Educador e escola em pastoral

4.058 visualizações

Publicada em

Apresentação de Afonso Murad destinada a educadores de escolas confessionais

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.058
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.828
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
82
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educador e escola em pastoral

  1. 1. EDUCADOR(A) EESCOLA EM PASTORAL Ir. Afonso Murad www.afonsomurad.blogspot.com
  2. 2. Uma parábola: As cores das flores www.youtube.com/watch?v=s6NNOeiQpP M
  3. 3. Expandir-se Profissionalismo Transmitir valores Cultivo da EspiritualidadeParticipar da Escola em Pastoral
  4. 4. 1. EXPANDIR-SE Cuidar de si: corpo e sentimentos. Cultivar o olhar de encantamento e alegria. Exercitar o autoconhecimento. Desenvolver o capital cultural. Conectar-se com múltiplas linguagens.
  5. 5. 2. PROFISSIONALISMO• Atualizar-se na sua área de conhecimento.• Conhecer as melhores práticas.• Inovar nos processos de ensino- aprendizagem.• Estudar sobre as infâncias e as juventudes.• Partilhar as conquistas.• Exercer a gestão do conhecimento.• Exigir seus direitos e cumprir seus deveres.
  6. 6. 3. TESTEMUNHAR ETRANSMITIR VALORES
  7. 7. O que são valores? Aquilo que dá suporte para orientar nossas escolhas, justificar as atitudes, os hábitos cotidianos e as ações. Princípios que regem as nossas ações, influenciando a tomada de decisões. Algo que é precioso para a pessoa, a ponto de renunciar a algo bom para mantê-lo. Fundamentos éticos e espirituais da consciência humana.
  8. 8. Os valores são perenes? SIM: há valores que a humanidade foi conquistando de forma consensual, a ponto de se tornarem universais. Foram traduzidos em direitos humanos, ECA, leis nacionais, protocolos internacionais ambientais, etc.. EM PARTE: há valores que mudam a forma de se encarnar ou são atenuados por fatores culturais, econômicos e sociais. Há valores que evoluem. Há valores que se perdem (degeneração ética da sociedade).
  9. 9.  As novas gerações tem poucas raízes emuitas antenas. Captam valores, mas é difícil perseverar neles.
  10. 10. Conversa em duplas Destaque 3 valores que você considera perenes. Aponte 3 valores que evoluíram no tempo.
  11. 11. Valores tradicionais a resgatar Respeito pelo outro(s): aceitar as exigência da convivência, ser flexível, articular interesses pessoais com o do grupo. Superar o egocentrismo. Autodisciplina: ser capaz de fazer opções e renunciar às outras possibilidades. Concentrar suas energias para alcançar os resultados pretendidos. Crescer na paciência e perseverança. Integrar dor e alegria. Ser do bem: optar pelo bem, mesmo que isso não traga recompensa imediata nem reconhecimento social (inteireza, honestidade).
  12. 12. Novos valores a cultivar Corporeidade: corpo como espaço carnal da pessoa e da transcendência. Nem repressão, nem devassidão. Consciência ecológica: sentir-se parte de um imenso todo (elementos vitais, seres vivos, humanos). Assumir atitudes em vista da sustentabilidade. Inclusão: acolher as deficiências (físicas, de mobilidade) e as diferenças (étnicas, culturais, de gênero) Consciência religiosa e tolerância: reconhecer-se na sua religião e conhecer os outros caminhos.
  13. 13. Complementaridade dos valores Alguns valores contribuem para a humanização quando estão na medida certa e se articulam com outros. Exemplos:- Acesso aos bens de consumo + consumo consciente.- Sensibilidade estética + sensibilidade ética (aparência + interioridade).- Boa intenção + resultados eficazes.- Competição + colaboração.
  14. 14. Educação e valores Crianças e adolescentes estão construindo lentamente suas referências éticas e o quadro de valores. Os adultos têm valores mais estruturados (difíceis de modificar). A escola é lugar para desenvolver valores, mas não o único. Crianças e jovens estão sujeitos à múltiplas e contraditórias influências de valores e contravalores e são agentes de sua história. Criança não é flor, nem o educador, jardineiro. Ambos são protagonistas.
  15. 15. Como a escola educa para valores Elaborar de forma participativa seu projeto pedagógico e colocá-lo em prática. Possibilitar experiências de vida que interpelem as religiosas e os educadores leigos. Refletir e partilhar sobre estas experiências, de forma a descobrir os valores que daí afloram. Fazer experiências de aprendizagem com os alunos e com eles discernir valores.
  16. 16. Valores e conversão Práticas Partilha Reflexão Identific ar valores Atitudes
  17. 17. Dois extremos a evitar: RELATIVISMO ÉTICO: tudo é igual, qualquer atitude tem o mesmo valor, é certo o que eu acho que é certo. Ausência de critérios. CONSERVADORISMO: defende as formas assumidas pelos valores, e não o núcleo deles. Falta flexibilidade para perceber a situação das pessoas.
  18. 18. DEFENDER, DIFUNDIR E RECRIAR VALORES
  19. 19. 4. CULTIVAR A ESPIRITUALIDADE Valores: caminho
  20. 20. ESPIRITUALIDADE Cultivo da relação com o sagrado, que dá consolo, esperança e sentido para a a existência. Vivência da fé que motiva as ações e alimenta nossas convicções. Jeito de viver o seguimento de Jesus, conforme o carisma. A espiritualidade se expressa em ritos e devoções, mas não se reduz a isso.
  21. 21. Cultivo pessoal da espiritualidade Manter-se enraizado(a) em Deus. Exercitar a entrega, a ação de graças e a súplica. Meditar a Palavra de Deus Ter uma comunidade de referência. Fazer silêncio e se retirar, nos momentos mais exigentes. Exercitar a oração de discernimento e assumir o risco das decisões. A cada ano fazer seu projeto pessoal de vida e revisitá-lo periodicamente.
  22. 22. 5. ESCOLA EM PASTORAL Bom clima nas relações. Processos explícitos de cultivo da espiritualidade com professores, funcionários, alunos e famílias. Ação conjunta: pastoral, pedagógico e administrativa. Valorização dos colaboradores. Inclusividade. Compromisso com a sustentabilidade. Iniciativas cidadãs e sociais.
  23. 23. Expandir-se Transmitir valores Cultivo da Espiritualidade ProfissionalismoParticipar da Escola em Pastoral
  24. 24.  www.afonsomurad.blogspot.com  twitter: afonsomurad  murad4@hotmail.com

×