigos povos e seus segredos. Talvez esta seja a principal razão de despertar a curiosidade das pessoas, fazendo com que se tornem atrações indispensáveis em qualquer roteiro turístico, como é o caso das 15 ruínas para visitar ao redor do globo. Afinal, quem visitou Roma, capital e um dos principais destinos turísticos da Itália, e deixou de conhecer o Coliseu, um dos mais conhecidos símbolos da Itália? E quem não deu um descanso das paradisíacas praias de Cancún para se aventurar pelos seus templos vizinhos, erguidos pela antiga civilização Maia? É facto que sítios arqueológicos são um dos grandes atrativos de uma viagem, fascinando e intrigando um número gigantesco de turistas, ansiosos por conhecer e vivenciar parte da história. Dentre as ruínas ao redor do globo, a mais visitada, segundo a revista "Travel + Leisure", é a Grande Muralha da China, a única obra humana que pode ser vista do espaço a olho nu. Por ano, cerca de 10 milhões de pessoas testemunham essa maravilha arquitetónica. Aliás, na lista divulgada, duas outras também estão em território chinês: o Exército de Terracota e as Grutas de Longmen aparecem respectivamente em quarto e décimo quinto lugar.
  3. 3. © Shutterstock Grutas de Longmen, China Situado ao sul da antiga capital Luoyang, este complexo de aproximadamente 2,3 mil cavernas compreende a maior e mais impressionante coleção de arte chinesa da dinastia Tang. São quase 110 mil estátuas e 2,8 mil inscrições gravadas nas falésias calcárias, em um trecho superior a um quilômetro. Recebe 1,1 milhão de visitantes ao ano
  4. 4. © Shutterstock Termas Romanas de Bath, Inglaterra Construída no ano 70, este é o edifício de banhos termais romanos mais grandioso e bem preservado fora da Itália. Contém aproximadamente 1,170 milhão de litros de água que pode alcançar temperaturas de até 46°C. O complexo possui um terraço, que proporciona vista privilegiada das termas. Recebe anualmente 1,1 milhão de visitantes.
  5. 5. © Shutterstock Muralha de Adriano, Inglaterra Esta é uma fortificação de 117,5 km, construída no século II, cuja função era marcar os limites ocidentais do Império Romano. Erguidas em pedra e madeira, partes significativas do muro permanecem de pé. É hoje a atração mais visitada do norte do país, recebendo anualmente 1,2 milhão de turistas.
  6. 6. © Shutterstock Grutas de Ellora, Índia Este complexo de 34 templos e mosteiros foi escavado junto às paredes de um alto penhasco de basalto, estendendo-se por mais de dois quilômetros. Não é somente uma criação artística original, mas também, devido aos seus santuários budistas, hinduístas e jainista, um testemunho do espírito de tolerância, característico da Índia antiga. Recebe 1,2 milhão de visitantes ao ano.
  7. 7. © Shutterstock Chichén Itzá, México Este é um importante sítio arqueológico, localizado na Riviera Maia, que serviu de rota comercial durante o esplendor da antiga civilização Maia. Sua principal edificação, a pirâmide de El Castillo, hoje a atração mais fotografada pelos turistas que visitam o complexo, era utilizada para cerimônias e cultos religiosos. Recebe anualmente 1,4 milhão de pessoas.
  8. 8. © Shutterstock Hierápolis, Turquia Este é um complexo que compreende as ruínas de termas, templos e de outros monumentos gregos. O Pamukkale (Palácio de Algodão) situa-se próximo ao sítio arqueológico, num penhasco, a 200 metros de altitude, e possui uma vista quase irreal, composta por florestas, cascatas petrificadas e uma série de bacias com água cristalina. Recebe anualmente 1,6 milhão de visitantes.
  9. 9. © Shutterstock Teotihuacán, México Localizada a 48 km da Cidade do México, a "Cidade dos Deuses", como é conhecida, conserva os vestígios da antiga civilização Azteca. O vale é fantástico, contendo diversas construções primorosas, como as pirâmides do Sol e da Lua, a Calçada dos Mortos e o Templo de Quetzalpápalotl. Recebe cerca de 1,9 milhão de visitantes por ano.
  10. 10. © Shutterstock Éfeso, Turquia Hoje em ruínas, esta metrópole já foi a capital do Império Romano na Ásia Menor, chegando a ter mais de 250 mil habitantes. O Templo de Artemis, uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, localizava-se aqui, o que atraía um enorme número de comerciantes, marinheiros e peregrinos. Após 150 anos de escavações, mais de 80% da cidade ainda resta ser descoberta. Recebe 2 milhões de visitantes anualmente.
  11. 11. © Shutterstock Acrópole de Atenas, Grécia Este é o maior legado arquitetônico e artístico dos primórdios do país que é considerado o "Berço da Civilização Ocidental". Os monumentos mais antigos da capital grega estão neste complexo: o Partenon, Erecteion e o pequeno Templo de Athena Nice, entre outros. Recebe anualmente cerca de 2 milhões de visitantes.
  12. 12. © Shutterstock Pompeia, Itália As ruínas desta cidade, outrora gloriosa, são o rastro deixado pela ira do Vesúvio. No ano 79, o vulcão entrou em erupção, deixando o ar cheio de bagacina (fragmentos de pedra pome incandescentes) e dizimando a população local. Seus corpos, que sofreram um processo de mumificação, ainda podem ser vistos pelos 2,5 milhões de visitantes que vêm a este sítio arqueológico todo ano.
  13. 13. © Shutterstock Pirâmides de Gizé, Egito Existem 138 pirâmides redescobertas neste país, porém, sem dúvida alguma, as mais importantes e icónicas são as desse planalto, próximo à capital Cairo. A Pirâmide de Quéops, a maior e mais antiga delas, é a única das Sete Maravilhas do Mundo Antigo que permanece de pé ainda hoje. Recebe anualmente 4 milhões de visitantes.
  14. 14. © Shutterstock Exército de terracota, China Chamado também de "Guerreiros de Xian", esta impressionante coleção de esculturas, composta por mais de 8 mil soldados, 130 carruagens com 520 cavalos e 150 soldados de cavalaria, representa o exército do imperador Qin Shi Huang. Foi criada, na verdade, para proteger o túmulo do imperador, bem como sua vida após a morte. Entre 3,6 e 4,5 milhões de pessoas visitam esta atração anualmente.
  15. 15. © Shutterstock Fórum Romano, Itália Esta praça de 700 metros de extensão era o centro social do antigo Império Romano, rodeada de templos e edificações com funções comerciais e políticas. O complexo situa-se a poucos metros de distância do Coliseu e os ingressos turísticos cobrem essas duas atrações. Como resultado, um total de 5,1 milhões de pessoas visitam este local.
  16. 16. © Shutterstock Coliseu Romano, Itália Construído durante o reinado do imperador Vespasiano, nos anos 70, em um local devastado pelo grande incêndio de Roma, orquestrado por Nero, este anfiteatro de 48 metros de altura era utilizado para espetáculos e batalhas entre gladiadores. Apesar de seu passado sangrento, este é atualmente a mais conhecida edificação do país, recebendo 6,9 milhões de visitantes por ano.
  17. 17. © Shutterstock Grande Muralha, China Esta fortificação foi erguida em partes, ao longo de dois milênios, somente sendo unificada no século XV, durante a dinastia Ming. Serpenteia por aproximadamente 8,8 km e possui passarelas de 6 metros de altura que ligam as torres de defesa. São as ruínas históricas que mais recebem visitantes, com números estimados entre 9 e 10 milhões de pessoas ao ano.

×